Home Aviação de Caça Quem vai substituir o F-5 na Indonésia?

Quem vai substituir o F-5 na Indonésia?

301
14

Número de unidades deve ser suficiente para compor um esquadrão com cerca de 16 caças

 

F-5 indonesia - foto Northrop

O Ministério da Defesa da Indonésia anunciou o seu plano para substituir a frota de caças F-5E Tiger II por caças de última geração como o Sukhoi Su-35 russo. “Recebemos propostas de vários fabricantes de caças a jato para substituir o avião de caça F-5 Tiger II.

Estamos no processo de avaliação para ver qual é o caça que melhor atende às nossas necessidades, podendo ser aeronave da Rússia, dos EUA, ou de outros países”, disse o ministro da Defesa, Purnomo Yusgiantoro, na terça-feira (8/1).

Purnomo falou sobre o plano após a realização de uma reunião com o comandante militar indonésio, General Moeldoko e o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea da Indonésia, brigadeiro Ida Bagus Putu Dunia.

O ministro destacou que eles têm pelo menos 5 ou 6 opções de caças para substituir os veteranos F-5, em serviço há mais de três décadas.

Ele pediu para que os oficiais pesassem todas as opções disponíveis sobre qual caça atende às especificações para substituir o “Tiger”.

O ministro espera que os oficiais cheguem a uma decisão em breve, pois assim o plano de requisição pode ser incluído no Plano Estratégico II da Indonésia de 2015-2020.

“Espero que o caça a jato de última geração a ser escolhido seja capaz de transportar mísseis de longo alcance”, acrescentou Purnomo . Enquanto isso , o general Moeldoko comentou que a Força Aérea da Indonésia realizou um estudo com vários caças a jato, como o russo Sukhoi Su-35, os norte-americanos F-15 Eagle e F -16 Fighting Falcon, e o JAS 39 Gripen da sueca Saab.

“Ainda estamos avaliando as opções. Depende posição financeira do país”, afirmou Moeldoko. Ida observou que a Força Aérea da Indonésia está disposta a ter um esquadrão de 16 novos caças para substituir os veteranos F-5.

“Vamos seguir o Plano Estratégico. Vamos rever a decisão de acordo com o comando do Comandante Militar da Indonésia e do ministro da Defesa, considerando também as finanças do estado”, afirmou Ida.

FONTE: Antara News (tradução e edição do Poder Aéreo a partir do original em inglês)

VEJA TAMBÉM:

14
Deixe um comentário

avatar
13 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
10 Comment authors
DrCockroachMauricio R.André Sávio Craveiro Buenonunes netoVader Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
andreas
Visitante
andreas

Até onde eu sei, a Indonésia conta com F-5, F-16, SU-27, SU-30… Uma salada de não deixar a Índia pra trás… A posição dela na Ásia é bem complicada, por ela passa o que? Uns 90% do transporte marítimo entre os países da Ásia e Europa/África? Seria interessante eles começarem a procurar por uma racionalização e padronização de suas aeronaves, pois os custos logísticos disso não devem ser pequenos! E agora que o Gripen NG será o futuro caça de 3 países, sendo que em 2 deles irá substituir justamente o F-5, o Gripen surge como uma excelente opção, e… Read more »

Iväny Junior
Visitante
Member

Até bem pouco tempo atrás, pensaríamos com um misto de resignação e expectativa que as células da indonésia poderiam estar chegando pra nós. Agora a coisa é outra. Esperamos que os Gripen NG venham a ser nossa frota padronizada de caças.

Se a lógica da indonésia for custo benefício, provavelmente o Gripen vai ganhar mais um contrato.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

“considerando também as finanças do estado”, afirmou Ida.”

“Se a lógica da indonésia for custo benefício, provavelmente o Gripen vai ganhar mais um contrato.”

Alguém sabe qual o grau de satisfação deles com os SU 27/30 e F 16?

Acho que a decisão vai ser por ai, ou dá algo que eles já tenham e estejam satisfeitos ou a salada aumenta, Gripen NG !

Alguém sabe qual o grau de satisfação deles com os SU 27/30 e F 16?

andreas
Visitante
andreas

Reparei agora num detalhe: sua majestade dos hangares “Jaca I ” não está na relação das aeronaves estudadas…

andreas
Visitante
andreas

É verdade Poggio!

Mas tanto o Brigadeiro Ida quanto o General Moeldoko falaram que depende da situação financeira do País… O que lembra da fala de uns tempos atrás do Celso Amorim dizendo que o lado financeiro na aquisição do FX-2 pesaria. E deu Gripen no Brasil.

Assim sendo, se isso for importante lá também, é provável que dê F-16 (pois eles já tem) ou Gripen, eu acho.

Almeida
Visitante
Member
Almeida

A Indonésia sempre voou aeronaves ocidentais, especialmente da Inglaterra e EUA. Com o embargo depois da crise no Timor Leste, virou-se para a Rússia. Daí a salada que vocês estão vendo, que ainda conta com caças leves e treinadores Hawk.

Agora que o embargo é passado, aposto que voltarão para o apoio seguro do pós venda ocidental, que sempre prezaram.

Aposto no Gripen, ou então em alguma versão nova ou usada do F-16.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares


Almeida
8 de janeiro de 2014 at 20:54 #

Aposto no Gripen, ou então em alguma versão nova ou usada do F-16.”

Concordo, mas inverto os vetores nas chances. O Tio Sam vai querer a voltar “ficar numa boa” com os caras.

Vader
Visitante
Member

1. F-16;
2. Gripen.

Almeida
Visitante
Member
Almeida

Lembrando que o Gripen possui diversos componentes norte americanos e ingleses. 😉

nunes neto
Visitante
nunes neto

A lógica diz F-16!

André Sávio Craveiro Bueno
Visitante
Member
André Sávio Craveiro Bueno

Se minha pesquisa está certa, a FA Indonésia possui 12 unidades de F-16 (8 “A” e 4 “B”). Como dito pelo Nunes Neto imediatamente acima, a lógica é comprar mais F-16 pelos motivos óbvios.

Agora, os A/B possuem muitas características que diferem dos E/F, bem mais recentes. Os motores são os mesmos, por exemplo? Radares certamente não. Enfim, adquirindo versões mais recentes, talvez a comunalidade não seja tão grande, mas deve compensar. Lembrando, ainda, que o treinamento também é fator de economia.

Mauricio R.
Visitante
Member
Mauricio R.

Conforme um dos links acima, a Indonésia estava interessada em adquirir uns 30 F-16 usados, os quais seriam suficientes p/ substituir tanto os F-5, bem como seus F-16 mais antigos.
Mas pelo visto, se a necessidade em substituir esses F-5 ainda existe, o negócio deve ter desandado.

DrCockroach
Visitante
DrCockroach

Embora p/ alguns, equivocadamente, as revelacoes de espionagem foram ato de vinganca p/ atingir as relacoes Brasil/EUA, eh bom lembrar que revelacoes sobre a acao da NSA jah foram feitas em diversos paises (mais por vir), de memoria: Brasil, Alemanha, Italia, Belgica, Espanha, Noruega, Franca, e, inclusive, Indonesia.

Na Indonesia a embaixada australiana (um dos 5 eyes) lah eh que fazia o trabalho da NSA, alegadamente invadindo as comunicacoes pessoais do Presidente da Indonesia que teria ficado furioso.

Se reacao dele foi apenas cena, ou pode afetar a aquisicao de equipamentos americanos lah, nao sei dizer.

[]s!