Gripen C MS20 com mísseis Meteor

Saab JAS 39C Gripen MS20, com mísseis IRIS-T, Meteor e bombas SBD

A Suécia está sendo solicitada a pausar os planos de enviar o JAS 39 Gripen para a Ucrânia, conforme relata o Ministro da Defesa da Suécia, Pål Jonson (M). Tudo isso para poder focar em um sistema de aeronaves: o americano F-16.

O anúncio vem de Bruxelas após Jonson ter tido “conversas intensivas” com outros países da coalizão de defesa aérea que ajuda a Ucrânia com aeronaves e sistemas de defesa aérea.

– Fomos instados pelos outros países que lideram a coalizão a esperar com o sistema Gripen. Isso tem a ver com o fato de que o foco agora é introduzir o sistema F-16, explica Jonson.

Foco no F-16

Bélgica, Países Baixos, Dinamarca e Noruega todos prometeram aviões F-16 para a Ucrânia. Os primeiros aviões são esperados para serem entregues ainda este ano, o que significa que o Gripen terá que esperar por enquanto.

– De forma alguma descartamos que isso possa ser relevante no futuro, mas agora o foco ucraniano está em implementar o programa F-16, diz o Ministro da Defesa.

A oposição na Suécia tem exigido que o país entregue o Gripen para a Ucrânia praticamente de imediato – mas isso agora está fora de questão.

– Isso não está alinhado com a visão da coalizão sobre a introdução de dois sistemas de aeronaves de combate ao mesmo tempo, observa Jonson.

FONTE: www.aftonbladet.se

Subscribe
Notify of
guest

35 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Willber Rodrigues

Se, pra treinar pilotos ucranianos e seu pessoal de apoio e decidir se envia/não envia F-16 pra Ucrânia já está sendo uma novela mexicana que se arrasta a anos, imagina pra enviar Gripen…

Tem que perguntar também se a Suécia / SAAB estão preparados pra possibilidade de verem as imagens de seus Gripens sendo derrubados por lá estampando as manchetes mundiais.
Acho que o pessoal de marketing da SAAB não gostaria muito disso…

Last edited 1 mês atrás by Willber Rodrigues
Fábio CDC

Tem que perguntar também se a Suécia / SAAB estão preparados pra possibilidade de verem as imagens de seus Gripens sendo derrubados por lá estampando as manchetes mundiais. Acho que o pessoal de marketing da SAAB não gostaria muito disso…”
.
Muito bem observado!

Rui Mendes

Muito bem observado??
Então alguém envia material de guerra para a frente e espera que não haja alguns destruídos e que apareçam imagens???

Alecs

Pode ser, mas primeiro vamos ver como os F-16 se sairão. Se voarem controlados do solo por controladores ucranianos a possibilidade de abate aumenta, mas se estiverem linkados com os AWACS da OTAN voando em espaço aéreo internacional ou de aliados as chances dos F-16s aumentam muito! Vou aguardar antes de fazer torcida. Essa guerra está, desde o início, cheia de surpresas, então melhor não ficar contando vitória (para nenhum dos lados) antes da hora. Se os F-16s antigos se derem bem, acredito que as chances do Gripen C MS20 são ainda maiores.

Helio Eduardo

Dificilmente os F-16 vão operar dentro das condições para as quais foram planejados….
Se eu tivesse que apostar, diria que a introdução dos F-16 terá um grande impacto inicial, mas que logo logo os russo farão ajustes na sua doutrina.
Na postagem acima critiquei os russo, como tenho feito, mas não se pode deixar de reconhecer a grande capacidade de adaptação que possuem, coisa de gente grande.

Willber Rodrigues

“(…) mas se estiverem linkados com os AWACS da OTAN voando em espaço aéreo internacional ou de aliados as chances dos F-16s aumentam muito!”

Isso significaria que a OTAN está abertamente lutando ao lado da Ucrânia ( vamos fingir que aqueles Patriot’s, ATACMS e outros equipamentos de alta tecnologia não são controlados por “voluntários” da OTAN ), então, isso seria uma escalada perigosa.

Tem que ver tambem se esses F-16, que estão longe de ser um F-16 Viper, podem fazer isso.

Rui Mendes

Podem fazer isso???
Tirando o F-16V que nem sequer ainda entrou ao serviço, os F-16 AM da Holanda, Noruega, Dinamarca e Bélgica tem as capacidades do mais moderno dos F-16 em serviço actualmente, os Bloque 50/52+.
Só se esses caças forem entregues, depois de lhes reduzirem essas capacidades, mas não acredito nisso, aliás acho que os vão fornecer, junto com alguns dos melhores mísseis, bombas de precisão e pod’s que eles operam.
Aguardemos.

Alecs

Tem o Link 16 padrão OTAN

Rui Mendes

Anos????
Não são anos e até está a andar rápido, pois para um simples automóvel, demora meses, não está a andar nada mal, aliás quem os está a ensinar, são os donos do projecto do caça e alguns dos mais experientes usuários do caça.

BraZil

Tenhamos calma. Em breve veremos Jas e Eurofighter tranche 2 se juntando aos F35 na Ucrânia.

