Home Perfil MiG-35, a evolução do MiG-29

MiG-35, a evolução do MiG-29

3721
95

vinheta-perfil-aereoO Mikoyan MiG-35 (Микоян МиГ-35 em russo e “Fulcrum-F” na OTAN) é um amadurecimento da tecnologia do MiG-29M/M2 e MiG-29K/KUB. Classificado como um caça de geração 4.5, o MiG-35 agora é considerado como um avião de peso médio, porque o seu peso máximo de decolagem aumentou 30 por cento.
Aviônicos totalmente melhorados e novos sistemas de armamento e sensores (clicar na foto acima), nomeadamente o novo radar AESA e o Optical Locator System (OLS), aliviam a aeronave da dependência do controle de interceptação baseado em terra (GCI), e lhe permitem efetuar múltiplas missões.
A aeronave está sendo comercializada sob a designação MiG-35 (único assento) e MiG-35D (biposto) para exportação. Sua primeira apresentação internacional ocorreu durante a Aero India 2007.

95 COMMENTS

  1. É um mistério porque o Mig-35 não entrou na concorrência do F-X2. Parece que foi questão de marketing dos Russos, que não queriam colocar dois produtos em uma mesma concorrência.

  2. É um mistério porque o Mig-35 não entrou na concorrência do F-X2. Parece que foi questão de marketing dos Russos, que não queriam colocar dois produtos em uma mesma concorrência.

  3. RL,

    Se, comparado o Mig-35 OVT com o Rafale, fico com o Rafale. Acho que é um excelente caça de defesa aérea, equipado com AESA, rastreador infra-vermelho e tudo o mais, mas é uma filosofia de uso
    completamente diferente da que estamos acostumados.

    Bosco,

    Pelo que sei, os Russos preferiram candidatar somente o Su-35 no projeto FX-2 porque acharam que ele teria “nome” para vencer o páreo. Pena que o resultado dessa concorrencia tenha um final decidido por políticos e não por quem irá usá-los, no caso os pilotos.

  4. RL,

    Se, comparado o Mig-35 OVT com o Rafale, fico com o Rafale. Acho que é um excelente caça de defesa aérea, equipado com AESA, rastreador infra-vermelho e tudo o mais, mas é uma filosofia de uso
    completamente diferente da que estamos acostumados.

    Bosco,

    Pelo que sei, os Russos preferiram candidatar somente o Su-35 no projeto FX-2 porque acharam que ele teria “nome” para vencer o páreo. Pena que o resultado dessa concorrencia tenha um final decidido por políticos e não por quem irá usá-los, no caso os pilotos.

  5. acho que se a fab tivesse comprado sukoi 30 mk ja taria bom de mais…acho que seria melhor que gripe e rafalee o super hornet……………………..o mig-35 e um sonho pra fab

  6. acho que se a fab tivesse comprado sukoi 30 mk ja taria bom de mais…acho que seria melhor que gripe e rafalee o super hornet……………………..o mig-35 e um sonho pra fab

  7. Vcs viram que o PERU irá modernizar toda sua frota de MIG-29 para o Padrão SMT?

    Vassily, também prefiro os RAFALE.
    E pelo andar da carruagem, precisamos acelerar a vinda dos nossos, pq até o Peru vai ter uma máquina possante.

    Abraços.

  8. Vcs viram que o PERU irá modernizar toda sua frota de MIG-29 para o Padrão SMT?

    Vassily, também prefiro os RAFALE.
    E pelo andar da carruagem, precisamos acelerar a vinda dos nossos, pq até o Peru vai ter uma máquina possante.

    Abraços.

  9. Parece que ninguém prestou atenção nos novos sensores do MiG-35 descritos na segunda foto acima do post.
    São sistemas que estão a anos luz a frente do que temos na FAB hoje, mesmo com o F-5EM.

  10. Parece que ninguém prestou atenção nos novos sensores do MiG-35 descritos na segunda foto acima do post.
    São sistemas que estão a anos luz a frente do que temos na FAB hoje, mesmo com o F-5EM.

  11. Com novos avionicos,o que era bom,ficou melhor ainda.
    A Mig encerrou a produção do Mig-29 a bastante tempo.
    Como tem ainda bastante nos estoques,pode fazer um
    upgrade,dai a razão de não ter participado do FX.

