sexta-feira, abril 16, 2021

Gripen para o Brasil

Brasil quer mais 15 Black Hawk

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A DSCA, agência pertencente ao Pentágono responsável pela venda de material militar norte-americano para outros países, notificou o Congresso daquele país no último dia 29 de setembro sobre uma eventual venda de helicópteros UH-60L Black Hawk para o Brasil. O valor do negócio, caso receba aprovação do Congresso, é estimado em 525 milhões de dólares e inclui 15 helicópteros, 30 motores (mais dois sobressalentes), peças de reposição, documentação, auxílio técnico e treinamento.

A nota (cuja versão original pode ser vista aqui) não informa para qual das Forças iriam os helicópteros, mas acredita-se que seja um pedido da FAB.

- Advertisement -

80 Comments

Subscribe
Notify of
guest
80 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
edilson

boas notícias e o melhor, pelo que entendo os caracal farão dueto o que mostra mudanças na esfera militar e substituição das sucatas…

Carlos

Já tava na hora. O Sapão não aguenta mais.

Cinquini

Tenho um amigo na FAB que de todos os helicopteros disponíveis no nosso acervo (dos modernos) esse é o punico realmente que é “militar”
Abração

FALCON

É com certeza uma ótima noticia, mas 525 mil por apenas 15 helis tô achando muito caro vcs não acham?

CorsarioDF

E o que faremos com os EC-725 Cougar/Super Puma? Vão servir pra quê? Simplesmente não entendi nada…
Mas US$ 525 mi por 15 UH-60 (+ 30 motores) ainda vai, o pior é US$ 330 mi por 4 Seahawk aí sim não dá pra entender@#$!%!!! Sds.

tomas

O Pentágono abriu a “porteira” para o Brasil, afinal, não querem ver o Brasil sob a influência do neosocialismo-bolivariano Venezuelano agora apoiado pela Rússia. Quanto ao valor do contrato estar estimado em 525 milhões de dólares não é caro, pois inclui 15 helicópteros, 30 motores (mais dois sobressalentes), tanques de combustível sub-alares, peças de reposição, documentação, auxílio técnico, treinamento e provavelmente mini-guns.
Tá de bom tamanho, nê?
Afinal, os Sapões velhos de guerra merecem um substituto superior!

FALCON

Falou tudo CORSÁRIODF!!!!!!!!!!

tomas

O futuro das unidades de ação ráida, do EB e da FAB terão como espinha dorsal
os UH-60L Black Hawk e Panther e para transporte meio-pesados os EC-725 Cougar/Super Puma.

fullcrum

Olá galera, alguém pode me dizer se esses Black são para o EB e se são aeronaves novas de fábrica???

pjms

Corsário DF:

“Mas US$ 525 mi por 15 UH-60 (+ 30 motores) ainda vai, o pior é US$ 330 mi por 4 Seahawk aí sim não dá pra entender@#$!%!!! Sds”.

A resposta, creio seria que helicoptero UH-60 não tem os sensores de asw que o Seahawk. Por isso é que são mais baratos, se realmente posso falar assim.

[]s

Douglas

Pessoal, os cougar vão ser lotados pra transporte e SAR. O chumbo quente vai ficar a cargo dos hawks. Finalmente, li a revista força aerea. Fica claro que a matriz da Eurocopter ofereceu o projeto do EC 725, bom, robusto mas antigo pra padrões de ponta atuais, com o fim especifico de abastecer o mercado latino americano em condições mais favoraveis de preço. É um grande mercado. No mais querer ver EC 725 transformados em vetores de batalha nem a propria FAB e EB apoiam essa ideia, se nao não diversificariam as compras como estão fazendo.

Paulo Oliveira

O Exército brasileiro já opera com helicópteros Black Hawk em Manaus, esse pedido deve ser para o Exército, pois há previsão da trasferência do 3º Batalhão de Aviação do Exército de Taubaté-SP, para o Mato Grosso, visando ampliar a vigilância nas fronteiras e o atender Plano de reestruturação.

Wilson Johann

Pô, esse blog é muito ágil.
Acabei de postar no blog naval parte da matéria que lí no DEFESANET, comentando se alguém sabia alguma coisa sobre esta aquisição, e no minuto seguinte já encontro a metéria publicada aqui no “Poder Aéreo”. Muito bom.

Abraços!!

