Segundo o The Wall Street Journal, os primeiros caças F-16 de fabricação americana estão a caminho da Ucrânia e deverão estar operacionais ainda neste verão, conforme anunciaram os governos dos EUA, Holanda e Dinamarca.

A entrega dos F-16 marca a progressão do apoio ocidental à Ucrânia, fornecendo armas mais avançadas à medida que o conflito com a Rússia continua. Inicialmente, os EUA bloquearam a Polônia de fornecer aviões de guerra de fabricação soviética para a Ucrânia, temendo uma escalada russa.

O anúncio, feito durante o segundo dia da cúpula da OTAN em Washington, enfatiza o esforço da aliança de 32 membros para fortalecer as forças armadas ucranianas. Isso também ilustra os desafios enfrentados pelos aliados ocidentais de Kyiv em treinar pilotos ucranianos suficientes, entregar os aviões e armá-los com armas eficazes. O Secretário de Estado Antony Blinken afirmou que esses jatos voarão nos céus da Ucrânia neste verão para ajudar na defesa contra a agressão russa.

Os governos dinamarquês e holandês iniciaram a transferência das aeronaves para Kyiv. A Holanda prometeu um lote inicial de 24 aviões de guerra, enquanto a Dinamarca enviará 19. Outros detalhes não foram divulgados por motivos de segurança. Bélgica e Noruega também se comprometeram a fornecer F-16s, com a entrega prevista para uma data futura.

O presidente Biden anunciou em março de 2023 o apoio dos EUA ao treinamento de pilotos ucranianos para operar jatos ocidentais, incluindo os F-16s. Até então, os EUA consideravam que fornecer esses jatos seria muito caro e demandaria um treinamento extensivo. Os oficiais ucranianos afirmam que esses aviões de combate ajudarão a derrubar mísseis russos e a reforçar as linhas de frente contra as forças de Moscou.

Ainda não está claro se a Ucrânia receberá mísseis ar-ar em quantidade suficiente para fortalecer significativamente suas defesas. Muitos países da OTAN hesitam em fornecer mísseis avançados devido ao risco de esgotar seus próprios estoques. Além disso, é possível que os países doadores restrinjam o uso desses mísseis para ataques dentro do território russo.

A disponibilidade de pilotos e pessoal de manutenção treinados pode limitar a capacidade da Ucrânia de operar os jatos avançados. O porta-voz do Pentágono, Maj. Gen. Pat Ryder, afirmou que há mais de uma dúzia de pilotos em treinamento na Dinamarca e nos EUA, mas os detalhes sobre quantos completaram o treinamento não foram divulgados.

O anúncio ocorre logo após a promessa de Biden de que os EUA, Alemanha, Holanda, Romênia e Itália fornecerão defesas aéreas adicionais à Ucrânia, essenciais para proteger as cidades ucranianas sob ataque das forças russas.

Subscribe
Notify of
guest

175 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Angus

Já passou o tempo de acabarem com a guerra, a Rússia se retira e a Ucrânia não entra na OTAN.

Simples.

Já é hora de contar os mortos e acabar com essa insanidade.

Camargoer.

Exato. Ao invés de mandar mais armas é preciso um cessar fogo imediato.

Outro ponto. Esta guerra só vai acabar quando os dois países envolvidos, Ucrãncia e Russia se reunirem… fazer conferência sem a presença da Rússia ou da Ucrãnia não faz sentido

Hcosta

A Rússia se retirar e um cessar fogo imediato são duas coisas diferentes…

Camargoer.

Concordo.

Cessar fogo é interromper as hostilidades, interromper os combates.
De modo algum um cessar fogo significa o fim da guerra.

Por isso, é possível um cessar fogo imediato.

Outra coisa são os dois países se sentarem e decidirem os termos que definirão o fim da guerra. O que eles vão decidir é lá com eles. Eu não sou capaz de definir quais são os termos para uma paz denitiva na regão.. isso é uma negociação

Mars

__________ Você tem um país que foi invadido e você quer que a vítima sente na mesa com o criminoso para negociar um cessar fogo?! _________________ A existência da Ucrânia como nação depende deles lutarem até o último homem se necessário e usarem toda a ajuda possível.
Moscou começou com a Crimeia, agora foram 4 territórios Ucranianos e só vai para quando Kiev for um Estado Fantoche!

EDITADO. MODERE O LINGUAJAR E MANTENHA O RESPEITO.
LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.aereo.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Camargoer.

Caro. Para situações criminais, existe a justiça. Curiosamente, para conflitos civis existem as Audiências de Conciliação, nas quais as partes conflitantes se encontram e se sentam á mesa, junto com um moderador, para buscar um acordo.Conflitos entre países são uma catástrofe humanitária. Civis morrem ou são feridos.. famílias abandonam suas casas e buscam refúgio em outros países.. a infraestrutura civil é destruída… extensas áreas são degradas, seja por material tóxico ou por munição não-deflagrada ou campos minados..Eu realmente defende insistentemente na necessidade de um imediato cessar fogo e, na sequência, que os dois países comecem uma negociação de paz… os… Read more »

Last edited 5 dias atrás by Camargoer.
Mars

Ainda bem que pessoas como você não estavam no poder em 45. Se não teríamos sentado à mesa com Hitler para negociar um cessar fogo…

André Macedo

E fizeram isso de certa forma, britânicos e franceses “entregaram” os Sudetos, os soviéticos assinaram um Pacto de Não Agressão… Fizeram concessões pra evitar uma guerra que, como visto, foi devastadora. Foi certo? Discutível, mas eu acredito que sim, a guerra sempre deve ser a última opção (mas deve sempre ser uma opção)

Camargoer.

Foi uma pena que pessoas como eu não estavam no poder em 1914

Carlos

Conta fake porque mesmo não concordam em muitos aspetos Camargo é suficientemente inteligente para não escrever este comentário

Carlos

Achas que não houve tentativas ou até mesmo acordos?

Carlos

De certeza que esse comentário não é meu

Last edited 5 dias atrás by Carlos
Carlos

Nem esse é meu.

Camargoer.

Nem meu… credo… parece que tem um espelho fantasma

Carlos

Falar dos Sudetos e dos soviéticos em 1914? Só mesmo para ignorante.

