Home Abate Canal ‘Arte da Guerra’: análise do abate do caça F-16 de Israel...

Canal ‘Arte da Guerra’: análise do abate do caça F-16 de Israel na Síria

11067
149

canal Arte da Guerra do comandante Robinson Farinazzo traz um vídeo sobre o abate do caça F-16 de Israel na Síria e uma análise da situação naquela guerra. O canal tem lançado toda semana vídeos no Youtube que abordam análises de conflitos, tecnologia de armamentos e liderança militar, dentre outros temas ligados à Defesa.

Concebido no espírito de promover um debate saudável sobre assuntos militares, o canal Arte da Guerra trabalha com uma pauta bem realista, em estilo afinado com a linha editorial da trilogia de sites Poder Naval/Poder Aéreo/Forças Terrestres.

O objetivo do canal é estimular a reflexão, a busca do conhecimento e a compreensão das novas tendências na área de Defesa. Os comentários, sugestões de pauta e discussões dos leitores são muito importantes e levadas em consideração para a preparação de futuros vídeos.

Então, se você buscava um canal de Defesa profissional, abalizado e que prima por credibilidade, saiba que a qualidade do Poder Aéreo, agora também pode ser assistida no canal Arte da Guerra.

Subscribe
Notify of
guest
149 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos
Marcos
2 anos atrás

Atoleiro número um: Afeganistão.
Atoleiro número dois: Síria.

Marcos
Marcos
2 anos atrás

De fato! Olhando para o nariz do avião parece ser um F-15. Mas em outros fóruns aparecem imagens de um canopy de F-16.

Gustavo
Gustavo
2 anos atrás

Canal que prima por credibilidade e que não é tendencioso a uma posição politica está difícil. Tem um por aí que o cara vive errando e não tem a humildade de reconhecer os erros.
Não conheço esse canal Arte da Guerra, vou assistir esse primeiro vídeo. Valeu pela dica PA.

Jorge Nakata
Jorge Nakata
2 anos atrás

Esse abate foi lindo, parabéns ao pessoal que operou essa A.A… força Síria.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

Jorge Nakata 10 de Fevereiro de 2018 at 15:12

Lindo por que? Israel tem todo o direito de se defender e o governo sírio, ao permitir a presença dos iranianos em seu território, está sujeito à esse tipo de incursão. E em represália à queda do avião Israel já atacou 12 (doze) alvos na Síria hoje, inclusive à plena luz do dia.

Nonato
Nonato
2 anos atrás

Afeganistão é falta de pulso.
Lá é fácil.
Síria é ruim para Assad muitos países interferindo.
Mas se Israel derrubar Assad bagunça.
Sou a favor de Israel, de Assad, da Rússia e do Irã.
Não dou valor a Endorgan, nem ao Hezbollah.
Melhor Israel e Assad se entenderem.
Assad não oferece perigo a Israel.

claudio
2 anos atrás

Síria …. Irâ …Russia ….bater em Israel é um erro tremendo …Israel bate forte …Irã já deve estar fazendo as malas com o rabinho entre as pernas …. naquele furdúncio Israel é o único que tem condições de reagir ….e vai , e ninguém dará conta de ir contra Israel

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

Confesso que análise me surpreendeu bastante! Muito neutra e imparcial e coloca as coisas no conflito sírio como elas realmente são, sem parcialidade alguma, inclusive ao colocar que os ganhos iranianos no conflito são temporários visto que cada vez mais países olha o regime dos aiatolás com desconfiança.

Lúcio Antunes
Lúcio Antunes
2 anos atrás

A mídia esquerdista sempre colocando Israel como o vilão de ataques a países que permitem a operação de células terroristas como o Hezbollah, Al Qaeda e ISIS. Síria acolhe e permite que o Hezbollah se posicione cada vez mais perto das fronteiras de Israel. A derrubada do F-16 foi um efeito colateral de ações legítimas no que tange a sua defesa territorial. Apesar da boa relação com Israel, acredito que a Rússia está dando suporte a Síria com seus sistemas S-300. Provavelmente os ataques da IAF aumentem de intensidade visando terminar o que acabou começando mal. Um palpite que tenho… Read more »

Walfrido Strobel
2 anos atrás

Claudio, eles não bateram em Israel, eles legitimamente se defenderam de um ataque.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

Walfrido Strobel 10 de Fevereiro de 2018 at 19:05

Quem primeiro violou a soberania de Israel foi o Irã com um drone que posteriormente foi abatido por um AH-64. Quem está se defendendo de uma agressão (e agora batendo duro) é Israel

