Home Indústria Aeronáutica Embraer quer vender área de Defesa?

Embraer quer vender área de Defesa?

11629
107

Modernização dos AMX na Embraer

Segundo colunista do Globo, Embraer estaria preparando a venda de sua área de defesa, hoje deficitária.

A Companhia levou calote do governo nas modernizações dos F-5, A-1, AF-1 da Marinha e no Programa do KC-390.

 

Subscribe
Notify of
guest
107 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
JT8D
JT8D
3 anos atrás

Ok, mas vender para quem?

JT8D
JT8D
3 anos atrás

O governo tem a golden share na Embraer justamente para manter a área de defesa sob controle nacional. Qual grupo nacional teria condições de assumir a área de defesa da Embraer? As empreiteiras, como a Odebrecht, que tem investimentos na área de defesa, estão em péssima situação financeira. Seria possível vender para um sócio estrangeiro? Quem? A Boeing?

Alexandre Galante
3 anos atrás

Em sendo verdade, a Saab se interessaria?

JT8D
JT8D
3 anos atrás

Alexandre Galante 25 de setembro de 2016 at 13:11
Seria um sócio que faria sentido. Mas só acredito numa venda de controle parcial, tanto por questões políticas como econômicas

JT8D
JT8D
3 anos atrás

A a´rea de defesa da Embraer tem como principais projetos o Gripen biplace (F), o KC390 e o Super Tucano. Pela parte do Gripen a Saab poderia ter algum interesse, embora eu não veja muito sentido, pois eles já tem o contrato sem ter que fazer todo esses investimento. Pela parte do KC390 e do Super Tucano, a Boeing poderia se interessar, pois já tem parcerias com a Embraer nessa área e são dois aviões que tem perspectivas de serem vendidos para a USAF

Diogo de Araujo Carvalho
3 anos atrás

Kkk eee Brasilzão véi kkkkkkkkkkkk potência

Leandro Costa
Leandro Costa
3 anos atrás

Sei lá, me parece o tipo de informação não-confirmada vazada para jornalista com o intuito de pressionar o governo à pagar o que é devido, ou pelo menos dar um sinal de que o pagamento será feito antes que a vaca tussa.

Delmo Almeida
Delmo Almeida
3 anos atrás

Espero que seja mentira! Se for pra aparecer um sócio internacional, como a Dassault já teve 10% da Embraeer, espero que seja a Saab.

JT8D
JT8D
3 anos atrás

“A Companhia levou calote do governo nas modernizações dos F-5, A-1, AF-1 da Marinha e no Programa do KC-390”. Ou seja, a área de defesa não passa de uma fonte de prejuízos

JT8D
JT8D
3 anos atrás

A Boeing e a Saab já tem uma associação para o desenvolvimento do treinador TX da USAF. São as empresas com as quais a Embraer tem mais sinergia. Quem sabe ambas poderiam comprar parte da área de defesa da Embraer

Larri Gonçalves
Larri Gonçalves
3 anos atrás

Só o que faltava, agora a venda da Embraer defesa para a Boeing, deveriam entregar de vez o Brasil para Israel e os USA, talvez seja esta a vontade de muita gente no Brasil, eu sempre discordei da venda de empresas nacionais de defesa, ou seja com controle acionário nacional para estrangeiros, pois é algo estratégico; a EMBRAER na realidade está de mudança do Brasil já faz tempo, transferindo suas principais linhas de produção para os USA, Portugal, só falta agora acertar a venda da parte de defesa, isto não me surpreende, cabe ao governo que está aí, tomar medidas… Read more »

Jenaro
3 anos atrás

Mas a alguns meses o governo federal não tinha dito que iria fazer um descontingenciamento de 21 bi e maior parte era para acertar essas contas na defesa. Agora estou na duvida.

Jenaro
3 anos atrás

Mais precisamente R$3,5bi.

Renato Santorini Carcano
Renato Santorini Carcano
3 anos atrás

Estatal à vista!!!!

André Bueno
André Bueno
3 anos atrás

Pensando pragmaticamente só é possível um país ter uma indústria de defesa forte se esse país investe forte e perenemente nessa inindustria. Não é bem o nosso caso. Praticamente nunca foi.

Leonardo Crestani
Leonardo Crestani
3 anos atrás

A Embraer jamais venderá a sua área de defesa!!! Podem apostar!!!

Juarez
Juarez
3 anos atrás

E, Jesus tinha avisado ha seis meses, agora teremos vários foristas mudando o nome para Maria José.
O tempo, sempre ele.
A Boeing vai ter na mão A 29 r um KC 390.

G abraco

Bardini
3 anos atrás

A Embraer vai largar a “teta”?
Não apostaria meu dinheiro nisso…

Maria do Carmo Lacoste
Maria do Carmo Lacoste
3 anos atrás

Leandro Costa 25 de setembro de 2016 at 13:30 Me parece que é isso mesmo. Vamos descontar as barrigadas homéricas de Lauro Jardim, vamos imaginar que ele tenha recebido essa informação de alguma fonte da empresa, ainda assim, me parece mais uma tentativa de pressionar o governo a pagar o que deve, do que vender a EDS, não faz sentido dado a grandiosidade dos programas em curso e seu interesse despertado no mercado mundial. Vender para estrangeiro creio que não pode, mesmo que seja possível, o governo não iria permitir. Não faz o menor sentido. Mas o governo também tem… Read more »

Leandro Costa
Leandro Costa
3 anos atrás

Pessoal, nada ainda está confirmado. Nem mesmo para quem supostamente poderiam vender. Não leiam mais do que a matéria diz. E Larri, a AVIBRÁS só está de pé hoje porque o governo a salvou na época, se a memória não me falha agora.

Juarez
Juarez
3 anos atrás

O comprador tem nome, sobre nome é pedigree, chama-se Boieng.

G a raco

André Luis
André Luis
3 anos atrás

A Embraer investiu bilhões no desenvolvimento do KC-390 e esperava a compra de 28 aeronaves pelo governo do Brasil. Se o governo não tem dinheiro para comprar os KC-390, e se não há compradores internacionais, o que fazer???

A Embraer tem razão. Se não houver copradores internacionais para o KC-390 que reponham o investimento e se o Brasil não consegue pagar pelo avião, quem irá pagar por este prejuízo?????

Oganza
Oganza
3 anos atrás

Não sei qual é a preocupação! Entendam que a Embraer Defesa & Segurança na prática é uma investidura e só isso. Seu valor de mercado é “exatamente” o valor dos contratos de Defesa em vigor, onde a Embraer é de novo na prática uma “gerente”, pois exatos 68,35% das tecnologias contratadas não são da Embraer e sim de seus parceiros. Os outros 31,65% são tecnologias que ela aplica no resto de seus produtos civis, com todas suas outras áreas trabalhando para a Defesa & Segurança. Conclusão: se isso for verdade, suas ações irão subir, pois estará se desfazendo de um… Read more »

Maria do Carmo Lacoste
Maria do Carmo Lacoste
3 anos atrás

Oganza 25 de setembro de 2016 at 14:37
Poderia publicar as fontes dos seus dados?

camargoer"
3 anos atrás

Olá Oganza. Como estão as coisas? Sobre a Embraer, alguém cogitou alguma jogada para influenciar a bolsa? Esse tipo de boato é manjado…

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
3 anos atrás

Gente, é impressionante mesmo a era da informação instantânea, não é mesmo? um tal jornalista escreve um linha e todo mundo compra a ideia como se fosse verdade!!! Por favor, vamos pesquisar o assunto. Acabei de ler a Revista Aero Magazine, sobre a Feira de Farnbourough, e os planos da Embraer na área de Defesa. Isso é balela!! O Governo Brasileiro, através da Aeronáutica, ainda tem as Golden Share. Ações com direito a veto, principalmente , para ações desta natureza. O que pode estar sendo cogitado e a venda de parte das ações, como a Dassault que comprou 10% no… Read more »

Thomas
Thomas
3 anos atrás

Isso é bom ou ruim?

jrgknjhrt
jrgknjhrt
3 anos atrás

Penso que não é “pra valer”.
É apenas “pressão” para tentar receber os atrasados.

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
3 anos atrás

No máximo pra influenciar o GF a investir.

camargoer"
3 anos atrás

Olá Delfm, e no mínimo para alguém ganhar na alta ou baixa da bolsa.

junior
3 anos atrás

O governo mais uma vez ferrou com a área de defesa.

Mauricio R.
3 anos atrás

Tô que não me aguento de tanta gargalhada!!!!
Quem vai comprar essa tranqueira são os chineses, através de algum laranja argentino.

Jr
Jr
3 anos atrás

Esse Lauro Jardim ultimamente tem dado uma barrigada atrás da outra ultimamente, também tô achando que isso é notícia plantada para pressionar o governo a pagar o que deve, se a situação estivesse tão ruim assim o KC-390 não estaria voando duas vezes por dia todos os dias úteis da semana, se estivesse tão ruim assim a Embraer não levaria todo o seu portfólio de defesa para o show aéreo na Inglaterra. O Lauro jardim já teve mais credibilidade, mas ultimamente….. E olha que eu nem falo isso relacionado a essa notícia especifica não

Jr
Jr
3 anos atrás

Juarez, de onde que você tirou que a Boeing vai comprar a área de defesa da Embraer. Qual a fonte? O que ela vai vender para a Boeing? Só se for os contratos para revitalização dos F-5, A-1 e AF-1, porque para vender o projeto do super tucano e o KC-390 para outra empresa precisaria da anuência da FAB que tem a propriedade intelectual de ambos os projetos e apesar de o governo federal estar devendo parcelas do projeto do KC-390 para a Embraer, muito dinheiro público já foi investido nesse projeto. Não sei em relação aos radares Saber se… Read more »

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
3 anos atrás

Mesmo que o GF com golden share permitisse tal venda, o alinhamento dos compradores poderia melar o negócio.
Embraer vende porque é “isentona”.