Wilson Johann

Outra coisa: são os melhores helicópteros militares em uso atualmente. Tomara que cheguem logo… Precisamos três vezes mais do que isso para a região amazônica. Bom, pelo menos as notícias são muito boas. Esperamos que a realidade se confirme.

Saudações!!!

Billy

Também acho. OS franceses podem ser operados na FAB como transporte de “toridades” e na MB como “guarda costeira”. Para missões mais “quentes” a opção pela família Black Hawk parece mais indicada. E como fica a história dos HIND ? Só uma coisa…vai parecer a ONU…

König

Boa compra mas se os EUA querem se aproximar conosco podiam doar mais uns rsrs
Afinal a colombia opera cerca de 70 deles.
Saudações

Paulo Taubaté

Estamos realmente no Brasil???

Short list para o FX-2 (esse termo tá na moda, short list)!!!

Black Hawk

Scorpene….

Hebert

O quanto vocês acham que essa mudança no cenário tem a ver com a chegada do Nelson Jobim, Ministro da Defesa?
Eu, particularmente, acho um diferencial. O cara parece que tem moral e o estilo tratorzão no Governo parece que surte algum efeito.
Abraços

Tiago Jeronimo

Uma otima aeronave, ponto para a FAB.

Vassily Zaitsev

Peraí, peraí,

Segundo o DEFESANET, não são 30 motores à mais não. O boletim do CECOMSER informa: 15 Black Hawk, 02 motores sobressalentes, treinamento, ferramental p/ manutenção, manuais,etc. Os 30 motores que Corsário e Tomas falam não seriam os 2 que já viriam instalados nos helicópteros???? 15×2=30 motores.

E o Jobim disse anteriormente: “Acabaram as compras de prateleiras”.

Engraçado, pois o informativo não fala em possíveis OFF-SETS.

Vai entender o homi.

Mauricio R.

EC-725 é esmola neo colonial européia!!!
Nem na própria França esse helo é assim tão difundido.
Cadê aí que tecnologia que transferiram??????
Nada!!!
Kd tecnologia de rotor???? Não transferiram.
Kd tecnologia de pás do rotor em material composto??? Não transferiram, sem contar a própria tecnologia do design das pás….
Mas são assim uma maravilha de parceiro, os americanos é que são ruins.

Baschera

Colegas,
O preço, cerca de U$ 35 milhões cada, incluso tudo e mais um pouco, para esta aeronave não é caro não. São aparelhos novos de fábrica.
Quem comprou usados foi a Colombia, porém, sem muito itens que o Brasil comprou, como motores sobreçalentes, por exemplo.
A compra colombiana é para 15 helis por Us$ 225 milhões.

“Letter of Offer and Acceptance by the government of Colombia to acquire 15 Sikorsky UH-60L Black Hawk helicopters from the U.S. Army (i.e. second-hand) plus spares, support, and training, in a $225 million sale.”

Sds.

Mauricio R.
Baschera

Segundo o …… bom deixe ver o nome certo…. neste blog….
achei, segundo o Direto do Céu Azul, serão para a FAB.
Correto Direto ???
Sds.

Robson Br

e os heli russos ainda vem ou foi notícia falsa?

Meirelles

Black Hawk(americano),Cougar(franês),Mi-35(russo)…virou uma mistureba só.daqui a pouco vão querer Apache AH-64.
Não estou criticando a compra,porque é uma boa e bela aeronave,mas e a questão da logística?
Sds.

henrique

esse valor é altíssimo, tendo em vista que a colômbia comprou 15 helicópteros por pouco mais de 200 milhões de dólares.

konner

Amigo Mauro, O Eurocopter TIGER é mais um desses super sistemas de armas que a proposta é a de ter um ágil helicóptero de reconhecimento, escolta e de combate antitanque. Já o Mi-35 é um helicóptero de assalto, seu design muito blindado foi concebido para carregar armamento pesado e oito soldados para o campo de batalha. Contudo, a sua grande velocidade e peso não lhe permite o mesmo tipo de manobrabilidade que caracteriza os helicópteros de combate mais leves como o Eurocopter TIGER. Ou seja, desempenham funções distintas. Pessoalmente creio ser o aparelho ideal para emprego em nossas fronteiras da… Read more »

edilson

Caro Mauro, acho que partir para o desenvolvimento de uma versão mais moderna e turbinada do Roivalk seria de ganho maior para o brasil e a áfrica do sul, este heli tem muito em comum com cougar além de utilizar sistemas comuns ao tiger.
seria de ganho importantíssimo para o brasil e para a áfrica do sul.
o Tiger em si, já está desenvolvido, mas sem dúvida é uam máquina formidável.

