domingo, maio 9, 2021

Gripen para o Brasil

FAB realiza primeira inspeção PDM na aeronave P-3AM

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O trabalho consistiu na verificação da integridade estrutural da aeronave e da integridade funcional dos sistemas

O Parque de Material Aeronáutico do Galeão (PAMA-GL), localizado no Rio de Janeiro (RJ), concluiu a primeira Inspeção Nível Parque Programada da aeronave P-3AM. O FAB 7207 foi entregue ao Primeiro Esquadrão do Sétimo Grupo de Aviação (1º/7º GAV) – Esquadrão Orungan, no dia 24 de julho.

A inspeção, chamada de “Phased Depot Maintenance” (PDM), consistiu na verificação da integridade estrutural da aeronave e da integridade funcional dos sistemas.

Para cumprir essa atividade, o PAMA-GL investiu na capacitação técnica de 61 militares que realizaram o curso de Mecânica Geral da aeronave P-3AM, além da estruturação de uma Linha de Revisão em suas instalações, com o objetivo de suportar a inspeções desse tipo, nunca antes realizada pela Força Aérea Brasileira (FAB) no P-3AM.

A inspeção PDM durou dois anos e meio e foi planejada de acordo com os preceitos descritos em publicações técnicas, sistematizados de forma que permitam aos técnicos entregarem uma aeronave segura e precisa ao Esquadrão Orungan.

Hoje, o PAMA-GL atua diretamente na manutenção das aeronaves P-3AM, possibilitando que estejam sempre disponíveis para realizar as missões de Guerra Eletrônica, Patrulha Marítima e Antissubmarino, contribuindo, assim, para o cumprimento da missão da FAB, de Controlar, Defender e Integrar o território nacional.

“A atuação integrada entre a Diretoria de Material Aeronáutico e Bélico (DIRMAB), o Grupo Logístico 12 e o 1°/7° GAV, permitiu ao PAMA-GL entregar ao Esquadrão Orungan o P-3AM após a primeira inspeção realizada pela FAB. Sem essa sinergia, não seria possível superar mais esse desafio”, acrescentou o Diretor do PAMA-GL, Brigadeiro Engenheiro Alexandre Arthur Massena Javoski.

FONTE: Força Aérea Brasileira

- Advertisement -

30 Comments

Subscribe
Notify of
guest
30 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ricardo Bigliazzi

Bom retorno às operações!!!

Marcelo

Eh uma inspecao relativamente longa. A ideia eh ter sempre uma aeronave nesse tipo de inspecao? Os P-3AM operarao ate qual ano? 2030?

Rinaldo Nery

A EMBRER não pensou em nada baseado no E175 ou E195.

Fabio Araujo

Muito importante! Pode parecer algo simples, mas nem todos os países fazem essas manutenções mais detalhadas.

Analista da Receita Federal

Ok, mas uma revisão de 2 anos e meio ??!!!

Fernando EMB

Acho dois anos e meio muito tempo.
Grandes inspeções em aviões comerciais levam alguns meses apenas.
Mas sei bem como trabalha a FAB, e entendo que não é necessária a pressa de um avião comercial.
E como foi o primeiro, temos a learning curve.

Marcos10

Pode ser que esteja incluso a troca/reforço das longarinas das asas, que já se sabia que estavam no p. da viola. Esses P3 adquiridos eram do primeiro lote.

FernandoEMB

Faria mais sentido para este prazo.

Gallito

Pelo que foi informado aqui mesmo no PA “a Akaer fará a substituição de diversos elementos das asas – revestimentos superiores, longarinas dianteiras e traseiras, painéis superiores dos caixões centrais asa/fuselagem – entre outras ações. Esse projeto evita a fadiga estrutural das asas, o que limitaria o tempo de uso das aeronaves”.
https://www.aereo.jor.br/2019/04/01/laad-2019-akaer-vai-revitalizar-asas-dos-p-3am-da-fab/

Camargoer

Olá Fernando. Acho que seria preciso considerar de uma lado a complexidade dos sensores e equipamentos do P3 e do outro a pressão da empresa comercial em colocar o avião em voo. Dizem que aviso comercial parada seria prejuízo. Na FAB não deve existir essa pressão.

igortepe

61 técnicos para realizar essa manutenção???? Tem muito come e dorme nas forças armadas.

