Paris quer treinar 4.500 militares ucranianos

CAEN, França — O presidente Emmanuel Macron anunciou nesta quinta-feira que a França enviará caças Mirage 2000 para a Ucrânia, o que representaria um aumento significativo no apoio militar direto de seu país a Kyiv.

“Amanhã lançaremos uma nova cooperação e anunciaremos a transferência dos caças Mirage 2000, que ajudarão a Ucrânia a proteger seus céus”, disse Macron durante uma entrevista à emissora TF1 na cidade de Caen, no norte da França, coincidente com o início de uma visita oficial do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky.

O presidente francês também afirmou que os ucranianos receberão treinamento na França por cinco a seis meses já neste verão, com a meta de treinar 4.500 militares.

“Sempre tivemos a mesma filosofia, ajudamos os ucranianos a lutar”, disse ele.

Até agora, a França havia se abstido de doar caças para a Ucrânia, argumentando que Kyiv precisava se concentrar em obter e treinar pilotos nos F-16, que são mais comuns do que os Mirages fabricados pela empresa francesa Dassault.

O presidente ucraniano está na França para participar do 80º aniversário das comemorações do Dia D, que reuniram veteranos e líderes mundiais das nações aliadas nas praias da Normandia. Tanto o presidente dos EUA, Joe Biden, quanto Macron fizeram comparações entre a luta contra o nazismo na Segunda Guerra Mundial e a luta da Ucrânia contra a invasão russa hoje.

Na sexta-feira, Zelensky se reunirá com fabricantes de defesa franceses, discursará na Assembleia Nacional da França e manterá conversações com o presidente francês.

Durante a entrevista, Macron também confirmou que um cidadão francês havia sido preso na Rússia sob suspeita de espionagem.

FONTE: politico.eu

Subscribe
Notify of
guest

81 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Afonso Bebiano

As forças armadas da Ucrânia têm condições de absorver e operar tantos equipamentos de origens tão diversas?

André Sávio Craveiro Bueno

A questão crítica é o treinamento das tripulações de voo e as equipes de manutenção. Certamente a cadeia de suprimentos ficará a cargo dos apoiadores

Zeca

Talvez até a manutenção fique a cargo do fornecedor.

Jaguar

Vão ter Apoio inabalável do tio Sam até as eleições, se caso outro governante ganhe nos EUA, o apoio será reduzido. Duvido que vão ter força para operar os F-16 por muito tempo. Caberá a Europa dar o apoio a Ucrânia, até quando ?

Kommander

Estão fazendo de tudo pra tirar o Trump da jogada. Vale salientar que os europeus preferem o Biden a Trump, já que o Trump faz a Europa dividir o fardo e não deixar tudo a cargo dos EUA, como o velho gaga gosta de fazer.

Phantom39

EDITADO:
COMENTARISTA BLOQUEADO.

Rafael Aires

Europa e EUA esqueceram o significado da palavra logística.

Helio Eduardo

Necessidade….

ElBryan

É o que a guerra faz, mas não acredito que chegarão próximo ao nível de pericia dos Russos, que treinaram por anos nas suas aeronaves. Por isso não acredito que fará grandes diferenças no curso da guerra, mesmo que o equipamento fosse melhor.

Gustavo

Vai sim, ta recebendo dinheiro emprestado a rodo. E muitos estrangeiros estão trabalhando lá “informalmente”. O problema é para o próximo presidente pensar… A Ucrânia ta se afundando numa dívida que vai detonar com a população e o país nas próximas décadas. Eles já estavam mal das pernas, tinham recuperado 80% do que tinham perdido com a recessão e estavam desacelerando o crescimento e para piorar, no ano passado perderam 35% do PIB. Se a Rússia ganhar a guerra, vai ter um território todo ferrado na mão (ainda que parcialmente) e se ficar como está a Ucrânia perde do mesmo… Read more »

Jaguar

Vai ser interessante ver o Mirage 2000 x SU35 em cenário de conflito. Por outro lado me pergunto, como a Rússia vai responder a tudo isto ? A minha opinião: Não vejo os vetores que estão a ser fornecidos para a Ucrânia, como uma ameaça concreta aos russos.

