segunda-feira, outubro 3, 2022

Gripen para o Brasil

Tactical Air Support e RUAG recebem contrato de modernização do F-5 para a Marinha dos EUA

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A Marinha dos EUA concedeu um contrato de modernização do F-5 para a empresa com sede nos EUA, Tactical Air Support (Tactical Air). A RUAG assumirá os trabalhos de manutenção de 22 aeronaves F-5 e seus motores, como subcontratada. O projeto é um programa de modificação abrangente e inclui, entre outras coisas, uma atualização de cockpit e radar desenvolvida pela Tactical Air Support.

O contrato também inclui vários trabalhos de manutenção em aeronaves F-5 e seus motores. Para esse fim, a Marinha dos EUA concedeu um contrato correspondente à Tactical Air no início de julho. Como subcontratada da Tactical Air, a RUAG será responsável por serviços específicos de MRO em 22 aeronaves F-5, bem como pela revisão de 44 motores J-85. A Marinha dos EUA adquiriu as aeronaves da Força Aérea Suíça há pouco mais de dois anos.

“A RUAG construiu o relacionamento com a Tactical Air Support por meio de trocas contínuas nos últimos anos. Estou muito satisfeito que o esforço e a perseverança tenham valido a pena. Com este contrato, estamos lançando as bases para uma parceria mutuamente lucrativa que pode ser expandida ainda mais”, diz Philippe Erni, vice-presidente de marketing e vendas.

“Este contrato representa um marco importante para a RUAG: nos dá a capacidade de preservar nossa competência única em relação ao F-5, que é vital para nosso negócio principal, permitindo assim contribuir para a segurança soberana da Suíça. Também fortalece nossa posição no mercado internacional”, enfatizou Thomas Kipfer, vice-presidente sênior da área de negócios aéreos.

Sobre a Tactical Air Support

A Tactical Air é uma empresa civil que fornece aeronaves “red air” para treinamento de aviação tática e serviços de consultoria técnica para seus clientes, que incluem a Força Aérea dos EUA, a Marinha dos EUA e o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA. A Tactical Air pretende atender também clientes internacionais. A Tactical Air Support, Inc. (Tactical Air) é uma empresa de defesa americana com sede em Reno, Nevada, no Aeroporto de Reno-Stead. Quase todos os seus funcionários são ex-escola de armas de caça e comandantes operacionais, instrutores e/ou pilotos de teste especializados em suporte aéreo tático avançado. A Tactical Air fornece consultoria e serviços aéreos comerciais para as forças americanas e aliadas de maneira semelhante ao Naval Strike and Air Warfare Center (NSAWC) e à USAF Weapons School. A TacAir Global, LLC, uma subsidiária integral da Tactical Air Support, Inc., concentra-se em treinamento internacional.

Sobre a RUAG

A RUAG Holding (originalmente Rüstungs Unternehmen Aktiengesellschaft; Joint Stock Defense Company) é uma empresa suíça especializada em engenharia aeroespacial e indústria de defesa. A sua sede está localizada em Berna, ao mesmo tempo que tem vários locais de produção na Suíça (Nyon, Aigle, Thun, Berna, Emmen, Altdorf, Zurique e Interlaken), Alemanha (Oberpfaffenhofen, Hamburg Wedel e Fürth), Suécia (Gotemburgo, Linköping e Åmotfors), Hungria (Sirok, Eger), Áustria (Viena, Berndorf) e Estados Unidos (Tampa e Titusville), e empresas de vendas na Austrália, Reino Unido, França, Bélgica, Brasil e Malásia. Como parceira de tecnologia das Forças Armadas Suíças, a empresa atende aos requisitos militares todos os dias.

DIVULGAÇÃO: RUAG

NOTA DA REDAÇÃO: Quer discutir esse e outros assuntos com leitores da Trilogia Forças de Defesa em tempo real? entre no nosso grupo de WhatsApp, clicando aqui.

- Advertisement -

7 Comments

Subscribe
Notify of
guest

7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
SteelWing

Na imagem, o Mig-28, tem até a estrela vermelha.

Maurício Veiga

Eterno F5, custo/benefício imbatível!!! Pequeno, letal e simples; antigamente era assim…

Heinz Guderian

Gostaria de saber o que vai acontecer com os nossos F5 depois de substituídos pelos gripens, será que vão fazer um esquadrão desses no Brasil?

Regis

Parece que os que estiverem em melhores condições virarão “agressores” e os demais sairão de serviço.

Rinaldo Nery

Tem a fonte disso? Leu em algum lugar?

Alex Faulhaber

E pensar que esses suíços eram para estar voando por aqui

Rinaldo Nery

De fato, eram. História cabulosa, infelizmente. Ouvi do oficial que foi lá na Suiça verificar os aviões.

Últimas Notícias

Maioria dos C-130H da USAF está ‘groundeada’ por problemas nas hélices

A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) "groundeou" (proibiu o voo) a maioria de seus aviões C-130H Hercules (e...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -