Nos vídeos abaixo do canal Romagnolo, a sequência de procedimentos para a partida do caça F-16 e do Gripen no simulador DCS, em 60 segundos.

O Dr. Alexandre Giannecchini Romagnolo é biomédico pesquisador e eu curte compartilhar seus hobbies no YouTube. Faz vídeos principalmente do simulador DCS, mas também de outros jogos, memes, airsoft e outras coisas.

O canal começou compartilhando vídeos principalmente de Project Reality (na época um mod. para Battlefield 2), mas depois mudou para outros jogos de tiro táticos como Arma 2, Arma 3, Squad, Airsoft e atualmente DCS World.

Subscribe
Notify of
guest

121 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Emmanuel

Não sei qual o mais fácil de ligar, apenas desejo que a FAB não tenha F-16 para fazê-lo e concentre todos os seus esforços na aquisição única de mais unidades do F-39.

Maximus

Não virão mais Gripens Emmanuel. E vamos ter que substituir nossas dezenas de F5 e A1.
Não nos resta muitas opções

Felipe

Você é vidente? Estes F-16 devem ser para substituir os AMX que serão todos desativados ano que vem… os Gripen para substituir os F-5M e preencher a lacuna do Mirage (66 pelo menos).

Gustavo

Fica sem.

Argos

Não virão mais Gripen se o governo brasileiro não fizer o pedido. Se fizer, virão. Dinheiro tem, é só acabar com esses vários ministérios parasitas quer a verba sobrará.

Edson Paulo Júnior

O dinheiro estar a serviço da dívida:. Juros via BC banco central para meia dúzia de famílias.

bit_lascado

Claro somos referencia em austeridade, não temos mortos-vivos nas folhas de nossas forças-armadas e nosso serviço publico é eficiente e de qualidade. Não viaja, não tem grana pros Gripens este é o fato.

Gustavo

vc só não está mais errado porque economizou nos caracteres.
Os gripens vão vir, tem até 2028 pra fechar o lote e não afetar a cadência de entregas. Sem ansiedade…

Mauricio

Fala sua fonte aí colega ???? kkk

Chris

De AMX a estação espacial… Praticamente não ha nada na história… Onde pode-se dizer “missão cumprida”, ao planejamento.

E a novela ja esta se repetindo… KC-390 cancelados… Projetos de mísseis cancelados… Avibras totalmente quebrada… Gripen capado em sensores e atrasos…

E pensar que houve tempos onde nao admitiamos ter menos de 100 caças e ficar sem os Mirage…

Eu queria ser otimista como esse pessoal… Mas fica difícil quando se percebe que nem a FAB é!

Last edited 1 mês atrás by Chris
Guacamole

Se for para faze reconhecimento, era melhor comprar novos Alenia Aermacchi M-346 Master.
CUstam 25 milhções novos e para reconhecimento apenas, está muito bom.

Demolidor

Discordo, é possível sim vir mais unidades do Gripen.

Wilson

Acho que a aposta em F-16 Tampão esta mais ligada a baixa cadencia de entregas do Gripen. Ano que vem os últimos A-1 dão baixa e em 2029 será dado baixa dos últimos 14 F-5 (previsão FAB). Trocando em miúdos, se as entregas do F-39 não falharem teremos ao fim de 2029 uma força aérea com apenas 36 caças, 8 dos quais de treinamento, o que é pouco. Mesmo confirmando agora um segundo lote de F-39 eles iriam entrar a a uma cadência de 3 ou 4 aviões por ano a partir de 2030. São números muito baixos para um… Read more »

Last edited 12 dias atrás by Wilson
Fernando "Nunão" De Martini

Wilson, só uma observação, sem prejuízo do seu argumento: Gripen F não é um caça “de treinamento”. Ele tem todas as capacidades de cumprir missões do Gripen E (apenas um pouco menos de combustível interno, além de não ter o canhão) e alguma capacidade extra para outras missões que se beneficiem de um segundo tripulante. Então os 8 Gripen F contam em capacidade bélica tanto quanto os outros 28 Gripen E (assim como versões de dois lugares de A-1M e F-5M). Ao longo de cada ano, voarão parte de suas horas em missões de conversão operacional, mas outras tantas poderão… Read more »

Gustavo

Concordo, espero que fab defenda os interesse do Brasil e foca na produção do f39.