Diego

Não vejo a Rússia com muitas opções de resposta não, a única que até agora não usou foi a nuclear.
Mas não acredito que usaria nesse sentido.
Vendo essa mobilização toda,não existe esse papo de que a Ucrânia lutou com as mãos amarradas,tem praticamente todos os tipos de armas e apoio de quase todo mundo.
Veremos onde isso levará

Palpiteiro

Ela pode voltar para dentro de suas fronteiras, onde esteve nos últimos 30 anos. Muito mais barato e eficiênte.

Diego

E a mesma coisa de convencer os eua a sair de guantanamo

Palpiteiro

Guantanamo é um arrendamento realizado a 120 anos, na época da independência espanhol de cuba, de forma amigável. No caso da Ucrânia é uma invasão militar unilateral realizada a dois anos no qual os envolvidos estão matando uns aos outros. Meu palpite é que é bem diferente

Atirador

Palpite mesmo né ? Guantanamo foi tomada na guerra hispano-americana

Diego

Volta lá e da mais uma pesquisada sobre esse episódio.
Não e só Rússia,China e os persas que comete umas malvadezas não rsrsrsrs

LUIZ

Os caras tão ocupando a metade das terras mexicanas agora querem expulsar os russos da Ucrânia.

Heinz

O cara comparou Guantánamo com uma guerra em alta escala de um país que invadiu o outro com argumentos bem obscuros e sem um ataque do outro país. Olha o nível de pessoas que estão comentando no blog. Gzuis

AVISO DOS EDITORES: FOQUE SUAS CRÍTICAS NOS ARGUMENTOS E NÃO NAS PESSOAS.
LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.aereo.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Helio Eduardo

Do mesmo jeito que respondeu até agora. No presente, com bravatas e nada mais. Para o futuro, se as notícias de mudanças na cadeia de produção e logística são críveis, com uma avalanche de gente e material.

Renato

Só bravatas russas e nada mais? Que interessante.. Corra lá e diga isso aos mais de 14 milhões de ucranianos (1/3 da população) que tiveram que abandonar o país.

RenanZ

L’game Changerrr?

Jaguar

Pas, Cible Aérienne

Last edited 7 dias atrás by Jaguar
Camargoer.

Je ne sais pas…

Orivaldo
Last edited 7 dias atrás by Orivaldo
Realista

” Se eu quiser ” interpretação mandou lembranças ..

Orivaldo

Você está correto. A operação especial está chegando no seu terceiro ano, pois se o Putin quisesse seria duas semanas

Zeca

Disseram que a Ucrânia não teria condições de absorver o Gripen por enquanto, que é mais simples, moderno e barato, e agora falam em Mirage 2000. Já que o Macron está tão interessado, devia era mandar Rafale logo.

Rinaldo Nery

Mais um ano pra formar pilotos e mecânicos! Agora vai! Até lá a guerra acabou. Espero.

Camargoer.

Olá RInaldo. Também defendo o imediato cessar fogo e início das negociações diplomáticas. Para ficar claro, defendo o cessar fogo na Ucrânia e em Gaza.

Zelensky tem chamado sucessivas conferências internacionais para discutir o conflito sem a presença da Russia…. obviamente, se o objetivo for uma acordo de paz, vai fracassar.

Willber Rodrigues

“Zelensky tem chamado sucessivas conferências internacionais para discutir o conflito (…)”

Aquela “discussão de paz” aonde só um dos lados vai, aonde os países participantes, dá pra contar nos dedos quem vai mandar gente de alto escalão, aonde alguns dos “grandes” ( China e Índia, por exemplo ) não vão, e que nem o Biden ( presta atenção nisso ) confirma se vai ou não.

