domingo, dezembro 4, 2022

Gripen para o Brasil

Bombardeiro e caça da Segunda Guerra Mundial colidem em show aéreo em Dallas, Texas

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Seis pessoas morreram em um acidente de avião no sábado (12/11) durante um show aéreo em Dallas, Texas, quando dois aviões militares se chocaram em pleno voo.

Um Boeing B-17 Flying Fortress e um Bell P-63 Kingcobra colidiram por volta das 13h20. hora local no Aeroporto Executivo de Dallas, de acordo com um comunicado da Administração Federal de Aviação.

Um vídeo postado no Twitter no sábado mostrou os dois aviões colidindo um com o outro, com o B-17 se partindo ao meio no impacto.

Outro vídeo postado no Twitter mostrou a aeronave P-63 menor batendo no B-17. Os espectadores podem ser ouvidos gritando em choque, com um perguntando: “Ele atingiu o avião?”

Terry Barker, veterano do Exército e ex-piloto da American Airlines, estava no bombardeiro B-17 que caiu, segundo um tweet de Armin Mizani, prefeito de Keller, Texas, no sábado.

“Terry Barker era amado por muitos. Ele era um amigo e alguém cuja orientação eu procurava”, escreveu Mizani.

No domingo, a Allied Pilots Association identificou Len Root como copiloto de Barker na aeronave B-17.

As autoridades estão trabalhando para identificar as vítimas restantes, twittou o juiz do condado de Dallas, Clay Jenkins, no domingo.

Pilotos aposentados normalmente se voluntariam para pilotar os aviões no show aéreo, disse Hank Coates, presidente da Força Aérea Comemorativa, à Associated Press. Coates disse que os aviões estavam em boas condições, apesar de serem antigos e remontarem à Segunda Guerra Mundial.

“Este foi um show aéreo do tipo demonstração de voo da Segunda Guerra Mundial, onde destacamos a aeronave e suas capacidades”, disse Coates em uma reportagem da BBC.

O B-17 é mais conhecido por ter sido empregado durante a Segunda Guerra Mundial na luta dos Aliados contra a Alemanha.

“Isso não é sobre a aeronave – simplesmente não é”, disse Coates, de acordo com o The Dallas Morning News. “As aeronaves são ótimas; são seguras, muito bem conservadas, os pilotos são muito bem treinados.”

Uma foto tirada pela AP mostrou a aeronave explodindo e atingindo o solo, envolta em uma bola de fumaça e fogo. Ninguém no solo ficou ferido, informou a BBC, citando bombeiros no local.

A Rota 67, uma importante rodovia norte-sul de Dallas, foi fechada em ambas as direções depois que os destroços da colisão se espalharam pelas estradas, disse o Departamento de Polícia de Dallas no Twitter.

Cerca de 4.000 a 6.000 pessoas estavam no show aéreo quando a colisão aconteceu, disse Coates, segundo o The Dallas Morning News.

A FAA e o National Transportation Safety Board estão investigando o acidente.

FONTE: MSN / Business Insider / Foto de abertura: Larry Petterborg/AP

NOTA DA REDAÇÃO: O Poder Aéreo esteve em 2016 no show aéreo “Wings Over Dallas” e fotografou o B-17 que foi perdido no acidente do sábado:

- Advertisement -

59 Comments

Subscribe
Notify of
guest

59 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Underground

É impressionante que o B-17 simplesmente desmancha no ar.
Lamentável!!!
Essas coisas não deveriam acontecer.

TJLopes

O Bell P-63 Kingcobra oferece uma péssima visibilidade ao piloto, isso deve ter contribuído para a tragédia.

109F-4

Exato. Acho que o piloto do P-63 não percebeu a aproximação do B-17… não deu tempo fazer nenhuma manobra de evasão.

Camargoer.

Rapaz. Que imagens terríveis. Minha filha (8 anos) perguntou se o piloto do caça estava distraído com o celular…

Bernardo Azevedo

O B-17 estava no ponto cego dele pelo que parece. Na hora que o P-63 começou a fazer a curva a visibilidade para baixo e frente fica bem limitada. Caso o P-63 estivesse mais baixo talvez fosse capaz de evitar, porém a visibilidade para baixo e pouco a frente ao mesmo tempo é bem ruim no P-63, o que foi pior ainda mais por ele estar com um bank angle acentuado no momento da curva.

Clésio Luiz

Eu me pergunto se aquela grossa coluna contribuiu muito. A coluna é bem vertical e o B-17 é um grande objeto horizontal.