Nilo

Pilotados por ucranianos ou pseudos ucranianos, sem falar nos F-22 rsrsrs está tudo combinado com os russos.

curisco

seria um brutal aprendizado

Fabio Araujo

O Gripen que tem a capacidade de operar em pistas não preparadas vai ser útil, mas como os F-16 já estão para serem entregues e os treinamentos estão mais avançados nesse momento é melhor concentrar as energias no F-16 e deixar o Gripen para mais tarde.

Anselmo de Fraga

Eu gostaria muito de ver o desempenho dos Gripens neste cenário, com certeza acrescentaria muito, mas o F16 já vai dar um fôlego aos ucranianos, até porque deve haver mais unidades disponíveis deste do que do caça da Saab.

LUIZ

De qual pista irá decolar esses F-16?

Fabio Araujo

As bases estão sendo preparadas, os caças vão ficar em angares subterrâneos, mas o calcanhar de Aquiles vão ser as pistas.

Fernando

Uma pergunta, se estas aeronaves decolarem de paises que nao a Ucrania, a Russia nao retaliaria com ataques a estas bases?

Jota Ká

Ucrânia é uma incrível vitrine para os sistemas de armas.
EUA mexendo os pauzinhos para colocar o F16 à frente do Gripen.
Negócios à frente das parcerias e amizades.Kc390 que o diga!

Renato

Sim.. Principalmente quando começarem a virar metal retorcido como os Abrams, vão ver que baita negócio fizeram..

Last edited 1 mês atrás by Renato
Orphel

Verões antigas do F-16, queria ver se fosse os F-16V operados por pilotos experientes.

BraZil

Cara, se fosse o Tom Cruise ou o Mark Hamill, não teria pra ninguém. mas é uma guerra de verdade e contra uma outra potência. “O Ocidente” não sabia como é isso desde 45.

Fernando Vieira

Pode até ser mas acho que esse caso é mais racional mesmo. A Ucrânia está com falta de tropas e isso deve significar também pilotos. E você não pega um conscrito, coloca ele num cockpit e manda voar para combater os russos como você faz na infantaria dando um fuzil pro cara e pronto. Treinar um piloto é caro. Os pilotos ucranianos sobreviventes estão acostumados com seus equipamentos da era soviética, demandou muito tempo para treiná-los de modo que eles num F-16 não sejam patos no estande de tiro russo. Aí agora que esses pilotos estão finalizando treinamento no F-16… Read more »

Rui Mendes

Não são os EUA que doaram os caças, mas sim a Holanda, Dinamarca, Noruega e Bélgica, os EUA só autorizaram as doações, pois como é material de fabrico USA e vai mudar de país, eles tem que autorizar.
Ainda ontem a Bélgica anunciou que vai doar 30 F-16 AM/BM aos Ucranianos, bem como a Espanha anunciou, alguns mísseis patriota e mais 19 Leopardo 2A4, em um pacote de ajuda de mais de 2 mil milhões de euros, entre Bélgica e Espanha.

Vitor

Melhor nem mandar mesmo, no estágio em que a guerra se encontra, qualquer aeronave que mandarem para lá vai ser abatida, talvez até mesmo antes de conseguir levantar vôo com os mísseis supersônicos Kinzhal.
Deixa os F-16 passarem vergonha lá, talvez dessa forma, sobre uma fatia do mercado de caças de baixo custo para o GRIPEN.

Heinz

Sim claro, assim como todos os MIg29 ucranianos foram abatidos né? Mas continuam voando.

Rafael

Suécia…O país que tem uma longa trajetória de desenvolvimento de caças que nunca foram (e talvez nunca serão) testados em um conflito real.

Fabio Araujo

Os Gripens já foram usados em combate na Libia em 2011 em uma operação da ONU capitaneada pela OTAN, o Gripen atuou em operação de apoio as tropas em solo e se saiu muito bem.

Fabio Araujo

Erro meu, a atuação do Gripen foi ataque ao solo e não apoio a tropas em solo.

Renato

Nem isso Fábio, foi apenas reconhecimento. O parlamento sueco não permitiu ações além disso.

Last edited 1 mês atrás by Renato
Helio Eduardo

Não acho que a Ucrânia possa esperar mais…. Mas…. é um “eu acho”. Me parece lógico – treinamentos e questões políticas à parte – que ter F-16 e Gripen ao mesmo tempo seria muito mais vantajoso para a Ucrânia do que o modelo proposto. Quanto aos comentários de que um ou outro serão eventualmente derrubados, acho que nem em Nárnia alguém ainda acredita em armas imbatíveis. É preciso separar bem alguns fiascos russos, dos quais as torres de tanques voando por aí e navios afundando no Mar Negro por “falha operacional”, do contexto geral. E para o outro lado da… Read more »

LUIZ
ElBryan

Quem for comprar melhor esperar mais um pouco rs.

Fabio Araujo

O Gripens vai demorar, mas a Suécia aprovou a liberação de dois Saan AEW 340 sem dúvidas serão muito úteis!
https://twitter.com/DakdaR22/status/1795747890943676809?s=19

Rodrigo

Mas não era o matador de sukhoi?…só conversa então?

BraZil

kkkk Rocha voadora. Imagina essa maravilha em um combate aéreo, tendo que fazer manobras bruscas e indo ao limite…