Carlos

Não vale a pena debater este assunto porque não entendem. Ninguém se lembra do acordo entre Hitler e Chamberlain e do regresso deste último com ar triunfante exibindo um papel assinado por Hitler e os Sudetos passaram para a soberania Nazi, e uma semana depois a Tchecoslováquia foi completamente invadida por Hitler e neste ponto se pode resumir que não vale a pena nenhum acordo com Putin Hitler. Todo o mundo acha que esta guerra está indo longe demais, como tal é necessário um acordo de paz. Fica uma pergunta qual acordo de paz? Sabendo que a Carta das ONU,… Read more »

Carlos

O que o pessoal deseja é que não morram mais ucranianos. Se continuar assim vai ter mais armas que população.

Ah! pelo amor de Deus nosso Senhor Criador dos céus e da terra….

Não estou torcendo para Rússia!

NBS

Nesse caso, não se aventou essa possibilidade, pois Hitler decidiu ir até o fim, resultando em uma vitória inconteste dos aliados, com um saldo assombroso de mortes de militares e civis.

Rinaldo Nery

Quer que a população seja dizimada? Sabe o significado da palavra “perder”?

Mars

Você aceitaria perder se fosse o Brasil? Aceitaria que o seu país se transformasse em um fantoche de outra nação?

Marcelo

Ja somos fantoches de outra nação (u.s.a e otan).
Nao podemos mais comprar materia de guerra nem de russos e nem chinesses pq os americanos acha ruim.
E so voce olhar a avibras deixou de vender 49% das acoes para a norinco por causa das ameaças das sanções americanas e europeia.
O brasil é uma colonia americana e européia.

Rinaldo Nery

Quem não tem poder militar perde. Simples assim. Não tem que espernear. A Ucrânia já perdeu.

LUIZ

“Você aceitaria perder se fosse o Brasil? Aceitaria que o seu país se transformasse em um fantoche de outra nação?”

E a Ucrânia não é fantoche dos EUA?

Carlos Campos

Ideal muito bonito, mas assassino, pra vc essas vidas são só números, pros russos e ucranianos, são irmãos, pais, tios e etc.

Santamariense

Mas, o problema de quem defende um cessar fogo ou o fim da guerra não entende, é que nem russos e ucranianos, pelo que se tem observado, não querem isso!! Enquanto só dois países não quiserem acabar com a guerra, ela vai continuar.

Carlos

Onde estavam os “ocidentais” quando a Rússia invadiu a Ucrânia? Lembremo-nos da cronologia dos fatos, quando uma coluna de militares russos com 40 km estava às portas de Kyiv e só neste momento Biden ofereceu para que os EUA retirassem Zelensky de Kyiv, ao qual Zelensky respondeu que “não necessitava de carona, mas necessitava de armas para lutar” e que só após esta declaração o “ocidente” tratou de enviar armas para que os ucranianos se pudessem defender. Ideal assassino mas épico por lutarem pela sua liberdade e independência que provocou admiração no mundo inteiro e estupefação no Kremlin que não… Read more »

Tiago

Onde estavam os os ocidentais na invasão do Iraque? Invadindo e claro .

Rinaldo Nery

Essa história de “épico” é uma bobagem. A Ucrânia nunca vai vencer esse conflito. Não importa mais se o Putin é o bandido. O País tá destruído, a população morrendo. Chega de matança. Assista o documentário “20 dias em Mariupol”. A Ucrânia vai perder território, sim. Chega de insanidade. Zelensky foi é burro.

Carlos

Isso é o que a propaganda quer que as pessoas acreditem, mas eles sabem que estão por um fio e que a própria Rússia está lutando para não se desagregar e desaparecer do mapa tal como ela existe. E burro é aquela que não pensa com os neurónios mas pensa com o medo, e já houve na história quem dissesse mais vale ser rainha por um dia do que duquesa toda a vida e muita gente pensa que mais vale ser livre com uma grama de ouro, do que escravo debaixo de uma tonelada de ouro. No dia 11 de… Read more »

Rinaldo Nery

“Rússia desaparecer do mapa”. Aqui se lê de tudo!

Carlos Campos

tu esqueceu de dizer que o Boris Johnson falou pro Ze não se render e nem negociar com eles, o Ze sabia que essa guerra ia ser dificil, e muita gente ia morrer, ao invés de tentar um acordo, só fica mendingando armas.

Carlos

Houve uma invasão e os ucranianos defenderam-se mesmo antes de qualquer ajuda ocidental, inclusive destruíram uma brigada de paraquedista russos que tentou ocupar o aeroporto de Hostomel e foram obuses da era soviética que destruíram a coluna militar russa de 40 km, com a ajuda de um drone de uma criança para corrigirem os tiros, e tudo isto antes da chegada dos primeiros misseis Javelin, como tal isso do Boris aconselhar o Zé não passa de uma manobra de propaganda da Rússia para disfarçar o desaire que estava ser a invasão (operação militar especial) russa da Ucrânia, que era esperada… Read more »

Vitor

O Zelensky vai ser lembrado como o maior carniceiro do ucranianos.

Rinaldo Nery

Exato.

Carlos

Isto é um local de debate e não um jardim escola para ________________

EDITADO:
2 – Mantenha o respeito: não ataque outros comentaristas.

Carlos

Às piadas e ao humor responde-se com piada e humor. Lamento muito que tenha sido editado e já não aguento com determinadas piadas que estão mais do que gastas.

Iran

Você defende a continuação da guerra porque não é um jovem ucraniano que saiu de casa pra ser dilacerado numa trincheira suja, a vida não é igual um jogo de guerra. Além do mais, relações internacionais não são comparáveis com situações domésticas, como a Ucrânia vai negociar a paz sem a Rússia? Vai fazer as propostas para uma parede? Fora que a frase: “a existência da Ucrânia como nação depende deles lutarem até o último homem se necessário” não faz sentido, porque se a Ucrânia lutar até o último homem não haverá mais Ucrânia.

Carlos

Se os ucranianos deixarem de lutar é o genocídio da língua, cultura e povo ucraniano irá desaparecer

LUIZ

O gv ucraniano já tava fazendo isso eliminando tudo que era russo da Ucrânia desde 2014.

