Home Aviação de Transporte Irã testa cargueiro C-130E como bombardeiro

Irã testa cargueiro C-130E como bombardeiro

6412
155
C-130E lançando bombas Mk 84

A Força Aérea do Irã (IRIAF – Islamic Republic of Iran Air Force) testou o lançamento de bombas de queda livre de 2.000 libras de um cargueiro C-130E durante um exercício sobre Anorak.  Cada C-130  pode carregar até 6 bombas Mk.84.

O Irã iniciou exercícios aéreos no dia 31 de outubro com aviões F-7, F-5 e Saeqeh (Lightning) que dispararam bombas inteligentes, bombas de longo alcance com precisão pontual e foguetes, informou o general Massoud Roozkhosh, porta-voz do jogo de guerra.

De acordo com o general, os aviões de combate F-5 e jatos Saeqeh (Lightning) também lançaram bombas de 500 quilos em vários alvos na zona de operação.

Dezenas de bombardeiros, caças, aeronaves de transporte militar, aviões de comunicação e reconhecimento, aviões-tanque e veículos aéreos não tripulados (UAVs) participaram do jogo de guerra.

Durante o primeiro dia, as unidades de guerra eletrônica da Força Aérea exerceram várias táticas e os aviões de transporte C-130 Hercules também exerceram práticas de lançamento tático com apoio aéreo de jatos F-14.

A Força Aérea do Irã realiza jogos de guerra anuais com o objetivo de aumentar as capacidades de defender o espaço aéreo do país.

155
Deixe um comentário

avatar
155 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
45 Comment authors
Rinaldo NeryNunãoJT8DLuiz FernandoEParro Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Roberto Messa
Visitante
Roberto Messa

corretíssima a ideia!

o kc390 pode ser adaptado p disparar misseis de cruzeiro antinavio

e tb ser adaptado p portar canhoes e ser gunship

os irarianos sao exemplo p o Brasil no assunto defesa

Roberto F. Santana
Membro
Famed Member
Roberto F. Santana

Se alguem duvida que toda uma força aérea pode ser comandada por um punhado de incompetentes, a IRIAF é um bom ponto de partida para uma boa lista de exemplos.

Walfrido Strobel
Visitante

A IRIAF é limitada pelos embargos que sofre, sem embargo seria uma poderosa Força Aérea.

PRAEFECTUS
Visitante
PRAEFECTUS

Hó Deus,

e tu disseste; “Ele será como um jumento selvagem entre os homens; a sua mão será contra todos, e a mão de todos contra ele; e habitará diante da face de todos os seus irmãos”.

Assim foi determinado, assim agem os filhos do valoroso Ismael!!!

Glórias a Deus que é Senhor de todas as coisas e tem infinita sabedoria!!!

PRAEFECTUS
Visitante
PRAEFECTUS

Qualquer um vai até onde Deus permitir, inclusive Israel. E tudo é no tempo de Deus. Israel sabe disso. E, louvo a Deus que ainda sabem!!!

Ps. precisava dizer isso, não me levem a mal.

Grato

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Islamic Republic of Iran
Fim da picada!

hammadjr
Visitante
hammadjr

Os Persas sabem das limitações de sua Força Aérea e para o desespero dos xenotupiniquimcionista ainda bem que é de conhecimento geral que eles não um bom sistema de defesa terra-ar

Top Gun Sea
Visitante
Top Gun Sea

Que salada russa!

Marcos
Visitante
Marcos

Não dá para dizer que são incompetentes, já que se mostraram competentes na gueta Irã x Iraque, operando com embargos e tudo, tendo de fazer engenharia reversa para manter aeronaves operacionais.

Roberto F. Santana
Membro
Famed Member
Roberto F. Santana

Incompetentes versus incompetentes.

