Home Aviação Comercial Embraer e United Airlines assinam contrato para até 39 E175s

Embraer e United Airlines assinam contrato para até 39 E175s

1415
50
E175
Embraer E175

Paris, França, 17 de junho de 2019 – A Embraer anunciou hoje, na 53ª edição do Paris Air Show International, que assinou contrato com a United Airlines para até 39 jatos E175. O pedido inclui 20 pedidos firmes e 19 opções com as aeronaves sendo configuradas com 70 assentos. O pedido tem um valor de US $ 1,9 bilhão, com base nos atuais preços de lista da Embraer, com todas as opções sendo exercidas. O pedido firme será incluído na carteira de pedidos (backlog) da Embraer do segundo trimestre de 2019. As entregas têm previsão de início no segundo trimestre de 2020. Essas aeronaves substituirão aviões de 70 lugares mais antigos que atualmente operam com os parceiros regionais da United.

“Com este contrato, temos a oportunidade de continuar a atender a frota da United com nossa plataforma E175 que é líder do segmento”, disse Charlie Hillis, Diretor de Vendas e Marketing para América do Norte da Embraer Aviação Comercial. “O foco da Embraer em encontrar soluções que atendam às necessidades de nossos clientes é a principal razão pela qual continuamos liderando este segmento de mercado.”

“O E175, operado por nossos parceiros regionais, provou ser uma parte importante de nossa frota à medida que continuamos expandindo nossa linha aérea principal e proporcionamos uma experiência ao cliente cada vez melhor”, disse Gerry Laderman, Vice-Presidente Financeiro da United Airlines. “Ao nos concentrarmos em fornecer aos nossos clientes o máximo em conforto e conveniência, contamos com aeronaves como o E175 para nos ajudar a atingir nossa meta de oferecer a melhor experiência no céu.”

Incluindo este novo contrato, a Embraer vendeu mais de 585 jatos E175 para companhias aéreas na América do Norte desde janeiro de 2013, sendo responsável por mais de 80% de todos os pedidos neste segmento de jatos de 70 a 76 assentos.

A Embraer é fabricante e líder mundial de aeronaves comerciais com até 150 assentos e possui mais de 100 clientes em todo o mundo. Somente para o programa de E-Jets, a Embraer registrou mais de 1.800 pedidos e 1.500 aeronaves entregues. Hoje, os E-Jets estão voando na frota de 75 clientes em 50 países. A versátil família de 70 a 150 assentos voa com companhias aéreas de baixo custo, bem como com operadoras regionais e tradicionais.

Sobre a Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer completa 50 anos de atuação nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança, Aviação Agrícola. A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer Serviços & Suporte a clientes no pós-venda.

Desde que foi fundada, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

DIVULGAÇÃO: Embraer

50
Deixe um comentário

avatar
13 Comment threads
37 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
22 Comment authors
FulcrumWellington GóesCamargoerSarg UilhaCamargoeri Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Fernando Lacerda
Visitante
Fernando Lacerda

Não me conformo com essa venda da Embraer para a Boeing…

Olha essa venda, como que iria faliar sem a Boeing ?
Isso nao faz o menor sentido

FernandoEMB
Visitante
FernandoEMB

Olhando somente para o curto prazo e de maneira bem restrita não faz sentido mesmo. Olhando a “figura grande”… bem a coisa muda de figura.

Ramon
Visitante
Ramon

Não sou contra a Embraer fazer parceria com essas empresas grandes, mas como foi feita essa união com Boeing foi simplesmente entregar a Embraer de bandeja para eles, pois a Embraer projetou os aviões principalmente essa nova família que está sendo intruzida agora, aí chega a Boeing e compra tudo e agora é só usar os projetos e entregar o troco do pão para o que sobrou da Embraer e ainda por cima a nova empresa vai ser totalmente controlada por eles, e para completar tem gente que se diz nacionalista vivem falando “Brasil acima de tudo”, mas batem palmas… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Antes os acionistas eram ……?

Sarg Uilha
Visitante
Sarg Uilha

o acionista recebia o dinheiro,mais os aviões eram produzidos e montados por engenheiros brasileiros em são jose dos campos, agora tudo que ainda é da embraer está indo para gavião peixoto, e os engenheiros brasileiros vão ter que sobreviver de vendas de produtos militares ou vão virar cidadãos americanos e acabar com todo o knowhow adquirido pelo brasil

Minuteman
Visitante
Minuteman

A Embraer registrou prejuízo de R$ 669 milhões em 2018, não será diferente esse ano. Sem essa fusão com a Boeing, em 5 a 10 anos ela pediria concordata.

V12 aero
Visitante
V12 aero

Onde eu compro uma bola de cristal igual a essa que vc tem?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Sabe analisar balanço ?