Gerson Carvalho

Os Gripens só fica nos 36 do primiro lote, talvés venha mais 16 com as negociaçẽs em torno do KC-390. Então é bom tter os F16 e como são usados chegaram rapidamenre

Leandro Costa

Já chegaram!? Uau! Esse pessoal é rápido mesmo.

Bruno

Pior que tô rindo sozinho…kkkkkk

brutus

e se suecos nao quiserem c390?

Osmar

E uma burrice sem tamanho ter só gripen , força aérea nenhuma tem só um modelo de caça tem que ter sim mais modelos os gripens são caças leves pequenos n são essas maravilha toda n

Felipe M.

Ok, vai nos atualizando.

Nei

Porque não são essa maravilha toda?

Avião que atende todas as necessidades da FAB, mas precisa de mais unidades.

O F-16 tem hora de voo mais custosa e manutenção mais complexa, é um ótimo caça a história demonstra isso.

Maximus

Pelo andar da carruagem a Fab vai firmar mesmo de F-16. Eu não acho que seja uma decisão ruim…Sabemos que não vai ter dinheiro para um segundo lote de Gripen, e os F5 precisam ser substituídos com urgência.
Vamos de 36 Gripens para atuar como primeira linha de defesa aérea e os F16 como segunda linha. É o que tem pra hoje.

O ideal a partir de agora seria tentar participar no desenvolvimento de algum modelo novo de caça, em parceria com outros países.

Saldanha da Gama

Tomara que vc esteja certo…
Abraços

Felipe

Ainda acho que virá o aditivo de 14, 50 Gripen + 24-30 F-16

Saldanha da Gama

tomara…

Paulo Leite

O ideal a partir de agora seria tentar participar no desenvolvimento de algum modelo novo de caça, em parceria com outros países.

Difícil…

O principal problema (imagino eu) pela qual a FAB está levantando a hipótese da comprar de F-16s é porque falta dinheiro para comprar os F-39 novinhos.

E é justamente esse dinheiro que é o fundamental para entrar (ou iniciar) no desenvolvimento de um caça, seja ele 5ª ou 6ª geração.

bjj

Não é uma decisão ruim, é uma decisão péssima. Esses F-16 são caças velhos, já obsoletos em seus principais sistemas e não são compatíveis com nossas aeronaves de reabastecimento atuais. Terão uma vida útil curta e logo precisarão serem substituídos também. Aliás, duvido que cheguem antes da aposentadoria do AMX, de modo que um dos principais motivos dessa aquisição, que é evitar que alguns esquadrões fiquem sem aeronaves, acabará acontecendo de qualquer forma. Aposto que com o dinheiro gasto nisso daria para comprar uns 4 ou 5 Gripen adicionais que somados aos 36 contratados poderiam equipar 3 esquadrões e substituir… Read more »

Calipe367

Não bjj. A versão que está vindo não é essa velha, mas a Block42, produzida na década de 90 com muita tecnologia embarcada. Foram produzidas apenas 160 unidades e jamais vendidas a nenhum outro país.

Mauricio

A FAB ja tem parceria com um outro país, no caso Suécia, gripen E de 4.5 generation e com uma fábrica funcionando e terminando o primeiro caça em solo brasileiro, vc nao tá meio atrasado ??

Virgilio

O pessoal de cima ñ fizeram essa observação e os abaixo tbm não. Estao desinformados? Parecem que sim. Os caças suecos já estao começando a serem fabricados aquí e acredito que a nossa versão seja melhor.

brutus

seja melhor? baseado em que?

Carlos Campos

Não tem Dinheiro para um caça barato como o Gripen e vai ter grana para torrar em P e D de caça nova geração

Felipe M.

Isso. Vamos gastar mais um mundo de dinheiro pra participar de um projeto de novo caça, com tot e tudo o que tem direito, aí daqui 20, 30 anos, compramos uma dúzia e optamos por um outro caça de segunda mão. Quem sabe não tenham mais alguns f16 sobrando, não? Se fosse pra fazer essa bizarrice, melhor ter comprado o Gripen de prateleira, que teríamos conseguido comprar pelo menos uns 50 no primeiro lote. Mas não foi essa a decisão. Pq o investimento a mais em tot e em todo o blá blá blá, seria compensado com a demanda por… Read more »

Alex

O Brasil tem que parar de comprar descartes, tá na hora de começar a produzir seu armamento, o Brasil tem tecnologia para produzir caças furtivos, pra que gastar dinheiro com descartes, essa política com interesses financeiros tem que acabar, Países que tem tecnologia armamentista, além de vender , protege muito bem seu território, e nós, apenas presas fáceis 🤷!

Demolidor

Seria uma péssima decisão a compra do F-16 que traria mais problemas do que soluções.

bit_lascado

Participar no desenvolvimento com que dinheiro? Não tem grana pra pedir mais Gripens, estamos já na seção de usados e vendo se aprova o crediário. Só olhar a Indonésia no programa do KF-21, estariamos na mesma situação ou pior.

Bernardo Santos

Esquece não vai vim f16 para a Fab, duvido muito que o governo autorize a compra. Alguém da FAB pode querer mais não é nem unanimidade dentro da FAB, aqui mesmo foi falado isso.

Jota

“vai vim”

Meu deus…

Rinaldo Nery

Eu vim, tu vim, nóis vim…

Mauricio

exatamente, o pessoal que curte velharia, tipo pira num Corcel II 1984 ficou empolgado.

Ivanmc

O mais fácil de derrotar.

paulo

O Gripen é o caça mais fácil de derrotar sem nem precisar sair do chão

Cr Sertao

Se a Fab vai enterrar o projeto Gripen, creio que não precisa mais se preocupar com projetos futuros. Nada aqui vai pra frente. Precisando futuramente compra qualquer coisa no mercado disponível.

Bernardo Santos

Melhor seria comprar de prateleira mesmo,assim evitaria o aumento do contrato e sobraria pra compra mais unidades.

Romão

O que adianta pedir mais um lote de gripens se os nossos não vieram com o suíte de guerra eletrônica MFS-EW e nosso radar AESA (o RAVEN) é menor e com menos módulos do que o RWR Sueco ???
Que venham esses F-16 e que sejam modernizados depois.

Rinaldo Nery

O que o radar tem a ver com o RWR?

Romão

Errata: radar ps-05/a sueco*

Rinaldo Nery

Creio que não.

Alexandre

FONTE: vozes de sua cabeça. O radar Raven é o mesmo e o MFS-EW também.

Romão

O radar RAVEN é 60% menor que o ps-05/a e tem menos módulos. Não seja mentiroso.

bjj

Amigo, você esta misturando as coisas. O radar PS-05 é o radar do Gripen C, e não tem módulos, pois é um radar de varredura mecânica. Tanto o Gripen E brasileiro quanto o Gripen E sueco estão equipados com o mesmo radar, que é o Raven ES-05 de varredura eletrônica ativa.

Last edited 1 mês atrás by bjj
Rinaldo Nery

Também achava isso. Pensei que o caboclo tinha carta na manga, que não conhecíamos.

Felipe M.

Pois é. E agora ele sumiu.
Surge do nada, lança a tese maluca, insiste nela. Ao ser refutado, some.
Na próxima postagem surge com outra tese.
Vai dizer que o pneu do Gripen sueco é Michelin, enquanto o nosso é segunda linha da Pirelli.