Top Gun Sea
Visitante
Top Gun Sea

Se fosse uma necessidade da FAB a Embraer tem um mix de jatos civis que um deles poderia ser aproveitado e adaptado, para um bombardeiro brasileiro, recebendo asas ombrais e reforçadas, motorização capaz e redistribuída, abertura ventral e até alguns Hards Points. Um exemplo de leigo:

https://www.youtube.com/watch?v=lQ89ycekAgU

Aloisio Adib
Visitante
Aloisio Adib

Desculpe-me Roberto F. Santana… Aceito o teu pensamento mas não concordo com ele. Como podem ser incompetentes os iranianos que refizeram um F-5 ( engenharia reversa) e até o melho
raram ( embora não saibamos a que ponto) … É um país que ainda tem os Grumman Tomcat F-14 voando… Eles dominam o jato que não tem peças de reposição enviadas por americanos. São incom
petentes? Não acredito, sei que são fantasiosos mas não incompetentes.

sanney
Visitante
sanney

A galera sonha de mais…

Bardini
Visitante
Bardini

“Se fosse uma necessidade da FAB a Embraer tem um mix de jatos civis que um deles poderia ser aproveitado e adaptado, para um bombardeiro brasileiro”
.
Quem poderia cumprir quebrar o galho como bombardeiro seria um Patrulha Marítima.
.
http://www.navyrecognition.com/index.php/news/defence-news/year-2015-news/august-2015-navy-naval-forces-defense-industry-technology-maritime-security-global-news/3028-first-air-strike-with-gbu-12-against-isil-in-iraq-for-french-navy-atl2-maritime-patrol-aircraft.html

Jaques Kugelmass
Visitante
Jaques Kugelmass

Os argentinos jogaram bombas, ou algo parecido tipo napalm, de um Hércules, nas Falklands, ou estou errado?

Roberto F. Santana
Membro
Famed Member
Roberto F. Santana

Aloisio Adib. Usar aviões de transporte para combate de bombardeiro é próprio do desespero. De escaramuças latino-americanas até conflitos africanos, esse tipo de apelo nunca deu certo, quando não termina em tragédia. A IRIAF assinou, ratificou e oficializou seu atestado de estupidez, quando apresentou seu IAIO Qaher-313, um dos maiores embustes e vexames da história da aviação militar. Note bem, repito, apresentou a proposta de maneira oficial e insistente. Não confunda país, povo, a instituição da força aérea, pessoas que estão no comando, e o tempo histórico. Normalmente esquecemos que uma força aérea está sob a competência direta de seus… Read more »

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

“hammadjr 7 de novembro de 2017 at 19:53
xenotupiniquimcionista”
kkkkkkk! Não é que ficou bonita a palavra.

Quanto a foto de divulgação do bombardeiro ET, mais parece que C-130 está um caco, com a camuflagem mais parecendo ferrugem, e perdendo suas peças em voo.
Uma boa imagem faz parte da propaganda de sucesso.

Marcos
Visitante
Marcos
Marcos
Visitante
Marcos

IAIO Qaher-313,
Tenho de concordar que isso ai é um embuste.
Mas qual o objetivo de apresentarem esse embuste? Que qualquer desinformado sabe tratar-se de um brinquedo.
Prefiro esse:
https://youtu.be/KepoiVNdIz8

Agnelo
Visitante
Agnelo

Phantom das 5 horas. Já ouviram??

Há muitos anos atrás li uma matéria em uma revista especializada, q um colega me confirmou faz poucos meses, pois seu avô foi adido militar no Iraque.
Chama-se o Phantom das 5 horas.
TODOS os dias, um Phantom do Irã surgia NA MESMA HORA ( cinco da tarde), vindo NA MESMA ROTA, e atacava Bagdá em um local específico, e NUNCA acertou …
Ah… a SEMPRE pegou a AAAe iraquiana desprevenida…
Dai dá pra imaginar como as coisas são por lá…
Sds