Vai dar certo sim, confia…

Horacio

Mas o Biden presta atenção em alguma coisa !!

Marcos Silva

O único “acordo” aceitável é a saida dos russos da Ucrânia. Não tem outra maneira.

LUIZ

Porque a existência da OTAN? O conflito começou por causa da sua expansão. Se os EUA têm a maior força militar do planeta:pra quê esse alinhamento com mais de 30 países? Se a Rússia é imperialista, e os EUA? Pra quê os EUA vai se meter no quintal da Rússia? 1962 foi os EUA contra a URSS implantar bases em Cuba. E porquê EUA faz o mesmo no quintal da Rússia expandindo sua influência?

Bernardo

Se o motivo da invasão da Ucrânia era a “expansão da OTAN” na Ucrânia (que não entrou na OTAN), com a entrada da Finlândia e da Suécia (que entraram de fato) qual seria o sentido de continuar? uma zona de buffer num país que não entrou no tratado? pra perder dois países inteiros de buffer zone, sendo a noruega um dos países proporcionalmente mais ricos do mundo? A Noruega pode gastar tudo o que a ucrania E a rússia gastaram durante essa guerra (ao longo de todo esse tempo) sem tirar um centavo do PIB, só de fundo de reserva… Read more »

LUIZ

Os russos pensam a longo prazo. As perdas hj podem ter ganhos no futuro.

Heinz

Os EUA forçaram os outros países a entrar na OTAN?

Heinz

haverá cessar fogo em Gaza, quando o Hamas for 99% exterminado, claro 0 restante 1% ficará no Irã, Líbano e Qatar. Mas chegará a hora deles também.

Ivan

Um ano passa rápido. . Em fevereiro de 2014, portanto à 10 anos, a Rússia começou sua invasão da Ucrânia através de operações hibridas (homenzinhos verdes e outros) com a tomada da Crimeia e parte do Donbass. . Em fevereiro de 2022, portanto à 2 anos, a Rússia rasgou a ridícula máscara e passou a atacar diretamente, de forma brutal e atingindo toda a Ucrânia, inclusive a população civil de forma deliberada. . Entre 2014 e 2021 o ocidente apenas vendeu – de forma tímida – algumas armas e equipamentos, notadamente armas leves antitanque. . Em 2022 o ocidente, incrédulo… Read more »

Helio Eduardo

Prezado,
Da maneira como foi postado, difícil contra argumentar. Excelente retrospecto.

Rinaldo Nery

Os pilotos ucranianos não terão nenhuma dificuldade em voar ambos. Independente do que aconteceu, e de quem é o vilão, essa insanidade tem que acabar. Já passou da hora.

Luiz

Coronel, não é sempre que eu concordo com o senhor, mas dessa vez eu subscrevo na íntegra.

Pedro Fullback

Se o Brasil perdesse 18% do seu território, o senhor aceitaria ?

Rinaldo Nery

Essa pergunta é recorrente. A pergunta correta é: por que o conflito começou?

Diego

Exato!!! Isso ai ninguém interessa saber

Rinaldo Nery

Pois é… Houve erros em ambos lados. E o comediante foi um político inábil. Achou que a OTAN iria salvá-lo e condenou os ucranianos. Fosse o Trump presidente nos EUA esse conflito jamais teria ocorrido.

Heinz

Claro que não, porque o Trump entregaria a Ucrânia aos russos.
Foi o que justamente o que a Inglaterra e França fizeram quando a Alemanha anexou os suetos tchecos e etc. Mas depois você sabe que eles não pararam né?

