sexta-feira, setembro 30, 2022

Gripen para o Brasil

C-390 Millennium, da Embraer, estreia no evento NATO Days, na República Tcheca

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Ostrava, República Tcheca, 15 de setembro de 2022 – A aeronave multimissão C-390 Millennium, da Embraer, fará sua estreia no evento NATO Days, que ocorre entre os dias 17 e 18 de setembro em Ostrava, na República Tcheca. Além da aeronave, a Embraer divulgará seu portfólio completo para os mercados de defesa e segurança, com produtos e soluções inovadoras que estão presentes em mais de 60 países.

Recentemente, a Embraer concluiu com sucesso os testes em voo da campanha de certificação do Sistema Modular Aerotransportável de Combate a Incêndios (MAFFS II, na sigla em inglês), que fornece ao C-390 Millennium a funcionalidade necessária para realizar a missão de Combate a Incêndio Florestal (CIF).

O C-390 Millennium e sua configuração de reabastecimento aéreo, o KC-390, são a nova geração multimissão de transporte militar que oferecem mobilidade e capacidade de carga incomparáveis, rápida reconfiguração, alta disponibilidade, conforto aprimorado e segurança, bem como gerenciamento otimizado de custos operacionais reduzidos ao longo de seu ciclo de vida, tudo em uma única plataforma.

Desde a primeira entrega à Força Aérea Brasileira (FAB), o KC-390 Millennium tem comprovado sua capacidade, confiabilidade e desempenho. A atual frota de KC-390 da FAB é composta por cinco unidades e já ultrapassou 6.800 horas de voo em operação, com uma taxa superior a 99% de cumprimento de missão, com mais de 80% disponibilidade operacional, demonstrando excelente disponibilidade e produtividade em sua categoria.

O primeiro KC-390 da Força Aérea Portuguesa

Concepção do KC-390 da Hungria

Em junho de 2022, o Ministério da Defesa da Holanda anunciou a seleção do C-390 Millenium para substituir a atual frota de C-130 Hercules. A Holanda, que terá uma frota de cinco C-390, destacou na escolha o desempenho e a produção operacional da aeronave.

As Forças Armadas de Portugal e as Forças de Defesa da Hungria irão iniciar as operações com o KC-390 em 2023 e 2024, respectivamente. As frotas dos dois países serão configuradas para realizar reabastecimento aéreo e serem totalmente compatíveis com as operações da OTAN, não apenas em termos de hardware, mas também em aviônica e comunicações. A frota das Forças de Defesa da Hungria será a primeira do mundo a contar com a configuração de uma Unidade de Terapia Intensiva, característica essencial para a realização de missões humanitárias.

O KC-390 equipado com o Sistema Modular Aerotransportável de Combate a Incêndios – MAFFS II

Na sequência de imagens, exemplos de configurações de carga do KC-390: 7 pallets 463L (dois deles sobre a rampa); 3 veículos Humvee; 1 veículo blindado LAV-25; 1 helicóptero Blackhawk, entre outras possíveis

Cockpit do Embraer KC-390
Vista em corte do KC-390. Clique na imagem para ampliar
Vista em corte do KC-390. Clique na imagem para ampliar

Siga a Embraer no Twitter: @Embraer

Sobre a Embraer

Uma empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer tem negócios em aviação Comercial e Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A empresa projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, prestando serviços e suporte aos clientes no pós-venda.

Desde sua fundação, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8.000 aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola em algum lugar do mundo, transportando mais de 145 milhões de passageiros por ano.

A Embraer é o principal fabricante de jatos comerciais com até 150 assentos e o principal exportador de bens de alto valor agregado no Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

DIVULGAÇÃO: Embraer

- Advertisement -

22 Comments

Subscribe
Notify of
guest

22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Matheus

É isso aí, é mostrando que se vende. Sucesso ao C-390. A nota da Embraer não está alinhada com o governo português, que afirmou que a primeira aeronave deles será entregue em Outubro.