Antonio de Sampaio
Visitante
Antonio de Sampaio

Aloisio Adib 7 de novembro de 2017 at 20:37 Quando eu li o comentário desse sujeito eu pensei exatamente a mesma coisa, e iria fazer um comentário nessa mesma linha, mas você fez antes. Os EUA aposentaram o F-14 pelos elevados custos de operação e complexidade para manter o equipamento, e até hoje o Iran continua voando com esses aviões, sem apoio algum, com logística “absolutamente zero”, e um avião que nem mesmo o país que o fabricava foi capaz de mantê-lo voando por mais tempo. E a gente é obrigado a ler que a “IRIAF é comandada por um… Read more »

Roberto F. Santana
Membro
Famed Member
Roberto F. Santana

“ao pedir a seu copiloto artilheiro que apontasse o armamento para o avião que voava no centro da formação, o míssil AIM-54 Phoenix tem uma poderosa ogiva, e sua explosão teve o efeito esperado pelo inteligente e astuto piloto iraniano….”

Roberto F. Santana
Membro
Famed Member
Roberto F. Santana

Antônio.
Ou você me mata de rir, ou você morre de inveja!
Ninguém vai sobreviver!

Antonio de Sampaio
Visitante
Antonio de Sampaio

Agnelo 7 de novembro de 2017 at 22:12 Amigo, não entendi o contexto ou a intenção do seu comentário, se foi desprestigiar o F-14 ou o piloto da IRIAF. Ambas as coisas ou nenhuma delas. Mas apenas esclareço que fazer esses ataques todos os dias e na mesma hora, é um forma conhecida de guerra psicológica a fim de levar inquietação e desmoralização ao inimigo. Um MIG-25 sírio fazia isso todos os dias sobre Israel, as três horas da tarde, voava impune pois os F-4 da IAF eram incapazes de alcança-lo, mas este MIG-25 não fazia ataques, apenas entrava e… Read more »

hammadjr
Visitante
hammadjr

Antonio Sampaio apenas uma observação na sua opinião, os combates foram em outros contextos, eu vejo que a realidade da IRIAF em termos de capacidade de dissuasão hoje não seria capaz de fazer frente ao que opera Riad por exemplo. Mas como diz a matéria é teste e não poderia ser diferente devido ao embargo então faz sentido eles procurarem ter alguma alternativa inclusive tapete voador. Depois das eleições do trump o Iran virou a bola da vez, bastou vistar a Arábia Saudita e logo em seguida a visita dos Sauditas há Israel e para completar uma purga geral na… Read more »

MadMax
Visitante
MadMax

Dependendo do inimigo até um latão de gasolina com um pavio atirado de um avião agrícola serve.

Bosco
Visitante
Bosco

Que embargo os iranianos têm? Dos EUA? Da Europa?
E quem embarga os EUA e a Europa? Os ETs???
Um país pequeno e isolado como Cuba ou mesmo a Coreia do Norte até podem reclamar de “embargo”, mas o Irã? O Brasil??
Ora! O Irã e o Brasil têm tudo pra fazer qualquer coisa e se nos falta intelecto, expertise, necessidade, vontade, motivação…. não culpemos os outros.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Pessoal, não sejam tão 8 ou 80. É pura besteira isso. O fato é que a IRIAF não está boa das pernas não. Seus F-14 e F-4 voam sim, mas até que ponto estão realmente operacionais. Já fazem umas boas décadas desde a Guerra Irã x Iraque e essas aeronaves não estão ficando mais novas. Tiveram total mérito em mantê-las operacionais durante a Guerra, e muito disso foi ajuda do caso Irã-Contras, o que de forma alguma diminui seu mérito, claro. Mas não se sabe ainda ao certo nem se os AWG-9 estão operacionais nos F-14, nem exatamente qual o… Read more »