Carlos Campos

PS-05/A é um radar novo da SAAB e nao da Leonardo, AESA de GaN, ele não foi comprado por ninguém ainda, mas vai ser usado em update do Gripen C, ele parece ser tão bom quanto ES05

Last edited 1 mês atrás by Carlos Campos
Lucas F

O radar é o mesmo, ES-05 Raven, que ao contrário do PS-05, é de varredura eletrônica/“AESA”. Sobre a suíte eletrônica, eles também vieram com o mesmo conjunto de autoproteção, porém algumas bandas/sinais não estão presentes nos nossos por motivos de “necessidade” (leia-se mais caros) do que a Flygvapnet precisa e tem condições de bancar.

Santamariense

Inclusive há diferença de hardware nas antenas e sensores situados nas pontas das asas, maiores e mais encorpadas nas aeronaves suecas.

Mauricio

Fonte: Arial 12

Akhinos

Se fechar em 72 gripen e 48 F16, chegando assim ao planejamento de 120 aviões de combate de primeira linha, estaremos bem longe de uma situação lastimável como mtos aqui alardeam.

Eu acho que tudo vai depender das quantidades. Eu nunca acreditei em 120 gripens como era o plano original. Mas 72 gripens eu acho algo totalmente factível. E os f16 fazendo o papel do A1 principalmente a versão Block 50 /52 deles, seria colocar a FAB num patamar de décadas à frente de todo o resto na região. Em qtd e qualidade.

Romão

Eu sempre disso isso. 120 Gripens é impossível! Jamais operamos 120 F-5…

Saldanha da Gama

Tomara !!!

Rinaldo Nery

O plano original eram 108.

Leandro Costa

Duvido que alcancemos 120 aeronaves de combate de alta performance, assim como duvido que existam operadores de F-16C/D Blocks 50/52 à fim de se desfazerem de suas aeronaves. E se é para comprar 48 unidades de um avião diferente do Gripen, eu prefiro acrescentar mais 20 Gripens e ficar com os seus teóricos 92 aeronaves. O problema não seria nem em adquirir isso tudo, mas sim em operar isso tudo. Custos de manutenção, etc., bem como a própria autonomia na hora de fazer manutenções mais profundas. Para mim simplesmente não faz sentido ter duas linhas logísticas diferentes neste momento. Vamos… Read more »

Saldanha da Gama

Vamos ter sorte se chegarmos ao número de 72 Gripens. “
Muita, mas muita sorte mesmo!!!!
Abraços

Mars

Eu também não entendo esse alarde todo… Olhem o cenário que estamos inseridos, com 36 Gripens e 24 F-16 C/D já somos de longe a força aérea mais poderosa da região. Eu nunca acreditei que alcançaríamos esse número de 108 Gripens. 99% dos projetos encaminhados pelas forças armadas nunca alcançam o número ideal, sempre morrem na metade do caminho. Ainda assim acredito em um segundo lote com prováveis 24 aeronaves, totalizando 60 Gripens e 24 F-16. Com Jaguar e Pacau receberiam 14 aeronaves cada e o Senta Púa/Rompe Mato e Pampa receberiam 16 aeronaves cada. Com os 24 F-16 sendo… Read more »

Lucas F

Exatamente. O pessoal deveria se preocupar mais no que o pacote de armamentos desses 24 F-16 pode ter.

Existe um leque de armamentos ar-superfície integrado sem homologações adicionais, de muita coisa relevante para a FAB nesse aspecto.

Romão

Sinceramente… Eu nunca acreditei num segundo lote de Gripens… A FAB não deu conta de manter um esquadrão de F-5 em Manaus, pessoal.
A doutrina da FAB está entrelaçada com as demandas do SIVAM, que prevê o patrulhamento de fronteiras com o A-29 e alguns jatos mais ao centro do território para operações de ordem REATIVA.
A realidade vai ser a seguinte: 12 Gripens em Anápolis, 24 Gripens em Santa Cruz e 12 F-16 em Santa Maria. É mais ou menos isso…

Romão

PS: Creio que os AMX serão substituídos pelos Leonardo M-346 mais adiante.

