terça-feira, dezembro 7, 2021

Gripen para o Brasil

FAB transportará 14 toneladas de alimentos e remédios para Gaza

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

c-130-fab-2451-carrega-para-viagem-jordania-foto-fabA Força Aérea Brasileira transportará um total de 14 toneladas de alimentos e remédios para vítimas da guerra, na região de Gaza. A aeronave C-130 decolará na Base Aérea do Galeão, na próxima sexta-feira, dia 9, com destino à cidade de Amã, na Jordânia. O material será levado por via terrestre pela Cruz Vermelha até a região do conflito.

A solicitação da missão humanitária partiu do Ministério das Relações Exteriores. “O Itamaraty está mobilizando, em caráter de urgência, o Grupo de Trabalho Interministerial de Assistência Humanitária Internacional, com o objetivo de envidar todos os esforços possíveis para atender as solicitações humanitárias palestinas de recursos em saúde e também de alimentos”, explicou o coordenador geral do MRE nas Ações Humanitárias de Ações Internacionais de Combate à Fome, Milton Rondó Filho.

Atualização: conforme divulgado na quinta-feira pelo CECOMSAER, o Hercules C-130 designado para a missão é o FAB 2451, que é visto sendo carregado nas fotos acimac-130-fab-2451-carrega-para-viagem-jordania-foto-2-fab e ao lado. Em meio à carga de remédios, há cerca de três toneladas de medicamentos produzidos pelo Laboratório Químico-Farmacêutico da Aeronáutica (LAQFA), incluindo anestésicos, analgésicos e ansiolíticos que serão destinados a vítimas da guerra.

No mesmo momento de embarque dos alimentos e remédios para o Oriente Médio, chamou a atenção o carregamento de filtros de água, colchões e fraldas, ocupando todo o espaço de carga de outro C-130, que serão entregues para a Defesa Civil do Rio de Janeiro, em Campos, cidade que há cerca de 1 mês sofre com as frequentes enchentes.

FONTE: CECOMSAER  (Fotos Sargento Johnson)

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

[…] NOTA DO BLOG: Enquanto o líder bolivariano “sem-noção” expulsa o embaixador israelense, o Brasil envia ajuda humanitária para Gaza. […]

Rodrigo

Que bom!

André de POA

muito bom, alem de alimentos e remédios podia incluir alguns brinquedos para as maiores vitimas desta guerra, as crianças.

kaleu

Tudo muito bonito… porém tal prática não deveria também ser aplicada às familias brasileiras que passam dificuldades dentro do nosso território.

Ademais, deveria ser perguntado ao Sr. Marco A. Garcia, se as vítimas fossem de Israel o MRE tomaria a mesma atitude?

Ou nossa ação não passa de uma atitude ideológica do Sr. Marco Aurélio Garcia o top, top, … sob o manto do Humanitarismo?… embora reconheço que as pessoas daquela região estão muito necessitadas dessa ajuda…

abraço
Kaleu

André de POA

“embora reconheço que as pessoas daquela região estão muito necessitadas dessa ajuda… Kaleu”
A ultima frase diz tudo.

Gabriel

Simplesmente sensacional saber que o Brasil esta tomando este tipo
de atitude .

Creio que o povo muitas vezes tem o lider que merece, e que deveria pensar que estão no país com PIB maior que muitos paises
ricos e que injustificavel continuarem votando nos mesmos bandidos
que as roubam e um terço da população estar na miseria, o nosso povo não precisa de esmola precisa de emprego e educação.

Meus parabens a FAB e ao Itamaraty.

RL

Ser grande é isso ai.

PARTICIPAR de forma POSITIVA com solidariedade e humanismo.

Não criticar um lado e ainda querer ver o circo pegar mais fogo.
Ao que o diga Sr. Chapolim Colorado.

Poh, quanto as crianças hein….isso parte o coração.
Seja aqui nas enchentes, seja lá no conflito, enfim…

Eh mundão.