  12. Com novos avionicos,o que era bom,ficou melhor ainda.
    A Mig encerrou a produção do Mig-29 a bastante tempo.
    Como tem ainda bastante nos estoques,pode fazer um
    upgrade,dai a razão de não ter participado do FX.

  13. RL,

    O Perú tem quantos Mig-29?????? Se não estou enganado, a FAP conta com 18 unidades, sendo que 5 ou 6 já seriam da versão SMT.
    Acho que vão modernizar o restante na Bielorússia.
    Também acho que irão modernizar os 12 Mirage 2000 que equipam um de seus esquadrões.

  14. RL,

    O Perú tem quantos Mig-29?????? Se não estou enganado, a FAP conta com 18 unidades, sendo que 5 ou 6 já seriam da versão SMT.
    Acho que vão modernizar o restante na Bielorússia.
    Também acho que irão modernizar os 12 Mirage 2000 que equipam um de seus esquadrões.

  15. Vassily. Abaixo o texto públicado no (O ESTADO DE SÃO PAULO) no dia 11 de Outubro de 2008 pelo jornalista Roberto Godoy.

    A mesma menciona a quantidade exata de Mig´s em operação atualmente na FAP, e também as quantidades iniciais que já estão em fase de início de modernização.

    Espero ter contribuido. Abraços.

    Lima revitaliza frota de aviões russos MiG-29

    ROBERTO GODOY

    A aviação militar do Peru terá toda a sua frota de 19 supersônicos modelo MiG-29 “Fulcrum”, fabricados nos anos 80 na Rússia e na Ucrânia, revitalizada de forma a manter capacidade de combate e emprego até o ano 2028. Segundo o Ministério da Defesa, em Lima, a modernização vai custar 106,5 milhões.

    Os primeiros oito jatos já estão no parque aeronáutico Capitán Quiñones, na Província de Chiclayo. “Nossas especificações pretendem conferir à aeronave o mesmo status do modelo utilizado pela Força Aérea da Rússia”, disse ao “Estado” o tenente-coronel Raúl Sequeros. O pacote prevê novos sistemas eletrônicos de bordo, duas telas coloridas de cristal líquido, conversão do radar para o arranjo de longo alcance, preparada para uso de mísseis com raio de ação além de 100 km e de ataque com bombas inteligentes, guiadas por laser. Os MiGs-29 ganharão capacidade de fazer reabastecimento em vôo e de enlace com estações de comando em terra ou aerotransportadas.

    A versão SMT do MiG-29 é uma máquina notável. Voa a 2.450 hm/hora com raio de ação de 1.200 km com 4,5 toneladas de armamento. O limite do alcance do radar Phazotron é da ordem de 130 km. É uma aeronave de médio porte, mede 17,32 metros com envergadura de 11,36 metros. Leva 7 toneladas de carga máxima externa. A arma orgânica é um canhão de 30 milímetros municiado com 150 projéteis de diversos tipos.

    A Força Aérea do Peru utiliza outros aviões fornecidos pela Rússia. O maior transporte militar é o An-32, do bureau Antonov.

    O principal vetor de ataque ao solo é o Sukhoi 25. As três forças operam 58 helicópteros Hind.

  16. Vassily. Abaixo o texto públicado no (O ESTADO DE SÃO PAULO) no dia 11 de Outubro de 2008 pelo jornalista Roberto Godoy.

    A mesma menciona a quantidade exata de Mig´s em operação atualmente na FAP, e também as quantidades iniciais que já estão em fase de início de modernização.

    Espero ter contribuido. Abraços.

    Lima revitaliza frota de aviões russos MiG-29

    ROBERTO GODOY

    A aviação militar do Peru terá toda a sua frota de 19 supersônicos modelo MiG-29 “Fulcrum”, fabricados nos anos 80 na Rússia e na Ucrânia, revitalizada de forma a manter capacidade de combate e emprego até o ano 2028. Segundo o Ministério da Defesa, em Lima, a modernização vai custar 106,5 milhões.