Carlos

Isso apenas faz parte da propaganda, Zelensky é russófono, nasceu em Kryvi Ryi, mas os pais são russos e nasceram na Rússia, Zelensky apenas aprendeu falar e escrever ucraniano com 17 anos e mesmo assim não era grande conhecedor da língua. Quase toda a população ucraniana sabe falar russo, Mais de 40% da população de Kharkov é russófona e estão a ser mortos por bombardeamentos russos, em 2014 Putin invadiu a Crimeia e quis iniciar uma guerra nos Oblast de Donetsk e Lugansk, onde mais de 50% da população é russófona, mas não tinha russófonos que quisessem iniciar um conflito… Read more »

Last edited 5 dias atrás by Carlos
LUIZ

Morreram mais civis em Belgorod do quê em Karkiv. Se a Rússia fizesse igual os EUA e Israel hj teríamos mais de 500mil civis ucranianos mortos.

Carlos

Sabes quantos civis morreram em Belgorod e quantos morreram em Kharkov? Deixa-te de especulações, fakenews e propagandas e apenas te recordo que Kharkov foi a primeira grande cidade ucraniana a estar sitiada, ao ponto de construírem escolas nos acesso ao Metro. Se queres misturar Ucrânia e Gaza é um problema teu, porque eu não acredito em especulações nem em quem necessita de mártires para poderem ser vistos no mundo e claro, alguns otários acreditarem em tudo o que dizem.

Rinaldo Nery

Vai nada.

Hcosta

Fica difícil defender uma posição sem saber quais são as consequências. Já discutimos anteriormente mas o que defende não é uma repetição dos tratados de Minsk o que teve apenas como resultado, não a resolução do conflito mas apenas uma pausa? A Ucrânia ganhou alguma coisa com o cessar fogo? Não seria apenas uma questão de tempo até se organizar e derrotar as forças “pró russas”, limitadas a uma pequena área? Sem saber o que Putin quer e me parece que quer sair do buraco que escavou mas não consegue sem perder autoridade, que negociações haverá a fazer? E me… Read more »

Camargoer.

Então, se a paz é um buraco, vamos distribuir pás e enxadas

Considerando o desastre humanitário que está acontecendo, o primeiro passo é o cessar fogo.

O segundo passo é iniciar as negociações de paz envolvendo os dois países.

São coisas diferentes cujo objeto é o mesmo: o fim do conflito

Um cessar fogo é mais fácil que o fim do conflito.

Last edited 5 dias atrás by Camargoer.
jairo

Europeus não ligam pra vida. principalmente de povos eslavos, africanos e qualquer outro que eles consideram “incivilizados”.
Se fosse uma França por exemplo, já teriam assinado a rendição. Agora o ucraniano tem a obrigação de ser herói.

Sds,

Jairo

Hcosta

Haverá etnia mais Europeia do que os Eslavos???

Fabio

Do que está falando, em todas as grandes guerras e revoluções quem morreu na faixa de milhões foram exatamente os Europeus e não os “incivilizados” citados.

Last edited 4 dias atrás by Fabio
Camargoer.

Nem tanto…. creio que o número de mortes durante o Terror na revolução francesa foi da ordem de 20 mil. É um número astronômico considerando o tamanho da população francesa no período. mas jamais chegou a milhões.

A guerra da secessão nos EUIA resultou em cerca de 600 mil mortos

Hcosta

ou, como argumentei anteriormente, um cessar fogo é o prolongar, ou adiar, o conflito favorecendo a Rússia…

Para a Ucrânia e quem os apoia um cessar fogo é o primeiro passo para a paz.
Para o regime de Putin, um cessar fogo é uma distração e uma oportunidade para consolidar e preparar a próxima vaga de ataques.
Como já fez no passado.

Camargoer.

Caro. Um cessar fogo é interromper os combates.

O que irá interromper a guerra será uma conferência de paz entre os dois países.

Supor que um cessar fogo ajuda a Russia e prejudica a Ucrãnia carece de uma discussão mais detalhada.

Há muito tempo defendo o fim da guerra. O cessar fogo é o primeiro passo para preservar a população ucraniana e a infraestruura civil

Carlos

Falta mencionar se existe alguém que acredite na palavra de Putin, que hoje é uma, mas amanhã é o seu contrário.

Camargoer.

Caro. Um cessar fogo é independente das frases e retórias dos dois presidentes. A partir do momento que se ordena que as tropas cessem os combates começo o cessar fogo.

Foi assim que a I Guera acabou.

A II Guerra acabou com a vitória incontestável de um dos lados

Este conflito se parece mais com a I Guerra que teve um aspecto de guerra de atrito

Carlos

Um cessar fogo só iria beneficiar a Rússia, e no caso só se ambos quisessem. Tentar comparar esta guerra com a I guerra é um erro porque a I guerra começou com o assassinato do Imperador austro-húngaro e a exigência deste império pela entrega do nacionalista autor do assassinato, etc. etc. etc. e esta guerra começou com ambição de Putin em aumentar o território da Federação da Rússia, já que a Ucrânia tinha declarado a sua independência em 1917 e que durou até 1921. Com o fim da URSS a Ucrânia voltou a declarar a sua independência em 24 de… Read more »

Jack

Infelizmente, será muito difícil que seja aconteça dessa forma…ainda haverá muito derramento de sangue.

André Macedo

O problema é que a Rússia não vai se retirar das terras ocupadas, e um tratado de paz entregando-as pros russos corre o risco de mostrar ao mundo que “vale a pena” invadir países dessa forma.
É fato que a OTAN é só mais um instrumento de dominação ocidental disfarçado, mas isso não justifica uma invasão russa da forma que ocorreu.

Camargoer.

Eu não sei quais seriam as exigências, condições e concessões de um tratado de paz entre a Russia e a Ucrãnia. Creio que ninguém sabe porque os dois países jamais se sentaram para discutir isso.

Sou incapaz de dizer quais os termos da Russia e da Ucrãnia para o fim da guerra, mas o cessar fogo é independente disso.

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

A Rússia ja deixou claro que não abre mão da Crimeia, nem dos territorios ocupados a partir da 2022.

A Ucrânvia deixou claro que não aceita perda territorual alguma, incluindo a Crimeia.

Li isso no noticiário, durante esta guerra.

Camargoer.

Isso é lá com os dois que vao se entender…

O cessar fogo é independente de qualquer condição para um tratado de paz.