Rinaldo Nery

O Brasil e a FAB são mais do que o SIVAM, que participei da implantação.

Romão

É verdade… A FAB é o SIVAM + o GTE…

Rinaldo Nery

GTE é um câncer. Odiado dentro da FAB. Mas falta culhão no CMTAER pra acabar com o Segundo Esquadrão.

Rinaldo Nery

O F-16 e o Gripen são fáceis de voar. Quero ver voar o Aero Boero! Kkkkkk

Silvano

Esse foi uma bomba (mais uma) que os argentinos nos empurraram!!

Rinaldo Nery

Pior coisa que voei na minha vida. Nem o Chuck Yeagger conseguiria! Kkkkkk

Last edited 1 mês atrás by Rinaldo Nery
The Aviator

Comecei no Boero mas completei no paulistinha CAP-4… Mais antigo, porém mais dócil, sem problemas em fazer um pouso “pistado”… Coisa que nunca fiz no AB-115

Alexandre

Hahahaha

Leandro Costa

Eu não sei como é voar o Aero Boero, mas para entrar nele foi BRABO! Hahahahaha

RenanZ

O avião de papel que voce faz tem melhor aerodinâmica que o Aeroboero

Dizem que só voa pq a mãe Terra tem repulsa dele e o expulsa do chão

Leandro Costa

LOL! Gostei dessa ehehehehe

Elintoor-_

Aero “Bueiro”

Rinaldo Nery

Hahahaha. Boa!

Rinaldo Nery

É ruim demais.

Leandro Costa

Bom saber. Era o avião de instrução aqui em Maricá. Pelo menos era quando eu tinha meus 16 anos e fui lá visitar o Aeroclube. Na época ainda era pista de grama.

Vitor

O Display do F-39 é único semelhante ao do F-35 e não é nessa versão antiga c/ 03 telas.

Romão

Sim. A única vantagem do Gripen (versão BR) em relação ao Rafale, por exemplo, é esse display.

ChinEs

Eu melhor nos acostumarmos com a ideia do F16 na FAB , a FAB e a Embraer vão ter o 2º Lote de 30 caças, totalizando 66 unidades, esses 24 F-16 são para aumentar a disponibilidade dos caças de ataque ao solo ( função do AMX), Tal como o submarino nuclear, produzir caças é um negocio arriscado, mas o Brasil vai ter que evoluir nesse sentido, ter uma montadora de caças aqui é benefico…

Felipe M.

E o que tem o Rafale a ver com a história?
Putz, toda a sua sana detratora ao Gripen ainda é mágoa do FX2?
10 anos cara. Segue em frente

Gustavo

Loby americano e forte, se a fab fazer pedido dos f16 sabemos quem eles servem , porque série tapa na cara do contribuinte pagar caro em tecnologia,para no fim comprar modelos f16 e assim enterrar programa fx2 , não tem essa de desespero que vai ficar sem o f5 , vai no congresso e pede investimento da expansão da fábrica, aumenta pedido da compra. Mais e típico dos Estados Unidos quer acabar com projeto local, só vender caças barato isso destrói indústria defesa, realmente uma distorção da realidade a fab se fazer uma compra dessa, e se concretizar espero que… Read more »

Leandro Costa

Gustavo, menos. Os EUA não são responsáveis pela escolha de terceiros em adquirir um equipamento deles e barato. A responsabilidade é inteira do país que faz essa escolha. Eles sequer nos ofereceram F-16’s fora dos programas de reaparelhamento. É a FAB que está fazendo esse levantamento de dados caso não tenha grana suficiente para dar continuidade à aquisição de Gripens em tempo hábil de se conseguir substituir a envelhecida frota para manter uma quantidade de força mínima para o cumprimento da missão à que lhe é atribuída. Pare de encontrar inimigos externos para desculpar erros internos. Vai lá no congresso… Read more »

Bernardo Santos

1,1% só da pra eles. pensões,salários, adega para vinhos, viagens improdutivas etc. Ainda foi noticiado pela CNN que para melhorar a relação do governo com o militares o mucio queria aumentar os salários e benefícios deles, só que não vai conseguir um vez que já está sendo falado sobre a reforma da previdência militar para diminuir o rombo que eles causam.

