terça-feira, maio 11, 2021

Gripen para o Brasil

OVNI da EADS?

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

objeto-achado-no-mar-foto-jornal-o-povo-fortaleza

Na verdade, poderia ser chamado inicialmente de OFNI, ou “Objeto Flutuante Não Identificado”, já que foi achado no mar… Brincadeiras à parte, o jornal O Povo noticiou que o objeto foi encontrado às vésperas do Natal por um pescador, a 18 milhas da costa. José Evaristo, o pescador, rebocou o objeto até a praia de Icapuí, a 202 km de Fortaleza.

Segundo o jornal (clique aqui para ler a reportagem da versão online de O Povo) , o coronel Alípio Lopes, comandante da Base Aérea de Fortaleza, sugeriu ao ver as fotos do objeto de quase 3 metros de comprimento que se trata de um alvo aéreo. Mas achou  estranho o fato de não ter sido realizada, na região, nenhuma operação recente que envolvesse esse tipo de alvo, descartando sua utilização na última Cruzex. Afirmou que é de interesse da Força Aérea analisar o objeto, aparentemente em bom estado de conservação (o que indica, provavelmente, que foi utilizado há pouco tempo).

E vocês,  frequentadores do Blog do Poder Aéreo? Querem ajudar a resolver o “mistério”?

Fonte e foto: O Povo

Previous articleLe Tucano
Next articleF-22 em Okinawa
- Advertisement -

94 Comments

Subscribe
Notify of
guest
94 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Falcon

Cara, o que este “troço” está fazendo aqui heim???
Olha pode ter gente invadindo as áreas brasileiras e não sabemos…
Mas que é muito interessante estar proximo a costa isto é mesmo…

Espero que de pra aprender ou adquirir alguma tecnologia se possivel com este aparelho
Um abraço

angelo

O que espanta é que as “otoridades” da FAB, ainda não foram recolher o objeto. Vai ver que estão muito ocupadas com as festas de fim de ano.

AMX

Pode ter sido proveniente da Guiana Francesa, por exemplo (EADS).
Como curiosidade, nos anos 50 aconteceu o mesmo com um UAV (ou drone, como se costumava chamar na época) da USAF que caiu na região norte do país. Mas, neste caso, a USAF pediu pra que a FAB o recolhesse e devolvesse.
E, independente desta notícia; até concordo com o Falcon. Afinal, não é surpreendente supor que um país tão cobiçado qto. o nosso seja alvo de vários tipos de espionagem e operações estrangeiras de inteligência, entre as quais, as feitas por UAVs.
Abraços.

Wilson Johann

Muito estranho mesmo, mas logo a FAB deve dar uma resposta para este mistério. Parece que esta faltando uma parte, frontal, e assim como pode ser um alvo aéreo, pode ter outras finalidades, como recolher dados e/ou fotos. Como estava bem próximo à costa, deve ter sido lançado de algum navio ou mesmo de submarino.
Vamos aguardar.]

Abraços!!!

sarto sampaio

Está mais parecido com um alvo aéreo.

Rodrigo

por acaso é esse aqui?

http://www.aviationnews.eu/?p=3508

Camilo

Trata-se de alvo aéreo EADS Do-DT 25. Segundo o site da EADS trata-se de alvo aéreo simulador de ameaças de baixo custo para treinamento de mísseis superfície-ar e ar-ar. Dizem que esses sistemas foram desenhados para uso intensívo e e são fáceis de operar e manter. (Pronto, já fiz o comercial, cadê meu cachê? rsrsrs)

Roberto camarada

Será que é um veículo aéreo não tripulado espião abatido na costa brasileira,um drone usado para alvos aéreos ou usado durante a Cruzex?
É um avião,com cauda,3m de comprimento,parece que é feito de fibra de carbono da EADS.Mas segundo o Coronel comandante da base aérea, não foi feito nenhum exercício usando esse objeto,descartando sua utilização na Cruzex/08.Um objeto c/ 3m de comprimento dá pra colocar bastante sensores.Vamos aguardar se alguém o recolhe para perícia para termos uma posição do que seria a sua real utilidade.

Sds.

Edilson

spy, mas como diz o pinguin de madagascar, vocês não viram nada…

Democracia

Talvez a Alemanha do Hitler esteja tentando um novo ataque com V-1 mas agora ao brasil e com a versão 2.0 da v-1,kkkkkkkkkkkkkk…
que a RAF,digo a FAB, se prepare,kkkkkkkk

Viva a República!!!

Rodrigo

Já que alguém falou em alemão aí…

http://www.bredow-web.de/Drohnen_und_Raketen/EADS_Do-DT_25/eads_do-dt_25.html

Não me perguntem o que tá escrito, pois não sei falar uma palavra de alemão.

