quinta-feira, abril 15, 2021

Gripen para o Brasil

Coreia do Sul e Indonésia mantêm silêncio sobre a divisão de custos dos caças KF-X

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A Coreia do Sul e a Indonésia não avançaram nas negociações de divisão de custos para o desenvolvimento de aviões de combate, conhecidos como projeto KF-X ou IF-X, após reunião de ministros da Defesa em Seul.

Os militares de Seul disseram na quinta-feira após discussões entre o ministro das Relações Exteriores sul-coreano Suh Wook e o ministro da Defesa indonésio, Prabowo Subianto, que os dois lados concordaram com o “desenvolvimento conjunto” dos caças KF-X/IF-X.

O projeto representa a “forte relação de confiança” entre as duas nações, disse o ministério, de acordo com o jornal sul-coreano Segye Ilbo na quinta-feira.

Embora as declarações não tratassem da questão dos custos compartilhados, um oficial militar sul-coreano disse à rede local MBC que “não havia menção específica” à divisão do custo. A “vontade da Indonésia de continuar com o projeto foi claramente afirmada”, no entanto, disse a fonte.

Segundo o acordo, a Indonésia deve pagar 20% dos custos, ou cerca de US$ 1,55 bilhão. Mas dos US$ 744,4 milhões que venciam em fevereiro, Jacarta remeteu apenas cerca de US$ 203,4 milhões e deixou por pagar cerca de US$ 540 milhões com vencimento no início deste ano, de acordo com o Segye Ilbo.

Os riscos são altos para Seul se a Indonésia decidir desistir do desenvolvimento conjunto. Segundo o contrato, a Indonésia deve receber 48 caças, mas se os dois lados não chegarem a um acordo sobre os custos, Jacarta pode recorrer aos caças franceses Rafale para construir sua frota.

A Coreia do Sul pode estar procurando expandir o desenvolvimento conjunto para outras áreas, incluindo submarinos e destróieres, disse a reportagem.

Subianto, que é amplamente considerado um forte candidato na corrida presidencial da Indonésia em 2024, teve uma recepção especial e uma saudação de 19 tiros após sua chegada à Coreia, de acordo com relatos.

O chefe militar da Indonésia participará de um evento para o protótipo do jato KF-X desenvolvido pela Korea Aerospace Industries na sexta-feira (9).

O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, também se encontrou com Subianto na Casa Azul na quinta-feira, informou o jornal Korea JoongAng Daily.

“Acredito que a visita do ministro da defesa indonésio à Coreia demonstra a determinação dos dois países em garantir o sucesso de nossa cooperação mútua em tecnologia de defesa”, disse Moon, de acordo com o relatório.

FONTE: UPI

- Advertisement -

3 Comments

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nilo

Se me lembro em artigo lido a particapão da Indonésia não passava de 20% em virtude da capacidade tecnológica da indústria indonésia.

Diego

A Indonésia aderiu ao projeto KF-X em 2010, possivelmente acreditando nas promessas “maravilhosas” do caça de 5a geração sul-coreanos… Depois de anos de desenvolvimento, está chegando o “grand finale”: Irão receber um avião steatlh meia boca e que o verdadeiro caça de 5a geração será entregue na próxima fase. Os indonésios devem ter pensado com seus botões: “eles fingem que estão entregando a promessa de um caça de 5a geração e nós fingimos que estamos pagando os 20% do acordo.” Enfim, quem imaginava que os indonésios eram bobos, ledo engano. O mundo está cheio de pessoas tentando ser espertalhões, isso… Read more »

Defensor da liberdade

Como assim a Indonésia vai ter caça 5G, enquanto o Brasil vai entrar agora na 4G?

Combates Aéreos

Caças Mirage 2000 franceses e F-18 americanos se exercitam no Djibouti

Exercício envolveu jatos Mirage 2000-5 e Mirage 2000N da Força Aérea Francesa e F/A-18A do Corpo de Fuzileiros Navais...
- Advertisement -
- Advertisement -