Home Aviação de Patrulha FAB realiza primeira inspeção PDM na aeronave P-3AM

FAB realiza primeira inspeção PDM na aeronave P-3AM

1611
31

O trabalho consistiu na verificação da integridade estrutural da aeronave e da integridade funcional dos sistemas

O Parque de Material Aeronáutico do Galeão (PAMA-GL), localizado no Rio de Janeiro (RJ), concluiu a primeira Inspeção Nível Parque Programada da aeronave P-3AM. O FAB 7207 foi entregue ao Primeiro Esquadrão do Sétimo Grupo de Aviação (1º/7º GAV) – Esquadrão Orungan, no dia 24 de julho.

A inspeção, chamada de “Phased Depot Maintenance” (PDM), consistiu na verificação da integridade estrutural da aeronave e da integridade funcional dos sistemas.

Para cumprir essa atividade, o PAMA-GL investiu na capacitação técnica de 61 militares que realizaram o curso de Mecânica Geral da aeronave P-3AM, além da estruturação de uma Linha de Revisão em suas instalações, com o objetivo de suportar a inspeções desse tipo, nunca antes realizada pela Força Aérea Brasileira (FAB) no P-3AM.

A inspeção PDM durou dois anos e meio e foi planejada de acordo com os preceitos descritos em publicações técnicas, sistematizados de forma que permitam aos técnicos entregarem uma aeronave segura e precisa ao Esquadrão Orungan.

Hoje, o PAMA-GL atua diretamente na manutenção das aeronaves P-3AM, possibilitando que estejam sempre disponíveis para realizar as missões de Guerra Eletrônica, Patrulha Marítima e Antissubmarino, contribuindo, assim, para o cumprimento da missão da FAB, de Controlar, Defender e Integrar o território nacional.

“A atuação integrada entre a Diretoria de Material Aeronáutico e Bélico (DIRMAB), o Grupo Logístico 12 e o 1°/7° GAV, permitiu ao PAMA-GL entregar ao Esquadrão Orungan o P-3AM após a primeira inspeção realizada pela FAB. Sem essa sinergia, não seria possível superar mais esse desafio”, acrescentou o Diretor do PAMA-GL, Brigadeiro Engenheiro Alexandre Arthur Massena Javoski.

FONTE: Força Aérea Brasileira

Subscribe
Notify of
guest
31 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
1 mês atrás

Bom retorno às operações!!!

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

Eh uma inspecao relativamente longa. A ideia eh ter sempre uma aeronave nesse tipo de inspecao? Os P-3AM operarao ate qual ano? 2030?

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

A EMBRER não pensou em nada baseado no E175 ou E195.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

Muito importante! Pode parecer algo simples, mas nem todos os países fazem essas manutenções mais detalhadas.

Analista da Receita Federal
Analista da Receita Federal
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Ok, mas uma revisão de 2 anos e meio ??!!!

Fernando EMB
Fernando EMB
1 mês atrás

Acho dois anos e meio muito tempo.
Grandes inspeções em aviões comerciais levam alguns meses apenas.
Mas sei bem como trabalha a FAB, e entendo que não é necessária a pressa de um avião comercial.
E como foi o primeiro, temos a learning curve.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Fernando EMB
1 mês atrás

Pode ser que esteja incluso a troca/reforço das longarinas das asas, que já se sabia que estavam no p. da viola. Esses P3 adquiridos eram do primeiro lote.

FernandoEMB
FernandoEMB
Reply to  Marcos10
1 mês atrás

Faria mais sentido para este prazo.

Gallito
Gallito
Reply to  Marcos10
1 mês atrás

Pelo que foi informado aqui mesmo no PA “a Akaer fará a substituição de diversos elementos das asas – revestimentos superiores, longarinas dianteiras e traseiras, painéis superiores dos caixões centrais asa/fuselagem – entre outras ações. Esse projeto evita a fadiga estrutural das asas, o que limitaria o tempo de uso das aeronaves”.
https://www.aereo.jor.br/2019/04/01/laad-2019-akaer-vai-revitalizar-asas-dos-p-3am-da-fab/

Camargoer
Camargoer
Reply to  Fernando EMB
1 mês atrás

Olá Fernando. Acho que seria preciso considerar de uma lado a complexidade dos sensores e equipamentos do P3 e do outro a pressão da empresa comercial em colocar o avião em voo. Dizem que aviso comercial parada seria prejuízo. Na FAB não deve existir essa pressão.

igortepe
igortepe
Reply to  Fernando EMB
1 mês atrás

61 técnicos para realizar essa manutenção???? Tem muito come e dorme nas forças armadas.