Salim

bela aeronave e muito capaz, porem são celulas antigas com restrições e desempenho aquém das necessidades atuais. FAB tem que começar pra ontem trabalho de desenvolvimento vetor mais moderno via Embraer pois P8 e caro ( hoje náo temos avião grande porte pra reabastecimento/transporte imagina valor frota uma dezena P8 ). Pelo que pesquisei são celulas de 1965 data entrada usaf, se alguem puder confirmar agradeço.

Marcos10

É isso. Primeiro lote entregue para Força Aérea americana. Como pouco uso constatou-se rachaduras nas longarinas. No segundo lote, já com problemas corrigidos, essas aeronaves foram sendo encostadas.

Salim

Valeu

JuggerBR

Fab tem zero interesse, essa atividade é da Marinha em qualquer parte do mundo…

Dario

A marinha também tem zero interesse.

Jadson Cabral

A Marinha tem interesse em bailes regados a champagne e caviar no clube militar

Marcelo Andrade

Como diziam no meu tempo: “Vira o disco cara!”

Grozelha Vitaminada Milani

Não, vira a carne que o churrasco tá queimando …

Grozelha Vitaminada Milani

Faltou as lagostas e camarões.

Sabe porque mantém o São Paulo flutuando? Para fazerem as Festas dos Almirantados.

Brasil, um país de TOLOS …

JuggerBR

Pelo menos a vista da festa deve ser sensacional…

Koprowski

Fazem 02 anos que tivemos as últimas notícias sobre os mísseis anti-navio HARPOON para os P3AM da FAB. Será que já foram recebidos ?

Rinaldo Nery

Faz tempo….

Wilson

Falta responder se as asas foram reparadas e se os missões integrados.

ted

Existe reportagem de técnicos norte americanos instalando os misseis no P3 brasileiro com pessoal da FAB

Marcelo Andrade

Sim Ersn, acredito que os substitutos do P-3, que aliás é uma ótima aeronave, ainda em uso e, vários países, seria uma versão do KC-390, pois os módulos de guerra eletrônica/ASW podem ser inseridos na célula ou 0 C-295MPA, que tb já é muito utilizado na FAB. Ou ambos sendo repassados para a MB em um médio/longo prazo. Não acho, a meu ver, que a Embraer iria fazer um P-99/P-190 só para a FAB, a não ser que haja interesse em algum país tb.

pgusmao

Mais um exemplo das “compras de oportunidade” feitas pelos “experts” das FA, já estão com fadiga na estrutura e isto que não são utilizados como deveriam, diante de uma costa gigantesca como a nossa, vamos aguardar os S-2 Tracker remodelados que devem chegar logo para o nosso “porta-aviões” e ajudarão no serviço.

Gabriel

Mais um comentário de um “expert” em escrever bobagens!

Leandro Costa

O ideal mesmo seria uma nova plataforma comum tanto para a FAB quanto para a MB para um substituto dos E/R-99 e P-3BR, o que poderia ser feito em cima da plataforma do E-195E2 e por aí vai, como já amplamente mencionado por vários aqui. Claro que para isso seria necessário um investimento bastante grande pelo governo, o que simplesmente não vai acontecer tão cedo, o que torna esse trabalho ainda mais relevante.

Alessandro Vargas

Acho que nas nossas FFAA (principalmente FAB e MB) os generais de plantão sofrem de megalomania, são como “galos garnisés” se acham grandes, quando na verdade são diminutos e deveriam calçar as sandálias do pescador e parar de torrar recursos do contribuinte adquirindo aviões velhos (velho mesmo, diferente de antigo), que certamente já era conhecida sua fadiga e limitação estrutural dos P3 e, principalmente, um PA com as máquinas “bichadas”, tb certamente conhecidas suas limitações de vida útil da planta de propulsão! Só para poder ostentar seus egos e voar uma aeronave totalmente anacrônica como os A4KU (quem mais opera,… Read more »

Reportagens especiais

20 anos da Operação Tigre II em Natal

Em 1995 Natal sediou um exercício aéreo de grande importância para a FAB, mas que ficou marcado por uma...
- Advertisement -
- Advertisement -