ADRIANO M.
ADRIANO M.
2 anos atrás

Israel se acha dona do OM e que pelo seu poder militar e por ser o “povo escolhido” podem invadir o espaço aéreo de quem bem entender,assim como eles fazem no Líbano onde deitam e rolam.
Mas quando é invadida por um drone,ficam indignados e acham que podem invadir território alheio para destruir oque quiserem.
Mas sempre tem uma primeira vez onde seus caças podem ser derrubados,e que seja só o começo e que caiam mais.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

ADRIANO M. 10 de Fevereiro de 2018 at 19:36

Israel não se acha dono do O.M e tampouco o povo escolhido. Por seu turno o Estado iraniano prega abertamente a destruição de Israel. Assim, Israel tem todo o direito de se defender e da forma que achar adequada

Marcelo Moraes
Marcelo Moraes
2 anos atrás

Quais guerras começaram por menos que isso?

Marcos
Marcos
2 anos atrás

Olhando o FlightRadar agora. Aeronaves comerciais, nenhuma sobre a Síria.
Só uma aeronave da Syrian Air, do Kwait para Damasco, que cruza o Iraque neste instante.
Aparentemente vai entrar pela Jordânia.

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
2 anos atrás

Eu só sei que sou batizado cristão, aquelas terras não são cristãs e não moro lá mesmo.

Marcos
Marcos
2 anos atrás

Corajoso voar por aquelas bandas!!!!
Entrando na Síria agora.

Marcos
Marcos
2 anos atrás

Interessante que a rota da Europa para a Ásia é feita pela Turquia e depois pelo Iraque.

Jr
Jr
2 anos atrás

No mesmo dia, um caça F-16 israelense e um T-129 atak turco derrubados na Síria, realmente não tá nada difícil ser piloto por aquelas bandas

Jr
Jr
2 anos atrás

*fácil

OSEIAS FERNANDES DA SILVA
OSEIAS FERNANDES DA SILVA
2 anos atrás

Tudo que está acontecendo é uma pena, tem humanos aqui (digo humanos porque há uma enorme diferença entre humano e ser humano), que quer ver o circo pegar fogo. Fui militar, sei o que é honra, e compreendo o direito de defesa. Mas quem mais sofreram são crianças, mulheres e idosos. Vamos ver crianças sírias, palestinas, iranianas e israelense sofrendo. Os lideres nem sente o cheiro da pólvora. Vamos é orar para que isso sesse e achem uma saída diplomática. Não é uma questão de ser ingênuo, é olhar o sofrimento de um povo e se compadecer pela sua miséria,… Read more »

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
2 anos atrás

Israel, EUA, Russia, e Iran

Israel vai começar a baixar o porrete nos Iranianos . A Russia deveria arrumar as malas e ir embora antes que seja tarde demais. Se os russos entrarem nessa briga entre Israel e Iran, vão tomar muito chumbo.

Eduardo Lima
Eduardo Lima
2 anos atrás

Tadeu Mendes, ninguém vai sair da Siria, só mais um player no jogo em que ninguém ganha nada! Israel sentiu na carne, em algum momento isso ira acontecer em um teatro de operação tão com tantas forças atuantes. Israel perdeu a mítica da invencibilidade que ninguém poderia feri-lo.

nigo
nigo
2 anos atrás

Mítica invencibilidade? hahahahahahhahaah

Os caras devem ter atacado com uns 10 aviões na primeira leva. Na segunda leva com mais uns 30. Perder um avião faz parte do risco estabelecido.

Leonardo
Leonardo
2 anos atrás

Po, resolver o atoleiro do Afeganistão é muito fácil, é só ter mais pulso. Ah, se existisse a Trilogia na época dos russos! Eles teriam tomado conhecimento dessa dica e não teriam saído com o rabo entre as pernas. Obama, você ainda escuta a internet do mundo inteiro ou agora só o Trump pode fazer isso? Anyway, fica a dica para os agentes secretos americanos que estão lendo: tomem vergonha na cara, vocês já estão lá há 17 anos e não aprenderam que é só ter mais pulso?

