quarta-feira, maio 12, 2021

Gripen para o Brasil

Embraer entrega nove jatos comerciais e 13 executivos no 1T21

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

São José dos Campos – SP, 27 de abril de 2021 – A Embraer (NYSE; ERJ; B3; BOVESPA; EMBR3) entregou um total de 22 jatos no primeiro trimestre de 2021, sendo nove comerciais e 13 executivos (10 leves e três grandes). Em 31 de março de 2021, a carteira de pedidos firmes a entregar totalizava USD 14,2 bilhões.

Durante o 1T21, a KLM Cityhopper, subsidiária regional da KLM Royal Dutch Airlines, recebeu seu primeiro jato E195-E2, por meio da empresa ICBC Aviation Leasing, elevando para 50 o número total de jatos da Embraer operando na frota KLM Cityhopper.

No mesmo período, a Air Peace, a maior companhia aérea da Nigéria e do Oeste da África, recebeu seu primeiro jato E195-E2. A Air Peace se tornou assim a primeira cliente de E2 na África, sendo também e empresa lançadora global do design inovador premium de assentos escalonados da Embraer.

Ainda no trimestre, a Embraer entregou a primeira conversão de um Legacy 450 em um jato Praetor 500 à AirSprint Private Aviation. A empresa canadense de propriedade compartilhada tem programada uma segunda conversão ainda este ano, além da entrega de um novo Praetor 500, também em 2021. Com essas adições, a Airsprint terá três Praetor 500 na frota e um total de nove aeronaves da Embraer.

E195-E2
E195-E2 da KLM Cityhopper

Sobre a Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer atua nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer Serviços & Suporte a clientes no pós-venda.

Desde sua fundação, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

DIVULGAÇÃO: Embraer

- Advertisement -

12 Comments

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Matheus

Agora é necessário que novas encomendas cheguem. Esse ano teremos o vôo do eVTOL e o anúncio do Turboélice regional.

JuggerBR

Mercado em forte retração, difícil aumento de encomendas agora…

Joli Le Chat

Estes E2… Parece que o concorrente fez mais sucesso. A família A220 está com 649 encomendas (https://www.airbus.com/content/dam/corporate-topics/publications/o&d/ODs-March-2021-Airbus-Commercial-Aircraft.xlsx).

O que explicaria isso? A força da Airbus?

JuggerBR

Me parece o principal fator, antes da Airbus entrar as coisas estavam muito feias no backlog por lá.

Fernando EMB

Com certeza… Vendas casadas, boas condições de financiamento e crédito, descontos no preço, etc. É a força da Airbus.
Era neste cenário que venda da divisão de aviação comercial para Boeing fazia sentido (mas ainda bem que não ocorreu, pois não concordava com o modelo do negócio).
Mas o mundo mudou, e agora tende a favorecer aeronaves menores. Acho que os E2 vão emplacar nova vendas. Mas não vamos chegar nos A220 não. Mas isso não importa. Importante é vender, gerar trabalho e receita.

Mayuan

Imagino que ofereçam condições de manutenção mais vantajosas pra quem já é usuário de outras aeronaves da marca além das que citou.

Ander

Amigo as duas aeronaves são novas no mercado, mas operadores, sites e revistas especializadas são unânimes em dizer que o E2 é melhor, então com o tempo a Embraer vira o jogo.

Saldanha da Gama

E a Embraer ia falir sem a boeing……..

Vinicius Momesso

Alguém poderia me explicar por que o modelo de entrada Phenom 100E, não vende muito fora Brasil/América Do Sul?

Marcos10

Primeiro é necessário saber se essa sua informação é verdadeira.
Supondo que seja, talvez venda mais por aqui por conta do preço, quase a metade do Phenom 300.

Mathias

Porque o Principal concorrente vende mais! O citation além de ser mais barato tem uma melhor autonomia e carga paga. E por ser fabricado nos EUA tem facilidade nos traslados.

Last edited 14 dias atrás by Mathias
Fernando

Phenom 100 também é fabricado nos EUA. Vendeu muito e dominou o mercado por alguns anos, hoje o Phenom 100 realmente não vende muito.

Reportagens especiais

Avançam os trabalhos nos quatro últimos F-5E ‘ex-Jordânia’ que estão no PAMA-SP

Preparação das últimas células pelo PAMA-SP, que precede o envio para modernização na Embraer, mostrou um avanço significativo nos...
- Advertisement -
- Advertisement -