Home Aviação Militar Saab vai atualizar sistema de comando e controle da Tailândia

Saab vai atualizar sistema de comando e controle da Tailândia

2556
9
Saab Erieye e Saab Gripen da Tailândia
Saab Erieye e Saab JAS 39D Gripen da Tailândia

A Saab recebeu um pedido da Força Aérea Real da Tailândia para atualizar o Sistema Nacional de Comando e Controle Aéreo do país, que é baseado no 9AIR C4I da Saab.

A Saab vai atualizar e melhorar ainda mais o Sistema de Comando e Controle Aéreo da Royal Thai Air Force (ACCS), que é baseado no produto 9AIR C4I da Saab e está em operação com a Royal Thai Air Force desde 2010. O sistema é parte essencial da rede da  capacidade de defesa aérea central da Talilândia que também inclui o caça Gripen da Saab, sistema de alerta aéreo antecipado Erieye e links de dados táticos.

A proposta de upgrade da Saab para o sistema tailandês foi selecionada por meio de um processo abrangente de avaliação e demonstra que a Saab pode garantir que o sistema permaneça totalmente operacional, eficaz e preparado para o futuro.

“Este pedido demonstra a competitividade do produto 9AIR C4I. Nosso avançado Sistema de Comando e Controle Aéreo fornece à Força Aérea Real da Tailândia uma parte vital de seu sistema de defesa aérea”, afirma Anders Carp, vice-presidente sênior e chefe de área de negócios da Saab Surveillance.

A atualização do ACCS combina novo hardware e software que sustentam, aprimoram e expandem os recursos nacionais do sistema para operações futuras. O trabalho será realizado na Saab, em Järfälla, na Suécia, e o contrato será executado até 2020.

9AIR C4I é o sistema de comando e controle de operações aéreas da Saab. Fornece consciência situacional e controle completo de armas, sensores e comunicações.

Air Command and Control System (ACCS)
Air Command and Control System (ACCS)

FONTE: Saab

9
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
5 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Rinaldo NeryWalfrido StrobelRommelqeMARCOVEduardo Ramos Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Eduardo Ramos
Visitante
Eduardo Ramos

A Tailândia tem acesso a misseis Ar-Ar BVR AIM-120

MARCOV
Visitante
MARCOV

Fora de contexto, mas matéria interessante sobre as possibilidades do voo supersônico de passageiros:

“Hypersonic airliner ‘may not be as hard as people think’: Boeing Chief Technology Officer”

https://www.flightglobal.com/news/articles/hypersonic-airliner-may-not-be-as-hard-as-people-th-451069/

MARCOV
Visitante
MARCOV

Na verdade, hipersônico (Mach 5).
Na matéria é citado alguns pontos sobre o porquê do limite em M 5.0.

MARCOV
Visitante
MARCOV

Oops, “são citados”.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Qual seriam as principais caracteristicas diferenciais dos atuais sistemas utilizados pela FAB em relaçao ao 9AIR C4I ? Seria o caso de prevermos um up-grade?? O link 16 poderia ser liberado? E o nosso link BR seria compativel?

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

O nosso link BR é só de comunicações seguras, muito abaixo do C4I da SAAB, o Link BR2 que seria fornecido pela Embraer foi vendido a Odebrech e ficou pelo caminho.
A uns dois anos a SAAB integrou a este sistema as duas fragatas de fabricação chinesa da Tailandia.
Se o Brasil ao invés de querer inventar a roda tivesse iptado por um sistema existente como o SAAB ja o teria integrado e funcionando.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Obrigado Walfrido. Mas acho, concordando contigo, que ainda ha tempo habil para, pelo menos, iniciarmos a operaçao dos F39 E com o C4I. Entendo que isso significaca tambem que pelo menos os (R99+A29+ CINDACTA) e as fragatas da MB deveriam ser tambem integrados. Abs

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Não é nada disso. O Link BR2 está caminhando. O protocolo de mensagens já está concluído. A FAB optou pela independência no seu sistema C4I, e estamos pagando por isso. Ninguém ensina data link pra ninguém. Ninguém sabe se os EUA e a OTAN forneceriam de mão beijada o Link 16 pro Brasil. Quando estiver concluído (2020) teremos um sistema completo, utilizando, inclusive, nosso satélite SGD.
A história de que tudo o que fazemos não presta não é bem assim.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Rommelque, TUDO estará integrado. O MD está no processo, gerido pela FAB.