NBS

A OTAN patrocinou o enfrentamento com a Rússia e agora banca a guerra na Ucrânia, terceirizando as consequências dessa luta. Ela se encontra em uma encruzilhada: como justificar às suas populações que 32 países estão fornecendo vultosos recursos dos contribuintes, já assolados pelo desemprego, impostos e queda acentuada da atividade econômica, e que agora precisam pagar mais pela energia, sem terem obtido a vitória contra a Rússia? Os EUA são os mentores dessa aventura em que a Europa se meteu. Porém, não há vitória a ser encontrada entre países que podem aniquilar o mundo. Um erro de cálculo e é… Read more »

Chris

Russia quer os territorios, amigo… Tenta conquistar cada vez mais ! Tem nada haver com OTAN não !

Hcosta

A OTAN passou de ser uma organização inútil e decadente para a maior ameaça à Rússia, isso tudo de um dia para o outro, segundo a propaganda Russa… Como iriam “vender” a invasão de um país irmão se não houvesse uma “ameaça” muito maior? Não é por acaso o discurso dos nazis, fascistas da UE (com o pormenor de os fascistas europeus serem financiados por Moscovo), decadência do Ocidente, etc… Tal como o argumento da OTAN, são usados para desviar as atenções dos problemas internos. Podem fazer as promessas que quiserem para que a Ucrânia não entre na OTAN mas… Read more »

Vitor

Concordo… porém os financiadores não querem pois a Otan do passado não existe mais o propósito hoje é continuar mantendo o domínio global.

Carlos

Existe um pormenor que não contas.
Putin pediu ao antigo Secretário Geral da OTAN, George Robinson, que a organização convidasse a Rússia a entrar na OTAN e ao pedido feito Robinson respondeu, a OTAN não convida ninguém, quem quiser entrar faz o processo de adesão e se os membros da OTAN aprovarem, esse candidato entra na organização. Não existe na OTAN quem tenha sido forçado a entrar contra a sua vontade.

Groosp

A Rússia só sai de lá expulsa.

Carlos

Ou será expulsa ou então Putin desaparecerá do mapa e a Rússia sairá pacificamente

Carlos Campos

E a Crimeia fica com a Rússia, já deu, tá morrendo muita gente, nenhum lado sai humilhado nesse acordo

Iran

Infelizmente acho que nessa altura a Rússia não iria abandonar Luhansk e Donetsk, a menos que a Ucrânia cedesse, igual o Zelensky já tinham planejado em 2022 (com o Boris Johson pedindo ao Zelensky para n ceder), mas também acho que a agora em 2024 a Ucrânia não aceitaria.

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

Concordo, mas nem Putin, nem Zelenski pensam assim….

Camargoer.

Fábio.. é muito difícil fazer análises supondo o que um ou outro pensam…. o método mais apropriar é avaliar os fatos e montar o quebra cabeças…

Tentar fazer avaliações psicológicas ou personalíssimas, tentando descobrir o que um ou outro pensam, quase nunca ajudam a compreender uma situação. Impressões pessoais, como por exemplo opiniões de diplomatas ou pessoas próximas, são imprecisas.

O trabalho de inteligência é feito coletando informações (muitas de fontes abertas) que compor cenários… quanto mais corretas são as previsões, melhores são os cenários.

Last edited 2 dias atrás by Camargoer.
Heinz

Ai eu concordo 100%, a questão é que a Rússia não quer se retirar.

Victor

A Rússia não se retira, esquece. Pode até abdicar de PARTE dos territórios ocupados no oeste, mas certamente territórios a ucrania perderia para uma eventual conclusão do conflito. Um meio termo interessante para a Ucrania talvez seja a adesão dela por parte da União Europeia, talvez a Russia não complicaria. Mas entrar pra OTAN também seria abrir mão da paz

sergio S.

Só por curiosidade, quanto tempo demorou esse treinamento para os pilotos ucranianos? 1 ano?
E quanto tempo demora para se formar um piloto americano de F-16?

Rodolfo

Anos, anos, talvem uma decada, ate weapon instructor que sao os pilotos capazes de organizar missoes, liderar esquadrões e extrair o maximo da aeronave. Provavelmente os pilotos ucranianos vao operar com missao e objetivos bem limitados, e provavelmente apoiados por pilotos europeus e americanos.

https://youtu.be/5f8g8BCTtF8?si=SWJ5-iAz5HrXgJUt

Rodrigo G C Frizoni

Eu acho que as primeiras turmas foram de pilotos ja formados com experiencia, ai acho que esses treinaram por uns 7 meses. Os novos eu não faço ideia

Rodolfo

Eles tinham mandado novos pilotos sem muita experiencia enquanto os mais proficientes continuaram a operar os Mig29, tambem parece que pilotos com formação sovietica nao se adaptam bem a treinamento e avioes ocidentais

Maurício.

“Os oficiais ucranianos afirmam que esses aviões de combate ajudarão a derrubar mísseis russos.”

Vão ajudar sim, assim como os Patriot eram para ajudar a também derrubar mísseis russos, claro, isso na teoria, já que na prática, tem mísseis russos caindo em Kiev em tudo que é canto, inclusive acertando hospital infantil!

Na minha opinião, os F-16 tem que serem usados para bombardear tropas russas e para confrontar os Su-34, nessas funções ele pode dar muita dor de cabeça para os russos, claro, isso também na teoria, vamos ter que esperar para ver como vão se sair na prática.

Camargoer.

Olá Maurício.

De fato, é uma ajuda para a Ucrânia em vários sentidos. Sou descrente que isso significará uma superioridade militar para a Ucrânia que irá miudar o curso da guerra.

O problema mais grave é o setnido político… isso signiifica um envolvimento mais intenso dos EUA e da Europa na guerra… este tipo de coisa sempre dá errado

Maurício.

Camargoer, por mim, essa lenga-lenga dessa guerra, esse atoleiro que a Rússia e por tabela a OTAN se meteram, já teria acabado há muito tempo, na minha opinião, isso já se tornou uma novela mexicana, e onde tem guerra, tem alguém lucrando, e enquanto o lucro for maior que as consequências, a guerra não vai ter fim, infelizmente.

Camargoer.