Mario Lira Junior

Entrega em outubro indica operação só em 2023 mesmo, eu acho

Bruno Palma

O KC-390 será entregue á FAP em Outubro e irá logo para Alverca para a OGMA para ser integrado os sistemas da NATO entre outros e ficará pronto no inicio de 2023.

Rafael Cordeiro

Sucesso e que a EMBRAER conquiste um bom volume de vendas para manter a linha do KC-390 aberta por longos anos! Uma coisa que parece ser perfumaria, mas que acho bem estranho, é a quantidade de fiação e dutos expostos no interior do compartimento de cargas, será que não existe previsão ou possibilidade de se colocar uma manta ou outra cobertura nisso? Acredito que deixaria o visual interno bem mais interessante, a impressão que dá é que a qualquer momento alguma coisa pode enroscar no duto e danificar algum sistema da aeronave. Vendo algumas imagens do compartimento de cargas do… Read more »

Guilherme Poggio

Rafael Cordeiro, qualquer cobertura adicionada à aeronave significa aumento desnecessário de peso e dificuldade na manutenção. Esse estilo mais espartano e comum não só em aeronaves militares como em navios militares, onde dutos e fiação ficam expostos, facilitando a manutenção, reduzindo o peso e retirando materiais combustíveis desnecessários da estrutura.

Rafael Cordeiro

Obrigado pela explicação Guilherme Poggio e veio de encontro com o que eu já imaginava mesmo, por isso fiz uma comparação com o A400M, mesmo sabendo que as aeronaves estão em categorias distintas.

Rinaldo Nery

de encontro = contrário; ao encontro = coincidente.

Santana

Não há proteções mesmo..e padrão militar,não tem que estar bonito,o importante e funcional e fácil acesso … isso e normal na aviação militar

Bueno
Maurício.

Só para comparar mesmo, duas imagens quase que do mesmo ângulo de como era para ser o C-390 e como ficou.

20220915_132155.jpeg
Silvano

NASA?

Maurício.

“Um cargueiro com asas e empenagem dos Embraer E-Jets”.

Mas de início a idéia seria essa mesmo, achavam que seria um avião mais barato por ter componentes de uma família já pronta e testada de aeronaves, a família E-Jets, inclusive, no início, quando a Embraer olhou os possíveis clientes, ele seria nessa configuração do início de 2007/8.

KC-390_Canal_Piloto.jpg
Silvano

Obrigado por existir.

Rinaldo Nery

Hum… Romântico…

Joanderson

Não entendo como que esse avião é nosso se as tecnologias mais importantes como motores e radares são estrangeiras, alias acho que nosso msm ai so existe uns 20 % de todo avião.
Na verdade so os EUA e Rússia podem se gabar de possuirem o domínio tecnológicos completo na área aeroespacial .

Guilherme Poggio

Joanderson, atualmente todo mundo depende de todo mundo. Tem um texto publicado no FORTE que discute exatamente isso em relação aos equipamentos russos. Só como exemplo, 70% dos componentes usados no míssil Kalibr são de origem estrangeira.

https://www.forte.jor.br/2022/09/15/os-desafios-da-industria-de-defesa-russa-na-guerra-da-ucrania/

Fernando EMB

Sinto cheiro de vira-latas!!!

Saldanha da Gama

2!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Ahhh o Nélson Rodrigues…..

Sensato

Compra alguma quantidade de barras de aço, solda, pendura um motor em cada ponta, um radar na frente e decola. Se conseguir, paro de dizer que o avião é brasileiro.

Last edited 13 dias atrás by Sensato
Evaldo Coutinho

Parei de ler no “estrangeiras”.

Guilherme Poggio

Roberto, é por isso que existe a figura do load master na tripulação, certo?

Rinaldo Nery

Exato.

Últimas Notícias

Embraer entrega E-Jet de número 1.700

São José dos Campos - SP, 29 de setembro de 2022 – A Embraer atingiu um novo marco no...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -