Home História da Aviação VÍDEO EXCLUSIVO: A história do caça F-5

VÍDEO EXCLUSIVO: A história do caça F-5

3397
59

Os editores do grupo Forças de Defesa/Poder Aéreo lançaram um novo vídeo no canal do Youtube. Trata-se da primeira parte sobre a história do caça F-5. Ao longo de curtos vídeos (até dez minutos cada) mostraremos particularidades dessa história que foram pouco abordadas.

A nossa proposta é que esta seja a primeira série de muitas. Já temos diversos projetos idealizados e ao longo do tempo, conforme estes vídeos ficarem prontos, disponibilizaremos no nosso canal do Youtube. Inscrevam-se no canal para receberem as continuações desse vídeo.

Aproveitem!

;

Subscribe
Notify of
guest
59 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
smichtt
smichtt
1 mês atrás

Com esta narração, o Nunão poderia trabalhar no rádio!
Obrigado pelo vídeo.

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Guilherme Poggio
1 mês atrás

Foi possível perceber isso. Excelente vídeo!

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
1 mês atrás

Ótimo! Teve uma série no History ( acho ), sobre a história de aviões militares, se não me engano o nome era ASAS. Faz muito tempo. Hoje ainda, quero ver se consigo ver o vídeo.

Last edited 1 mês atrás by Alexandre Cardoso
Marco
Marco
Reply to  Alexandre Cardoso
1 mês atrás

Alexandre faz mais ou menos uns 20 anos. Passava no Discovery toda quartas as 22:00 horas.

Rodrigo LD
Rodrigo LD
Reply to  Marco
1 mês atrás

Documentário Great Planes. Tem 49 minutos. https://youtu.be/pZQir_yH_J8

Maurício Veiga
Reply to  Alexandre Cardoso
1 mês atrás

Gravei todos em Inglês do primeiro ao último, minha série preferida, infelizmente a umidade destruí as gravações…

Jad Bal Ja
Jad Bal Ja
Reply to  Alexandre Cardoso
1 mês atrás

É do tempo que o History fazia jus ao nome, agora é só alienígenas construindo pirâmides e americano jeca caçando jacaré.

Rodrigo Maçolla
Reply to  Jad Bal Ja
1 mês atrás

Outra série muito bacana também era “Combates Aéreos” lembro de ficar de madrugada assistindo.

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Rodrigo Maçolla
1 mês atrás

Também assistia o Combates Aéreos, outra excelente série.

Teropode
Reply to  Jad Bal Ja
1 mês atrás

O público agora é outro , aumentou o número de assinantes e com isso as emissoras criam programas que agradam a “grande massa ” , conseguiram destruir até a série “Cosmos” .

Last edited 1 mês atrás by Teropode
Teropode
Reply to  Guilherme Poggio
1 mês atrás

Infelizmente o público que curte ciências e história é muito restrito , os caras então perseguem o lucro e não estão errados .

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Guilherme Poggio
1 mês atrás

Ótima idéia ! ! ! ! ! ! ! ! ! !

Last edited 1 mês atrás by Alexandre Cardoso
AMX
AMX
Reply to  Alexandre Cardoso
1 mês atrás

O que me impressionou nesse vídeo (do Discovery) foi ver 2 F-5A decolando de uma pista de terra batida. Dava pra ver o trem dianteiro vibrando. Foi uma cena curta, mas dá pra ver bem.

Vivaldo J Breternitz
Vivaldo J Breternitz
1 mês atrás

Excelente!!!

Marcelo Mendonça
Marcelo Mendonça
1 mês atrás

Tinha o “Asas” e depois “Combates aéreos”, poderiam ter lançado em DVD.

Paulo
Paulo
Reply to  Marcelo Mendonça
1 mês atrás

Ótimo vídeo. O que tem no Youtube são cópias do programa Asas da década de 90 e estão todos em inglês.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
1 mês atrás

Faltou comentar mais sobre o Edgar Schmued. Eu reconheci o nome dele porque foi o principal responsável pelo P-51 Mustang. Na North American ele ainda se envolveu com o F-86 Sabre e o F-100. O cara tinha um currículo invejável.

Segundo a Wikipedia, ele trabalhou no Brasil por 6 anos para a divisão aeronáutica da GM.

Junto ao Tom Jones também ter trabalhado por aqui por 5 anos, fica a impressão de que o sucesso do F-5E no Brasil tem raízes históricas.