A impressão que tive é que ambos estava fazendo uma suave curva para a esquerda, e a B-17 cruzou o caminho que o P-63 fazia. O caça estava com a asa esquerda um pouco inclinada para baixo, talvez fazendo com que a B-17 aparecesse abaixo da linha do canopy para o piloto, assim encobrindo-a.

Mas tudo agora é especulação. Depois que os resultados da investigação oficial forem divulgados, poderemos simular como tudo aconteceu.

Willber Rodrigues

Isso é lamentável e triste tanto pela perda de vida dos pilotos, quanto pela perda de duas aeronaves históricas.

Last edited 19 dias atrás by Alexandre Galante
109F-4

Na 2ª GM havia caças alemães que tentavam fazer o que acidental e infelizmente aconteceu: tinham o bordo de ataque das asas reforçado e colidiam com as partes mais frágeis dos bombardeiros tentando derrubá-los.

Carvalho

Consta que ainda restam 45 B-17 sobreviventes no mundo (inclusive um nas cores da FAB, em Recife e outro desmontado no Museu Aeroespacial). Destes, talvez apenas 10 em condições ou sendo restaurados para voar.

Carvalho

comment image

Carvalho

Em 2019, outro acidente com B-17

MadMax666

Eu voei nesse B-17, o Nine-O-Nine, da Collings Foundation 2 meses antes do acidente, com a mesma tripulacao que morreu. Todos os envolvidos estavam vivendo sua paixao, todos voluntarios para preservar a historia da aviacao e de seu pais. Acredito que no Texas seria o mesmo

Uma pena e que todos descansem em paz

André K

Como foi a experiência de voar no B-17?

Alexandre Carvalho

Deve ter sido uma bela experiência !!!
A fila para voar nestes aviões deve ser grande. Acredito que é necessário se planejar, correto?

Emerson

Me parece que agora existam apenas 8 em condições de vôo, segunda a revista Asas.

Luiz Carlos - Pará de Minas - MG

ponto cego. simples assim, rapaz.

Felipe Augusto Batista

Eu sei que é trágico, mas a foto inicial é impressionante, parece saida de um filme.

Nativo

Shows aéreos são tão bonitos quanto perigosos.

Antunes 1980

Pior de tudo, são as putinetes comemorando esta tragédia.
O ódio que esta turma tem dos Estados Unidos, cega qualquer tipo de humanidade…

IvanF

Sério isso? Que absurdo!
Torcer pra Rússia, questão política de cada um, mas comemorar a morte de seis pessoas numa demonstração aérea com aviões históricos, é ser muito doente.

Camargoer.

Olá Antunes. Onde tem gente comemorando um acidente? Apesar que alguns andaram lastimando a saúde dos outros.. gente desprezível mesmo.

Velame

Verdade camarada, era só o atual presidente internar para tratar dos problemas consequentes do esfaqueamento que uma enormidade de pessoas se punham a desejar o pior.

Camargoer.

Caro Velame. Discordo que exsta uma enormidade de pessoas que desejam o mal de alguém. Acredito que apenas uma minoria prefira a morte e a tortura. A maioria no Brasil e mesmo no mundo é de gente civilizada e fundamentalmente ética. Apenas gente apequenada, de mente restrita e moral claudicante é capaz de lastimar a dor e a saúde de outra pessoa. Algumas coisas são intoleráveis. Comemorar a morte ou a doença de outra pessoa é uma delas.

Velame

Não sei se são tão poucos não, tenho minhas dúvidas. Gente letrada, bem informada que adora parecer virtuoso, mas que defende ditaduras como a cubana a venezuelana, se preocupam com a morte de narcoguerrilheiros que levam terror às comunidades onde atuam, mas não lamentam a morte dos bravos agentes da lei. Tá cheio de gente assim por aí camarada… mas concordo com você não são maioria. Tenho certeza!

Camargoer.

Olá Velame. Pois é. É preciso estar muito firme e forte sobre o significado dos Direitos Humanos, Civilidade e Ética. Acho que existem momentos em que somos levados ao erro pela emoção. Todo mundo tem um grau de contradição, mas tem coisas que deveriam ser absolutas. É abominável desejar a morte de qualquer pessoas, mesmo nos momentos de ódio e intensa emoção. A vida é um valor absoluto, mesmo no caso de criminosos ou inimigos e adversários políticos, ideológicos ou qualquer outras coisa (futebol, religião, cultura). Adversários são combatidos na arena apropriada, sejam eleições, estádios, em um tribunal ou mesmo… Read more »

Velame

Camargoer… a sua retórica me diverte. Devo admitir que a sua capacidade de argumentar e sair pela tangente com classe é impressionante! Entendo que é difícil defender o indefensável, mas você o faz com maestria! Você é contraditório nos valores que defende, mas sempre com educação e inteligência. A sua eloquência te faz perigoso, e te admiro por isso. Lamento estarmos em lados opostos, mas não recusaria um chopp com você.

Rinaldo Nery

Velame, fez minhas as suas palavras. Acertou em cheio na análise.

Camargoer.

Olá Velame. Vamos combinar sim um dia para conversar pessoalmente. Bater papo sempre é bom. Chopp gelado também é bom. Agradeço o elogio. Todo sistema político complexo é contraditório. Gosto muito de pensar sobre aqueles problemas que envolvem conflitos éticos e morais. Tem um filme argentino sensacional chamado “Relatos Selvagens” de 2014.

Agressor's

Vc precisava ter visto esse pessoal na morte do Olavo de Carvalho…

André Macedo

Depois de ter participado ativamente da turma negacionista que matou milhares na pandemia eu espero que ele esteja num lugar bem quentinho.

Camargoer.

Ola Agressor. Não há como celebrar a morte de ninguém, mesmo nos casos nos quais uma pessoa que vocẽ ama e está gravemente adoecida a gente consegue ficar feliz com a perda. Qualquer um que passou por isso sabe o sofrimento da perda. Há uma linha muito bem definida entre o que é civilizado e o que é desprezível.

Fawcett

Volta e meia um avião da segunda guerra cai. Essa mania botar aeronaves históricas para voa é muito bonita de se ver mas ao mesmo tempo muito arriscada. O ideal seria deixar estes aviões no solo, preservados para a posteridade.

Fawcett

Desde o ano 2000 já se perderam 3 B-17 e 2 P-63 em acidentes.

RSmith

Talvez já estaria na hora de proibir exibições areas de aeronaves que já tem pra lá de 70 anos de fabricação…

Rinaldo Nery

Volta e meia um avião do século XXI cai. ¨O ideal seria deixar estes aviões no solo….¨

Camargoer.

Olá Rinado. Você tem razão. As estatísticas de acidentes seriam reduzidas se a gente mantivesse as aeronaves no chão.. riso. Tem um livro bem legal que discute o risco relativo das coisas chamado “Viver é perigoso”. Eu recomendo mesmo. Tem um trecho que o autor comenta que mais de 90% dos abusos infantis acontecem dentro de casa por pessoas conhecidas, ainda assim é comum que as mães temam mais a aproximação de um morador de rua, sendo que praticamente não existam casos de abuso infantil causado por moradores de rua. O livro comenta outros exemplos de situações nas quais a… Read more »

Fawcett

Proporcionalmente falando é maior o número de aviões velhos caindo. Compare quantas decolagens de 737 ocorreram desde os anos 2000 com as decolagens de B-17. Depois tire uma média com os números de acidentes. Não duvido que a manutenção destes aviões antigos sejam boas mas não deixa de ser perigoso botá-los para voar. Se estes aviões já tinham alto índices de acidentes quando foram lançados imagine agora, 70 anos depois.

Rinaldo Nery

Não tenho números, mas arrisco dizer que a proporção é semelhante.

Camargoer.

Olá Rinaldo. Desconheço os números, mas talvez seja razoável imaginar que aviões mais modernos (não necessariamente novos) tenham um nível de segurança maior que aviões antigos, isso considerando que todos recebam uma manutenção adequada. Outro ponto que talvez afeta os níveis de segurança sejam o tipo de operação. Um 737 (ou outro avião) fazendo um voo comercial está protegido por normas de segurança mais rigorosas que as usada em shows aéreos.

Rinaldo Nery

Certamente. Já há uma análise preliminar do ocorrido.

