sexta-feira, maio 7, 2021

Gripen para o Brasil

UAV da Geórgia abatido por um MiG-29 russo

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

No vídeo é possível observar que o caça russo disparou o míssil R-73 provavelmente usando a mira do capacete, pois o nariz do avião não está apontando para o alvo no momento do disparo, o que pode ser verificado pela curva feita pelo míssil para atingir o drone Hermes 450.

- Advertisement -

29 Comments

Subscribe
Notify of
guest
29 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Roberto

Cada vez que vejo imagens geradas por UAVs fico mais convicto que seriam a forma ideal de patrulhamento de nosso litoral e nossa fronteira terrestre. São mais baratos, confiáveis e de logística mais simples, até por suas dimensões reduzidas em relação a um avião convencional.

pablo

justamente pelo fato de serem baratos o pessoal responsavel pela compra nao ganha o “por fora”… eles querem equipamentos caros para ganharem comissao…
mas que seria o melhor tipo de vigilancia pro Brasil isso sem duvidas… ainda mais se eles forem armados…
alguem teria mais detalhes do convenio assinado entre Brasil e Africa do Sul para o desenvolvimento de um UAV ???

LeoPaiva

O falecido era um Hermes 450, motor de 52HP, autonomia de 2200 km. O modelo é produzido pela indústria israelense Elbit Systems.

Como não possui radar deve ter sido sorte filmar o mig na hora do disparo, ou então o piloto russo se posicionou propositalmente sob a câmera para que todos o vissem e assim mandar o recado de que “no nosso quintal mandamos nós”, o que responderia a pergunta do Mauro.
Quanto a parceria do Brasil eu também gostaria de saber mais, o próprio sítio da Fligthsolutions dá poucas informações sobre o atual estado do projeto.

http://www.flightsolutions.com.br/port/index.html

http://www.demec.ufmg.br/Cea/principal.html

Sds

lucas lasota

mto boas as imagens. ótima contextualização.

lucas lasota

notar também um video correlato que contém certas afirmações pertinentes, como as alegações que o VANT em questão não é georgiano e que o MIG não era russo.

Henrique Sousa

Tb fiquei com a mesma dúvida que o Mauro, um passe de canhão não sairia mais barato?

Motivo tiveram para lançar um AAM, mas qual?

Bosco

Sem dúvida a arma indicada seria o canhão, mas que foi bonito foi.
O R-73 foi um divisor de água do combate aéreo, assim como o sistema de disparo de metralhadoras por entre as pás da hélice da Primeira Guerra, o motor à jato e o míssil guiado após a Segunda Guerra.
O légitimo exemplar do míssil ar-ar de curto alcance de 4° geração.
Vale salientar a pequena assinatura térmica do Hermes 450, e o grande ângulo de disparo. Como ponto negativo apenas o motor com grande produção de fumaça.

Bosco

Os mísseis ar-ar de curto alcance (alcance visual) de quarta geração apresentam capacidade all-aspect, altos ângulos de tiro (alguns podem atingir um alvo na posição de 6 horas), superagilidade (em geral devido ao vetoramento do empuxo) e capacidade de ser apontado pelo capacete. Os de 5° geração possuem sekeers com formação de imagem, que entre outras características são imunes às contramedidas infravermelhas convencionais. A única forma de escapar dos mesmos é através do cegamento do sensor (por um laser) ou por interceptação direta por outro míssil. Possivelmente, os mísseis de 4° e 5° geração podem ser usados como interceptadores de… Read more »

Vassily Zaitsev

Vi o vídeo, o lançamento e o impacto; mas não entendi patavinas o que aquele cara disse.
TB vi fuamça, muita fumaça. Oh míssil fumacento sô, pensei que ele era mais discreto.

Paulo Costa

Se o Mig-29 tivesse disparado este missil a media,ou longa distancia
não se saberia quem,ou o que destruiu o Hermes,usando o disparo
abaixo e o missil subindo,tipico deste equipamento,o Mig-29
pode se mostrar e ,avisar que uma ação foi feita.

Almeida

Otimo video da Georgia, otimo recado dado pela Russia.

Vassily Zaitsev

É Mauro,

tem toda razão, esse piloto gosta de aparecer. E o robo, era russo ou georgiano?

Jonas Rafael

[modo piada]Vai ver ele usou o método mais caro pra forçar sua demissão[/modo piada]

Renan

Concordo com o Mauro e Bosco: Piloto “amostrado” esse…!
Mas se ele é tão exibido assim, não seria melhor mostrar seus dotes de tiro-de-canhão..? Ou seja, mostrar que a escola russa, apesar da ‘óbvia alta tecnologia’ “ainda” sabe abater aeronaves “na unha”..???

PS: Sou novo no Blog. Lí alguns artigos antigos e gostaria apenas de registrar que, embora muitas opiniões diferentes tenha encontrado, todos têem um bom nível de conhecimento e educação para debater! Parabéns e Saudações!

Roberto

Cada vez que vejo imagens geradas por UAVs fico mais convicto que seriam a forma ideal de patrulhamento de nosso litoral e nossa fronteira terrestre. São mais baratos, confiáveis e de logística mais simples, até por suas dimensões reduzidas em relação a um avião convencional.

pablo

justamente pelo fato de serem baratos o pessoal responsavel pela compra nao ganha o “por fora”… eles querem equipamentos caros para ganharem comissao…
mas que seria o melhor tipo de vigilancia pro Brasil isso sem duvidas… ainda mais se eles forem armados…
alguem teria mais detalhes do convenio assinado entre Brasil e Africa do Sul para o desenvolvimento de um UAV ???

LeoPaiva

O falecido era um Hermes 450, motor de 52HP, autonomia de 2200 km. O modelo é produzido pela indústria israelense Elbit Systems.

Como não possui radar deve ter sido sorte filmar o mig na hora do disparo, ou então o piloto russo se posicionou propositalmente sob a câmera para que todos o vissem e assim mandar o recado de que “no nosso quintal mandamos nós”, o que responderia a pergunta do Mauro.
Quanto a parceria do Brasil eu também gostaria de saber mais, o próprio sítio da Fligthsolutions dá poucas informações sobre o atual estado do projeto.

http://www.flightsolutions.com.br/port/index.html

http://www.demec.ufmg.br/Cea/principal.html

Sds

lucas lasota

mto boas as imagens. ótima contextualização.

lucas lasota

notar também um video correlato que contém certas afirmações pertinentes, como as alegações que o VANT em questão não é georgiano e que o MIG não era russo.

Henrique Sousa

Tb fiquei com a mesma dúvida que o Mauro, um passe de canhão não sairia mais barato?

Motivo tiveram para lançar um AAM, mas qual?

Bosco

Sem dúvida a arma indicada seria o canhão, mas que foi bonito foi.
O R-73 foi um divisor de água do combate aéreo, assim como o sistema de disparo de metralhadoras por entre as pás da hélice da Primeira Guerra, o motor à jato e o míssil guiado após a Segunda Guerra.
O légitimo exemplar do míssil ar-ar de curto alcance de 4° geração.
Vale salientar a pequena assinatura térmica do Hermes 450, e o grande ângulo de disparo. Como ponto negativo apenas o motor com grande produção de fumaça.

Bosco

Os mísseis ar-ar de curto alcance (alcance visual) de quarta geração apresentam capacidade all-aspect, altos ângulos de tiro (alguns podem atingir um alvo na posição de 6 horas), superagilidade (em geral devido ao vetoramento do empuxo) e capacidade de ser apontado pelo capacete. Os de 5° geração possuem sekeers com formação de imagem, que entre outras características são imunes às contramedidas infravermelhas convencionais. A única forma de escapar dos mesmos é através do cegamento do sensor (por um laser) ou por interceptação direta por outro míssil. Possivelmente, os mísseis de 4° e 5° geração podem ser usados como interceptadores de… Read more »

Vassily Zaitsev

Vi o vídeo, o lançamento e o impacto; mas não entendi patavinas o que aquele cara disse.
TB vi fuamça, muita fumaça. Oh míssil fumacento sô, pensei que ele era mais discreto.

Paulo Costa

Se o Mig-29 tivesse disparado este missil a media,ou longa distancia
não se saberia quem,ou o que destruiu o Hermes,usando o disparo
abaixo e o missil subindo,tipico deste equipamento,o Mig-29
pode se mostrar e ,avisar que uma ação foi feita.

Almeida

Otimo video da Georgia, otimo recado dado pela Russia.

Vassily Zaitsev

É Mauro,

tem toda razão, esse piloto gosta de aparecer. E o robo, era russo ou georgiano?

Jonas Rafael

[modo piada]Vai ver ele usou o método mais caro pra forçar sua demissão[/modo piada]

Renan

Concordo com o Mauro e Bosco: Piloto “amostrado” esse…!
Mas se ele é tão exibido assim, não seria melhor mostrar seus dotes de tiro-de-canhão..? Ou seja, mostrar que a escola russa, apesar da ‘óbvia alta tecnologia’ “ainda” sabe abater aeronaves “na unha”..???

PS: Sou novo no Blog. Lí alguns artigos antigos e gostaria apenas de registrar que, embora muitas opiniões diferentes tenha encontrado, todos têem um bom nível de conhecimento e educação para debater! Parabéns e Saudações!

Mercio

Foi um aviso: “De onde venho, temos muitos outros. Não entramos numa guerra para brincarmos de cawboys”.

Reportagens especiais

Lenda Mach 3: North American XB-70 Valkyrie

Tendo voado pela primeira vez há mais de 50 anos, o XB-70 Valkyrie foi um obra-prima tecnológica do seu...
- Advertisement -
- Advertisement -