Home Noticiário Internacional Arábia Saudita quer radar avançado nos novos F-15S

Arábia Saudita quer radar avançado nos novos F-15S

338
32

A Arábia Saudita quer comprar 84 novos caças-bombardeiros F-15S para substituir alguns dos seus F-15 mais velhos, mas quer também um radar mais avançado, similar ao radar que os israelenses colocarão nos seus F-35.

Os novos radares com antenas AESA (active electronically scanned array) poderão aumentar a capacidade de vigilância e de direção de tiro em três vezes. Eles podem também criar mapas com resolução suficiente para encontrar alvos pequenos em movimento. Com o software correto, eles podem se tornar sofisticados dispositivos de guerra eletrônica. E, com a nova geração de mísseis ar-ar, eles permitirão também o engajamento de mísseis balísticos de curto e médio alcance.

O pedido original da Arábia Saudita era para o F-15S equipado com um radar Raytheon AESA, que pode aumentar o alcance para pequenos alvos até 150 milhas, dependendo da RCS do alvo – e quase sem custos de manutenção. Os atuais F-15S sauditas e F-15I israelenses usam o radar de varredura mecânica APG-70, que não está mais em produção. Pilotos israelenses dizem que podem detectar um grande jato comercial a 150 milhas de distância, mas aviões do tamanho de um caça somente a 56 milhas.

Os F-15S são parte do pacote de armas de US$ 30 bilhões que está sendo proposto pela Administração Obama.

Os novos projetos de radar AESA – como o APG-63(v)3, instalado nos F-15C atualizados da USAF e nos novos F-15SG de Cingapura – podem detectar alvos muito pequenos. A versão americana pode detectar mísseis de cruzeiro a distâncias suficientes para destruí-los. E, mais importante, os AESA podem detectar pequenos alvos em movimento no solo, possibilitanto o engajamento com armas stand-off, bem além alcance das armas antiaéreas.

Conquanto Israel e a Arábia Saudita usem o mesmo radar em seus F-15, a Força Aérea Israelense opera UAVs de longo alcance, com capacidades de indicação de alvos maior do que a dos aviões tripulados, o que dá vantagem a Israel.

Os F-15K da Coreia do Sul tem o radar APG-63(v)1 (sem antenas AESA, mas com “back end” com processamento digital), o que facilita o upgrade e baixa o custo de manutenção.

As negociações e capacidades de fabricação na Raytheon indicam que os radares candidatos para os aviões da Arábia Saudita são o APG-63(v)1 ou 3.

Uma vez que a Força Aérea de Israel está planejando comprar cerca de 22 caças F-35  equipado com radar AESA, a compra de um radar avançado pelos sauditas pode tornar-se uma questão discutível. Também poderia suavizar qualquer ônus associado à introdução de um caça furtivo no Oriente Médio.

A Arábia Saudita está lutando na fronteira com insurgentes do Iêmen, o que supostamente tem produzido baixas significativas no seio das forças sauditas. Ataques aéreos realizados por Tornados e F-15 sauditas começaram no final do ano passado, contra rebeldes Houthis na região Sa’dah, ao norte do Iêmen.

É a primeira ação militar da Royal Saudi Air Force desde 1991. Os resultados parecem ter aumentado a urgência dos planos para a atualização das forças do ar e de terra. O processo começou depois da invasão do Iraque ao Kuwait em 1990. Mas parte das forças já é velha e precisa de substituição.

No alto da lista estão 82 caças F-15C/Ds. As melhores aeronaves de ataque sauditas são 71 F-15S equipados com o radar Raytheon APG-70, com capacidade “Doppler beam-sharpening” reduzida. Os israelenses têm o mesmo radar (APG-70I), também “downgraded”. Os modelos de radar dos F-15 da USAF têm resolução 3 vezes maior que os modelos I e S. Com a linha do APG-70 fechada, resta saber qual radar equipará os novos F-15S.

FONTE: Aviation Week

32
Deixe um comentário

avatar
31 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
25 Comment authors
visionarioAntonio Mzorannstockezeca Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Alex
Visitante
Alex

hum…. coisa maravilhosa hem…..

Giordani RS
Visitante
Giordani RS

Parabéns aos Sauditas!
A inveja é mesmo uma m…!

Edcreek
Visitante
Edcreek

Olá,

Como padrão mesmo para os principais aliados as versões são downgrade.

Mas como diria o sabio antes F-15 ou F/A-18 SH downgrade do que
F-5M, Mirage-2000 ou A1-M.

Abraços,

robert
Visitante
robert

Aaahhh se viessem pro Brasil…. =/

Ivan
Visitante
Ivan

Edcreek,

“…mesmo para os principais aliados as versões são downgrade…”

Infelizmente isto sempre foi normal, tanto nos EUA como na Rússia ou na antiga URSS.

Os países árabes, vizinhos de Israel, sofreram muito por só receber MiGs “tipo exportação”, dentro de uma ótica de voar sob comando central, típica dos soviéticos.