Concordo. Esta guerra está destruindo a infraestutura civil na Ucrãnia, resultou em quase 5 milhões de refugiados ucranianos… fiz uma estimativa de cerca de 50 mi mortos (civis e militares) somando os dois lado. praticamenteo metade de civis, incluindo crianças… sem falar nos feridos

É uma guerra que precisa parar.

Fernando Vieira

Se parar pra pensar, quem cedeu os caças a Ucrânia precisará de outros para recompor sua frota, provavelmente F-35, fora armamento e munições. Quem produz isso está lucrando horrores, sem o risco do filho deles estar nessa guerra pra morrer. Vale o mesmo para o lado russo pois você não acha que filhos de oligarcas russo estão sendo convocados não é?

E quando essa guerra acabar ainda será preciso reconstruir a Ucrânia. E ainda precisarão dos russos para serem uma ameaça que justifique vender mais armas.

Tem gente ganhando e não é pouco. Enquanto tem gente morrendo.

Tiago

Multiplica por 10

Camargoer.

O número de baixas (mortos e feridos) deve estar em 500 mil, somando os dois lados.
O número de mortes deve ser algo como 10% das baixas, ou cerca de 50 mil

Last edited 4 dias atrás by Camargoer.
Willber Rodrigues

Quem tá esperando dogfight’s de F-16 versus. SU-35, pode esquecer. O máximo que dá pra fazer com esses F-16 ( partindo-se do princípio de que eles realmente cheguem na Ucrânia, já que isso virou novela… ) é de servirem de lançamento pra armas de longo alcance, e isso sobrevoando território amigo, longe da linha de frente. No dia em que o 1° F-16 aparecer no radar russo, eles se tornarão o prêmio n° 1. Cada piloto e operador de AA russo fará de tudo pra abatê-lo, e o dia em que aparecer a foto do primeiro F-16 abatido, será feriado… Read more »

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

Se a Ucrania lutar com Migs29, SU27, F35, F22, F16,F5, F18, A29 ou mesmo A37 Dragonfly, vai ser a mesma coisa, guerra é guerra, não é a procedência da arma do inimigo que fará a Rússia lutar mais e melhor…

carvalho2008

Estes F-16 não terão nem serão para combate ar-ar…

Irão voar igual um SU-25, rasante onde for possivel e na maioria das vezes, recuados, abatendo misseis de cruzeiro e drones….entendam isto….

Na Ucrania, não tem avião voando alto…..

Hcosta

Os ataques sistemáticos às baterias AA na Crimeia poderão indicar o passo seguinte.
E os mísseis HARM serão mais eficazes nos F-16.

Atacar pelo mar Negro, com a Marinha Russa enfiada nos portos e as bases aéreas sob ataque dos ATACMS, poderá ter algum sucesso. E tem ainda a possibilidade de irem armados com harpoon’s.

É um cenário diferente das outras frentes de combate onde em qualquer lugar poderá ter uma bateria AA (curto ou longo alcance) e com uma maior quantidade de apoio aéreo.

Mas também farão isso que escreveu e acrescento o lançamento de bombas guiadas.

carvalho2008

Logico que poderá ocorrer, mas de forma pontual, mestre Hcosta….a verdade é que as baterias antiaereas dos dois lados estão muito eficientes….é por isto que nenhum dos lados voa alto proximo a area de conflito…quem voa, cai…ate AEW que fica bem afastado ja caiu….um SU-34 lá….apesar de bela maquina, voa como subsonico ataque baixo….vejam que lá, o conflito envolveu todos os cenarios, do assimetrico ao simetrico…mas na ala aerea, para fazer frente as baterias de ultima geração, precisam ser modelos 5G….e nem a Ucrania os tem, nem a Russia quer arriscar cair um destes e ter os destroços analizados…

Iran

SU-27 e o MiG-29 também tem praticamente essa função, isso não impediu a Rússia de abater vários no combate ar-ar, fora os destruídos em solo e por mísseis terra-ar.

carvalho2008

Desconheço combates ar ar, mestre Iran, os que tiveram foram muito pontuais….

Felipe

desconhece pq a midia ocidental não divulgou nada, afinal deu bem ruim para os Ucranianos. Os Su-35 e MiG-31 com misseis R-37M fizeram a festa nos ceus de lá (confirmados por proprios oficiais ucranianos).

Iran

Ocorreu o mesmo com os SU-24, complementando meu comentário acima.

Nilo

Os caças Sukhoi Su-35S realizam diversas missões de patrulhamento aéreo na região de Avdiivka, em território ucraniano também na Criméia, com objetivo de evitar que aeronaves ucranianas decolem dos aeródromos para ofensivas contra as tropas russas.
Assim permanecerão.
Para EUA será um laboratório interessante, apesar de dizerem, que o uso do F-16 não seja para uso direto contra os caças russos sabem que em algum momento isso ocorrerá. Preocupação com a população civil é a mesma que tiveram no Iraque, Afeganistão, rsrs.

carvalho2008

Muito nas bordas…..mestre Nilo e pontualmente….a verdade é que contra baterias aereas de primeiro nivel como são as de lá….somente caças de 5a geração….mas ninguem quer arriscar isto lá….nem de um lado, nem de outro….isto por si mesmo ja prova que a Ucrania não é alvo de 1a linha estrategica…todos economizam o seu melhor para um risco de 2a. rodada abarta e franca, e ninguem quer arriscar um 5a. geração caindo e sendo desnudado pelo adversario, de qualquer lado…veja que ate AEW que por natureza voa alto e afastado, já caiu….

Carlos Campos

PATRIOT, S300 e etc são sistemas AA e não escudos mágicos

Maurício.

“não escudos mágicos.”

Eu te garanto que tem um pessoal aqui na trilogia, que realmente acha que Patriot e S-300/400 são escudos mágicos…

Orivaldo

Espero que ajudem. A Rússia está atingindo hospitais infantis com esses mísseis

Tiago

Alguém forneceu um nassam pros russos .

Maurício.

“A Rússia está atingindo hospitais infantis com esses mísseis.”

Pois é, o Patriot e outros sistemas de defesa aérea fornecidos pela OTAN não foram efetivos…

Orivaldo

É só não mirar nos hospitais não?

Maurício.