    Os primeiros oito jatos já estão no parque aeronáutico Capitán Quiñones, na Província de Chiclayo. “Nossas especificações pretendem conferir à aeronave o mesmo status do modelo utilizado pela Força Aérea da Rússia”, disse ao “Estado” o tenente-coronel Raúl Sequeros. O pacote prevê novos sistemas eletrônicos de bordo, duas telas coloridas de cristal líquido, conversão do radar para o arranjo de longo alcance, preparada para uso de mísseis com raio de ação além de 100 km e de ataque com bombas inteligentes, guiadas por laser. Os MiGs-29 ganharão capacidade de fazer reabastecimento em vôo e de enlace com estações de comando em terra ou aerotransportadas.

    A versão SMT do MiG-29 é uma máquina notável. Voa a 2.450 hm/hora com raio de ação de 1.200 km com 4,5 toneladas de armamento. O limite do alcance do radar Phazotron é da ordem de 130 km. É uma aeronave de médio porte, mede 17,32 metros com envergadura de 11,36 metros. Leva 7 toneladas de carga máxima externa. A arma orgânica é um canhão de 30 milímetros municiado com 150 projéteis de diversos tipos.

    A Força Aérea do Peru utiliza outros aviões fornecidos pela Rússia. O maior transporte militar é o An-32, do bureau Antonov.

    O principal vetor de ataque ao solo é o Sukhoi 25. As três forças operam 58 helicópteros Hind.

  17. È um aviao feito para se igualar ao F-16 e ao F-18 como caça leve… seria legal fazer uma comparação entre o F-18E/F e o Mig-35, ja q ambos estao equipado com radar Aesa e tal…

  18. È um aviao feito para se igualar ao F-16 e ao F-18 como caça leve… seria legal fazer uma comparação entre o F-18E/F e o Mig-35, ja q ambos estao equipado com radar Aesa e tal…

  19. Pessoal,
    Pelo que já ví e li sobre este caça, ele é mais manobrável que o SU-35, e possui uma eletrônica embarcada de última geração (como descrito acima). Originalmente desenvolvido para o combate aproximado (Mig-29), próximo de suas bases, e para se opor aos F-16, que à época começam o ser operados em grande número por diversas forças européias, tinha como limitação seu curto raio de ação. O que foi plenamente corrigido nesta nova versão (Mig-35). Porém não é um caça em produção efetiva, existindo apenas versões de “demonstração do conceito”, todas baseadas em células antigas de Mig-29s que foram atualizadas para o padrão atual. Todos os Mig-35 foram e estão sendo construidos a partir de células antigas excedentes nos arsenais da Rússia, que foram desativadas e estão estocadas em grande número.
    Agora deixo para alguém com maiores conhecimentos do que eu dar uma pesquisada sobre o assunto e postar informações mais detalhadas.

    Abraços a todos!!!

  20. Pessoal,
    Pelo que já ví e li sobre este caça, ele é mais manobrável que o SU-35, e possui uma eletrônica embarcada de última geração (como descrito acima). Originalmente desenvolvido para o combate aproximado (Mig-29), próximo de suas bases, e para se opor aos F-16, que à época começam o ser operados em grande número por diversas forças européias, tinha como limitação seu curto raio de ação. O que foi plenamente corrigido nesta nova versão (Mig-35). Porém não é um caça em produção efetiva, existindo apenas versões de “demonstração do conceito”, todas baseadas em células antigas de Mig-29s que foram atualizadas para o padrão atual. Todos os Mig-35 foram e estão sendo construidos a partir de células antigas excedentes nos arsenais da Rússia, que foram desativadas e estão estocadas em grande número.
    Agora deixo para alguém com maiores conhecimentos do que eu dar uma pesquisada sobre o assunto e postar informações mais detalhadas.

    Abraços a todos!!!

  21. Muito seguramente o processo de escolha FX-2 indicará o RAFALE vencedor para a FAB. O ideal seria o RAFALE naval para a marinha, pra uniformização de doutrinas, reposição de peças, redução de custos… Como isso não é possível (adoção do RAFALE pela marinha), seria uma idéia a se pensar a adoção do MIG pela marinha brasileira com aviônica ocidental (israelense), a mesma usada pelos F-5 EM.

  22. Muito seguramente o processo de escolha FX-2 indicará o RAFALE vencedor para a FAB. O ideal seria o RAFALE naval para a marinha, pra uniformização de doutrinas, reposição de peças, redução de custos… Como isso não é possível (adoção do RAFALE pela marinha), seria uma idéia a se pensar a adoção do MIG pela marinha brasileira com aviônica ocidental (israelense), a mesma usada pelos F-5 EM.