Wilson Johann

Camilo, qual a sua fonte? Se for isso mesmo, perdeu a graça.

Abraços!!!

Adler Medrado

Realmente, muito parecido com o Do-DT25 informado pelo Camilo:
http://www.aviationnews.eu/blog/wp-content/uploads/2008/06/do-dt25-55-target-drone.jpg

Excel

Para mim é um aparelho de espionagem da EADS para descobrir o que é que a baiana tem.

Camilo

O próprio site da EADS vou postar o link separado pra não o post não ficar aguardando liberação do moderador.

Camilo

Tirei o “www” do início pra ver se engano a “censura prévia” hehehe

.eads.com/1024/en/businet/defence/mas/training/target/dt25/dt25.html

Carlinga Carenada

Realmente não pode ser da Força Aérea Brasileira o tal “objeto”, pois “era novo e estava bem conservado”, coisa que não existe em solo pátrio em instalações da FAB, que tem cacarecos a rodo… Mais um drone de espionagem sobre o Campo de Lançamento da Barreira do Inferno que perdeu tempo: não há NADA pra ser espionado lá… é um campo de lançamento fantasma assim como o CLA – Campo de Lançamento de Alcântara. Os espiões estrangeiros fariam mais sucesso se espionassem as nossas lindas mulheres que frequentam as maravilhosas praias nordestinas, com certeza teriam muito “estudo” com seus books… Read more »

Hornet

Ah! Esses assuntos são com o Bosco…mas eu acho que tem o Micheal Jackson por trás de tudo…quer dizer, na frente de tudo…enfim, depois o Bosco explica melhor…

abraços a todos

cesar

é o FX-3.

Fábio Max

Parece uma V-1…

Cinquini

O pescador demorou pra vender isso no ferro velho!!!

João-Curitiba

Não poderia ter vindo do Hemisfério Norte trazido por uma corrente oceânica?

LeoPaiva

João-Curitiba, o colega é um verdadeiro estraga prazer, tava até bom ver as invenções do pessoal, V-1 perdida, Michel Jackson, ET de Varginha, sonda da 4º Frota, e o amigo vem com uma explicação simples dessa…rs rs

Mas, brincadeiras a parte, pensei exatamente igual a você, esse alvo pode ter sido usado em exercícios lá pras bandas do norte e ter sido carregado pela corrente marinha.

Abraços.

icaro

Axu que tem haver cum a correte maritima,mas num deveria ter uma corrosão maior?

Eduardo

Um certo dia, um alvo aéreo norte-americano apareceu em uma praia de Israel e foi assim que começou o bem-sucedido programa de UAVs de Israel.

Tomara que esse aí nos ajude também.
Abs

Camilo

Mauro,
De moto eu não entendo não. De outras coisas a gente dá sorte nos parpiti de veis in quandu.
Abraço, véio.

Roberto CR

Se é mesmo um alvo aéreo simulador de ameaças para treinamento de mísseis superfície-ar e ar-ar, então quem usou está com a pontaria bem ruim.

AMX

Mauro,
citei seu comentário lá em cima.
Tenho quase certeza de que vi isso numa das primeiras revistas “ASAS”. Mas eu não as tenho no momento.

Abraços

André

Um outro fato envolvido e que foi divulgado pelo Portal Terra, é que esse drone foi encontrado na mesma região onde caiu um UH-1H da FAB durante a Cruzex.

Será que não ocorreu uma colisão com a aeronave?
Apesar dos danos serem pequenos no drone, é uma hipotese aceitavel. É só lembrar do acidente da Gol com o Legacy, onde o jato da Embraer teve pequenos danos na asa e o Boeing sofreu destruição de equipamentos que levaram a queda.

Dell

“FORTALEZA – O artefato encontrado por pescadores na Praia da Barreira, em Icapuí (210 quilômetros de Fortaleza) é um lança míssil da EADS Defence & Security A 14 198, de propriedade da Aeronáutica Brasileira. O artefato achado em alto mar no final do ano passado pode ter caído durante a Operação Cruzeiro do Sul IV, realizada em novembro de 2008, entre o litoral do Ceará e Rio Grande do Norte. A Base Aérea de Fortaleza e a Marinha devem enviar amanhã a Icapuí um grupo de avalistas para resgatar o lança míssil de aproximadamente três metros de comprimento. O objeto… Read more »

AMX

Beleza Mauro, isso não é problema, hehehe.
Se tiver, manda sim, faz favor.
Obrigado!
Abraços!

TAER

Seria um caça da Força aérea cearense?
Sds.

Vinicius Modolo

é uma réplica mal feita de F-104 Starfighter que algum cearense estva pilotando….é apenas um avião de RC….