Ué, mas o Patriot e demais sistemas de defesa aérea fornecidos pela OTAN não eram para ajudar a defender a Ucrânia e Kiev como um todo? No papel o Patriot e demais sistemas da OTAN são os “game changer”, na prática, são uma peneira, e para você não ficar de mimimi e blá blá blá, pode colocar os S-300/400 nesse mesmo balaio!

Willber Rodrigues

Duas coisas:

1- esses F-16, por mais ajuda que sejam hoje, seriam MUITO mais úteis antes e durante a última contra-ofensiva ucraniana, que fracassou justamente pela falta de apoio aéreo;

2- falando na mesma contra-ofensiva, outra coisa que ajudou seu fracasso foi o tempo que deram pros russos em se preparar pra ela, da mesma maneira que, até esses F-16 chegarem, os russos TAMBÉM já estarão preparados pra eles.

Mas é aquilo, cavalo dado…

Iran

Importante mencionar que ambos os eventos foram extremamente noticiados, os ucranianos chegaram a fazer “trailers” da contra-ofensiva, como se fosse um novo Call of Duty ou um novo filme dos Vingadores, e isso meses antes. Se todas essa informações fossem extremamente classificadas talvez tivessem pego os russos de surpresa em algum nível.

Willber Rodrigues

Eu só lembro que, quando o primeiro Abrams finalmente foi a campo na Ucrânia, os próprios ucranianos fizeram trocentos vídeos de Tik-Tok e redes sociais sobre isso.
Os russo fizeram geolocalização com esses vídeos, e bombardearam o local, até destruir o Abrams.

Aposto que os ucranianos farão a mesma coisa com esses F-16…

Rodolfo

Nao tinha piloto e mesmo agora vai ter poucos que irao operar com capacidade limitada e apoiados por weapons instructors europeus e americanos. A questão nao é falta de avioes ou misseis.

Dudu

“os primeiros caças F-16 de fabricação americana estão a caminho da Ucrânia e deverão estar operacionais ainda neste verão”

Vejo isso desde que conflito completou seu primeiro ano. Até agora nada. E os 60 Mirages 2000 prometidos pelo Macron? Cadê?

Maurício.

“Vejo isso desde que conflito completou seu primeiro ano. Até agora nada.”

Eu também dizia isso, mas parece que agora é sério, parece que agora essa novela mexicana vai ter de fato um fim, agora, depois de mais de dois anos de guerra, não tem mais a desculpa da falta de treinamento, parece que agora vai!

Alecs

“E os 60 Mirages 2000 prometidos pelo Macron?” De onde tirou esse número?

Maurício.

Coloca no YouTube:

“Delta Ukraina! 60 Mirage 2000D de Ataque da França para a Ucrânia até o final de 2024.”

Tem um vídeo sobre isso, bem, pelo menos no título está 60 Mirage! Eu não vi o vídeo.

vendéen

Bonsoir Dudu,

É preciso ter paciência, a transformação operacional dos primeiros pilotos ucranianos está em andamento. Normalmente (?) os resultados das eleições legislativas antecipadas significam que a promessa do Sr. Macron será respeitada.
Resta agora ao Presidente Macron e ao futuro Ministro da Defesa definir os contornos exactos da entrega de 12 M 2000-5F. Continua !

Nilo

Marcon: a ressurreição de “Napoleon”.

Moriah

Como eu acho que isso vai acabar: lembrando, não estou aqui pró-rússia, mas sendo mais realista. Num eventual tratado de paz, as 4 regiões da Ucrânia, hoje sob domínio dos russos, ficarão sob administração de Moscou, com os ucranianos residentes mantendo também sua cidadania, além de optar pela russa também. As 4 regiões serão desmilitarizadas, com uma “desminarização” sob supervisão da ONU. Uma força policial e de fronteira seria estabelecida nessas regiões. A Rússia se retira de outras áreas da Ucrânia que não fazem parte das 4 províncias/estados invadidos. A Ucrânia não entrará na OTAN, mas fará parte da União… Read more »

Willber Rodrigues

“(…) mas fará parte da União Europeia e terá liberdade para se armar do modo que achar melhor ou puder, respeitando os tratados de armas as quais assinou eventualmente” A Rússia NUNCA aceitará isso. Eles jamais aceitarão que os ucranianos tenham, por exemplo, mísseis terra-terra de longo alcance, que ameacem qualquer coisa em seu território. “Num eventual tratado de paz, as 4 regiões da Ucrânia, hoje sob domínio dos russos, ficarão sob administração de Moscou, com os ucranianos residentes mantendo também sua cidadania, além de optar pela russa também.” E, depois de todo o sangue derramado, a Ucrânia JAMAIS aceitará… Read more »

Moriah

E depois?

Willber Rodrigues

“E depois?”

Simples:

Ou a Ucrânia vence, ou a Rússia vence.

Nada de cessar fogo por tempo indefinido, como a guerra da Coréia, ou acordo de paz aonde ambos cedem em algo e tocam a vida em frente.

Vai terminar como a WWII: com um lado totalmente vencedor após muito sangue derramado, e um lado totalmente derrotado depois de ainda mais sangue derramado e após o último suspiro.

Rússia ( principalmente ) e Ucrânia já foram longe demais pra que ambos aceitem menos do que isso como “aceitáveis”.

Carlos

Raramente concordo contigo mas é um comentário bem claro, resumido e que acerta na muche, mas quero apenas deixar uma adenda; A URSS foi à falência porque o orçamento para a guerra rondava os 40% e agora a Rússia caminha na mesma direção e os oligarcas que restaram sabem disso e também sabem que já perderam muito dinheiro e também sabem que podem cair, como tal não seria uma surpresa se Putin escorregasse e caísse numas escadas.

Last edited 5 dias atrás by Carlos
Vitor

Quanta papagaida você repete as mesma frase dessa imprensa patrocinada…que diz que a Rússia não tinha munição… põe os miolos para funcionar.

carvalho2008

Não acho….acho que se o Governo da Ucrania mudar, o acordo sai….a populção ja está fugindo do recrutamento obrigatorio….já não tenho certeza se a população quer a continuidade…

Willber Rodrigues

Nessa altura do campeonato, duvido muito que o Zé tenha poder pra negociar com os russos, mesmo se ele quisesse… Na verdade, duvido que o Zé mande em alguma coisa no país a um bom tempo… Se a Ucrânia, depois de todo seu sacrifício e da grana dos contribuintes dos países da OTAN, perder, o povo ucraniano vai pedir a cabeça do Zé, a possibilidade de um golpe, revolução ou guerra civil na Ucrânia não pode ser descartada, e a OTAN sairá com sua imagem arranhada de maneira irreversível. Por isso que a OTAN está aumentando suas apostas. Ninguem envolvifo… Read more »

carvalho2008

ok, mestre Wilber….a OTAN, a OTAN, a OTAN….mas o mote é…..o POVO Ucraniano realmente deseja continuar a guerra?