Israel, por sua vez, conseguia arrancar mais, até por que desenvolvia sua própria doutrina operacional, a ponto de influenciar a americana.
Além, é claro, de implementar seus próprios equipamentos, acessorios e armamentos.

Melhor aprender com as IDF – Israeli Defense Force.

Abç,
Ivan, o Antigo.

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Pois é…

Ninguém vende full..

Klevston kstonboner
Visitante
Klevston kstonboner

Mas como diria o sabio antes F-15 ou F/A-18 SH downgrade do que
F-5M, Mirage-2000 ou A1-M.
Concordo com o amigo e é bastante triste ver a FAB usando essas sucatas, principalmente F-5M .

Gabriel T.
Visitante
Gabriel T.

Mesmo sendo versão downgraded, os sauditas estão com uma versão muito avançada. Mas acho estranho eles quererem mais de 80 caças modernos para uma simples troca das versões antigas. Isso me parece uma medida preventiva em caso de um ataque ao Irã. Caças novos e em maior número com radares de longo alcance, tudo o que precisam contra o Irã.

Vitor
Visitante
Vitor

Erm… cade os nossos caças? 16 anos estaveis e democraticos e nada de renovar nossos caças? :S

Edcreek
Visitante
Edcreek

Olá,
Realmente sempre são versões down, o que muda é nivel, imagina o pobre Brasil, é rir para não chorar.

Só mesmo as propostas europeias me parecem melhor que as Norte-Americanas e Russas nesse quesito.

Já que o auto cad(NG) e o Rafale são oferecidos em versões mais avançadas que as disponiveis em seus paises, pelo menos em teoria.

Abraços,

Giordani RS
Visitante
Giordani RS

Klevston kstonboner disse: “…Concordo com o amigo e é bastante triste ver a FAB usando essas sucatas, principalmente F-5M .” Cara, Não dá pra chamar o F-5 de sucata. O caça é bom. O projeto é bom. Sucata é o A-37, T-33, AT-Pampa, A-5 Nanchanq…o problema é que o Tiger II é limitadíssimo para um país de dimensões continentais, mas veja bem, se a FAB tivesse em sua primeira linha aeronaves do tipo F-15, F-16, F-18L(a versão “L”, veja bem, “L”) e por quê não, o F-14, o Tiger servíria perfeitamente como caça de apoio. Essa versão “M” é de… Read more »

Gabriel T.
Visitante
Gabriel T.

O RAFALE não é tão avançado assim. Ele tem os mesmos sistemas que tem no NG e no Super Hornet. A diferença é quie no SH os sistemas são melhores e já estão prontos. No NG e RAFALE isso vai demorar ainda.

Colt
Visitante

Enquanto isso… os AMX e A-4…

Klevston kstonboner
Visitante
Klevston kstonboner

Amigo Giordani, se desconhecer é ter um caça fabricado em 1975 então concordo com você, mais acho que estamos em 2010, ter um caça do século passado, mesmo atualizado, não vejo este caça como dígno de defender nosso país, países em tamanho menor que o estado de Alagoas como Israel, eles dão show em equipamentos se comparados com a nossa grandiosa FAB.F 5 é sucata sim…..merecemos algo melhor urgente é a mesma coisa você usar um vermaguetti(carro) de 1975 e eu com um Ford Fiesta de 2005, garanto que te darei um show….F 5 tem que ser aposentado urgentemente.Voltando ao… Read more »

André Castro
Visitante
André Castro

Quantos F-15 são operados pela USAF ?Será que Israel não vai tentar mexer os seus pauzinhos para tentar barrar uma possível venda em que o deixe em desvantagem na aquela região ,não sei não em ,mas em um acordo de 30 bilhões de dolares ,acho meio difícil eles influenciarem em alguma coisa.
off-topic ,TAM e LAN anunciaram fusão.

Henrique Sousa
Visitante
Henrique Sousa

Eu queria um F-15 com qualquer radar…..

Trocas 1:1 sempre são um acréscimo considerável de capacidade, mesmo entre aeronaves da mesma família. A disponibilidade cresce fora o ganho de desempenho dos sistemas.

Edmar
Visitante
Edmar

Caros Amigos Henrique Sousa, André Castro, Colt, Giordani e outras amigos do Blog… Se pelo menos o Brasil tivesse adquirido umas 72 unidades dos caças suécos “Saab Gripen JAS 39” (60 monoposto e 12 biposto) para equipar 6 esquadrões, teriamos um poco mais de segurança e já não estariamos com tantos aviões defasados como os “F-5”. Os “Saab Gripen JAS 39” com seus sistemas atualizados podem disparar misseis ar-ar sofisticados como os “Iris T (alcance de 20 Km)” e os “Meteor (alcance de 100 Km). Os suecos não são bobos e sabem fazer bons aviões, já que eles tinham que… Read more »

Sopa
Visitante
Sopa

Caça nenhum serviria para o Brasil, já que nem tiros ou mísseis disparamos por falta deles, imaginem o F-15 aqui, detecta mas não atira !