É publicado, pesquise…..

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Era isso e até antes.

Guizmo
Visitante
Guizmo

Vc tem um mercadinho super bacana, que vende um frango assado cuja receita veio da sua avó e todo bairro adora. De repente o Wall Mart abriu uma mega loja na sua frente e eles propoem a vc vender o frango juntos. Vc tem 2 opcoes: topar ou enfrentar

Hélio
Visitante
Hélio

Que comparação sem sentido, a Boeing não concorre com a Embraer. A Airbus só está levando na cabeça com o projeto da Bombardier, a Embraer não só está batendo de frente, como está dando uma surra.

Guizmo
Visitante
Guizmo

Obrigado por seu comentário, agradecemos a preferência

Beto Santos
Visitante
Beto Santos

É isso ai Guizmo um bom exemplo, agora imagina se você faz um planejamento futuro e na projeção você tem a possibilidade de vender 10 vezes mais do que frango do que vende agora e isso na pior das hipóteses pois tem ainda a possibilidade de quem sabe desenvolver um hambúrguer diferente e mais gostoso e também aquele churrasquinho, enfim, as possibilidades se abrem pra você mas pra isso tem que vender o frango juntos caso contrário…….

Guizmo
Visitante
Guizmo

Exato, é isso aí

Fulcrum
Visitante
Fulcrum

Só faltou acrescentar que pra produzir o “frango” no modelo do concorrente a “wall mart” teria que gastar dinheiro e tempo que não tem. E também acrescente um “escândalo de frango” contaminado que matou por volta de 300 e que está fazendo a “wall mart” perder 1bi por mês.

Beto Santos
Visitante
Beto Santos

Fernando tenha em mente o seguinte que se você é bem informado sobre a situação da empresa, tem ótimos conhecimentos técnicos de mercado e projeções ainda sim pode se dizer que você não sabe nada sobre a empresa pois não tem o planejamento estratégico nem os futuros que a empresa tem em cada um de seus segmentos por isso que nós que estamos aqui de fora na melhor das hipóteses sabemos somente 10% e por isso é que temos esta sensação que não devia ser assim.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Ele é Engenheiro na Embraer, puff….

Camargoeri
Visitante
Camargoeri

Caro Carlos, segundo Margaret Macmilan, “vale a pena nos lembrarmos de que os que estão em posição de autoridade nem sempre sabem mais”.

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Vamos ver os últimos balanços econômicos da Embraer. As reais vendas dos E-2 …

Ai estão as respostas do capitalismo para aqueles que defendem 100% de nacionalização e futuros 100% de desempregos e dívidas com os credores que nunca receberão (Vide Varig, Engesa, e tantas outras).

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Quem eram os donos antes ?

Jagderband#44
Visitante
Jagderband#44

Senta e chora.

Camargoeri
Visitante
Camargoeri

Caro Fernando. Agora pode dizer sem ser criticado “Parabéns à Boeing”.

Fernando EMB
Visitante
Fernando EMB

Parabéns a Embraer e seus excelentes produtos. No futuro sob a tutela da nova Boeing Brasil… Que saiba fazer bom proveito destes produtos e de toda a capacidade humana que adquiriu. Aí sim será um excelente negócio para a Boeing USA, para a Embraer (com seus 20%), para os funcionários, para todos.
O futuro dirá.
O nome Embraer poderá sumir dos produtos da aviação comercial? Sim, provavelmente. Mas isso é secundário se considerarmos que novos desenvolvimentos poderão vir e empregos serão mantidos e ampliados.
Resta saber de que lado estarei eu e os demais funcionários. Logo saberei.

Camargoer
Visitante
Camargoer

Caro Colega, acho que dificilmente terei um afeto que nunca tive pela Boeing.

Hélio
Visitante
Hélio

“Empresa aeroespacial global com sede no Brasil”. Olhe aí, a Embraer não se considera brasileira, não se identifica com o Brasil, enquanto todas as outras grandes empresas, como a WEG, a Avibrás e tantas outras se orgulham de dizer que são BRASILEIRAS, a Embraer se diz globalista. É nessa empresa que querem depositar nossos projetos estratégicos? É essa empresa que recebeu 40 bilhões do governo petista? É para essa empresa que deram o projeto do Gripen? Qual é a diferença para o Brasil entre a Embraer ou qualquer outra empresa estrangeira? Só a sede por aqui, que se a Embraer… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Leia o balanço da Avibras, o patrimônio é negativo em 2.5 vezes seu patrimônio tangível somado ao intangível. Ela vale exatamente R$ 1,00 valor necessário para mudar de mãos.
Espero que seja a RAFAEL.

