quarta-feira, maio 12, 2021

Gripen para o Brasil

Embraer anuncia incorporação da Savis Tecnologia e Sistemas S.A.

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

São José dos Campos, SP, 26 de abril de 2021 – A Embraer anunciou hoje a incorporação de sua subsidiária Savis Tecnologia e Sistemas S.A. A proposta está em um contexto de reorganização societária e foi aprovada em assembleia de acionistas da Embraer. A decisão tem como objetivo incrementar eficiências operacionais e fortalecer o portfólio de produtos e a posição de mercado da Companhia.

Subsidiária da Embraer, a Savis era dedicada a desenvolver, projetar, integrar e implementar sistemas e serviços na área de monitoramento de fronteiras e proteção de estruturas estratégicas. A incorporação agrega conhecimento crítico às operações da Embraer Defesa & Segurança e torna a empresa ainda mais competitiva, fortalecendo a oferta de soluções integradas para o segmento de defesa e segurança.

“Tenho certeza de que esta decisão trará maior sinergia e importantes ganhos para a Companhia, além de reforçar nosso portfólio e nossa capacidade de atender às necessidades complexas e específicas do mercado de defesa e segurança”, disse Jackson Schneider, Presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança.

Dessa forma, a Embraer Defesa & Segurança passa a ser integralmente responsável pelos projetos atuais e futuros da Savis, como o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON) do Exército Brasileiro, um dos maiores projetos de vigilância de fronteiras em implantação no planeta.

Sisfron

Sobre a Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer atua nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer Serviços & Suporte a clientes no pós-venda.

Desde sua fundação, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

DIVULGAÇÃO: Embraer

- Advertisement -

20 Comments

Subscribe
Notify of
guest
20 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Thiago

Excelente: Embraer cada vez mais sólida no contexto das atividades de Segurança e Defesa. Desejo muito negócios e muito sucesso!

Wellington R. Soares

Exatamente. A Embraer de hoje é cada vez mais estratégicas para nosso país.
Se fossemos um país que levássemos um pouco mais a sério a defesa, nossas forças armadas poderiam ampliar as atuais aquisições (C390 e Gripens), além de investir fortemente em novas inovações.
Mas mesmo diante de tantas dificuldades encontradas em nosso Brasil, a Embraer vai se situando como um grande player mundial na área da defesa.

José Roberto da Silva

Wellington, seu comentário é lúcido e visionário, parabéns!

Alexandre Cardoso

lklklkl

Last edited 15 dias atrás by Alexandre Cardoso
Nilo

A Embraer está investindo pesado em TI, agrega a Savis as já controladas: Tempest Serviços de Informática, líder no setor de segurança cibernética, e a Kryptus (as três empresa já fornecem serviços as Forças) que faz trabalho com I.A. e também já atende demanda de criptografia de dados do sistema. Se insere neste movimento a recente assinatura do MOU que visa troca de informações das necessidades da FAB, no contexto de missões que envolvam plataforma aérea não tripulada, plataformas essas que exigem pesquisas avançadas em sistemas de voo autônomo. Tendencia é a Embraer ser fortalecer como fornecedora de TI, desenvolver, projetar,… Read more »

Last edited 15 dias atrás by Nilo
Mk48

Otimo comentário Nilo.
.
Sigo o relator.

carcara_br

Comentário foi bom mesmo, já até positivei, mas quero desenvolver um trecho:
 demonstra a fragilidade da sociedade civil incapaz de se mobilizar na defesa do seu valor estratégico”
Não vamos nos esquecer da incrível ganancia dos executivos e diretores, que desmembraram a empresa numa manobra que poderia ser considerado um desvio moral (legal??), ou no mínimo uma interpretação muito generosa do estatuto da empresa no momento da privatização. Tudo isso feito sob as barbas de nossos militares que viram, mas fingiram que não era com eles, quando não, deram apoio.

Palpiteiro

Me parece movimento no sentido de corte de custo. Menos Diretores, vende escritórios ociosos e assim por diante.

Jose Carlos OLIVEIRA

Com certeza com essa incorporação vai potencializar TB a fabricação de DRONES tb

Ander

Mas a Embraer não ia falir se fosse vendida para Boeing, tenho ações na bolsa e é só alegria. Lembrando a todos que se não fosse a pandemia e o caso 737 Max o Brasil teria perdido sua melhor empresa de tecnologia com o aval desse governo de retardados.

fewoz

Não apenas retardados, meu caro. Retardados e entreguistas. Será que os europeus ou americanos teriam vendido Airbus e Boeing? Impossível. O brasileiro é o único povo que tenta seguir o liberalismo extremo e ainda acha bonito.

Fernando

Deveria se informar melhor para não falar besteira. Não fui a favor do negócio com a Boeing, mas aquilo não era a venda da Embraer… mas sim a venda de uma área de negócio. A Embraer continuaria a existir e independente mesmo caso a venda se concretizasse. Não é algo binário como a maioria pensa. Então essa história de se não vender a empresa vai quebrar é falácia, mas num dado momento a perspectiva é que precisaria se fazer algo com o setor de aviação comercial, que naquele momento estava puxando a empresa para baixo. Veio a pandemia e o… Read more »

Ander

Esse era o discurso para pessoas como vc acreditar, a unidade de defesa da Embraer não sobrevive sem a unidade comercial sendo que 85% da engenharia e produção são equivalentes, se a venda da Embraer se concretiza-se em menos de 10 anos a unidade de defesa iria fechar.

2Hard4U

E este era um dos objetivos não declarados do contrato CARACU!!!

EDUARDO SOUZA

EMBRAER PARABÉNS ESTOU SEMPRE ACOMPANHANDO SEU DESENVOLVIMENTO
E CRESCIMENTO !!👏👏👏❤❤

Wellington R. Soares

Embraer se tornando um importante player no mercado global de soluções em defesa e essas incorporações só tendem a ampliar o portfólio atendido por eles.
Com o sucesso internacional do A29 ST e agora com duas vendas do C390 para países da OTAN, isso só reforça a posição da Embraer no mercado mundial, isso apenas a nível militar.
Esperamos um sucesso na fabricação dos caças Gripens e que o Drone avançado solicitado pela FAB possa sair do papel e conseguirmos entrar nesse mercado também.
Avante Brasil & Embraer.

Foxtrot

Acho que a Embraer deveria se concentrar também em sistemas de armas para diversificar.
Algo semelhante a Boeing.
Uma solução a curto prazo, seria aquisição de empresas internacionais como a Handsoldt por exemplo.
A é, os europeus só vendem ações de empresas estratégicas para eles, diferente do Brasil.
Mas parabéns a Embraer !

Cosme Nogueira de Almeida

A EMBRAER é uma das muitas empresas que só nos enche de orgulho! 🇧🇷😃👍

camargoer

Olá Cosme. Ano passado, a perspectiva de venda dela para a Boeing me enchia de vergonha e tristeza.

A C

Esse passo deve agilizar as iniciativas de pesquisa e desenvolvimento da EMB.
Enquanto isso grandes potencias investem pesado na computacao quantica. Haveria alguma linha de pesquisa nesse sentido no Brasil?

Ref:
https://www.axios.com/qc-ware-air-force-research-laboratory-quantum-computer-3d038a18-e36f-40e0-9315-d18e9b174b61.html

Reportagens especiais

Os F-5 da Jordânia, agora na FAB

A Real Força Aérea da Jordânia recebeu um total de 61 Northrop F-5E Tiger II e outros 12 F-5F...
- Advertisement -
- Advertisement -