Baschera

Henrique,
Como postei mais acima, os 15 helis que a Colombia comprou são USADOS e custarão Us$ 225 milhões, porém SEM os itens por nós comprados.
E vc sabe, o Titio Sam costuma USAR bem seus equipamentos antes de vende-los…..OK.
Vai de novo o texto em ingles :

“Letter of Offer and Acceptance by the government of Colombia to acquire 15 Sikorsky UH-60L Black Hawk helicopters from the U.S. Army (i.e. second-hand) plus spares, support, and training, in a $225 million sale.”

Sds.

Francisco M. Xavier

Buenas! só um adendo importante, o EC-725 é uma aeronave mais veloz que o black hawk, para os que não se ligaram, o SuperPuma tem rotor mais elevado do chão, ele é mais apropriado para pouso em locais de relva e vegetação rasteira mais alta, procurem vídeos no you-tube, tem um que mostra a capacidade de low-flight do SuperPuma! mas acho que o BH é mais apropriado para nós…só mostro que tem dois lados da moeda! se vc precisar levar 8 comandos para uma missão, e tiver pouco tempo para chegar e retornar, o Cougar sem dúvida será a melhor… Read more »

RONIN

A meu ver se esta compra se confirmar, pelas necessidades do EB e FAB, na região amazônica e pantanal, devem ser, provavelmente, 11 UH60 para a FAB e 4 para o EB, explico esta conjectura da seguinte forma: devem ser mais 6 para o 1/8 Gav em Belém, a exemplo do 7/8 Gav de Manaus, 5 para substituir os velhos SH-1H do 2/10 em Campo Grande, e os 4 restantes completariam um esquadrão com os outros 4 do EB, em Manaus, pois pelo que ouço falar o UH60 é um helicóptero muito apreciado na região amazônica por suas características.

Luiz Pinelli  Neto

A Partida do Plano de Defesa !!!! A Nação, a Sociedade, o Governo, os Políticos, todos os Segmentos Sociais, enfim, todos nós devemos nos conscientizar com rapidez das necessidades de se aplicar imediatamente o Plano Estratégico de Defesa do Brasil. Chega de roubalheiras e patifarias !!! Um Plano Estratégico de Defesa só no papel não vale nada, absolutamente, nada. Vamos parar com estes PACs demagógicos e canaizar recursos orçamentários rapidamente para assentar nossas indústrias bélicas nacionais, para atender nossas necessidades de defesa das FAs. Ajudas por meio de Acordos Militares devem ser assinados. E vamos aos nossos aviões, nossos helicópteros,… Read more »

Luiz Pinelli  Neto

Decisão Firme e Coragem Imbatível (Já Atualizado ) !!! Precisamos de capacidade e determinação para mudarmos o Planejamento Estratégico da nossa Lei Orçamentária. O Plano Estratégico de Defesa já foi assinado, muito bem !!!. Agora precisamos programar, com disciplina e certa urgência, o comportamento legal das nossas despesas orçamentárias públicas, ou, vamos concluir, logicamente, que o citado Plano não é importante para a soberania nacional. Não restam dúvidas que decisão e coragem são importantes para o governo tornar a execução do Plano Estratégico possível, com isso ele governo deverá mudar seu pensamento de “fome zero”,” PAC disto ou PAC daquilo”… Read more »

CosmeBR

Um motivo para o exército não comprar o GUARÁ da Avibrás é a pouca blindagem, principal motivo da substituição dos URUTU’s.

CosmeBR

“A IMBEL é a herdeira judicial dos acervos da ENGESA, da BERNARDINI, e da MOTO PEÇAS”. Sim, isso é verdade, os protótipos e maquinário é juridicamente da IMBEL, porém pela lei a IMBEL só pode fabricar os produtos dessas indústrias bélicas em caso de guerra.