Edilson

Amigo kaleu, sim o MRE o faria como já o fez, e acho que um ministériodas relações exteriores não pode tomar partido em nenhum dos casos.
a ajuda é para as populações carenciadas e não para o hamas, ou para o exército de israel.
claro o Brasil também precisa desta ajuda, mas lembre-se o Brasil tmabém já recebeu em outras ocasiões ajuda externa e esta prática é muito salutar ao meu ver.
quem está perdendo esta guerra no meu ponto de vista não é o hamas mas sim a população civil de gaza.

jacubão

Muito bom a atitude da Brasil em ajudar os países em dificuldade como aconteceu na época da grandes TSUNAMES, porém essa matéria abre espaço para um assunto que a FAB/GOVERNO BRASILEIRO precisa resolver já com uma certa urgência. Uma frota de grandes aeronaves de transporte para cumprir além dessas missões (ajuda humanitária, transporte de cidadões Brasileiros em zonas de conflito e o transporte pesado estratégico e REVO), que entre vários modelos existentes no mercado mundial militar, também há espaço para os aviões civis modificados como os AIRBUS, B767, B747, MD-11, DC-10, entre tantos outros que poderiam ser facilmente convertidos pela… Read more »

Lucius Clay

Muito positiva a posição brasileira. Critica Israel e ajuda os palestinos. Estes são a parte fraca. Não concordo com a política de destruição em massa que Israel faz, nem parece que aprenderam com o holocausto… Eles estão atirando a torto e direito, acertaram duas escolas que funcionavam com apoio da ONU, e mentiram dizendo que tinha terroristas lá, mentirão sempre, pois não permitem que a imprensa faça o seu trabalho, a própria ONU já informou que as declarações israelenses não tem pé nem cabeça, é um absurdo! Como podem errar tanto com armas espetaculares que possuem? Certamente é desprezo e… Read more »

marujo

Expulsar o embaixador de Israel, como fêz o presidente Chaves, não iria contribuir com nada para a resolução do conflito e para minizar os efeitos da crise humanitária. O Brasil não só está enviando alimentos, sua diplomacia está ativa buscando uma trégua para o conflito (uma guerra ruim) e levando a todos cantos do mundo o apoio do governo brasileiro à idéia de um estado nacional palestino independente.

marujo

Com a END,grandes aeronaves de transporte na FAB já se tornou uma necessidade.Li que a Força já até constitui um grupo de trabalho para tratar da questão. Sou particularmente favoravelmente à idéia de se adaptar grandes aviões civis de transporte já testados pelo mercado na VEM para atender essa finalidade.

Lucius Clay

Não concordo com a atitude do Hugo Chaves, acho temerária, não ajuda em nada, como disse o colega marujo, mas é preciso compreender como Israel trata aqueles povos mulçumanos, não permitindo melhoria, como acesso a água potável e ao saneamento básico adequado, dentre outras coisas, isso acontece há anos, e poucos falam sobre o assunto. Grato pelo espaço!

Noel

Jacubão, os 767 a que vc se referiu, bem como alguns 737 da VASP, encontram-se estacionados o lado da pista 2 do aeroporto de Brasília, aguardando decisão da nossa justiça THE FLASH, já são sucatas a bom tempo, a muito já retiraram suas turbinas, e vai por ai…

welington

Parabéns a FAB e o governo Brasileiro, temos que continuar mandando alimentos, remédios, água e como um colega sugeriu alguns brinquedos para aquelas crianças que estão sofrendo tanto. Vejam este vídeo dos ataques aéreos israelenses, http://www.youtube.com/watch?v=n2m4HbiIKKA&eurl=http://noticiasmilitares.blogspot.com/ , um pouco exagerados em termos de força, mas como uma guerra complexa como esta não se ganha com bombardeios… A guerra feia vai acontecer no chão combate homem a homem combate de milícia e como os palestinos conhecem o terreno eles levem vantagem mesmo não possuindo armamentos e apoio tecnológico. A meu ver os Hamas esta organizando uma grande emboscada ao qual esta… Read more »

Roberto CR

Eu tô com o
André de POA em 07 jan, 2009 às 13:40

Acho que deve haver espaço pra brinquedos além de comida e remédios.

Quanto ao Hugo Chaves… ele está perdendo o norte desde o último plebiscito, infelizmente.

Roberto CR

Só puxando um outro assunto, no endereço abaixo tem uma representação de como ficarão os MI 35 com as cores da FAB. Tá até bonitinho.