  23. TENENTE,

    A última versão naval do MiG-29 é MiG-29K, que é um derivado do MiG-29M/SMT com radar e sistemas aviónicos mais recentes.

    Ele é bastante parecido com MiG-35.

    Os motores são Klimov / Sarkisov RD-33 MK turbofans, o radar é o Phazotron-NIIR Corporation’s Zhuk-ME que tem um alcance de 150 km em modo de detecção e de 130 km em modo de monitoramento.

    Peso vazio: 10.900 Kg
    Peso máximo/descolagem: 18.550 Kg

    Mais informações:

    http://www.naval.com.br/blog/?p=32

  24. TENENTE,

    A última versão naval do MiG-29 é MiG-29K, que é um derivado do MiG-29M/SMT com radar e sistemas aviónicos mais recentes.

    Ele é bastante parecido com MiG-35.

    Os motores são Klimov / Sarkisov RD-33 MK turbofans, o radar é o Phazotron-NIIR Corporation’s Zhuk-ME que tem um alcance de 150 km em modo de detecção e de 130 km em modo de monitoramento.

    Peso vazio: 10.900 Kg
    Peso máximo/descolagem: 18.550 Kg

    Mais informações:

    http://www.naval.com.br/blog/?p=32

  25. Bem, é incrível como o NÃO-preconceito NÃO-herdado da Guerra-Fria NÃO continua a produzir falta de visão pragmática e técnica. O Antonio em 13 out, 2008 às 10:39 diz: “…Muito seguramente o processo de escolha FX-2 indicará o RAFALE vencedor para a FAB. O ideal seria o RAFALE naval para a marinha, pra uniformização de doutrinas, reposição de peças, redução de custos… CARAMBA! Como podem BEM LEMBRAR esquecer que somente os caças russos precisam de catapultas?!…o que seria o ideal para o Brasil, uma vez que o nosso NAE São Paulo está sucateado e NÃO possúi sistemas de catapulta efetivo ?… JAMAIS
    O MiG-35, juntamente como Sukhoi-35BM seria a melhor aquisição para o Brasil, uma vez que os russos nos tem a mesma visão de parceria com países continentais como as super-beneficiadas China,único país com Programa Espacial real além dos EUA e Rússia e India que produz e exporta o único míssil super-sônico multifunção/multiplataforma existente no planeta, além dos russos Yahont e KS.172S… É pensar grande sem atrelamentos a ranços ideológicos !!!…
    Miguel – migueljunior3@gmail.com

  26. Bem, é incrível como o NÃO-preconceito NÃO-herdado da Guerra-Fria NÃO continua a produzir falta de visão pragmática e técnica. O Antonio em 13 out, 2008 às 10:39 diz: “…Muito seguramente o processo de escolha FX-2 indicará o RAFALE vencedor para a FAB. O ideal seria o RAFALE naval para a marinha, pra uniformização de doutrinas, reposição de peças, redução de custos… CARAMBA! Como podem BEM LEMBRAR esquecer que somente os caças russos precisam de catapultas?!…o que seria o ideal para o Brasil, uma vez que o nosso NAE São Paulo está sucateado e NÃO possúi sistemas de catapulta efetivo ?… JAMAIS
    O MiG-35, juntamente como Sukhoi-35BM seria a melhor aquisição para o Brasil, uma vez que os russos nos tem a mesma visão de parceria com países continentais como as super-beneficiadas China,único país com Programa Espacial real além dos EUA e Rússia e India que produz e exporta o único míssil super-sônico multifunção/multiplataforma existente no planeta, além dos russos Yahont e KS.172S… É pensar grande sem atrelamentos a ranços ideológicos !!!…
    Miguel – migueljunior3@gmail.com

  27. Caros aficionados, em tempo:
    Quero só lembrar que esse preconceito ideológico sempre tira o foco de se discutir as questões técnicas e inventiva…que é o nosso papo, certo?
    A chamada “imprensa especializada”, tirando a excepcional ASAS, sempre fez questão de não divulgar as primazias russas quando da criação do 1° míssil de 4ª geração (dispare e esqueça), guiado a raio infravermelho; o primeiro radar com varredura sintética que equipava o caça mais veloz do planeta, o MiG-31 Foxhound; a 1ª turbina com TVC operacional ainda inédito no Ocidente; os 1°s caças operacionais produzidos em série VTOL – VerticalTake-Off&Landing, fora sites “sérios” que também omitem, distorcem e reproduzem inverdades históricas…
    Bem, ainda fica no ar(-ar) essa batalha contra a informação, a favor do conhecimento e a esperança dos saberes…
    Espero que não tendo uma linha de vapor nosso não-operacional NAE São Paulo aponte para a aquisição dos MiG-33 (MiG-29K+).
    fraternos abraços,
    Miguel Junior – migueljunior3@gmail.com