Luiz Pinelli  Neto

Plano Estratégico de Defesa do Brasil 01 Entendemos que os tanques blindados pesados M-60 A3TTS são excelentes tanques, embora antigos e adquiridos em 2ª mão dos nossos “eternos aliados do norte”. Apesar de boa blindagem, não possui saias laterais que poderiam oferecer certa defesa para armas portáteis anti-tanques, mas o grande perigo contra os tanques de quaisquer tipos ou blindagens são a munição em flecha. Acrescentemos que o grande peso destes tanques para a situação geográfica do Brasil, torna-se um complicador. Ele não poderá ser usado em qualquer terreno sem a devida cobertura aérea. Brigadas ou esquadrilhas de modernos helicópteros… Read more »

Luiz Pinelli  Neto

Explicação Necessária !!
Na qualidade de professor universitário de controle da gestão pública, somente analiso os recursos orçamentários/financeiros, eventualmente postos à disposição do Plano Estratégico para sua execução.
Embora me arrisque a comentar sôbre armamentos e outros artefatos bélicos, este assunto diz respeito aos especialistas das nossas FAs. Entendido. OK. Abraços. luiz

edilson

boas notícias e o melhor, pelo que entendo os caracal farão dueto o que mostra mudanças na esfera militar e substituição das sucatas…

Carlos

Já tava na hora. O Sapão não aguenta mais.

Cinquini

Tenho um amigo na FAB que de todos os helicopteros disponíveis no nosso acervo (dos modernos) esse é o punico realmente que é “militar”
Abração

FALCON

É com certeza uma ótima noticia, mas 525 mil por apenas 15 helis tô achando muito caro vcs não acham?

fullcrum

Olá galera, alguém pode me dizer se esses Black são para o EB e se são aeronaves novas de fábrica???

CorsarioDF

E o que faremos com os EC-725 Cougar/Super Puma? Vão servir pra quê? Simplesmente não entendi nada…
Mas US$ 525 mi por 15 UH-60 (+ 30 motores) ainda vai, o pior é US$ 330 mi por 4 Seahawk aí sim não dá pra entender@#$!%!!! Sds.

tomas

O Pentágono abriu a “porteira” para o Brasil, afinal, não querem ver o Brasil sob a influência do neosocialismo-bolivariano Venezuelano agora apoiado pela Rússia. Quanto ao valor do contrato estar estimado em 525 milhões de dólares não é caro, pois inclui 15 helicópteros, 30 motores (mais dois sobressalentes), tanques de combustível sub-alares, peças de reposição, documentação, auxílio técnico, treinamento e provavelmente mini-guns.
Tá de bom tamanho, nê?
Afinal, os Sapões velhos de guerra merecem um substituto superior!

FALCON

Falou tudo CORSÁRIODF!!!!!!!!!!

tomas

O futuro das unidades de ação ráida, do EB e da FAB terão como espinha dorsal
os UH-60L Black Hawk e Panther e para transporte meio-pesados os EC-725 Cougar/Super Puma.

pjms

Corsário DF:

“Mas US$ 525 mi por 15 UH-60 (+ 30 motores) ainda vai, o pior é US$ 330 mi por 4 Seahawk aí sim não dá pra entender@#$!%!!! Sds”.

A resposta, creio seria que helicoptero UH-60 não tem os sensores de asw que o Seahawk. Por isso é que são mais baratos, se realmente posso falar assim.

[]s

Douglas

Pessoal, os cougar vão ser lotados pra transporte e SAR. O chumbo quente vai ficar a cargo dos hawks. Finalmente, li a revista força aerea. Fica claro que a matriz da Eurocopter ofereceu o projeto do EC 725, bom, robusto mas antigo pra padrões de ponta atuais, com o fim especifico de abastecer o mercado latino americano em condições mais favoraveis de preço. É um grande mercado. No mais querer ver EC 725 transformados em vetores de batalha nem a propria FAB e EB apoiam essa ideia, se nao não diversificariam as compras como estão fazendo.

Paulo Oliveira

O Exército brasileiro já opera com helicópteros Black Hawk em Manaus, esse pedido deve ser para o Exército, pois há previsão da trasferência do 3º Batalhão de Aviação do Exército de Taubaté-SP, para o Mato Grosso, visando ampliar a vigilância nas fronteiras e o atender Plano de reestruturação.

Combates Aéreos

Promessa e realidade: o combate ar-ar BVR – parte 2

Desert Storm – O ponto de virada do BVR? Lt Col Patrick Higby, USAF - Virginia Military Institute (2005) Com 16...
- Advertisement -
- Advertisement -