Fernando "Nunão" De Martini
Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Clésio Luiz
1 mês atrás

Verdade, Clésio, o Tom Jones já se dava bem com brasileiros há tempos:

https://www.youtube.com/watch?v=3oAX1LWLoTs

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 mês atrás

Exato 🙂

Maurício Veiga
Reply to  Clésio Luiz
1 mês atrás

A Embraer se não me engano também produziu sob licença e em número limitado a empenagem de cauda completa para os F-5!!!

Maurício Veiga
Reply to  Guilherme Poggio
1 mês atrás

Lembra da concorrência do T-27 para a RAF??? Teve um acidente com um Tucano da “Fumaça” em Londrina-PR você sabe a sequência desta história??? Meu pai foi protagonista!!! Isso sim é spoiler…😉

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Maurício Veiga
1 mês atrás

Foi a perda da hélice por conta do lomcovak. Acho que era o Faria. O filho dele foi cmt de Esquadrilha do meu filho na AFA. É você?

Maurício Veiga
Reply to  Rinaldo Nery
1 mês atrás

Eu estava ao lado da observando a decolagem e consequentemente o pouso, era adolescente na época e sonhava em ser piloto de caça para pilotar os F-5, quando um Tucano não voltou ligaram para o meu pai que era secretario de serviços públicos em Londrina, caso sério, esse tucano nunca mais foi encontrado…

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Maurício Veiga
1 mês atrás

Nunca mais foi encontrado? Nunca ouvi falar disso. Acho que você está enganado. Nenhum Tucano da FAB ¨sumiu¨. Nunca ocorreu.

Maurício Veiga
Reply to  Rinaldo Nery
30 dias atrás

Me refiro aos destroços, foi tudo removido rapidinho, tinha muita gente da Pilatus interessada em publicidade negativa sobre o Tucano na época…

Maurício Veiga
Reply to  Rinaldo Nery
30 dias atrás

Me refiro aos destroços, tinha muita gente da Pilatus interessada em publicidade negativa…

Luiz Trindade
Luiz Trindade
1 mês atrás

Rapaz… Eu tou para ver nação que gosta do F-5 Tiger que nem o Brasil… Toda hora pinta uma reportagem sobre ele… Tou até vendo quando forem aposentar ele… Vai ser uma choradeira…

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Luiz Trindade
1 mês atrás

Acho que na própria Suíça será uma choradeira também. É uma aeronave que foi um tanto quanto subestimada desde o princípio e que ainda presta serviços relevantes. Fico me perguntando qual seria seu limite caso o Tigershark tivesse ido para a frente.

Maurício Veiga
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

O Brasil (FAB) bobeou, ofereceram o caça e a produção local do mesmo, na época o AMX era a bola da vez e declinaram o projeto, o mesmo ocorreu com o Gripen na época…

Luiz Trindade
Luiz Trindade
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Se o Brasil tivesse adquirido o F-20 Tigershark na época os hermanos iriam berrar bastante mas seria uma aquisição e tanto. Fora dizer que fosse realizar revitalização como fizeram com o F-5 seria TOP. Mas sonhar ainda não custa nada… O Guedes ainda não descobriu essa mina de ouro… kkkkkkkkkkkkkkk

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Luiz Trindade
1 mês atrás

As viúvas do F-5 Tiger irão se apresentar com todo o gás, choramingando … tens razão.
kkkk

Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  Alexandre Cardoso
1 mês atrás

Se gostar de avião, cujo projeto foi espetacular para o seu tempo, considerando que ‘Era apenas para nações amigas” e esse mesmo projeto ser capaz de receber tantas atualizações a ponto de permitir mudanças de doutrinas, é ser “viúva”, então sou uma delas. Se desconsiderar o B-52 não consigo identificar outro projeto que chegou perto dos Tiger em termos de longevidade e dignidade.
Não podemos julgar uma aeronave e seu projeto, pelas decisões dos seus operadores.

Last edited 1 mês atrás by Luiz Antonio
Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Luiz Antonio
1 mês atrás

Comparável ao B-52, e os F5s ( acho ), só o Tupolev Bear ( o com hélices contra-rotativas, se estou correto, é esse ). Não lamento a partida de nenhuma aeronave, por melhor que seja ou tenha sido. E mais, acho, que se ainda pudessem fazer mais upgrades nos F5s, no futuro, novos aviônicos, motores ( inclusive ) seria interessante, pela confiabilidade dela ( até onde conheço o assunto, sou leigo no assunto ). Mas não passa de uma máq., e não lamento a partida / substituição de nenhuma máquina. A única coisa que lamento, é o descaso com que… Read more »

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Alexandre Cardoso
1 mês atrás

Eu acrescentaria nessa lista os C-47/DC-3 e os PBY Catalina, que além de sua folha de serviços durante a SGM (Arará sendo um bom exemplo), carregaram o piano na região Amazônica até 1980, se não me engano, quando passaram à ter Búfalos o suficiente para executar o serviço.

Até hoje existem muitos Catalina voando.

Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Bem Lembrado Leandro.

Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  Alexandre Cardoso
1 mês atrás

Caro Alexandre Cardoso apenas para complementar seu comentário, realmente são máquinas e entendo que o resultado dos respectivos projetos, a rigor, são julgados pelo tempo também. Um projeto realmente diferenciado é justamente aquele que excede as expectativas dos seus projetistas, guardados os devidos patamares tecnológicos para os quais foram projetados. O Tiger é um projeto da década de 50 que com upgrades, atende alguns requisitos de 60 anos depois (quando digo alguns requisitos me refiro a aviônicos e por extensão as respectivas operacionalidades). O Tiger cumpriu seu papel já há muito tempo. Minha dúvida é se as células que estão… Read more »

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
1 mês atrás

Se olharmos bem esta foto de lado do T-38 Talon dá pra perceber certinho de onde veio o F-18 Hornet

Flanker
Flanker
Reply to  Fabio Jeffer
1 mês atrás

A foto do começo da matéria? É o protótipo do F-5A…..o N-156F.

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Fabio Jeffer
1 mês atrás

Olhei novamente a foto do T-38 e não parece, o estabilizador vertical (?) do F18, lembra o do F5, mas as semelhanças param aí. Ao menos percebi somente isso, no resto é tudo diferente. Perfis, etc.

Flanker
Flanker
Reply to  Alexandre Cardoso
1 mês atrás

Onde que eu viu T-38 nesse tópico? Não aparece T-38 nem em foto e nem no vídeo….

carvalho2008
carvalho2008
1 mês atrás

Off Topic:

Memórias do Xavante por Alberto Bidon Côrtes – Jambock, Jaguar e Mestre Pacau

https://www.yumpu.com/pt/document/read/12763917/cronicas-de-um-guerreiro-xavante-reservaer

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  carvalho2008
30 dias atrás

Muito legal! Pena que voei somente 70 horas de AT-26.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Rinaldo Nery
29 dias atrás

tá vendo moço moço que tava ranzinza com o AT-26….rzrzrz…e tem mais…tenho certeza de ja ter lido de um abate de F-16 numa navalhada….mas são materiais tão antigos que tá dificil de achar…vou começar a gravar e baixar copias na minha maquina pois percebi que varios sites sairam do ar e levaram bom material embora…tem um outro depoimento de um exercício em que um elemento de xavante conseguiu de forma sincronizada a outro ataque a uma base, penetrar a baixa altura e que no ultimo momento subiram e fizeram ataque picado….e na simulação…a pista foi pro espaço…

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Rinaldo Nery
29 dias atrás
nonato
nonato
1 mês atrás

Coloquem legendas em inglês…

Tutu
1 mês atrás

Rapaz, batei foi fé agora, que narração top.

Carvalho2008
Carvalho2008
1 mês atrás

Parabéns Nunão e equipe!!!

Como sugestão, façam uma matéria sobre o Xavante, seu desempenho na Africa do Sul e memórias de nossos pilotos sobre ele!!!

Teropode
1 mês atrás

Show , a Trilogia com mais uma ótima opção .

José C. Messias
José C. Messias
1 mês atrás

Excelente vídeo, vai se tornar um documentário! Parabéns!

Luiz Antonio
Luiz Antonio
1 mês atrás

Parabéns ao Fernando pelo vídeo e ao PA pela série. Muito legal. Mantenham por favor, porque material não faltará e nem audiência.
Quanto à Northrop, qualquer coisa que eu disser seria NADA pelo que esses caras já fizeram e continuam fazendo em termos de tudo que “avoa”.

Last edited 1 mês atrás by Luiz Antonio
Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  Guilherme Poggio
1 mês atrás

estou inscrito, desde a primeira chamada. Valeu. Vamos em frente

Marcos
Marcos
1 mês atrás

Parabéns ficou muito tecnicamente o vídeo e a informações foram bem passadas sem encheção de linguiça e trouxe mais conhecimento a todos

Leandro
Leandro
1 mês atrás

Saudades dos primórdios da TV a cabo no canal Discovery onde passa o seriado Wings…. era muito conteúdo, uma hora de programa. Aprendi muito ali junto a revista aviões de guerra.