Abraços

https://4.bp.blogspot.com/_VoabGNCjIxg/ST5Hddo-SoI/AAAAAAAACEU/qw3jE80orqY/s1600-h/MI-35+FAB.jpg

Roberto camarada

Parabéns a FAB que sempre está envolvida em algum tipo de operação de transporte humanitário,embora as vezes arriscadas,seja de asa fixa ou rotativa.E não é a toa que ela está procurando um novo tipo de avião cargueiro com maior capacidade e autonomia. No fim de 2008, a FAB teria dado início à análise de viabilidade técnico-operacional e a estudo de mercado para aquisição de avião cargueiro superpesado. Sua capacidade de carga deverá ser superior a 40 ton, ter capacidade de voar carregado sem revo por 4 mil km, e ainda tendo capacidade de pousar em pistas rudimentares. Tal Cargueiro Militar… Read more »

Wolfpack

Nada mais justa esta ajuda Brasileira, pois com o voto de desempate do diplomata brasileiro Oswaldo Aranha (1894-1960)que presidiu a Assembléia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), em 29 de novembro de 1947, quando foi decidido a partilha da Palestina em dois estados, um árabe e outro judeu. Então o Brasil teve sim grande responsabilidade na criação do Estado Judeu, porém no meu entendimento, o Mundo na época estava tentando de alguma forma reparar, se fosse possível, o ocorrido no holocausto. Agiram sem pensar estrategicamente de forma muito rápida e não mediram as conseqüências do ato, pois no mesmo… Read more »

Vassily Zaitsev

Essa é para a FAB (especialmente para o 1º GTT) e tb para o MRE:

Bravo! Bravo! Bravo!

Estão de parabéns, bem diferente daquele ditador que comanda a vizinha Venezuela.

abraços.

Gabriel

na minha opinião o Antonov ANT-124 que inclusive os chineses vão trabalhar
na sua produção e um avião exelente grande capacidade de carga
autonomia e manutenção de baixo custo e O AVIÃO sem duvidas para o Brasil e a melhor opção.

Ulisses

Como disse Carl Von Clausewitz:

“A guerra e a continuação da política por outros meios”

Ulisses

E se Huelito quis expulsar o embaixador isto é a prova maior de que ele apóia aqueles terroristas que tem também em mente de ambos lados o pensamento comunista.

Hornet

Vassily Zaitsev em 07 jan, 2009 às 18:08

Bravo! pelo o que vc disse!

Concordo plenamente.

abraços

Roberto CR

Vai aí mais um link para uma entrevista que eu vi neste fim de semana na Globonws. Ajuda a entender melhor o que acontece naquela região, principalmente porque se fala muito do período anterior a II Guerra Mundial e os problemas já existentes na Palestina.

Abraços

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM944425-7823-SILIO+BOCCANERA+ENTREVISTA+ILAN+PAPPE,00.html

Hornet

Em tempo:

Vassily,

o trabalho da FAB e a iniciativa do MRE são ótimos e merecem mesmo elogios. Uma vez mais, Bravo! para a FAB e para o MRE.

Pena que isso só foi possível devido a “hora do recreio” que criou um intervalinho na guerra. O correto era acabar com a guerra, e não simplesmente dar uma pausa para a ajuda humanitária…mas enfim…

abraços

Getulio - São Paulo

Nossa Força Aerea Brasileira é de fato “a melhor força aérea do mundo” pelo trabalho que faz em prol dos brasileiros e dos necessitados pelo mundo afora.

Robson Br

é desse modo que se faz, tem que mostrar isso ao chapolim

jacubão

Valeu pelas informações Noel.

Um forte abraço.

jacubão

Até que uns quatro B-747 modificado como cargueiro e KC, quebraria o galho, não é mesmo?

welington

JACUBÃO imagina um Antonov An-124 quebraria a arvore rsrskkkkk, ou desculpa amigão, mas não resisti rsrs.
Um abração cara.

welington

Perdão uns Antonivs.

welington

Burro Antonovs presa da nisso.

jacubão

Meu caro Welington.
Poderia decidir o que vç está querendo dizer…

welington

kkkkkkkkkkkkkkk, foi mau JACUBÃO”
Um abraço.

jacubão

Outro, meu camarada.

[…] do Blog: clique aqui para ler notícia anterior sobre missão similar realizada pela FAB, utilizando uma aeronave C-130, […]

[…] NOTA DO BLOG: Enquanto o líder bolivariano “sem-noção” expulsa o embaixador israelense, o Brasil envia ajuda humanitária para Gaza. […]

Rodrigo

Que bom!

André de POA

muito bom, alem de alimentos e remédios podia incluir alguns brinquedos para as maiores vitimas desta guerra, as crianças.

kaleu

Tudo muito bonito… porém tal prática não deveria também ser aplicada às familias brasileiras que passam dificuldades dentro do nosso território.

Ademais, deveria ser perguntado ao Sr. Marco A. Garcia, se as vítimas fossem de Israel o MRE tomaria a mesma atitude?