Rinaldo Nery

Viajou nessa…

Marcos Silva

Boa! Se algo que me incomoda é o fato do mundo todo atacar Israel e os chamar de criminosos e sanguinários.
NINGUÉM,mas NINGUÉM MESMO fala absolutamente nada,no mesmo tom,sobre os crimes contras civis ucranianos cometidos pelo porco ditadorzinho russo chamado Putin. É como se não estivesse acontecendo…

Palpiteiro

Meu palpite é que está equivocado. Eu li neste blog mesmo várias notícias

Fabricio Lustosa

1-     A OTAN atua, presencialmente, na Ucrânia contra a Rússia desde 2015, fato registrado por documentos inclusive. No contexto do agravamento do conflito de Donbass e derrotas militares sucessivas ocorridas em 2014-2015, o Governo da Ucrânia emitiu em 21 de abril de 2015, em caráter sigiloso, a “Decisão do Comitê Conjunto de Atividades de Inteligência sob o Presidente da Ucrânia de 21 de abril de 2015”, (…) Foi após esta decisão que especialistas dos EUA, Grã-Bretanha, Polônia e países bálticos apareceram na Ucrânia em massa, que começaram a treinar funcionários do Departamento de Contra-inteligência do SBU. Algo que já foi inclusive… Read more »

bruto

nao entendi nada , parece uma teoria

Felipe Morais

Havendo agentes, militares ou políticos, russos ou chineses, no México, adotando ações para influenciar políticos ou empresários ou outros grupos influentes na sociedade mexicana, você vai vir aqui defender uma invasão militar dos EUA ao México?
Se sua resposta for não, como podemos prever que será, esse seu longo texto e todos os outros não vale de nada.
Se havia estrangeiros ou alienígenas influenciando na Ucrânia, isso era problema dos ucranianos. Isso não legítima uma invasão territorial, como vocês, ad nauseam, tentam insistentemente defender aqui.

Last edited 6 dias atrás by Felipe Morais
Fabricio Lustosa

Sua primeira comparação é esdrúxula com o devido respeito. E com relação a invasões americanas eu tenho uma ligeira impressão que não existe uma sequer que vc tenha sido contra ou seja contra na atualidade. Com relação ao resto do seu comentário, cito Cuba em1962 e faço um paralelo com a situação atual: só os EUA tem, confirmado, documentado e repassado, diversas ogivas nucleares em posições estratégicas em toda Europa, e tem desde sempre, bem antes da atual guerra ou do ano de 2013 inclusive. Mas é claro que vcs vem com a máxima do “mas os países são soberanos… Read more »

Felipe Morais

Não me meça com a régua dos que vivem de abanar pompom pra país alheio. Sempre mantive minha posição contrária à interferência em países soberanos, especialmente as militares. Assim como fui contrário quando alguns aqui defendiam uma intervenção na Venezuela. Repito a pergunta: Você seria a favor da intervenção no México no contexto citado? Ou, adaptando para o cenário que você desenhou, confirmando-se mísseis de médio/longo alcance na Venezuela, você viria aqui defender uma intervenção americana lá? Caso contrário, todo o contorcionismo pra defender o indefensável vale de nada. Esdrúxulo é adotar um posicionamento quando se trata de país X… Read more »

Bernardo

2015? a rússia invadiu a criméia em 2014. invadiu um território soberano. “ah mas teve golpe” nao teve, mas mesmo que tivesse (que repito, não houve), os ucranianos que se resolvessem. e o percentual que você mostrou aponta que a maioria da população apoiava, inclusive. se todo 51% v. 49% terminar assim, então eleições no Brasil, nos EUA vai terminar sempre debaixo de tiro (e a diferença aí foi bem maior)? com apoio de quem? da argentina e da colombia? (cada um pra um lado) também tem contratados de outros países lutando na rússia. ter chinês e cubano lutando pela… Read more »

Fabricio Lustosa

Queria eu viver nesse mundo imaginário seu em que existem países poderosos sérios e honestos que não interferem na política interna de seus vizinhos e de outros que tenham interesse. Quem dera isso existisse. A Rússia tem aliados, demonizados é lógico, mas tem. O governo do boneco Zé tem cafetões que vão cobrar e fazer valer cada centavo gasto. Com relação a OTAN até o porta voz dessa aliança militar, que tem a Rússia como alvo e nunca esconderam isso, já disse que uma derrota na Ucrânia é uma derrota da OTAN. Não só ele como vários outros disseram e… Read more »