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Aliás, tentando lembrar agora de quem já poderia ter feito algo semelhante e lembrei que os Argentinos usaram bombas ‘Mk’ em C-130 durante as Falklands. Só que eles fizeram tudo certinho, adaptaram cabides próprios para as bombas debaixo das asas com MRE’s e tudo. Salvo engano chegaram à acertar um petroleiro com um desses, mas de todas as bombas lançadas pelo C-130, apenas uma atingiu o alvo e não detonou. Pararam de usar o Hércules como bombardeiro de longo alcance devido à possibilidade da presença de Harriers, uma aeronave de pernas curtas e que na época tinha radar e mísseis… Read more »

Nonato
Visitante
Nonato

Não estou entendendo. Me parece que já existe versão de ataque do C 130, inclusive com canhões. Falar em falta de autodefesa, a maioria dos bombardeiros é assim. Tanto é que após a derrubada do SU 24 na Síria, a Rússia passou a usar mais o SU 34, bombardeiro com características semelhantes a caças de superioridade aérea, e a escoltar os outros com SU 30. Quem não tem cão caça com gato. Interessante que a Síria ultimamente até parece melhor armada com aviões do que o Irã. Não compra caças. Nem ocidentais usados nem russos ou chineses… Podia pelo menos… Read more »

donitz123
Visitante

Não precisa de nada luxuoso para jogar bomba na cabeça dos jihadistas de Hillary e Obama.

Bueno
Visitante
Bueno

PRAEFECTUS, bom dia, Os Iranianos e Iraquianos não são dessedentes e Isamaelm , Os Árabes sim.

wwolf22
Membro
Active Member
wwolf22

com embargo ou não a industria militar iraniana poe a mediocre industria militar brasileira no chinelo…

Jeff
Visitante
Jeff

Bosco, como assim o Irã não sofreu embargos? Restrição ou proibição na venda de petróleo, grandes restrições na compra de armamentos, aeronaves e suas peças de reposição (que já causaram acidentes com jatos civis). Até para vender açúcar e carne brasileira para eles, o Brasil o faz driblando esse embargo e triangulando via Dubai. Nada contra ou a favor deles, mas tenho que reconhecer que fazem muito com aquilo que eles possuem e com toda a limitação de recursos. Incompetência é o que temos de sobra por aqui, com toda a abertura que temos, poder de negociação e bom relacionamento… Read more »

Bueno
Visitante
Bueno

Ismael. Iranianos e Iraquianos são Persas. Jordanianos São irmãos de Jacó, filhos de Esaú, Árabes são irmão por parte de Abraão via Ismael -Iêmen, Omã, Emirados Árabes Unidos, Catar, Bahrein e Arábia Saudita.

Jagderband#44
Visitante

Qual o sistema de mira que um C130 usaria?

Bosco
Visitante
Bosco

Jeff, Sem dúvida! O embargo comercial existe, mas a ironia do meu comentário é direcionada aos que falam de embargo tecnológico, como se o conhecimento não estive livre a todos e apenas a alguns privilegiados mortais tenha sido dado o direito a ele. Ficamos na janela vendo a bunda passar e ainda queremos que quem conquistou sua expertise e desenvolveu um know-how à duras penas nos dê de mão beijada sob pena de tirarmos nossa viralatice (a isso eu chamo de viralatice) vitimista e cara de pau do armário e alegarmos estarmos sendo “boicotados’. Somos um país continental com 200… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

bunda = banda. rsrs (ato falho). Freud explica. rsss

Antonio de Sampaio
Visitante
Antonio de Sampaio

wwolf22 8 de novembro de 2017 at 7:14 É por isso que eles compram nossos produtos de defesa quando autorizados desde os anos 80, por que temos uma “indústria militar medíocre”. Salvo engano a décima em exportação de produtos de defesa do mundo, e a segunda em armas leves. Você tem toda razão, e o Gripen só vai chegar ao Brasil em 2035, a gente te manja. O Brasil está negociando a venda de uns 50 aviões Embraer para o Iran, tentando convencer Trump, ou seja, nós mesmo sendo medíocres, eles ainda nos procuram para comprar… Além de milhares de… Read more »

kfir
Visitante
kfir

OFF kc 390 incidente nova versão

Segundo um engenheiro envolvido no projeto, que pediu anonimato, a aeronave realmente quase se envolveu em um acidente fatal. O motivo teria sido o deslocamento do centro de gravidade durante uma das manobras do ensaio em voo.