Rinaldo Nery

Análise não-oficial da colisão. Basicamente: -um circuito “osso de cachorro” em cobrinha, tendo uma pista como eixo das passagens. -“faul line”: centro da pista. -no entanto, era uma cobrinha com velocidades distintas entre caças e bombardeiros. -ultrapassagens eram previstas, com aviso prévio ao “Air Boss”. -não havia alturas definidas de separação caças/bombardeiros. -o líder dos caças definia seu eixo de ultrapassagem e cabia aos outros seguí-lo. -a defasagem de velocidade caças/bombardeiros era em torno de 50kt a 70kt. -O P-63 vinha seguindo o líder da formação, ele próprio puxando uma formatura de P-51. -Ele vinha ligeiramente mais veloz que o… Read more »

Maurício Veiga

Com todo o respeito amigo foi um acidente uma fatalidade, avião foi feito para voar!!! Nos EUA a manutenção destes aviões é impecável!!! Presenciei inúmeros Shows Aéreos nos EUA sem o menor problema e com total segurança…

Fawcett

Estes aviões foram feitos para participar de guerras, não de apresentações. Sempre considerei irresponsabilidade botar estes aviões para voar sabendo que pode-se perder o material histórico.

MadMax666

No caso do 9-0-9 em 2019, foi parcialmente um problema de treinamento em funcao da inexistencia de rotinas de operacao destes avioes hoje. Um motor pegou fogo, foi desligado e o piloto compensou em excesso os motores do outro lado – que era desnecessario porque o aviao estava vazio. O piloto tinha quase 20 anos voando o mesmo B-17 mas nunca havia praticado esta situacao.
Nao duvido nada que esse P-63 tenha tido um problema qquer para ter saido da formacao.

juggerbr

Sorte extrema foi que apenas os seis tripulantes das aeronaves morreram, poderia ser uma tragédia muito pior. O Kingcobra corta o B-17 no meio…

Maurício.

“As aeronaves são ótimas; são seguras, muito bem conservadas, os pilotos são muito bem treinados.”

Os pilotos podem até serem muito bem treinados, mas será que nessas apresentações que envolvem várias aeronaves e de diferentes tipos eles treinam bastante antes do show ou será que é um ou dois treinos e já partem para o show? Eu acho que apresentações assim, só devem ser feitas por pilotos da ativa da força aérea ou marinha, o que diminuiria a chance de algo dar errado.

Maurício Veiga

Os pilotos destas máquinas antigas estão entre os melhores do mundo, pode ter certeza disso, nesse segmento não não existem amadores…

Fawcett

Acho que este tipi de apresentação deveria ser proibida, justamente para preservar o material histórico.

RSmith

RIP

Alex Faulhaber

O piloto faltou ao brifim??

Ricardo

No primeiro vídeo, podemos ver bem no começo a linha de voo dos caças e dos bombardeiros (com uma certa distância), por algum problema o P-63 saiu de sua linha de voo e veio a colidir com o B-17. Esse era um show aéreo feito algum tempo por estas equipes, portanto não devia ter surpresas, mas infelizmente houve essa fatalidade.

Equilibrium

Não entendi o pq de colocarem essa foto de capa com pedaços de corpos ali…

Rinaldo Nery

Não consegui identificar esses pedaços…

Equilibrium

E espero que não continue vendo. Essa imagem em alta definição é feia demais…

Camargoer.

Olá E. Acho que vocẽ está com uma vista mais acurada que a minha. Eu vejo muitos pedaços do avião. A foto é trágica mas também é excepcional.

Rafael azambuja

Nao tem pedaço de corpo nenhum ali a tripulação do b17 voa da parte frontal do aviao que desceu ao solo intacta pois perdeu a cauda , e o piloto do p39 caça dentro da fuselagem do mesmo que perdeu as asas e a parte frontar que se ve pendurada na helice do mesmo ! Nem imaginando muito teria corpo nessa foto !
Warbird foi feito para voar !

Carlos Henrique Lucena

Em Natal existia um B-17 em exposição no AeroClube, creio que até a década de 70. Natal recebeu muitos destes e de outros aviões durante a segunda grande guerra, não sei para onde foi levado, espero que não seja este do acidente.
No primeiro vídeo, os aviões colidem justamente ao passarem pelo simbolo máximo do capitalismo norte-americano, o McDonald´s, uma coincidência temerária.
Resta saber se o piloto do P-63 estava acostumado com este avião ou era um recém-aposentado, acostumado com todo o aparato de segurança dos caças das novas gerações.

Last edited 19 dias atrás by Carlos Henrique Lucena
AMX

Não foi um king cobra, mas sim um Curtiss Helldiver.

AMX

Não consegui editar, então, escrevo aqui:
havia recebido como sendo um.

Últimas Notícias

UAC entregou ao Ministério da Defesa russo um lote de novos caças Su-35S

A Komsomolsk-on-Amur Aviation Plant (KnAAZ) em homenagem à Gagarin United Aircraft Corporation (UAC, parte da Rostec) entregou ao Ministério...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -