terça-feira, maio 11, 2021

Gripen para o Brasil

Caças da Royal Air Force de 1940 a 1960

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Formação de caças da Royal Air Force – RAF retratada no 20º aniversário da Batalha da Grã-Bretanha em 1960.

De baixo para cima voam o Hawker Hurricane IIc, Supermarine Spitfire PR.XIX, Gloster Meteor F.8, Hawker Hunter FGA.9, Gloster Javelin FAW.9R e o English Electric Lightning F.1.

A intenção era mostrar até que ponto a tecnologia mudou o Fighter Command, em apenas 20 anos.

De 1940 a 1960, a RAF saiu de aviões com motores a pistão para um caça a jato supersônico com velocidade de Mach 2.

- Advertisement -

19 Comments

Subscribe
Notify of
guest
19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabio Araujo

Literalmente uma aula de história no ar!

Karl Bonfim

História incompleta: Cadê o o Hawker Tempest, o De Havilland Vampire, e o Hawker Sea Hawk?

F4U

Tempest e Vampire foram importantes mas os ali representados forma muito mais relevantes. Sea Hawk era um caça da Royal Navy.

JuggerBR

Dá época que os ingleses ainda tinham recursos humanos e dinheiro pra desenvolver sozinhos seus aviões, o tempo levou essa capacidade embora.
Hoje só EUA, França e Rússia podem dizer isso, Suécia e Índia no meio do caminho e China quase lá.

Karl Bonfim

A Inglaterra pode perfeitamente desenvolver qualquer caça que ela quiser, é tudo uma questão de conveniência, se sai mais barato, rápido e fácil desenvolver uma avião de combate em conjunto com outros países aliados, porque não?

Last edited 8 meses atrás by Karl Bonfim
Alfredo Araujo

Da mesma forma como qualquer um pode ter uma Ferrari, é só ter dinheiro p pagar. Resumindo… Quase NINGUÉM pode ter uma Ferrari.
Da mesma forma, a Inglaterra NÃO pode mais desenvolver “qualquer caça que ela quiser”. Eles não tem dinheiro para isso !

rui mendes

Nota-se que sabes o que dizes, pois dizes que os Britânicos têm capacidade mas não têm dinheiro para construir aviões sozinhos, mas depois dizes que só 3 países têm capacidade e dinheiro, e um desses 3 é a Rússia, estranho pois a Rússia têm menos dinheiro que os Britânicos. Também dizes que a China está quase lá, o que acho estranho pois têm claramente dinheiro e capacidade para fazer naves espaciais sozinhos, mas não conseguem fazer aviões sozinhos, muito estranho. Só para aqueles que muitas vezes aqui dizem que os Britânicos, já não conseguem manter as suas forças armadas, no… Read more »

Marcelo M

Muito bem. Pela lógica, o Brasil haveria de estar pouco atrás dos britânicos, tendo variado entre a 7a e 10a economia do mundo. Todavia, estamos muito longe militarmente. Perdendo para países com PIB 3x menor. A questão é quanto sobra para investimento militar e se o dinheiro é bem gasto. No nosso caso, sabemos que o custo dos inativos suga grande parte de nossos recursos. https://economia.uol.com.br/noticias/estadao-conteudo/2020/07/06/aposentadoria-militar-tem-o-maior-deficit-per-capita.htm

Sergio

Os chineses estão ainda desenvolvendo os motores

Karl Bonfim

A Inglaterra pode desenvolver sozinha qualquer caça que ela quiser, é tudo uma questão de conveniência, se sai mais barato, rápido e fácil desenvolver um avião de combate com um país aliado, porque não?

Last edited 8 meses atrás by Karl Bonfim
JuggerBR

Certeza que eles tem os recursos financeiros pra isso? Estão ralando pra manter a Marinha no mar…

Lucianno

Existe uma diferença entre ter recursos financeiros e estar disposto a gastar. Com certeza o Reino Unido tem recursos financeiros e conhecimento técnico para fazer sozinho um caça de ultima geração. E porque não fazem? Não somente o Reino Unido, mas toda Europa Ocidental, cada vez mais estão relegando os assuntos de defesa a um segundo plano, estão acomodados no luxo e na riqueza, embriados pelo politicamente correto e pouco dispostos a se envolver em disputas, seguros que são intocáveis e que não existirá nunca uma terceira guerra mundial ou que os conflitos locais estão muito longe da Europa para… Read more »

rui mendes

Não é nada disso, é só porque têm uma defesa conjunta, a NATO, e essa organização é mais que sufeciente para a defesa da Europa, e faço notar que as despesas com a defesa na Europa têm vindo a crescer, pouco em percentagem, mas estão a crescer, e mesmo que os USA saiam da NATO, ainda assim a Nato só com os países Europeus, será sempre uma potência militar, mas os USA para tristeza dos haters da Europa, não vão sair da NATO, pois as forças Norte Americanas destacadas na Europa, em representação da NATO, são estratégicas para eles próprios,… Read more »

Andre

A China desenvolveu completamente um avião de 5° geração. A Russia ainda não conseguiu….

rosario

ah os motores sao chineses ne?e os russos coitados nao conseguem nem desenvolver um motor de caca!ummm.

OSEIAS

O Spitfire é o mais bonito de todos, sem mencionar valor histórico, mas é o mais lindo sim.

Antunes 1980

A FAB poderia fazer o mesmo..

F-5 – Década de 70
AMX – Década de 80
Tucano – Década de 90

JS666

Vai parecer que regredimos …

charles

Observem o Javelin….não lembra o Tornado? Será que não serviu como modelo de estudo para o tornado? Acredito que não, mas de longe tem certa semelhança…só isso!

Reportagens especiais

Os F-5 da Jordânia, agora na FAB

A Real Força Aérea da Jordânia recebeu um total de 61 Northrop F-5E Tiger II e outros 12 F-5F...
- Advertisement -
- Advertisement -