  28. Caros aficionados, em tempo:
    Quero só lembrar que esse preconceito ideológico sempre tira o foco de se discutir as questões técnicas e inventiva…que é o nosso papo, certo?
    A chamada “imprensa especializada”, tirando a excepcional ASAS, sempre fez questão de não divulgar as primazias russas quando da criação do 1° míssil de 4ª geração (dispare e esqueça), guiado a raio infravermelho; o primeiro radar com varredura sintética que equipava o caça mais veloz do planeta, o MiG-31 Foxhound; a 1ª turbina com TVC operacional ainda inédito no Ocidente; os 1°s caças operacionais produzidos em série VTOL – VerticalTake-Off&Landing, fora sites “sérios” que também omitem, distorcem e reproduzem inverdades históricas…
    Bem, ainda fica no ar(-ar) essa batalha contra a informação, a favor do conhecimento e a esperança dos saberes…
    Espero que não tendo uma linha de vapor nosso não-operacional NAE São Paulo aponte para a aquisição dos MiG-33 (MiG-29K+).
    fraternos abraços,
    Miguel Junior – migueljunior3@gmail.com

  29. Ou o Brasi investe num novo porta aviões e novos caças para a marinha oq na minha opinião é um disperdício devido ao nosso orçamento ou compra um monte de subs nucleares e comuns q são muito mais eficazes.Se nós tivessemos um orçamento maior um investimento num novo porta aviões seria bom.

  30. Ou o Brasi investe num novo porta aviões e novos caças para a marinha oq na minha opinião é um disperdício devido ao nosso orçamento ou compra um monte de subs nucleares e comuns q são muito mais eficazes.Se nós tivessemos um orçamento maior um investimento num novo porta aviões seria bom.

  31. […] Para quem acha que o F-16 já morreu, ele está bem vivo e disputando agressivamente o F-X da Índia. O F-16IN Super Viper é a versão moldada para atender aos requisitos do Programa Medium Multi Role Combat Aircraft (MMRCA). Além de superar as já conhecidas características de alta performance do F-16, a versão IN incorpora algumas tecnologias de 5a. geração, tornando-o um dos mais avançados caças de sua categoria. Entre as inovações, o Super Viper incorpora o radar AESA Northrop Grumman APG-80, um data-link para Guerra centrada em Redes (Net-Centric Warfare), cockpit full-color com HMD, sistema de auto-defesa de última geração como decoys rebocados e o motor General Electric F110-132A. Um dos trunfos do F-16 é a sua confiabilidade e facilidade de manutenção, provada em combate, com base em mais de 13 milhões de horas de voo em tempo de paz e em operações de combate. O principal concorrente do Super Viper no MMRCA é o MiG-35. […]

  32. […] Para quem acha que o F-16 já morreu, ele está bem vivo e disputando agressivamente o F-X da Índia. O F-16IN Super Viper é a versão moldada para atender aos requisitos do Programa Medium Multi Role Combat Aircraft (MMRCA). Além de superar as já conhecidas características de alta performance do F-16, a versão IN incorpora algumas tecnologias de 5a. geração, tornando-o um dos mais avançados caças de sua categoria. Entre as inovações, o Super Viper incorpora o radar AESA Northrop Grumman APG-80, um data-link para Guerra centrada em Redes (Net-Centric Warfare), cockpit full-color com HMD, sistema de auto-defesa de última geração como decoys rebocados e o motor General Electric F110-132A. Um dos trunfos do F-16 é a sua confiabilidade e facilidade de manutenção, provada em combate, com base em mais de 13 milhões de horas de voo em tempo de paz e em operações de combate. O principal concorrente do Super Viper no MMRCA é o MiG-35. […]