Democracia

gostaria que o pessoal do site adicionasse um topico sobre este video que eu realmente achei muito estranho.

http://br.youtube.com/watch?v=btkLscHDOpE&feature=related

Viva a República!!!

ricky

Olha eu encontrei ele,ele é um DO-DT25 target fabricado pela EADS.

http://www.robonic.fi/kuvat/hires_pictures/EADS_DT25_Hires.jpg

Vassily Zaitsev

Com certeza matemática que é uma V-1 do III Reich. Boiou por mais de 63 anos e veio parar aqui no nosso litoral. Cuidado, a carga explosiva ainda deve funcionar. Se alguém falar em “inglês” perto dela, bummmmmmmm!!!!!!!!!!!

abraços.

airacobra

realmente como citaram acima é um alvo aereo do-dt25, a possibilidade mais logica é que deve ter sido lançado por algum navio da marinha francesa, espanhola, alemã, etc, navegando proximo a nossa costa, em um exercicio de tiro antiaereo com canhoes ou missil, neste caso errando o alvo e o mesmo vindo parar na nossa costa trazido pela corrente, não raramente presenciei exercicios similaes na MB em que os misseis erraram o alvo(drone), no caso da MB era da aeromot. se na MB é normal errar o alvo por que em outra marinha não se pode? isso explica o bom… Read more »

Walderson

Galera,

saiu uma matéria sobre esse assunto e já descobriram a origem do drone. Leiam no endereço abaixo.

Um abraço.

defesanet.com.br/tecno1/drone.htm (coloquem o www.)

Getulio - São Paulo

O caso parece ter sido resolvido, vide Defesanet.

Getulio - São Paulo

Consta do noticiário da internet que os americanos compraram lotes de drones da EADS, DT35 e DT 45, neste sentido, é interessante a matéria na página intert spbre a aplicação destes drones como alvos, http://www.airpower.at/news07/0602_targetdrones/index.html – 16k

Assim sendo, pode ser que Defesanet não tenha acertado, indicando que o drone cearense tenha navegado 8.000km, da Africa do Sul até o Ceará, que parece ser improvável. O mais provavel é um exercício pela marinha americana no meio do Atlântico onde ela reina. Ilha de Ascensão, usada como base para o ataque as ilhas Malvinas pelos ingleses.

Getulio - São Paulo

Olhando o achado do Ricky o drone tem numeral 198!Pasmem-só. Você deveria trabalhar na inteligência. Uma dúvida que fica no ar. A foto mostra o drone 198 num reparo de navio. Que frota é esta ao fundo da fotografia, alguém sabe dizer? A matéria de Defesanet fala de um exercício entre a Luftwafe (força aerea alemà) e a Força aerea da Africa do Sul num campo de provas chamado Overberg. Alguma coisa parece que não está batendo. Pois é duvidoso que tenham tirado o drone 198 do navio e enviado para um campo em terra para exercicio de forças aereas,… Read more »

Getulio - São Paulo

Em tempo: o drone cearense tem numeral 198. Seria o mesmo da foto do Richy?

Sdwgkmsb

ZJKt11 comment5 ,

what is better cialis or levitra

Incredible site!

phentermine internet prescription

Beautiful site!

cheap prices on xanax

Perfect work!

c-pill cheap viagra

Very interesting site. Hope it will always be alive!

Falcon

Cara, o que este “troço” está fazendo aqui heim???
Olha pode ter gente invadindo as áreas brasileiras e não sabemos…
Mas que é muito interessante estar proximo a costa isto é mesmo…

Espero que de pra aprender ou adquirir alguma tecnologia se possivel com este aparelho
Um abraço

angelo

O que espanta é que as “otoridades” da FAB, ainda não foram recolher o objeto. Vai ver que estão muito ocupadas com as festas de fim de ano.

AMX

Pode ter sido proveniente da Guiana Francesa, por exemplo (EADS).
Como curiosidade, nos anos 50 aconteceu o mesmo com um UAV (ou drone, como se costumava chamar na época) da USAF que caiu na região norte do país. Mas, neste caso, a USAF pediu pra que a FAB o recolhesse e devolvesse.
E, independente desta notícia; até concordo com o Falcon. Afinal, não é surpreendente supor que um país tão cobiçado qto. o nosso seja alvo de vários tipos de espionagem e operações estrangeiras de inteligência, entre as quais, as feitas por UAVs.
Abraços.

Reportagens especiais

Poder Aéreo no Fort Worth Alliance Air Show 2015

Em setembro participamos do Fort Worth Alliance Air Show 2015, realizado no aeroporto Worth Alliance em Fort Worth, no Texas. Este show aéreo...
- Advertisement -
- Advertisement -