Fabricio

É desanimador…

Bispo de Guerra

Um teco-teco é ainda mais fácil..rs.

A questão , visto que visa o combate, penso, deve ser … 𝐪𝐮𝐚𝐥 𝐭𝐞𝐦 𝐦𝐚𝐢𝐨𝐫 𝐜𝐡𝐚𝐧𝐜𝐞 𝐝𝐞 𝐬𝐨𝐛𝐫𝐞𝐯𝐢𝐯ê𝐧𝐜𝐢𝐚 𝐝𝐞 𝐬𝐞𝐮 𝐩𝐢𝐥𝐨𝐭𝐨 ???

Last edited 1 mês atrás by Bispo de Guerra
Leandro Costa

Gripen, sem sombra de dúvida.

Mauricio

Os malucos do carro usado e velho agora são malucos do caça usado e velho.

Lcsantos

Nenhum modelo de avião de combate precisava existir, afinal todos são armas de matar!

Rinaldo Nery

Vamos todos pro inferno…

Carlos Campos

Chega de F16 por favor, acho que os Editores sabem que eles vao vir. tô ficando com ódio desse caça

Bernardo Santos

Um comentário meu foi bloqueado novamente. não insultei ninguém a única coisa que fiz foi críticas as forças armadas sem nenhuma palavra de baixo calão. O blog poderia informar os motivos de não aprovar o comentário? Não Pode criticar as forças armadas? Ou não pode citar nomes de outros meios de comunicação? Agradeço se responderem.

Bernardo Santos

Já foi liberado, obrigado!

Gustavo

Os F16 não são tão ruins assim, ng na região tem algo melhor, mas com certeza os f18 seriam uma opção melhor, assim como os eurofighter typhon e outros caças um pouco mais novos, se vai comprar usado tem que procurar a melhor oferta, se for o f16 paciência, moderniza, mas realmente acho que qualquer coisa é melhor que esses f5 que só estão valendo pela quantidade que tem mesmo!! Sonho mesmo é um avião com tecnologia stealth, na tempestade do deserto eles não perderam uma única unidade de f117 nigthhawk e olha que fizeram várias missões sobre artilharia antiaérea,… Read more »

Leandro Costa

Não dá para modernizar comprando F-16 usados sugados até o osso.

E não seriam os melhores da região. Os F-16C/D Block 50/52 do Chile ainda seriam melhores.

Rinaldo Nery

Mercador de arma divulgando informações incompletas.

Santamariense

Que a FAB não desmentiu. Se não existisse ao menos a intenção, ela teria dito isso, mas na nota da FAB ela deixou claro que existe essa possibilidade em aberto.

Lucas F

Pela concepção do Gripen, os aprendizados de pilotagem e interface de piloto/“cockpit” tendem a serem mais facilitadores. Ainda que o F-16 não seja ruim nesse sentido.

cipinha

Eu olho toda essa discussão sobre F-16 na FAB ainda incrédulo. Para alguém como eu que acompanhou todo o programa FX-2 e o seu dificílimo parto (parecia até que seria abortado) depois de anos de “a decisão sai amanhã” e nunca saia, é triste ver tudo isso sendo jogado na lata de lixo. Alguns falam em pressa para substituição dos F-5 e do AMX, será que a FAB não previu isso? Será que não previram que entrar num programa poderia acarretar em atrasos? Vamos lembrar que chegamos a ter o presidente Lula em 2009, no 07 de setembro, anunciando Rafale… Read more »

Ednilson

Um F35 americano derruba 20 gripen.