  33. Na verdade o MIG-35 assim como o Sukkoy-35 n entraram na concorrência do projeto de reaparelhamento da FAB devido a pressões contrárias dos EUA(temor de material bélico de ponta 5a. geração)na América Latina e que podem fazer frente as seus melhores caças.
    O segundo problema é comercial e é devido a Embraer. Para fechar contrato teria que ferir um acordo entre o Brasil e a mesma.
    Mas se eu fosse o Lula fechva com o material russo. Abertura dos códigos de segurança e fabricação aqui. Ótimo negócio para o país adquirir umas 50 aeronaves e ficar com hegemonia aérea no subcontinente.A Rússia e a ìndia estão fechando um acorod para montagem deles por lá(Sukkoy-35).
    Obviamente que precisaremos de mísseis russos, senão de que valerão os poderosos aviões. Heheheh.

    Abraços a tds. Tenho fé no Lula e vamos levar os vermelhinhos. Os caças americanos como o F-18 são inferiores e a proposta tb é ruim.

  34. Na verdade o MIG-35 assim como o Sukkoy-35 n entraram na concorrência do projeto de reaparelhamento da FAB devido a pressões contrárias dos EUA(temor de material bélico de ponta 5a. geração)na América Latina e que podem fazer frente as seus melhores caças.
    O segundo problema é comercial e é devido a Embraer. Para fechar contrato teria que ferir um acordo entre o Brasil e a mesma.
    Mas se eu fosse o Lula fechva com o material russo. Abertura dos códigos de segurança e fabricação aqui. Ótimo negócio para o país adquirir umas 50 aeronaves e ficar com hegemonia aérea no subcontinente.A Rússia e a ìndia estão fechando um acorod para montagem deles por lá(Sukkoy-35).
    Obviamente que precisaremos de mísseis russos, senão de que valerão os poderosos aviões. Heheheh.

    Abraços a tds. Tenho fé no Lula e vamos levar os vermelhinhos. Os caças americanos como o F-18 são inferiores e a proposta tb é ruim.

  35. Luiz Bittencourt, meu caro amigo lúcido e sem ranços ideológicos, mandou bem… Lembra quando em 2002 o site (para mim) mais sério sobre técnica e estratégia de aviação, o Sistemas de Armas, informou que o Sukhoi-35 seria o ganhador do FX-1° ?… Pois é, lembro que havia uma notícia paralela sobre os russos quererem instalar uma fábrica de turbinas (Lyulka) e outra de mísseis (Vympel) que seriam pólos de produção e vendas que combririam desde a Africa, Oriente Médio e América Latina ?…
    Pena que os “tradutores” do nosso ministro, nem nossos altos escalões da FAB não “ouvem” os ecos das turbinas nem as detonações dos mísseis de última geração dos maiores países em extensão territorial, portanto com logística e planos estratégicos de defesa do mundo: China e India…
    abração,
    Miguel Junior – migueljunior3@gmail.com

  36. Luiz Bittencourt, meu caro amigo lúcido e sem ranços ideológicos, mandou bem… Lembra quando em 2002 o site (para mim) mais sério sobre técnica e estratégia de aviação, o Sistemas de Armas, informou que o Sukhoi-35 seria o ganhador do FX-1° ?… Pois é, lembro que havia uma notícia paralela sobre os russos quererem instalar uma fábrica de turbinas (Lyulka) e outra de mísseis (Vympel) que seriam pólos de produção e vendas que combririam desde a Africa, Oriente Médio e América Latina ?…
    Pena que os “tradutores” do nosso ministro, nem nossos altos escalões da FAB não “ouvem” os ecos das turbinas nem as detonações dos mísseis de última geração dos maiores países em extensão territorial, portanto com logística e planos estratégicos de defesa do mundo: China e India…
    abração,
    Miguel Junior – migueljunior3@gmail.com