Wilson Arthur Santos
3 anos atrás

E mais uma vez o governo brasileiro permitindo uma empresa de alta tecnologia em defesa como foi a ENGESA se imploda por interesses obscuros, a ENGESA eu até entendi o porque mas nunca aprovei mas a EMBRAER sequer tem explicação, governos Bolivarianos em sequência, talvez seja isso.

Herbert
3 anos atrás

A anos a Embraer tem investido fora do Brasil! Isso é desnacionalização da produção

https://blogdoherbert.com.br/2016/09/22/embraer-demite-no-brasil-mas-investe-pesado-nos-estados-unidos-e-portugal/

Papan
Papan
3 anos atrás

Venderia para os Chineses, estão com dinheiro disponível para comprar, pertence aos Brics e adoram tecnologia de ponta.

Carlos Crispim
Carlos Crispim
3 anos atrás

Wilson, o governo não tem que permitir ou impedir, é uma operação PRIVADA, não tem que se meter para não atrapalhar a negociação, eu não quero é que usem meu dinheiro novamente, dinheiro de todos os brasileiros que pagam os impostos mais altos do mundo, para criar mais uma estatal para servir de cabide de emprego para militares da reserva, ou imagine o PT novamente no poder tendo a Embraer nas mãos para saquear, Deus nos livre! Torço para que a Boeing tome conta, seria a melhor coisa para nós.

Madmax
Madmax
3 anos atrás

Vão vender e continuam tocando o KC a todo vapor?
Me explica isso aí direito.

sergio ribamar ferreira
sergio ribamar ferreira
3 anos atrás

Notícias são muitas vezes veiculadas para se dar ênfase a negócios que podem ou não se concretizar. Ou seja, faz parte do mundo dos negócios “plantarem ” matérias para benefício ou não de empresas. esperemos um pouco para ver o que realmente se pretende.Parcerias podem ser feitas ou desfeitas. esperemos?!

camargoer"
3 anos atrás

Ola Madmax, sem problema. Basta importar o KC390. riso.

Larri Gonçalves
Larri Gonçalves
3 anos atrás

Ainda assim é preciso botar a barba de molho, pois onde há fumaça… é preciso concentrar os recursos e os desenvolvimentos em uma empresa 100% nacional, mesmo que isto custe muito, porque pesquisa e desenvolvimento em defesa no terceiro mundo depende de governos aceitem ou não, cabe a nós povo, contribuinte, exercer pressão nos governos para investimentos na área da defesa que deveria ser política de Estado e não de governos transitórios.

romário
romário
3 anos atrás

GF mudou para QF. Q de quadrilha.

Carlos Campos
Carlos Campos
3 anos atrás

isso é um ataque dos EUA, eles querem o A29 e o KC390 pois são os melhores do mundo, ironia: off
Brasil mostrando que é ele próprio que se sabota

camargoer"
3 anos atrás

Considerando o preço do minerio de ferro a US$ 55,00 basta trocar 1,5 milhão de toneladas de minério de ferro por cada KC390 importado.. ou equivalente a 4 viagens de um valemax. Ou seja, a frota de 30 KC390 seria equivalente a umas 120 carregamentos. Se os chineses comprarem a divisão de defesa da Embraer, já sabemos como pagar os aviões.

Maria do Carmo Lacoste
Maria do Carmo Lacoste
3 anos atrás

Carlos Crispim 25 de setembro de 2016 at 16:57
Não viaja, em tese o governo PODE TUDO em relação a Embraer, este possui nada menos que uma Golden Share, e pode evocá-la em caso de “Risco à Segurança Nacional”, como risco a segurança nacional é algo subjetivo, o governo tem liberdade para intervir na empresa com facilidade.
Neste caso da EDS muito mais ainda.
Ao pé da letra, tudo o que existe de ativos e passivos dentro de EDS pertence ao governo, é na verdade uma estatal tocada por um ente privado.

Nonato
Nonato
3 anos atrás

Sem lógica isso. Por falar nisso, quem são os acionistas majoritários da Embraer? Toda empresa enche a boca para dizer que tem ações na bolsa. Que está no novo mercado. Só com ações com direito a votos, capital diluído. Mas na hora de perder o controle ninguém gosta. É uma empresa nacional? A terceira maior fabricante de aviões do mundo. Não podemos perder. Quem não tem dinheiro é assim. Uma empresa se destaca vem outro é compra. Mas a eds não é a Embraer propriamente dita. Parece ter participações em várias áreas. Satélite, radar, Mectron?

Pampa_CX-S
Pampa_CX-S
3 anos atrás

Noticia sem fundamento.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
3 anos atrás

Alguns acertaram na mosca. Notícia plantada. Tem um Tenente Brigadeiro, Secretário de Economia e Finanças da Aeronáutica, que tem assento no Conselho da EMBRAER e possui essa golden share. Se a notícia fosse verdadeira, ele diria não.