A OTAN não tenho duvidas….

Mas os Ucranianos já não sei…..o preço é grande….os recrutandos, estão evitando serem recrutados….pode parecer romantico o patriotismo, mas dependendo do mote, pode ser uma escolha entre viver e sustentar suas familias ou atender um apelo de sei lá quem….dos poderosos…quem quer que o sejam…de um lado ou outro…

Willber Rodrigues

Via de regra, a população de quem tem o país invadido pode suportar muita coisa pra se ver livre do invasor. Os soviéticos e chineses na WWII são um excelente exemplo. Mas é claro, eles suportam muita coisa SE ( ênfase no “se” ) a população acreditar que será vitoriosa no final. Enquanto os ucranianos tiverem a OTAN e a mídia ocidental prometendo recursos e vitórias pra eles, a população ainda pode suportar muita coisa. O problema é se chegar no dia em que, mesmo com toda a ajuda ocidental, os russos consigam vitórias que minem totalmente a vontade de… Read more »

Iran

Concordo, é uma guerra existencial para ambos, os dois irão até as últimas consequências, ou perto disso.

carvalho2008

Mestre Wilber….a coisa na cabeça dos soberanos é uma…a coisa na cabeça da população…é outra….lembra das imagens das bombas e misseis caindo no balneario da Crimeia na Praia? quem eram os banhistas ali felizes e vivendo suas vidas??

Carlos Campos

UE tem acordo de defesa, isso nao seria aceito, o ideal seria ela não entrar na UE, mas ter um acordo como Japão tem com os EUA, assim se a Rússia futuramente atacasse a guerra seria imediatamente também contra os EUA, a Crimeia ia ficar com os Russos, ONU não quer gastar dinheiro com isso de ficar patrulhando ali

Hcosta

Somente o Donbass (2 regiões), sob administração da ONU até ser possível um referendo e aceitar o resultado desse referendo. Algo semelhante ao Kosovo, apesar de neste caso, não ter havido um referendo. Se for da vontade popular serem anexados pela Rússia que o sejam. A Crimeia desmilitarizada se continuar sob ocupação Russa. E a Ucrânia não entra para a OTAN… O grande problema é que estes (a proteção das “etnias”, Crimeia como local estratégico, a entrada na OTAN/UE, etc…) nunca foram os motivos para esta guerra… A causa é um regime autoritário que, com o medo de ser deposto,… Read more »

carvalho2008

Mestre HCosta, o pior é o que ninguem está pensando….

“…a Russia conseguiu furar os bloqueios e embargos economicos e montar uma economia de guerra, uma industria de guerra…isto é o pior, pois se a economia e população estiverem vocacionados a uma economia de guerra, quem mudará a economia depois de um plano de paz mesmo que exitoso???…”

por muito menos e dependencia da economia de guerra menor, vimos o que os EUA ja patrocinaram no mundo…..e a Russia?? como ela iria ou desejaria desmontar isto??? é um beco….

Nei

Sim, com certeza as regiões serão desmilitarizadas haha. A Rússia vai deixar só civis naquele local.

carvalho2008

Mestre Moriah, acho provavel, mas o lado Russo não seria desmilitarizado…nesta parte não creio…

não havendo este acordo, acho que o criminoso Putin, usará ogivas taticas em algum local como alerta e bolsão radioativo para que o terreno não seja reocupado….não se deve apostar contra quem não tem moral….

Bispo de Guerra

A temporada de caça aos F-16 será aberta ..rs

E com prêmios em $$$, U$260K para o 1º que for abatido.

🙃

Rodrigo G C Frizoni

A russia vai pagar isso com oq? SAL? KKK

Maurício.

“A russia vai pagar isso com oq?”

Talvez com o lucro dos fertilizantes e outros produtos que eles vendem para os EUA e alguns países da OTAN…😂

Bispo de Guerra

Uma petrolífera russa ofereceu essa quantia… procura no Google “Fores”

Não falta $$$ na Rússia… pesquise , não viva “entubado pelas CNNs”..rs

Bispo de Guerra

comment image

Do livro “F-16 vai dar M” … rs

Felipe

Sem contar que precisa do dobro da distância de um MiG-29 para decolar

Iran

Geralmente pagam com dinheiro

Rinaldo Nery

Agora vai!

Leonardo

Outro Game Changer….

Alecs

“os EUA bloquearam a Polônia de fornecer aviões de guerra de fabricação soviética para a Ucrânia, temendo uma escalada russa.” Essa parte da notícia é sem pé nem cabeça, como diria minha avó. A Polônia não doou os Migs 29 restantes porque ainda não tem substituto 100% entregue. Quando todos os FA-50PL Block 20 forem entregues o que restar dos Migs 29 serão repassados.

Fabio Araujo

Esses F-16 não vão dar o domínio aéreo para a Ucrânia, mas vai dar algum equilíbrio e causar dificuldade para os russos.

Rinaldo Nery

Vai prolongar o conflito pra mais gente morrer. Só isso.

carvalho2008

pois é…..

Camargoer.

Esato.. temos o mesmo ponto de vista sobre esta guerra

Felipe

Esses F-16 não vão fazer nada a mais que os MiG-29, Su-27 e Su-24 da Ucrânia estavam fazendo, aliás, vai ter piora em combate areo com relação aos Su-27 e muito menos capacidade de carga e ataque ao solo que o Su-24, sem contar que precisa de muito mais pista para decolar e pousar que um MiG-29.

Antunes 1989

Rússia deveria tomar a iniciativa de paz e fazer uma proposta real, não a que foi feita anteriormente, beirando a insanidade.

Proposta russa de julho de 2024.

1) Retirada total de militares ucranianos de quatro regiões reivindicadas por Moscou (Donetsk, Luhansk, Kherson e Zaporizhzhia).