Lúcio Antunes
Lúcio Antunes
2 anos atrás

Com base em vídeos do grupo terrorista PKK divulgados logo após o incidente, a derrubada do helicóptero turco nao foi através de MANPADS, mas sim por uma Browning M1919 da época da segunda guerra, fornecida pelos americanos. O helicóptero turco estava voando baixo demais e provavelmente foi alvo fácil desta metralhadora pesada.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
2 anos atrás

Isto ai não é Corinthians, São Paulo e Palmeiras. Sem este negócio de torcida. Desde que me entendo por gente que Israel invade de forma contumaz e sistemática os espaços aéreos de seus vizinhos. Notadamente Líbano e Siria. Uma perguntinha. Quem apoia a Al Qaeda na Siria e outros grupos terroristas, cortadores de cabeças, assassinos inomináveis, facínoras inqualificáveis da pior espécie? Alguns eufemisticamente chamados de “terroristas moderado” ? Moderado é o Delfin Sobreira, o Walfrido Strobell.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
2 anos atrás

Terroristas Moderados.

sub-urbano
sub-urbano
2 anos atrás

Essa guerra da Síria encheu os paióis do Hezbollah com milhares de armas made in Iran dentre elas mísseis guiados antitank e até mísseis balísticos.

Uma incursão no Líbano daqui pra frente seria inconcebível para Israel… Fora a presença do Irã na Síria e no Iraque.

O cerco está se fechando…

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

Sub-urbano, todos aqueles que tentaram destruir Israel acabaram muito mal. Ademais não custa lembrar onde estão as armas nucleares da região…

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

Antônio, Israel “invade sistematicamente” o espaço aéreo de Líbano e Síria pelo fato desses países não reconhecerem a existência do Estado Judeu, terem atacado o mesmo em três oportunidades (e provocarem um ataque preventivo israelense em outra) e permitirem que seu território seja usado por um grupo terrorista.

Paulo Costa
Paulo Costa
2 anos atrás

Tem restos de S-200,e Pechora,na Siria,Israel,e Jordania,foi grande a intensidade da AA.
O F-16 foi atingido quando estava voltando da Siria,e não indo,porisso caiu em Israel,
mais provável que foi derrubado pelo Pechora,ogiva de 60kg,ou o S-200,ogiva de 217kg,

ODST
ODST
2 anos atrás

A Rússia não tem medo algum de Israel, muito pelo contrário, e Israel não é louco de mexer com eles, conhecem muito bem seus limites, e sabem que não tem condições de bater em cachorro grande. E todos estão errados ali, é tudo farinha do mesmo saco.

Hélio
Hélio
2 anos atrás

Tadeu Mendes 11 de Fevereiro de 2018 at 5:31 Está achando que a Rússia é meia dúzia de terroristas de sandálias? Israel está LONGE disso que vocês pensam que é, afinal, de onde tiraram que Israel e lá uma grandiosa força militar? Se a Rússia atacar Israel (coisa que só existe na cabeça de comentarista de Facebook. Os países sem boas relações) os EUA é que não iriam se meter. Israel só não caiu em questão de dias para o Egito por incompetência e amadorismo desses. Hoje não é mais assim. Israel só se saiu bem as guerras dos anos… Read more »

ADRIANO M.
ADRIANO M.
2 anos atrás

Para alguns Israel parece ter uma proteção divina…

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

Hélio, embora superadas quantitativamente as forças militares de Israel sãos as melhores qualitativamente e demonstraram isso nos conflitos que travaram. Isso sem falar no fato que a indústria de defesa israelense é uma das melhores e mais pujantes do mundo.

E ao contrário do que afirma as forças árabes que enfrentaram Israel nos anos 60 e 70 eram muito bem armadas visto que recebiam, e em grandes quantidades, os melhores armamentos da URSS.

E só mais uma curiosidade: em 1970 pilotos israelenses e soviéticos se enfrentaram sobre o Egito. E foram 5 pilotos soviéticos abatidos sem perdas para Israel.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

Adriano, Israel não tem proteção divina alguma mas certamente tem as melhores forças armadas da região além de um excelente indústria bélica, fruto de ter sido sempre atacado por seus vizinhos que nunca reconheceram sua existência.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
2 anos atrás

HMS TIRELLES.
Israel é um país importante para a comunidade internacional. É uma completa idiotice o não reconhecimento da existência do estado Judeu, hoje não procede. Israel tem uma relevâncias nas artes, cultura, finanças , química e física. Berço das três principais religiões monoteístas do mundo.
O problema é que não é interessante para os radicais e senhores da guerra de Israel, nem dos Estados Unidos da América e seus aliados Europeus, e tampouco para as lideranças Árabes que haja paz na região. Porque se dependesse do povo de Israel e dos Árabes comuns a paz ja estaria selada.

jacó
jacó
2 anos atrás

Esse comentarista éproisrael ____________________ israe é um nada, pode ser destruida por chineses num piscar de olhos e os russos os israelences pediram penico e foram beijar as mãos do PUTIN __________
____________________________.