  37. Na verdade essa do nosso sempre “precipitado” ministro dizer que “haviam problemas de tradução do russo para uma linguagem mais inteligível” é de doer…
    1.Realmente, a Rússia firmou PARCERIAS eficazes e inquestionáveis com países continentais: China e India…e outros. Porém nosso conceito de parcerias nos tem trazido sucatas e caixas-pretas… A China,além de nacionalizar e produzir aviões militares e mísseis de última geração nem pensados no Terceiro Mundo, elevou seu Programa Espacial e produziu foguete, cápsula, trajes e tripulação nacionais, o que nenhum “parceiro” ocidental conseguiu com os yanques. A India, além de galgar o status de Programa Espacial similar ao da China, produziu em parceria russo-indiana o único míssil cruiser supersônico multifunção-multiplataforma existente no planeta, exceto os russos Yahont, S-800 e KS-172S…Agora a India assina a participação efetiva no Programa PAK-FA caça de 5ª geração que somente os EUA possúem… Oms incríveis Sukhoi-35BM e o MiG-33(29-K) encaixariam como luvas o nosso NAE São Paulo desprovido de catapultas pois os mesmo NÃO precisam delas…e são os mais baratos da classe, embora mais tecnológicos e que traríam, sem dúvidas, como trouxe para a India e China interfaces com Universidades e Escolas Técnicas e…empregos!… No caso do pensar grande não se falou na cabal participação do Brasil na construção do único caça de 5ª geração no planeta, além dos yanques F-22 e F-35 (este rejeitado insistentemente pela Fprça Aérea da Austrália…
    abraços,
    Miguel Júnior – migueljunior3@gmail.com

  38. Na verdade essa do nosso sempre “precipitado” ministro dizer que “haviam problemas de tradução do russo para uma linguagem mais inteligível” é de doer…
    1.Realmente, a Rússia firmou PARCERIAS eficazes e inquestionáveis com países continentais: China e India…e outros. Porém nosso conceito de parcerias nos tem trazido sucatas e caixas-pretas… A China,além de nacionalizar e produzir aviões militares e mísseis de última geração nem pensados no Terceiro Mundo, elevou seu Programa Espacial e produziu foguete, cápsula, trajes e tripulação nacionais, o que nenhum “parceiro” ocidental conseguiu com os yanques. A India, além de galgar o status de Programa Espacial similar ao da China, produziu em parceria russo-indiana o único míssil cruiser supersônico multifunção-multiplataforma existente no planeta, exceto os russos Yahont, S-800 e KS-172S…Agora a India assina a participação efetiva no Programa PAK-FA caça de 5ª geração que somente os EUA possúem… Oms incríveis Sukhoi-35BM e o MiG-33(29-K) encaixariam como luvas o nosso NAE São Paulo desprovido de catapultas pois os mesmo NÃO precisam delas…e são os mais baratos da classe, embora mais tecnológicos e que traríam, sem dúvidas, como trouxe para a India e China interfaces com Universidades e Escolas Técnicas e…empregos!… No caso do pensar grande não se falou na cabal participação do Brasil na construção do único caça de 5ª geração no planeta, além dos yanques F-22 e F-35 (este rejeitado insistentemente pela Fprça Aérea da Austrália…
    abraços,
    Miguel Júnior – migueljunior3@gmail.com

  39. Здравствуйте уважаемая администрация блога.
    Рады представить вашему вниманию сайт http://www.WordPressFiles.ru с темами ( шаблонами) для вашего блога, которые были собраны с сети интернет.
    На данный момент в нашей базе свышее 2000 тем для WordPress.

    С уважением Мистер WordPress

  40. Здравствуйте уважаемая администрация блога.
    Рады представить вашему вниманию сайт http://www.WordPressFiles.ru с темами ( шаблонами) для вашего блога, которые были собраны с сети интернет.
    На данный момент в нашей базе свышее 2000 тем для WordPress.

    С уважением Мистер WordPress

  41. O Brasil e seu novo poder aéreo Grippen, AmX Tucanos…poderiam patrulhar melhor e mostrar essa MARRA toda, no nosso espaço aéreo , infestado de monomotres de trafico de drogas ao inves de ficar pensando em exercicios militare com outros paises ja que isso demanda custos da ordem de 1 milhao de dolares no minimo.

  42. Caros Amigos.:

    O “Mig 35” é um ótimo avião de combate capaz de fazer frente a qualquer caça do ocidente.
    O “Mig 35” é um caça altamente manobravel e é capaz de levar armamentos de alta tecnologia.

  43. Continuando…

    Uns 72 caças “Mig 35” já daria um bom folego a FAB.

    …”Analistas dizem que o “Mig 35” venceria facilmente o “Boeing F/A 18 Super Hornet” e o “F-16MLU” e por isso seria umas das pressões Americanas para que nenhum país sul-americano adquirisse esta aéronave”…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here