2) Ucrânia jamais aderir à OTAN.

Last edited 5 dias atrás by Antunes 1989
Vitor

Amanhã pode ser Odessa .

Camargoer.

Caro. È preciso organizar uma conferência entre os dois países. Provavelmente o acordo de paz. A regra da diplomacia é que todo acordo é ruim para os dois lados de modo equilibrado.

Não adianta a Ucrania chamar conferências sem a presença da Russia nem a Russia apresentar planos de paz.

Vamos lembrar das conferẽncias de Paris que colocaram fim á guerra do Vietnã.

Felipe

Essa é a proposta real e realista…e quanto mais a Ucrania demora para negociar, mais regiões serão agregadas. No começo das negociações, a Russia exigiu apenas Donetsk e Luhansk.

Bartolomeu

Sugiro, humildemente,que leiam o livro “Vinte anos de crise (1918-1938”, de E. H Carr, publicado em 1938 e que se tornou um clássico, por ter previsto que as concessões a Hitler para evitar um confronto antes do que evitar a guerra limitada levaria a uma ainda maior. O argumento é que não adianta fazer concessões para se obter a paz, quando na lógica do outro elas significam demonstração de fraqueza e, assim, estimula-o a novas agressões. A guerra na Ucrânica é horrível, as maiores vítimas são mulheres, crianças e idosos. |Mais concessões a Putin reduzirão esse sofrimento, evitarão novas agressões,… Read more »

Camargoer.

OI. Este livro está dsiponível na internet por um canal do governo federal.

https://funag.gov.br/biblioteca-nova/categoria/cat/38

Fabricio Lustosa

Vão ser usados para produzir grandes notícias midiáticas. Leia-se: atacar a ponte da Criméia (os russos já tem ampla rede por terra para suprir a Criméia) e cidades Rússia adentro (o que vai fazer a opinião pública russa convergir em 100% de apoio a essa guerra e a mão pesar cada vez mais). E, com isso, os rios de dinheiro continuarão e os ratos vão ficando mais e mais gordos (obs: os vários integrantes do governo do boneco “despedidos” já estão curtindo charutos e muita mordomia nos EUA e Europa). A propósito de bombardeios, o recente ataque na praia da… Read more »

Orivaldo

Vão ajudar muito na proteção contra os missies Russos, destruidores de Hospitais Infantil e prédios residênciais

Rinaldo Nery

F-16 não intercepta míssil.

Orivaldo

Essa Guerra anda quebrando paradigmas amigo. Os ucranianos abateram um helicóptero com um sistema de mísseis anti tank

Maurício.

“Essa Guerra anda quebrando paradigmas amigo. Os ucranianos abateram um helicóptero com um sistema de mísseis anti tank.”

Não só essa guerra, os somalis abateram dois helicópteros americanos com RPG anti-tanque, isso lá em 1993…

orivaldo

pra vc ver, quando se está defendendo sua terra pode ocorrer muitas surpresas

Senhor Maskarado

Operação Serpente Gótica em Mogadiscio na Somália que levou no final os EUA e a mídia e seu povo a não intervirem no genocídio de Ruanda lembro disso e do filme Falcão Negro em perigo.

Vitor

Acredita….a Ucrânia cooptado está vencendo

Rinaldo Nery

É bem diferente. A começar pela velocidade.

Bardini

Fala sério… Os americanos tem toda uma doutrina estabelecida, onde o F-16 atua como plataforma de interceptação de mísseis de cruzeiro.

Last edited 4 dias atrás by Bardini
Felipe

Tá falando de um missil de sistema Patriot que atingiu o hospital numa tentativa frustrada de abater os mísseis russos?

Orivaldo

Leu isso no sputnik ?

Felipe

a Ucrania mostrou a foto dos destroços do missil que atingiu o hospital?

Luciano

Agora “vai”… se vai “voltar”, não sei.

Nilton L Junior

Vai fazer a diferença assim como fez tudo o que enviaram pra lá.

Mario

Sei que soa como absurdo e muitos não irão concordar, mas se a Ucrânia ao invés de agora (por puro interesse da venda de armas, em especial pelos EUA), tivesse recebido ajuda financeira dos aliados durante a queda da URSS, pois a situação dela era muito pior do que a da Rússia na época, não teria sido coagida pelo vizinho mais forte a entregar suas armas nucleares. E dessa forma Putin muito dificilmente teria a facilidade que teve em mostrar sua megalomania, além do desejo de se tornar um equivalente do antigo cargo de secretário geral da URSS, atualmente um… Read more »

Nilton L Junior

Pois é da mesma forma a Rússia e China deveria ter apoiado o Iraque né.

Sergio Machado

Por que não mandam o F15. Nunca “perdeu” um único combate. Viraria o conflito em questão de dias.

Camargoer.

Provavelmente porque o F15 é muito importante estrategicamente para o países que o operam e possuem mais capacidade militar que os velhos F16.

Este aviões são para sustentar a guerra no atual nível. São insuficientes para derrotar a Russia

ERIVELTON

O pessoal fica brigando por causa de ideologias. Existe algum esduto, uma noção de como estes caças combaterão na Ucrania? Os armamentos? As configurações de armas?

sergio S.

O pessoal fica brigando por causa de ideologias.”
Se você se importar com todos que entram aqui para desabafar as frustrações da vida, pode acabar com sérios problemas mentais… rs. Ainda não percebeu que a maioria nem lê o conteúdo?

Abymael

Os F16 vão ajudar sim, mas apenas a prolongar a agonia. A Ucrânia nunca vencerá, mas parece que não se deu conta disso. Nesse ponto, ela não entendeu que deu o “azar” de existir no Universo como vizinha da Rússia, um gigante que sempre estará ali. Se você é um coelho, pode até ser um coelho obediente e simpático, mas se a sua toca não tem como ser em outro lugar que não ao lado da toca do leão (ou urso), é melhor não pisar no r4abo do felino. Ser inimigo dele, então, seria terrível. É uma realidade dura para… Read more »

Pieter

Vai ser interessante isso…Russia com os seus S-famílias ligados e os F-16s mandando mísseis anti-radiação….jdam na cabeça dos Russos, ai ligam os jammers de gps e os F-16 lançam os anti-radiação…vai ser uma festa só 😉

Felipe

vai, pros S-familias…