Home Alerta Aéreo Antecipado Força Aérea Indiana libera imagens do radar do AWACS dos combates de...

Força Aérea Indiana libera imagens do radar do AWACS dos combates de 27 de fevereiro

6376
66

A Força Aérea Indiana (IAF) liberou imagens das telas de radar do AWACS A-50 Phalcon com as informações de rastreamento dos combates aéreos de 27 de fevereiro deste ano, entre aviões indianos e paquistaneses.

As imagens, segundo a IAF, provam que os F-16 paquistaneses estavam operando na área e que um deles foi abatido pelo MiG-21 Bis pilotado pelo Wing Commander Abhinandan.

No quadro mais geral da imagem acima, é possível visualizar de alto a baixo à esquerda três grupos de aviões paquistaneses, sendo um grupo com dois JF-17, um grupo com três F-16 e outro com dois F-16.

O grupo do meio com três F-16 foi engajado pelo MiG-21 Bison de Abhinandan.

Nas telas abaixo em zoom, estão os detalhes do engajamento. Nos dois últimos quadros, com intervalo de 8 segundos, o primeiro mostra o contato do MiG-21 no cículo azul e o F-16 paquistanês no circulo vermelho.

Na última tela, o contato do F-16 desapareceu (track vanished), indicando que ele foi abatido pelo MiG-21. Os outros dois F-16 continuaram no radar, com o símbolo de U invertido.

Subscribe
Notify of
guest
66 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Joker
Joker
1 ano atrás

TRUCO

Minuteman
Minuteman
Reply to  Joker
1 ano atrás

Os indianos continuam mentindo, e o povo só pelo fato de ser contra tudo o que é americano, ainda acredita.

teropode
Reply to  Joker
1 ano atrás

truco por quê? A India manteve a versão até agora , já o Paquistão fez vários ajustes e não mostrou o su que dizem ter abatido e para completar o pacote de mentiras eles disse4am que os americanos contaram o numero de f16 kkkkkk, coisa que WDC nega veementemente , mas pelo visto os fanboys do f16 preferem acreditar em unicornios .

JPC3
JPC3
Reply to  teropode
1 ano atrás

Eu li umas três versões indianas.

Não nego que o F-16 tenha sido abatido, deve ter sido, mas provas confiáveis não tem por enquanto.

Arminius
Arminius
Reply to  Joker
1 ano atrás

Esse F-16 paquistanês não vai aparecer nunca porque não foi o Mig-21 que o derrubou… Foi Arjuna! O F-16 foi se meter a besta com a Índia, Arjuna olhou de canto de olho lá dos reinos superiores, mandou-lhe uma saraivada de flechas e não sobrou nem pó do F-16… Não vão encontrar é nada dele. Sumiu mesmo.

Falando sério, se caiu do lado do Paquistão, não vai aparecer jamais. A uma para não dar o braço a torcer para os indianos e a duas por causa das implicações com os Estados Unidos.

PauloSollo
1 ano atrás

Estas imagens são fáceis de serem manipuladas e não provam nada. Estes argumentos são tão críveis quanto a pintura do SU-30 supostamente abatido na fuselagem do JF-17.

Jacinto
Jacinto
Reply to  PauloSollo
1 ano atrás

Especialmente porque o único avião cuja destruição é admitida pot todos – o Mig-21 – continua na tela do radar. Seria mais crível se a Índia também mostrasse o “track vanished” do seu Mig-21.