Junior
Visitante
Junior

Baseado em que você diz isso, amigo você ultimamente só tem falando besteiras, a avibras é uma empresa privada de capital fechado, não tem acionistas, os donos da mesmas não venderam ela nem quando ela esteve a beira de falir, e propostas não faltaram, inclusive de empresas maiores que a Rafael. A Avibras fechou vários contratos ultimamente com Arábia Saudita, Qatar e Indonésia, fora os contratos assinados com o EB.

” Ela vale exatamente R$ 1,00 valor necessário para mudar de mãos.” Aqui você se superou, esse seu comentário é de sangrar os olhos de que conhece a situação da empresa

Sarg Uilha
Visitante
Sarg Uilha

criança, quando a argentina usou os misseis franceses nos ingleses, a frança liberou os codigos para desativar os misseis e a argentina no acertou pq navios são gigantes e lentos, agora imagina vc ter q confiar em um missil que vai perseguir alguma coisa supersonica que faz curvas de 7Gs? esse tipo de coisa tem que ser produzida no brasil, não é questão economica, é estratégica, é um prejuízo necessário.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Opa! Efeito Boeing Brasil já dando seus frutos!! Aguardem novas notícias!!!

FernandoEMB
Visitante
FernandoEMB

Isso nada tem a ver com o efeito BBC…

MCX
Visitante
MCX

Parça, pra entender tem q por opiniões pessoais de lado e analisar friamente. A United Airlines empresa aérea americana, fez esse pedido por causa da Boeing empresa também americana. Forte abraço

Fernando EMB
Visitante
Fernando EMB

Nossa essa análise foi ridícula!!! Santo Deus MCX.

MCX
Visitante
MCX

Fernando com todo respeito. Eu nao sou analista, so dei a opinião a partir do meu ponto de vista, q no caso é, uma empresa comprou aeronaves de uma fabricante por causa, que essa empresa é uma parceira de uma empresa do país deles. Forte abraço

Lucas
Visitante
Lucas

Embraer? Num ta errado isso nao?

Camargoeri
Visitante
Camargoeri

Faz uns dois anos que isso está errado..

Lucas
Visitante
Lucas

“Embraer e United Airlines assinam contrato para até 39 E175s” = Boeing Brasil e United Airlines assinam contrato para até 39 E175s

“A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas” = A Companhia PROJETAVA, DESENVOLVIA, FABRICAVA e COMERCIALIZAVA aeronaves e sistemas.

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

A Embraer CONTINUA a projetar, desenvolver, fabricar e comercializar aeronaves e sistemas para aviação civil privada e militar.

A Boeing Brasil assumiu a aviação comercial.

Fernando EMB
Visitante
Fernando EMB

Errado…. A Boeing ainda não assumiu nada e a Boeing Brasil ainda não existe.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Perfeito.

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Vamos ver quantos consumidores de Grozelha Vitaminada vão continuar com a novela da Boeing!

Vamos ver quantos vão fazer xororo e mimimi e engrossar o discurso das Viúvas da Embraer!

Tem tem grana manda, quem não tem obedece.

Tem tem grana compra, quem não tem vende.

Vamos ver os últimos balanços econômicos da Embraer. As reais vendas dos E-2 …

Ai estão as respostas do capitalismo para aqueles que defendem 100% de nacionalização e futuros 100% de desempregos e dívidas com os credores que nunca receberão (Vide Varig, Engesa, e tantas outras).

Fernando EMB
Visitante
Fernando EMB

E amanhã terão mais anúncios… Aguardemos.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Embraer partir 600 + IAI-ELTA anv AEW …..

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

PRAETOR, maldito corretor.

Wagner
Visitante
Wagner

Não sou das torcidas organizadas, mas pelo que eu entendi, Embraer defesa, agricola e aviões particulares continua como Embraer e os E Jets foram para a Boing Brasil, sendo assim esta venda não é da Embraer.

Junior
Visitante
Junior

Tecnicamente ainda é da Embraer, pois a Boeing ainda não assumiu, mas quando essas aeronaves saírem da fabrica, a Boeing já deve ter assumido a empresa e provavelmente o nome do avião nem seja mais Embraer 175

santana
Visitante
santana

queremos vendas de E-2..CADE??

santana
Visitante
santana

QUEREMOS VENDAS DE E-2..CADE???

Camargoeri
Visitante
Camargoeri

Como coloquei em outro post… “EmbraQUEM”?

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Gente, a Boeing Brasil continuará no nicho de aviação regional até 120 assentos, conpetindo nesse mercado, sendo avião de entrada para a linha Boeing 737 em diante. continuarão as linhas de produção aqui, vocês acham que ela vai pegar a fábrica toda e levar para os EUA? Assim como o A220 é entrada para a família A319/329/321.

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

E a carteira de vendas vai subindo……. “Ah, mas a BOEING vai salvar a EMBRAER”. Oi?!?!