Ou nossa ação não passa de uma atitude ideológica do Sr. Marco Aurélio Garcia o top, top, … sob o manto do Humanitarismo?… embora reconheço que as pessoas daquela região estão muito necessitadas dessa ajuda…

abraço
Kaleu

André de POA

“embora reconheço que as pessoas daquela região estão muito necessitadas dessa ajuda… Kaleu”
A ultima frase diz tudo.

Gabriel

Simplesmente sensacional saber que o Brasil esta tomando este tipo
de atitude .

Creio que o povo muitas vezes tem o lider que merece, e que deveria pensar que estão no país com PIB maior que muitos paises
ricos e que injustificavel continuarem votando nos mesmos bandidos
que as roubam e um terço da população estar na miseria, o nosso povo não precisa de esmola precisa de emprego e educação.

Meus parabens a FAB e ao Itamaraty.

RL

Ser grande é isso ai.

PARTICIPAR de forma POSITIVA com solidariedade e humanismo.

Não criticar um lado e ainda querer ver o circo pegar mais fogo.
Ao que o diga Sr. Chapolim Colorado.

Poh, quanto as crianças hein….isso parte o coração.
Seja aqui nas enchentes, seja lá no conflito, enfim…

Eh mundão.

Edilson

Amigo kaleu, sim o MRE o faria como já o fez, e acho que um ministériodas relações exteriores não pode tomar partido em nenhum dos casos.
a ajuda é para as populações carenciadas e não para o hamas, ou para o exército de israel.
claro o Brasil também precisa desta ajuda, mas lembre-se o Brasil tmabém já recebeu em outras ocasiões ajuda externa e esta prática é muito salutar ao meu ver.
quem está perdendo esta guerra no meu ponto de vista não é o hamas mas sim a população civil de gaza.

jacubão

Muito bom a atitude da Brasil em ajudar os países em dificuldade como aconteceu na época da grandes TSUNAMES, porém essa matéria abre espaço para um assunto que a FAB/GOVERNO BRASILEIRO precisa resolver já com uma certa urgência. Uma frota de grandes aeronaves de transporte para cumprir além dessas missões (ajuda humanitária, transporte de cidadões Brasileiros em zonas de conflito e o transporte pesado estratégico e REVO), que entre vários modelos existentes no mercado mundial militar, também há espaço para os aviões civis modificados como os AIRBUS, B767, B747, MD-11, DC-10, entre tantos outros que poderiam ser facilmente convertidos pela… Read more »

Lucius Clay

Muito positiva a posição brasileira. Critica Israel e ajuda os palestinos. Estes são a parte fraca. Não concordo com a política de destruição em massa que Israel faz, nem parece que aprenderam com o holocausto… Eles estão atirando a torto e direito, acertaram duas escolas que funcionavam com apoio da ONU, e mentiram dizendo que tinha terroristas lá, mentirão sempre, pois não permitem que a imprensa faça o seu trabalho, a própria ONU já informou que as declarações israelenses não tem pé nem cabeça, é um absurdo! Como podem errar tanto com armas espetaculares que possuem? Certamente é desprezo e… Read more »

marujo

Expulsar o embaixador de Israel, como fêz o presidente Chaves, não iria contribuir com nada para a resolução do conflito e para minizar os efeitos da crise humanitária. O Brasil não só está enviando alimentos, sua diplomacia está ativa buscando uma trégua para o conflito (uma guerra ruim) e levando a todos cantos do mundo o apoio do governo brasileiro à idéia de um estado nacional palestino independente.

marujo

Com a END,grandes aeronaves de transporte na FAB já se tornou uma necessidade.Li que a Força já até constitui um grupo de trabalho para tratar da questão. Sou particularmente favoravelmente à idéia de se adaptar grandes aviões civis de transporte já testados pelo mercado na VEM para atender essa finalidade.

Lucius Clay

Não concordo com a atitude do Hugo Chaves, acho temerária, não ajuda em nada, como disse o colega marujo, mas é preciso compreender como Israel trata aqueles povos mulçumanos, não permitindo melhoria, como acesso a água potável e ao saneamento básico adequado, dentre outras coisas, isso acontece há anos, e poucos falam sobre o assunto. Grato pelo espaço!

Últimas Notícias

Alto oficial da Força Espacial diz que a China está desenvolvendo capacidades ‘duas vezes mais rápido’ que os EUA

Para o general David Thompson, China pode ultrapassar os EUA em capacidades espaciais em 2030 O vice-chefe de Operações Espaciais...
- Advertisement -
- Advertisement -