Kemen
Kemen
Reply to  Jacinto
1 ano atrás

Pelo que foi descrito anteriormente se o colega teve oportunidade de ler, o F-16 foi abatido pelo MIG 21, repito, o F-16 foi abatido pelo MIG 21 instantes antes do MIG 21 ter sido abatido. As imagens tem mais peso que meras declarações, pinturas ou contagens de não sei quem, para mim agora 60% de crédito para os indianos, 40% de crédito para os paquistaneses. Aguardemos o próximo capítulo…

Jacinto
Jacinto
Reply to  Kemen
1 ano atrás

O meu ponto é que a Índia quer que você acredite no que é bom para ela (abate do F-16), sem mostrar também o que é ruim (abate do Mig-21). E para mostrar que essas imagens são sérias, o ideal seria mostrar os dois “track vanishing”, ou seja; mostrar o bom e o ruim, o que seria facílimo de fazer. Mais uma foto resolveria tudo e emprestaria mais credibilidade. Porque de outra forma, me lembra o Rubens Ricúpero falando “Eu não tenho escrúpulos; o que é bom a gente fatura, o que é ruim a gente esconde.” No fim, Kemen,… Read more »

teropode
Reply to  Jacinto
1 ano atrás

É lógico cara , se trata de fotos minutos antes do mesmo ser abatido .

Jacinto
Jacinto
Reply to  teropode
1 ano atrás

Minutos? Uns dizem instantes outros dizem minutos… O engraçado é que a Índia tem um satélite (RISAT II) que, segundo o Times Of Índia, tem resolução, no modo “spot” de 2m. Mas nem assim consegue achar nem o rastro de um avião derrubado.

Johnny
Johnny
Reply to  Jacinto
1 ano atrás

Então… mas qual o motivo do Paquistão ter informado a queda de duas aeronaves indianas e só ter exibido destroços de uma delas? Qual o motivo de ter informado também que dois pilotos indianos foram capturados e depois não ter mais tocado mais nesse assunto? Há fortes indícios que houve sim o abate do F-16.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Johnny
1 ano atrás

O Paquistão continua alegando que derrubou dois: além do Mig-21, também o Su-30, mas o Su-30 não pôde ser provado porque caiu do lado indiano da linha. Veja, é o mesmo argumento indiano que alegar não poder provar o abate do F-16… porque caiu do lado paquistanês. Agora, se você acredita que a Índia não tem provas do abate do F-16 porque ele caiu no lado paquistanês – apesar, repito, de a Índia ter satélites com resolução de 2m – você também não tem como contestar o que o Paquistão diz. Sem provas, o que há é fé. E como… Read more »

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Jacinto
1 ano atrás

Mas e o piloto paquistanês morto? não é uma prova?

Jacinto
Jacinto
Reply to  100nick-Elã
1 ano atrás

Você tem prova de que ele está morto?

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Jacinto
1 ano atrás

A India deu nome, sobrenome e ascendência do piloto. Se for mentira, porque o Paquistão não mostra o piloto ou divulga a “outra” causa de sua morte?

Nostra
Nostra
Reply to  Jacinto
1 ano atrás

I hope you realise that satellites have a REVISIT time stretching days over a particular region

Jacinto
Jacinto
Reply to  Nostra
1 ano atrás

I do understand this and still I can´t believe there is nothing, not even a crater.

Hermes
Hermes
Reply to  Jacinto
1 ano atrás

Caças não são meteoros e nem esses sempre deixam crateras (lembre de Tunguska), provavelmente se foi realmente abatido explodiu e se desfez no ar e as forças armadas paquistanesas devem ter isolado a área e feito uma operação de limpeza e camuflagem dos restos que sobraram. Não iam dar mole de deixar destroços à vista.
Sobre o nome e sobrenome do piloto tem matéria aqui mesmo afirmando que o marechal do ar citado não tem nenhum filho piloto e muito menos com esse nome, mais uma fake news indiana.

carcara_br
carcara_br
1 ano atrás

Altitude, distância, velocidades, vetores de aproximação e topografia do terreno. Ok o f-16 desapareceu, mas é preciso muito mais informação pra tirar qualquer conclusão…

teropode
Reply to  carcara_br
1 ano atrás

Psicologia explica isto , após grandes traumas as sequências da reação humana CIVIL , lógico né: Dor , revolta , aceitação. Os fãs do f16 estão na segunda fase kkkkkkkl

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  teropode
1 ano atrás

Eu sou fã do F16 e não vejo qual o problema num F16 abatido, principalmente se for paquistanês, não me espanta nem um pouco.

ralmeidarar
ralmeidarar
1 ano atrás

Bom eu como leigo não entendi nada, o jeito é perguntar pra algum QSS BCT de preferência do COPM.