Eduardo

Não seria mais viável comprar Rafael ? Ou F15E o mais novo ?

brutus

F15E é igual opala
bebe mais que pinga e quebra mais que lombada de rua

Last edited 1 mês atrás by brutus
José junior

Dúvida : qualquer equipamento precisa de um operador qualificado ; qtos oficiais aviadores “caçadores ” existem disponíveis na FAB atualmente para operar o número de gripens e de f16 pretendidos ? Ou serão adquiridos para manter groundeados ?

Alberto

Tomara que não venham, pois comprar caças em fim de vida, e muitos que são praticamente lixo! Tiremos pelos F_05 que vieram na década de 80 pra 90 onde estes foram descartados por uma das forças militares dos EUA, as outras duas forças aproveitaram os melhores que ainda tinham utilidade e o resto 60 aeronaves foram vendidas pra nós, e estas apenas 30 voavam e a outra metade passaram anos pra ser colocadas em dia pra executar as funções que estas foram compradas.

Last edited 1 mês atrás by Alberto
Santamariense

O título de via ser “qual o mais fácil de acionar”, e não “pilotar”.

Santamariense

Devia*

Santamariense

Cara, já tem matéria sobre isso aqui mesmo, com mais de 500 comentários…e outra com a resposta da FAB dizendo que existe a possibilidade futura disso acontecer.

Fernando "Nunão" De Martini

Hahahahaha.
O troféu “caí de paraquedas numa discussão” já tem o ganhador deste ano.
Desculpem, não resisti.

LeoRezende

Aparentemente,muitos acham que essa pretensa aquisição seria de viper’s…

cipinha

Ou mesmo de 50/52 como se existissem no mercado

Sensato

Melhor que a compra de F16, seria comprar Gripens fabricados aqui. Lógico falta verba mas não esqueçam que seriam compras financiadas e que células custarão menos que as anteriores pois não há mais ToT a pagar o custo de fabricação aqui ser menor. Lembrem também que parte do valor retorna na forma de empregos e impostos e que a implantação do F16 traria os custos levantados na matéria. Qual seria o custo final real de um Echo fabricado aqui, depois de considerar tudo isso? Uma alternativa, embora seja difícil cravar com acesso apenas a OSINT, é o leasing de Gripens… Read more »

Alexandre G. Romagnolo

Olá, aqui é o Romagnolo! Muito obrigado por compartilhar meus vídeos. Eles são mais para entretenimento do que ensinar algo de verdade, hahaha. Se as compras do F-16 de fato se solidificarem, vou fazer uns vídeos mais informativos usando o F-16 que temos no simulador. Não conhecia este site, parabéns pelo trabalho! Caso queira mais alguma informação sobre o simulador pode entrar em contato comigo por meu email.

Elias E. Vargas

I N C R I V E L ! … Ver os vídeos de como ligar o F-16 e o Gripen Br e os procedimentos demonstram que o Gripen está há anos luz de distância tecnológica do jato de Tio Sam.
Não é a toa a demora para os pilotos Ucraniânos estarem prontos operalos.

Luiz Guimarães

Bem cavalheiros. Não conheço nada de aviação porém da para fazer uma análise da vida real. Se você não pode ter um pastor alemão para guardar sua casa, tenha pelo menos um pintecher, ao menos ele vai latir e te alertar de situações estranhas. Nossa costa é imensa. Tendo uma frota maior sempre será bem vinda. Agora os custos para a manutenção e aquisição, a gente já sabe como funciona: Vejo nossos impostos voando !

Dixon

Vamos dar baixa nos F-5. A1. ST, 36 gripens e não disparemos nenhum missil contra aeronaves ou tropas inimigas. Claro que caso precise é necessario ter a disposição, pronto pra uso. Mas o que digo é que não vejo o pq desta pressa toda. Deveriam comprar mais gripens, mesmo que fosse meia dúzia. Se não for possível que venham os F-16 mesmo, ao menos com as mesmas condições que os melhores F-16 chilenos.