Heinz

tirou esse comentário do buraco negro

Carlos Campos

Olha o Mirage 2000 ainda não pode ser subestimado, se os ucranianos treinarem bem, ele pode ser uma ameaça para S30 27, MIG29 entre outros

Ivan

Sim, Carlos.
Mas não sei qual modelo será enviado imediatamente.
Acredito que tanto os interceptadores Mirage 2000C como os modernizados Mirage 2000-5 terão um papel mais dedicado aos mísseis de cruzeiro, podendo – eventualmente – criar situações onde aviões de ataque russos não possam se aproximar demais e impunimente.
A guerra antiaérea naquela região está cada vez mais entre os sistemas de defesa aérea e sistemas de ataque (aerotransportado ou lançados do terreno ou do mar).
Saudações,
Ivan, an oldinfantryman.

Ivan

Verifiquei que serão da versão Mirage 2000-5.

bruto

pelo que sei , chuto sao poucas versao desse

vendéen

Bom dia, Brasil, Na saga sobre as ajudas (demasiado tarde!) à Ucrânia. Existem muitas interrogações sobre esta decisão do senhor deputado Macron. Quantos M 2000-5 para ter um “peso militar”, apenas M 2000-5 franceses (Cerca de vinte (?))? Uma cessão dos M 2000-5 franceses afectaria de novo o treino dos pilotos franceses (desde as cessões de Rafale à Croácia e à Grécia: 150 horas de voo em vez de 180). Sabendo que o Qatar e a Grécia (os dois países que possuem esses aviões) querem vendê-los. A Indonésia renunciou ao 12 M 2000-5 qatari, pelo que estes estão disponíveis (?).… Read more »

Palpiteiro

Meu palpite é o tradicional pra quem não tem nada, metade é o dobro. Mesmo o fato de enviar só para ser abatido já dá prejuízo para o adversário. Mas neste caso, deve ser melhor que os surrados-24 para ataque.

Kommander

E nada dessa guerra acabar. 💤💤

Já estou convencido que o fim da humanidade está próximo.

vendéen

De acordo com o Ministro da Defesa francês, Monsieur Lecornu: O M 2000-5 prometido à Ucrânia será retirado do inventário francês (26 M 2000-5 operacionais) sem indicação da quantidade efectivamente retirada (?). Sabendo que estes aviões estão divididos em 2 esquadrões (3/11 Corse baseado no Djibouti e 1/2 Cigogne baseado na França). Sabendo também que todos os M 2000-5 devem ser retirados do estoque em 2029/2030 (?). No entanto, Macron mencionou uma coligação: com os M 2000-5 gregos e catarianos? Dito isto, parece (a verificar) que o 3/11 Corse mantém a sua atribuição mas que a 1/2 cegonha será temporariamente… Read more »

Ivan

Bem lembrado !!! . Apenas o Catar, na sua Qatar Emiri Air Force – QEAI, alinha na ativa uma dúzia de Mirage 2000-9, possivelmente os mais modernos da linhagem Mirage, sendo que chegaram a operar mais de 30 dessas aeronaves, entre Mirage 2000-9 monopostos e 2000-9Ds bipostos. Entretanto a tal QEAI está operando uma significativa quantidade de aeronaves modernas (de dar inveja mesmo…), como Boeing F-15QA Strike Eagles, Dassault Rafales e Eurofighter Typhoons. Vai faltar piloto para isso tudo. . Segundo a velha Wikipédia, os Mirage 2000-9 “estão equipados para a missão de ataque, com o pod de mira a… Read more »

vendéen

Bom dia, Ivan,

Tanto quanto sei, o Catar não possui um M 2000-9 (Confusão com EAU (?)).
O M 2000-9 é um M 2000-5 projetado especificamente para o apoio, e para dar mais capacidades ar-terra.
O M 2000-5 é especificamente um interceptor para combate aéreo.
Salvo erro da minha parte, o M 2000-9 foi vendido a um único cliente nos Emirados Árabes Unidos no final dos anos 90 (20 M 2000-9).