Gorgoroth
Gorgoroth
1 ano atrás

Índia 50 tentativas afirmando x Paquistão 3

Uma hora todo mundo acredita, resolvido.
Risos

Minuteman
Minuteman
1 ano atrás

“Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade” – Joseph Goebbels

Antoniokings
Antoniokings
1 ano atrás

Xeque mate.

rui duque
rui duque
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

continua a pergunta, onde estão as provas.
A unica serteza é um mig 21 abatido e o piloto capturado.

Lynx
Lynx
1 ano atrás

Enquanto se discute esse trunfinho idiota sobre abateu ou não esse e aquele caça, o dado verdadeiramente carente de análise está passando desapercebido da mídia: os indianos acertaram ou não o suposto campo de jihadistas? Mataram mesmo combatentes islâmicos ou inocentes? Uma matéria da Reuters, muito bem feita por sinal, lança enormes dúvidas sobre esse ataque, que deu origem ao contencioso que gera tanta diversão para os apaixonados pelo caça A ou B. Os indianos realmente sabiam onde havia jihadistas? Acertaram realmente alvos legítimos? Imagens de stélite contestam essa versão. Onde está a verdade? Usar a força aérea como resposta… Read more »

Gonçalo Jr.
Gonçalo Jr.
Reply to  Lynx
1 ano atrás

Acertaram e o próprio Paquistão reconheceu isso.

Lynx
Lynx
Reply to  Gonçalo Jr.
1 ano atrás

Alguém poderia colocar o link desse reconhecimento pelo Paquistão? Não estou duvidando de ninguém, mas não li isso. Como há até 2 likes, vcs devem ter a fonte.

Ricardo
Ricardo
Reply to  Lynx
1 ano atrás

Acertou mas o estrago foi bem menor do que a India anunciou. Eles erraram a maioria dos alvos. Os indianos são ruins em manutenção aviões e pelo jeito também em bombardear alvos fixos.

Ivan
Ivan
1 ano atrás

Agora as coisas mudam de figura. A IAF não vai dar moleza para os paquistaneses.

wwolf22
wwolf22
1 ano atrás

o radar te fornece o modelo do avião ou apenas como aeronave??

Sérgio Santana
Sérgio Santana
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

wwolf22 o radar não fornece o tipo da aeronave. Essa informação foi adicionada para melhor distinção entre as trajetórias. O que o radar faz é medir velocidade e, junto com o IFF, saber se um contato é hostil. Essas informações, junto com outras (como qual base há nas proximidades e qual esquadrão/aeronave existem lá) é que possibilitam a identificação do alvo…

JPC3
JPC3
Reply to  Sérgio Santana
1 ano atrás

Não seria que o radar não consegue diferenciar o modelo de aeronave ao invés do tipo? Já li uma ou duas vezes que alguns caças conseguem diferenciar aeronaves pela reflexão dos compressores do motor.

Nostra
Nostra
Reply to  JPC3
1 ano atrás

Yes due to JEM ( jet engine modulation ) which results in a characteristic Doppler shift in the frequency of the reflected waves from engine blades.

High resolution radars coupled with sophisticated algorithms can even generate and discriminate structural characteristics of aircrafts.

JPC3
JPC3
Reply to  Nostra
1 ano atrás

Thank you.

wwolf22
wwolf22
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

consegue identificar se eh uma aeronave grande ou pequena??

JPC3
JPC3
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

Posso estar enganado, mas radares mais modernos conseguem identificar tipos de aeronaves, mas não os modelos. Por exemplo, consegue diferenciar um caça de um turbo hélice ou de um Boeing 737, porém não identifica exatamente qual o caça.

Podem me corrigir se errei.

JPC3
JPC3
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

Acredito que seja possível diferenciar a assinatura entre um Gripen e um Sukhoi.