Salim
Salim
1 mês atrás

bela aeronave e muito capaz, porem são celulas antigas com restrições e desempenho aquém das necessidades atuais. FAB tem que começar pra ontem trabalho de desenvolvimento vetor mais moderno via Embraer pois P8 e caro ( hoje náo temos avião grande porte pra reabastecimento/transporte imagina valor frota uma dezena P8 ). Pelo que pesquisei são celulas de 1965 data entrada usaf, se alguem puder confirmar agradeço.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Salim
1 mês atrás

É isso. Primeiro lote entregue para Força Aérea americana. Como pouco uso constatou-se rachaduras nas longarinas. No segundo lote, já com problemas corrigidos, essas aeronaves foram sendo encostadas.

Salim
Salim
Reply to  Marcos10
1 mês atrás

Valeu

JuggerBR
JuggerBR
Reply to  Salim
1 mês atrás

Fab tem zero interesse, essa atividade é da Marinha em qualquer parte do mundo…

Dario
Dario
Reply to  JuggerBR
1 mês atrás

A marinha também tem zero interesse.

Jadson Cabral
Jadson Cabral
Reply to  Dario
1 mês atrás

A Marinha tem interesse em bailes regados a champagne e caviar no clube militar

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Jadson Cabral
1 mês atrás

Como diziam no meu tempo: “Vira o disco cara!”

Grozelha Vitaminada Milani
Grozelha Vitaminada Milani
Reply to  Marcelo Andrade
1 mês atrás

Não, vira a carne que o churrasco tá queimando …

Grozelha Vitaminada Milani
Grozelha Vitaminada Milani
Reply to  Jadson Cabral
1 mês atrás

Faltou as lagostas e camarões.

Sabe porque mantém o São Paulo flutuando? Para fazerem as Festas dos Almirantados.

Brasil, um país de TOLOS …

JuggerBR
JuggerBR
Reply to  Grozelha Vitaminada Milani
1 mês atrás

Pelo menos a vista da festa deve ser sensacional…

Koprowski
Koprowski
1 mês atrás

Fazem 02 anos que tivemos as últimas notícias sobre os mísseis anti-navio HARPOON para os P3AM da FAB. Será que já foram recebidos ?

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Koprowski
1 mês atrás

Faz tempo….

Wilson
Wilson
1 mês atrás

Falta responder se as asas foram reparadas e se os missões integrados.

ted
ted
Reply to  Wilson
1 mês atrás

Existe reportagem de técnicos norte americanos instalando os misseis no P3 brasileiro com pessoal da FAB

Ersn
Ersn
1 mês atrás

Uma oportunidade para desenvolver o KC390 ,seria uma versão ASW/MP assim como o C295 que também tem versão ASW/MP,poderia ser modular para tambem ser aeronave SINGIT/ELINIT

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Ersn
1 mês atrás

Sim Ersn, acredito que os substitutos do P-3, que aliás é uma ótima aeronave, ainda em uso e, vários países, seria uma versão do KC-390, pois os módulos de guerra eletrônica/ASW podem ser inseridos na célula ou 0 C-295MPA, que tb já é muito utilizado na FAB. Ou ambos sendo repassados para a MB em um médio/longo prazo. Não acho, a meu ver, que a Embraer iria fazer um P-99/P-190 só para a FAB, a não ser que haja interesse em algum país tb.

pgusmao
pgusmao
1 mês atrás

Mais um exemplo das “compras de oportunidade” feitas pelos “experts” das FA, já estão com fadiga na estrutura e isto que não são utilizados como deveriam, diante de uma costa gigantesca como a nossa, vamos aguardar os S-2 Tracker remodelados que devem chegar logo para o nosso “porta-aviões” e ajudarão no serviço.

Gabriel
Gabriel
Reply to  pgusmao
1 mês atrás

Mais um comentário de um “expert” em escrever bobagens!

Leandro Costa
Leandro Costa
1 mês atrás

O ideal mesmo seria uma nova plataforma comum tanto para a FAB quanto para a MB para um substituto dos E/R-99 e P-3BR, o que poderia ser feito em cima da plataforma do E-195E2 e por aí vai, como já amplamente mencionado por vários aqui. Claro que para isso seria necessário um investimento bastante grande pelo governo, o que simplesmente não vai acontecer tão cedo, o que torna esse trabalho ainda mais relevante.

Alessandro Vargas
Alessandro Vargas
1 mês atrás

Acho que nas nossas FFAA (principalmente FAB e MB) os generais de plantão sofrem de megalomania, são como “galos garnisés” se acham grandes, quando na verdade são diminutos e deveriam calçar as sandálias do pescador e parar de torrar recursos do contribuinte adquirindo aviões velhos (velho mesmo, diferente de antigo), que certamente já era conhecida sua fadiga e limitação estrutural dos P3 e, principalmente, um PA com as máquinas “bichadas”, tb certamente conhecidas suas limitações de vida útil da planta de propulsão! Só para poder ostentar seus egos e voar uma aeronave totalmente anacrônica como os A4KU (quem mais opera,… Read more »