Tenha um bom fim de semana!

Ivan

Vendéen, . Vc tem razão… novamente… mas em parte. 😉 Efetivamente o maior número de Mirage 2000 está com a Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos – UAEAF, cerca de 59 aeronaves nas versões -9. Confesso, estava pensando nestas aeronaves que, certamente, serão substituídas por cerca de 80 novos Dassault Rafale F4 encomendados. . O em parte foi meio que uma defesa mínima do ponto de vista que tomei emprestado de… você mesmo. 😉 A Força Aérea Emiri do Catar – QEAF, opera desde a década de 90 cerca de 9 (nove) Mirage 2000-5DAs monopostos e 3 (três) Mirage 2000-5DDA… Read more »

Rodrigo Maçolla

Será que teremos pilotos franceses vestidos com traje de vou Ucraniano em ação?

Charle

Se isso acontecer, morrerão também como ucranianos.

Nilton L Junior

Agora vai versão 15

Bispo

Salada de frutas … armas de N tipos , origens… manutenção , reposição, complicada. Segundo dizem , serão 05 caças francês…com certeza resolverão o problema por lá.😏 Essa sanha anti russa do Macron se deve a renovação do Parlamento Europeu (06 a 08)… com a extrema direita nadando de braçada – Marine Le Pen será candidata a presidência em 2027..Putin já a financiou via empréstimos. Jordan Bardella (Casado com uma sobrinha de Marine Le Pen e presidente do partido de extrema direita Reunião Nacional) é considerado um fenômeno político da atual campanha e dizem marionete de Lê Pen. Caso venham… Read more »

Heli

Agora vai

Marcelo Tatsch

A Jaca voadora vai entrar em ação!! Agora “os Russos não vão dormir mais”!!

Last edited 6 dias atrás by Marcelo Tatsch
Fabio Araujo

Qual o tipo de armamentos o Miragem 2000-5 pode usar? Posso estar enganado mas eu creio que o Meteor esta fora!

Wilson

São a mesma variante que foi prometida ao brasil, como tampão, se tivéssemos optado pelo Rafael?

Tutor

Os Mirages (junto com os F-16) são o terror dos caças russos, principalemnte os MIG’s.
A história entre entre, principalmente no Oriente Médio, sempre demonsttrou a superioridade desses aviões frente aos russos.
Quer discordar? Discorde. Mas, isso não muda os fatos, os números demonstram isso.

Fabio Araujo

Acho que fora a qualidade dos pilotos o treinamento influencia, os israelenses com melhor treinamento venceram muito mais combates usando o Mirage III que não são especializados em dogfight do que os árabes com os caças soviéticos que eram especializados.

Marcos

Tudo isso é política. E não a boa politica dos estadistas. É a política rasteira dos populistas A França dispõe de 26 Mirage 2000 – 5 E são usados pelos franceses. Inclusive compõe um dos elementos principais de suas capacidades. Se abrirem mão dessas aeronaves ficarão com buracos em usa estrutura. O que Macron deseja é posar de estadista e se manter relevante, quiçá no centro da discussão europeia sobre ajuda a Ucrânia. Tudo isso com vista a agradar seus eleitores e satisfazer seu ego. A França não possui capacidade de fornecer 100 ou 200 aeronaves a Ucrânia que fariam… Read more »

ZamZam

Não substimem essa máquina; a grande altitude o Gripen sofre para subjulgar uma aeronave como essa!

Last edited 4 dias atrás by ZamZam