Home Ministério da Defesa Ministro Celso Amorim diz esperar decisão do F-X2 para este ano e...

Ministro Celso Amorim diz esperar decisão do F-X2 para este ano e que não tem preferência por qualquer concorrente

224
23

Ministro da Defesa Celso Amorim em entrevista Rede TV 19-5-2013 - cena vídeo Rede TV

Em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar no programa “É Notícia” da Rede TV, o  ministro da Defesa disse também que os caças Mirage não deverão continuar operando por mais tempo, devido à dificuldade de peças. Porém, outros outros jatos (F-5 e A-1) deverão voar por muitos anos, embora não tenham capacidade de garantir a segurança do espaço aéreo brasileiro, e que por isso é preciso adquirir novos caças modernos.

O ministro deu a entender que a hora de decidir o F-X2 é agora, pois ainda é necessário discutir contratos e outros itens, o que leva tempo. Também foram abordados assuntos como a preferência que havia pelo Rafale, os acordos de defesa com a França, incluindo a situação criada à época em que se tentou intermediar a questão do programa nuclear do Irã, além da Estratégia Nacional de Defesa e outros temas, como o submarino nuclear e a vitória do candidato brasileiro à presidência da OMC.

Clique aqui ou na imagem para acessar o vídeo, no site da Rede TV. A segunda parte da entrevista é a que traz o conteúdo resumido acima.

Colaborou: Sandro

23 COMMENTS

  1. O Sinistro, ops Ministro Celso Amorim não é quem de fato apita nesta parada, esta decisão esta no circulo mas fechado do governo e de fora dele, o PT.
    Esta situação do FX esta igual a aquela obra musical, …eu presto atenção nos que eles dizem, mas eles não dizem nada, e vou torcer para estar errado e até o fim do ano aconteça uma diarréia mental no governo e compre qualquer um deles.

  2. a bem da verdade, falou o que queríamos ouvir…(não vi o vídeo, só li o texto). Resta torcer para o que ele falou acontecer…

  3. É interessante assistir aos 20 minutos desta segunda parte do vídeo sim, pois o texto é apenas um resumo beeeeem resumido.

    Muitas das perguntas do entrevistador são as comumente colocadas pelos comentaristas aqui do Poder Aéreo.

  4. Assisti a parte que ele fala do FX-2. E até gostei do que o ministro cone disse. E o entrevistador pegou praticamente todas as fofocas desde 2008 para tirar alguma coisa do cone, mas não deu certo. De lá não sai nada. 🙂

    Mas se existiam algumas dúvidas sobre a retirada dos M-2000, deixaram de existir. E o próprio ministro admite que os F-5EM não garantem nada. E a sensação que fica, é que ele não faz parte do GF, está lá como Cone mesmo.

    []’s

  5. Nick,

    KKKKKKK….perfeito comentário. Ele realmente fala como seu fosse um CAUSO que aconteceu com o filho da prima do vizinho do papagaio do porteiro.

  6. Caros
    Eu lembro de uma matéria daqui do poder aéreo, com uma foto de uma explosão atômica, informando que nem os editores aguentavam mais este assunto – e é exatamente assim que este assunto está a muito tempo: ninguem mais aguenta – uma embromação sem fim!

  7. Ele sabe tanto quanto qualquer um de nós sobre o tema.
    Se a defesa aérea fosse explorada pela iniciativa privada com certeza o governo já teria comprado centenas de Rafales, B2 e SR-71 com dinheiro público, do jeito que fazem com os ingressos dos estádios da Copa, com o lixo, com o cafezinho da repartição, etc.
    Como não tem como enfiar a iniciativa privada (lê-se: os amigos do rei) no meio da defesa aérea pra “ajudar” na verba partidária da companheirada, vamos de .50 mesmo que tá muito bom.
    Por outro lado vedem a ideia que estamos prestes a sermos atacados pelos Marines que irão nos entubar uma mangueira ligando o pré-sal a uma refinaria la no Texas e um monte de intelectual oriundo de DCE acredita e propaga.
    Maconha realmente faz mal aos neurônios.

  8. Tem certeza Bosco ??

    O que vc acha que a “iniciativa privada” fez na aquisição dos EC-725 ??

    Quer mais uma dica ? A “iniciativa privada” pretende atacar mais uma vez…. é só ficar de olho num certo A-340-300 que vai chegar na próxima semana…. na BAGL….. esta pode ser a próxima entubação !!

    Sds.

  9. Senhores,

    Ele só falou o óbvio. Todo mundo sabe que os Mirage terão que sair de serviço em breve, que os F-5 e A-1 terão que voar ainda uns bons anos e que estes aviões não são capazes de, sozinhos, suprirem a defesa aérea.

    Sobre o prazo, dizer que “tem que decidir”, é bem diferente de dizer que “vai ter decisão”. Até porque quem decide não é ele, e quem decide está mais preocupada na eleição para manter no poleiro e manter as milhares de tetas da cumpanherada.

    Só vai ter decisão se ela puder angariar votos com isto. Se o pessoal do marketing chegar a conclusão que a compra dos aviões prejudica a imagem dela, o FX-∞ está sepultado até depois das eleições em 2014.

  10. Este ai sabe tanto quanto nós. Mas tem um aspecto interessante sobre a questão fo FX e ele diz respeito à política e às eleições.

    Conforme disse em outra notícia, se for pra sair decisão terá de ser este ano. Anunciar um contrato bilionário ano que vem, com eleições, seja qual for o escolhido, renderia munição para a campanha eleitoral e contra o governo atual. Por outro lado, anunciando ainda este ano, se o impacto for negativo na opinião pública desinteressada, ele terá tempo de amainar até as eleições, e se for positivo, poderá ser invocado ano que vem. Assim, acho que, por questões puramente eleitorais, o anuncio virá este ano ainda.

    E a chance de haver cancelamento é pequena, pois voltar atras igualmente serviria de munição pra eleição e implicaria em um fiasco internacional. Ou seja, por mais que não queira, o GF se colocou em uma situação que terá de decidir e se tiver de fazê-lo, será antes de 2014.

    Também acredito que a preferência pelo Rafale se foi com pibinho de menos de 1% e inflação crescente. Politicamente, o Hornet daria mais cartaz perante a opinião pública e fica em um preço acessivel. Apostaria que ele será escolhido, embora, por questões financeiras de operação, eu prefira o Gripen. A questão será decidida por pura política.

  11. Srs. antes do anúncio do FX 2(se sair é óbvio) teremos a continuação da farra e do desrespeito para com os pagadores de impostos Brasileiros.
    A Embraer será agraciada com um pedido de até 06 Legacy 500 para o esquadrão da “Rainha” e como o Baschera comentou ainda existe a possibilidade da aquisição de um A 340 VIP pela Presidência da República
    Pelo que vemos, $$$$$ não é ainda o problema para o fechamento do FX 2, é sim falta de vontade política.

    Grande abraço

  12. constantemente se fala do FX2 como se houvesse algum obstaculo externo a esta compra – de valor modico se comparado com o resto das compras do governo.

    Na verdade o que falta nao é a vontade politica – mas a competencia de escolher e a coragem de assumir uma escolha.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here