Nostra
Nostra
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

Yes , but success varies depending of the capability of the sensors/algorithms , using multiple sensors from different sources will result in higher probability of positive ID.

teropode
Reply to  Nostra
1 ano atrás

Sim , mas é bom lembrar também que a IAF tem feito coletas de dados sobre os caças paquistaneses , e não descarto terem conhecimento das características eletrônicas do F16. Pois conseguiram pegar o J20 depois de uma boa filtragem.

Nostra
Nostra
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

ESM yes , RWR no

Specifically radar fingerprint against a library of known radar signatures of range of aircrafts.

And yes highly capable radars can discriminate between aircrafts provided it’s threat library has the necessary RF / EM signatures , RCS pattern / strength etc

When the hostile aircraft is under EMCON , task of identification is difficult.

And if the hostile aircraft breaks EMCON , then the task becomes easier .

Mig35
Mig35
1 ano atrás

A Força Aérea Indiana já é uma das minhas preferidas. Avante Índia! Passa o fogo nos invasores!

Gorgoroth
Gorgoroth
Reply to  Mig35
1 ano atrás

Mas para “passar o fogo” avião não pode ser derrubado.
Buguei

PauloSollo
Reply to  Mig35
1 ano atrás

Compreensível Mig-29 plus. Como russófilo você tinha que ser fã também de uma FA que tem o hábito de derrubar seus próprios caças em uma proporção e regularidade imbatíveis. Até agora ao invés de “Avante!” tem sido “Abaixo!”.

Delfim
Delfim
1 ano atrás

É assim que aparecem as imagens nas telas de um AWACS ?

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Delfim
1 ano atrás

Sim

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
1 ano atrás

Não sei quem tá mentindo, quem tá dizendo a verdade, e quem tá distorcendo a verdade nessa história. É capaz de, daqui a 20 anos, a gente continuar sem saber. Mas é mais fácil o Paquistão provar que não houve abate, do que a Índia provar que houve. Porque o Paquistão não mostra pro mundo todos os seus F 16, pra provar que estão todos inteiros, portanto, não houve abate de nenhum da sua prova, a despeito de ter usado ou não um F 16 pra ataque, contrariando o acordo com os EUA ? Imagine o Paquistão provando pro mundo… Read more »

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Willber Rodrigues
1 ano atrás

Não houve abate de nenhum da sua prova = da sua frota*

Jodreski
Jodreski
1 ano atrás

A primeira baixa de em toda guerra é a verdade…
Fato até agora: um Mig-21 no chão, aparentemente alvejado devido as marcas na fuselagem, um piloto indiano capturado que depois foi liberado, qualquer coisa além disso é história não passível de ser confirmada.

BILL27
BILL27
1 ano atrás

Poderia ter a gravação dos dados do HUD …aí sim daria para acreitar

teropode
Reply to  BILL27
1 ano atrás

Mas o Bison matador foi derrubado , ou tava transmitindo aí vivo e a cores ?

BILL27
BILL27
Reply to  teropode
1 ano atrás

to dizendo dos outros aviões envolvidos na perseguição ..tinha o MIG 21 e um M2000 .

TJLopes
TJLopes
1 ano atrás

A PAF disponibilizou imagens de todos os misseis do Mig-21 recuperados do local da queda. Se as imagens forem verdadeiras, prova que o Mig-21 abatido não disparou nenhum míssil.

https://fighterjetsworld.com/air/iaf-mig-21-bison-wreckage-suggests-that-indian-pilot-was-unable-to-fire-single-missile/11877/

Nostra
Nostra
Reply to  TJLopes
1 ano atrás

Any person familiar with the workings of a air to air missile specifically R73 ,will easily rubbish the claim under 1 minute. There is 2 R77 and 1R73 missiles which are intact with seeker head , warhead section parts of propulsion section intact . What is interesting is the single R73 missile on the extreme right. It is missing the warhead section , the propulsion section completely . Only the seeker head section and the extreme rear thrust vector section present. Now few points regarding R73 1. R73 warhead is activated by a RF proximity fuze , that means when… Read more »

MBP77
MBP77
Reply to  Nostra
1 ano atrás

Thanks for the excellent technical explanations above, Nostra!