COMENTÁRIO EDITADO. NÃO ATAQUE OS DEMAIS COMENTARISTAS. MANTENHA O RESPEITO. PRIMEIRO AVISO.

fabio jeffer
fabio jeffer
2 anos atrás

HMS TIRELLES
Como que se Israel não violasse constantemente as fronteiras sírias, e aliás faz bastante tempo já e muitas das quais não tinham o Hesbolah como objetivo.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

Fábio, a esmagadora maioria das missões israelenses tem como objetivo atacar o Hezbolah. Pouquíssimas missões tiveram outros alvos, que eram sistemas antiaéreos e em um caso uma usina nuclear.

No mais, se Assad não quer mais ser admoestado por Israel, que tire os iranianos e o Hezbolah do seu território e assine um tratado de paz tal como fez o Egito e a Jordânia.

Soldat
Soldat
2 anos atrás

Nao estava acreditando nesse abate mas depois de assistir o vídeo de analise desse canal que por sinal é muito bom, acredito que a parti de agora muitos caças Israelenses serão abatidos um atrás do outro forçando os Amis a intervir para evitar coisa pior(como sempre).

Apesar da torcida dos membros do blog a favor do tio Jaco eles não vencem o Ira na mão.

Braziliano
Braziliano
2 anos atrás

Só a título de curiosidade: Existe nos EUA uma comunidade de judeus que não reconhece a existência de Israel, pois na visão deles, trata-se de um estado criado pelo sionismo como ponta de lança do establishment “vai saber qual” dentro do oriente médio. O Israel verdadeiro só pode ser criado pelo que é descrito pelos profetas do AT. Foi estranho ver os rabinos dessa comunidade reunirem-se amistosamente com o então presidente iraniano e agradecendo ao povo iraniano terem acolhido já há séculos, refugiados judeus expulsos pelas tropas romanas. Isso faz tempo!
www nkusa org

Wellington Góes
Wellington Góes
2 anos atrás

Uma coisa que foi ignorada em todos esses, que acabou dando indicativo de que isto poderia acontecer, foi as constantes interceptações de bombas e mísseis guiados israelenses, ou seja, se a DAAe síria estava logrado êxito em abater pequenos artefatos inteligentes, o que dirá um caça? Vale lembrar daquela história (ou estória) de que um F-35 Adir teria sido danificado, durante uma incursão sobre o território sírio. Ora, se tudo isto estava acontecendo, a probabilidade de abate de um caça não stealth seria questão de tempo. Eu, se fosse chefe militar da IDF., estaria bastante preocupado e ressabiado, pois se… Read more »

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

Tem razão Soldat, os israelenses não vencem os iranianos na mão mas no campo de batalha sim! E curiosamente depois da queda do F-16 Israel continuou atacando alvos iranianos e não perdeu nenhum aparelho mais. Que coisa não!?

paulo roberto
paulo roberto
2 anos atrás

Mas como tem ___________
________________________

COMENTÁRIO EDITADO. NÃO ATAQUE OS DEMAIS COMENTARISTAS. MANTENHA O RESPEITO. PRIMEIRO AVISO.

paulo roberto
paulo roberto
2 anos atrás

HMS TIRELESS Israel só faz o que faz militarmente só por causa que um país costa quente o que protegem, chama-se USA. Se não teria virado escombros…Fato…..

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

Paulo Roberto:

– Israel derrotou os países árabes em 1948,logo após sua criação, sem qualquer apoio dos EUA;

– Israel atacou preventivamente em 1967 destruindo toda a força aérea dos países árabes e tomando o Sinai, Gaza, Cisjordânia e o Golan sem apoio dos EUA

Que coisa não!?

NOTA DOS EDITORES: O DEBATE ESTÁ FICANDO REPETITIVO E SE ENCAMINHANDO PARA MERAS DISPUTAS PESSOAIS ENTRE OS QUE SÃO PRÓ E CONTRA ISRAEL, DISTANCIANDO-SE DO TEMA PRINCIPAL DA MATÉRIA. VOLTEM A DISCUTIR O ASSUNTO PRINCIPAL EM PAUTA. PRÓXIMOS COMENTÁRIOS DESSAS RIXAS PESSOAIS SERÃO APAGADOS SEM MAIS AVISOS.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

Wellington, a interceptação de algumas bombas e mísseis israelenses nesses ataques seria relevante se houvesse neutralizado os mesmos mas não foi o que aconteceu visto que as infraestruturas de sírios e iranianos continuaram a ser golpeadas e destruídas.

Quanto ao F-35, é apenas bobagem inventada por um site sem qualquer credibilidade.