Merecíamos mais para nossas FA´s

Tristes sDs,

Leandro
Visitante
Leandro

Alguem ai sabe dizer por que foram oferecidos ao Brasil os F-18SH e não os F-15?

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

F15 fora da nossa realidade totalmente….Senão me engano a hora dele está na casa dos US$40000/h.

Desempenho superlativo custa caro.

Alexandre Galante
Visitante
Member

Rodrigo, não é tudo isso não, o F-14 era US$ 25.000 a hora.

Galileu
Visitante
Galileu

técnicamente o F15 é mais avançado que o SH, cumpre mais missões tem maior raio de combate e etc….

é a melhor aeronave ocidental que a Aeronáutica poderia operar, uma pena mesmo……..

Wagner
Visitante
Wagner

Edmar, a Russia não apresenta mais qualquer tipo de ameaça a Suécia. Moscou que fabricas da Volvo e não atacar Norkopking.
Nossos F5 são a coisa mais barata disponivel, entao, fiquemos com eles. Não tem dinheiro para mais que isso.
Sonhar com Gripens, como eu sonhava meses atras, é utopia…

Alexandre Galante
Visitante
Member

O pessoal tem que lembrar que o F-15 foi projetado desde o início como avião de SUPERIORIDADE AÉREA, com requisitos tirados da teoria de E-M de John Boyd. O F-15 é recordista de vitórias em combate aéreo. O Super Hornet é derivado do Hornet, que é um caça-bombardeiro. O Super Hornet é outro avião, mas ainda assim não consegue competir com o F-15 em performance. São aviões projetados com requisitos e objetivos bem diferentes e mercados distintos. O curioso é que o F-15 acabou virando avião de ataque (Strike Eagle) e o Super Hornet acabou substituindo o F-14, de defesa… Read more »

Baschera
Visitante
Baschera

Na boa, quando vejo uma única compra ou pacote, no valor de Us$ 30 bi, é que eu caio na real e vejo……. como o Brasil é pobre.

A Arábia Saudita tem um PIB de Us$ 546 bi e um orçamento de defesa anual de Us$ 34 bi (Dados de 2009).

Sds.

rodrigo ds
Visitante
rodrigo ds

Que venha os F15 das Arabias já que gostamos de produtos 2º mão mesmo, mas que é bem melhor que os nossos, isso não resta nenhuma dúvida !!! Seja bem vindo F15 !!!!

ezeca
Visitante

Baschera:
Os governos fizeram muita “M”!! com a FAB.
Porem o Brasil não tem 1/3 da necessidade de aviação de caça
da Arábia Saudita .

e os Tornados e F-15 ñ seria uma opção em caso de cacelamento do FX-2,
ou ate chegar os vetores selecionados. me corigam se eu tiver errado
mas eles devem estar em um estado melhor que os mirrages/sucatas.

stock
Visitante
stock

Ex-Piloto-Brevê 9634 (1960).
Peço opiniões:
O F-15 Silent Eagle não seria o melhor caça para FAB?

zorann
Visitante
zorann

Eu comento neste site a pelo menos uns dois anos (se não me engano). porém fazia vários meses que não comentava por aqui. Desde que foi lançado o FX-2, defendo a compra do NG para nossa FAB (por vários motivos já expostos em muitas postagens aqui no blog). Sempre fui criticado pelas viúvas do SU-35 e do Rafale. Porém tenho percebido que as opniões dos leitores tem mudado de tempos para cá. Todos nós começamos a perceber (por vários motivos) a grande besteira que seria a FAB adquirir o Rafale no FX-2. Hoje, vendo a impossibilidade maior na escolha do… Read more »

Henrique Sousa
Visitante
Henrique Sousa

Acho muito difícil o assunto “aviação” fugir do FX, e com este tópico não esta sendo diferente……hehe Vou mais uma vez colocar minha opinião: o avião escolhido tem que ser o que permitir à FAB voar mais. Você luta como você treina. Se a parceria estratégica tão falada com os franceses funcionar, e o GF DE FATO se comprometer a bancar o funcionamento e integração de armar no Rafales, muito bem vindos. Se o Gripen for de fato mais barato, e for o que mais será voado e integrado com os parcos recursos da FAB, muito bem vindo. Se o… Read more »

Antonio M
Visitante
Antonio M

“…O F-15 Silent Eagle não seria o melhor caça para FAB? …”

Caro Stock,

Na minha humilde opinião, de defensor do Gripen NG, realisticamente falando creio que não seria viável por causa do custo de operação, não pela máquina que considero fantástica mas, com a hora de voô um tanto cara para a FAB, talvez.

Outra coisa, é a doutrina a ser seguida pela FAB. O F15SE seria utilizado como? Da mesma forma que o Mirage IIIE, para interceptação/superioridade aérea? Ou também para ataque? Em quantas bases, uma somente ?

Como vê, a questão se desdobra ……

abçs.

visionario
Visitante
visionario

Os Sauditas são uns otarios pois estão dando dinheiro para o seu mais terivel inimigo os EUA.