Sorry for the question, but are you an IAF official, journalist or aeronautical engineer in India?

Or even a specialist from another country?

I ask, just because I was surprised by his familiarity with the subject (R73’s operation).

Greetings.

Nostra
Nostra
Reply to  MBP77
1 ano atrás

By qualification I am a electronics engineer.

In most countries inservice officials cannot offer comments outside official channels. They will lose job.

MBP77
MBP77
Reply to  Nostra
1 ano atrás

Thanks for replying anyway, Nostra!

teropode
1 ano atrás

A Índia manteve a versao inicial , o Paquistão no início negou que havia f16 no engajamento , depois tiveram que admitir por causa do míssil que caiu em solo Indiano , disseram que derrubaram 2 caças indianos , não mostrou fotos do SU que alegadamente caiu no seu território, teve um piloto morto pela população local , se fosse indiano eles teriam mostrado o corpo de um e o outro preso , eles como todo bom muslins não perderiam a chance de exibir os 2 infelizes e para completar o festival de mentiras eles disseram que teve contagem de… Read more »

Lynx
Lynx
1 ano atrás

Nós temos aí fotos, em distintos momentos, de uma visualização sintética de um radar. Por conta da baixa definição, não dá para ver se o vídeo bruto está por baixo dos símbolos sinteticos gerados pelo processador do radar. O video bruto é que prova haver realmente um reflexo radar na tela do operador. Infelizmente ou não, simbolos, inclusive com movimentos, podem ser gerados pelo operador ou até mesmo pelo próprio sistema para fins, por exemplo, de treinamento. Como já foi dito, um sistema que faça a fusão entre os alvos no radar e um banco de dados de sinais eletrônicos… Read more »

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Lynx
1 ano atrás

O decorrer de eventos e a análise imparcial de todas as versões torna a meu ver, bastante provável a queda tanto de um Mig21 como de um F16, provável, não certo.
Quanto ao Paquistão, pode não ter perdido um F16 (talvez tenha sido só danificado?) e é certo que um Mig21 indiano caiu, mas o primeiro, dado as suas (Paquistão) variadas versões sobre a cronologia de eventos e dado o seu histórico de pouca credebilidade sem dúvida nenhuma que também está a mentir, só não sei até que ponto.

Nem
Nem
Reply to  Lynx
1 ano atrás

Muito bom Lynx.
Minha interpretação é que ninguém iria pintar e colocar na bolacha, a toa, um su-30 e um mig-21. Acredito q tenham sido abatidos pelos paquistaneses. Só que a aeronave que abateu o su-30 não deveria estar ali. Não deveria estar cumprindo papel ofensivo, por força do pacto assinado com o vendedor: f-16.
Por isso, especulo, os paquistaneses não poderão reivindicar esse abate.

Leandro Costa
Leandro Costa
1 ano atrás

Novamente, a Índia mantendo a versão e mostrando o que tem disponível. Ou pelo menos parte do que tem disponível. Ao mesmo tempo em que esses são fortes indícios de um abate, ao mesmo tempo não são provas que não deixam dúvidas sobre o abate, então ainda coloco para a Índia um ‘provável.’ Não duvido, mas também não tenho como provar.

Mas pessoal, se até Doug Masters foi abatido em um F-16C, tudo é possível 😉

Franck Delcroix
Franck Delcroix
1 ano atrás

Brasileiro tem que aprender a fazer dever de casa e ser menos emocional. Pessoal querendo dar banca de algo mas não sabe nem analisar informação básica de radar, e pelo visto nada de combate aéreo. 1) Pela simbologia do AWAC, o Bison estava a 4 horas do f16. Portanto se o bison foi nose cold ou eletro-ótico o F16 nem soube do perigo até o lançamento do míssil, se é que detectou o lançamento. 2) o piloto do 16 pode ter sido insensato e após ser alertado pelo sistema de defesa e sobrevivência, virar e disparar contra o mig 21… Read more »