Equipamento se desprendeu

Original: http://aeromagazine.uol.com.br/artigo/confirmado-falha-no-voo-de-testes-do-kc-390_3704.html#ixzz4xqBFg8mc
Follow us: aeromagazine on Facebook

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Pergunta: O Irã é obrigado a comprar caças apenas do ocidente?
O mundo inteiro o está boicotando?
Que coisa estranha.
Coitados.
Vixe mainha!

Bosco
Visitante
Bosco

Boa Farroupilha!

Fábio Mayer
Visitante
Fábio Mayer

Esses dias eu li na Revista Força Aérea que a Força Aérea Colombiana ainda opera 6 vetustos Douglas C-47 (um deles esteve na Normandia) como bombardeiros. Claro que devidamente modernizados e adaptados. Mas se um C-47 consegue, porque um C-130 não? O caso do Irã é de ser estudado. Se é verdade que eles ainda voam F-5, F-14 e C-130 mesmo com embargos de peças, também é fato que não se envolveram mais em conflitos desde a guerra contra o Iraque. Mas se pode ir mais longe, trata-se de um país sem recursos, apesar de sua diplomacia as vezes falar… Read more »

costamarques
Visitante
costamarques

A nação mais embargada do mundo esta com misseis balísticos nucleares rs, é como o Bosco escreveu, o intelecto não depende de embargos, somos uma nação abençoada, poderíamos ter naves espaciais por aqui, recursos materiais não faltam, mas o intelecto……..

Fábio Mayer
Visitante
Fábio Mayer

costamarques, Eu já penso que intelecto não nos falta, nos falta intelecto para o bem, para o que é inteligente, para o que leva a progresso. Porque os esquemas que os brasileiros (especialmente os políticos) montam para burlar a lei e se dar bem, comprovam que inventividade e intelecto há de sobra por aqui. O Brasil, como nação, é um país que despreza a inteligência e o conhecimento, e celebra todos os dias a esperteza e a facilitação. É mais fácil fazer sucesso usando a Lei Rouanet para cantar coisas como “beber e pegar” do que estudar e carrear recursos… Read more »

Roberto F. Santana
Membro
Famed Member
Roberto F. Santana

Numero das prinicipais aeronaves de combate no final dos anos setenta, logo apos a deposicao de Reza Pahlavi:
80 F-14
177 F-4E
32 F-4D
141 F-5E

Livro: Air Forces of the World 1979

wwolf22
Membro
Active Member
wwolf22

nao conseguimos nem projetar/produzir pistolas que funcionem… diz ai IMBEL…

Bosco
Visitante
Bosco

Costa,
Sem contar que o país é do tamanho de Alagoas e tem 10 x menos gente que aqui. A CN tem até capacidade de colocar satélites em órbita enquanto nós aqui culpamos os americanos e dizemos que eles explodiram o nosso foguete na rampa de lançamento e que eles não nos passam sua tecnologia de seeker térmicos, de plataformas inerciais, buá… buá… buá… buá…. buá …

Bosco
Visitante
Bosco

Pelo jeito Prometeu quando deu o fogo à humanidade deve ter imposto alguma restrição ao Brasil. rsrsss
O culpado são os militares que quando estavam no poder inventaram um monte de slogans ufanistas tipo: Deus é brasileiro! Hoje, sabemos a verdade!
Nem asfalto que presta damos conta de fazer e queremos colocar satélites em órbita. rsrss Seria cômico se não fosse trágico.

Jeff
Visitante
Jeff

“Bosco 8 de novembro de 2017 at 8:35
bunda = banda. rsrs (ato falho). Freud explica. rsss”.
.
😀