Número total de ataques aéreos realizados pelo United States Central Command contra os militantes do ISIS (Estado Islâmico) e sua infra-estrutura. Avaliações de ataques aéreos são baseadas em relatórios iniciais e estão sujeitas a alterações. Gráfico mostra 100 dias de operações. Passe o cursor pelas barras do gráfico para mais detalhes.

17
Deixe um comentário

avatar
17 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
9 Comment authors
Rinaldo NeryEdnardo de oliveira Ferreiracarlos alberto soaresMarcelo BastosLeo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ednardo de oliveira Ferreira
Visitante

Tá um número muito bom, se tudo isso aí for contra o ISIS mesmo. Atacar é ‘fácil’. Difícil é designar o alvo, confirmar se é mesmo ou não válido, estimar os riscos, estimar a eficácia e efetividade, preparar a missão. Depois disso tudo a toyota com uma .50 na carroceria já se escondeu. Já se for uma edificação, separar civil de alvo militar é quase impossível em muitos casos. Tem ainda de acionar satélite, inteligência, espião e o caramba a quatro para checar se deve ou não atacar. Às vezes mandar bomba num hospital dos médicos sem fronteiras e pedir… Read more »

edcarlos
Visitante
edcarlos

O problema é quando o dito ataque mais parece apoio aéreo:

http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2015/12/siria-acusa-avioes-da-coalizao-internacional-de-matar-seus-soldados-4925257.html

Em uma guerra sem linha de frente definida efeitos colaterais são sempre esperados!

Saudações!

Francis Schonarth
Visitante
Francis Schonarth

Que foto linda! Que caça lindo!

edcarlos
Visitante
edcarlos

Enquanto isso na Arábia Saudita:

http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2015/12/oposicao-siria-fragmentada-se-reune-na-arabia-saudita-4925773.html

Todos são extremistas e nenhum é melhor que o ISIS, basta ver o que foi feito com as minorias étnicas e religiosas no inicio de levante na Síria. O único grupo que considero legitimo nessa luta são os curdos.

Saudações!

Ricardo
Visitante
Ricardo

Comparem esses números com os da Invasão ao Iraque ou do ataque a Sérvia e entenderam que esses números beiram o ridículo completo!

Mauricio R.
Visitante

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

Errou!!!!

“Russian strikes killed Syrian soldiers in eastern Syria, the Pentagon said Monday, responding to reports that coalition aircraft had hit government forces — and bolstering its case that Moscow’s warplanes are dangerously indiscriminate and imprecise in their targeting.”

“Russia’s strikes against the moderate opposition only bolster the Assad regime, whose brutality has helped to fuel the rise of ISIL,”

(http://www.defenseone.com/threats/2015/12/russian-strikes-killed-syrian-soldiers-pentagon-says/124245/?oref=d-channelriver)

Leo
Visitante
Leo

Off topic:
Novi video did bombardeios russos, belas imagens de vários vetores inclusive do que parece ser um drone.
https://youtu.be/V76OqCGbQKk

Marcelo Bastos
Visitante
Marcelo Bastos

Rússia lança mísseis de submarino pela 1ª vez contra alvos na Síria
Ministro diz que mísseis foram disparados do Mediterrâneo.
Alvos foram ‘duas fortalezas terroristas’ perto de Raqqa.

O ministro russo da Defesa, Serguei Choigou, anunciou nesta terça-feira (8) que o Exército russo atacou alvos na Síria com mísseis de cruzeiro lançados, pela primeira vez, por um submarino no Mediterrâneo.
“Usamos mísseis de cruzeiro Calibre do ‘Rostov-on-Don’ do Mediterrâneo”, declarou o ministro, de acordo com as agências de notícias russas.
Choigou acrescentou que os ataques foram lançados contra “duas fortalezas terroristas” perto de Raqqa, reduto do grupo Estado Islâmico.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Essa foto do Banner é simplesmente Sensacional !

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Bom vídeo Leo 8 de dezembro de 2015 at 19:17

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Sempre defendemos esta tese, Colombelli e eu. Os A 1 da MB bem dotados operando da BAeNSPA com um esquadrão e outro no Nordeste (BANT?) esta com um esquadrão da MB em sitonia total com a FAB. Teríamos uma força de defesa anti navios respeitável e mais, qual quer um pensaria duas vezes antes de fazer besteira. “colombelli 25 de maio de 2013 at 17:36 Antinavio tem dois que ja foram operados por ele. O Harpoon e o Gabriel. Integrar o Exocet AM-39 talvez saisse meio caro, fora que o Harpoon pode atacar alvos em terra também e tam maior… Read more »

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

A 4 Skyhawk ……….. melhor !

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

“Outro detalhe, tudo isso comandado, projetado e executado pelos Israeli, pero en suelo brazilis. (rs).” …… O projeto e execução do retrofit/reforma geral etc …… é claro !

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Esqueçam o NAe 12,
nosso pressuposto primário é para defesa a partir dessas bases contra alvos navais e desdobramentos conforme a necessidade.
Tornar todas as Células disponíveis e capazes de receber o padrão M.
As absolutamente fora da questão M, fonte de peças.
Defendemos também a mesma atitude com os AMX e
URGENTE concluir os “Jordanianos.”
Essas medidas nada tem a ver com FX 2 etc etc etc.
É uma questão de sobrevivência da DA no mínimo em padrões aceitáveis.
Sabemos que dependem de plata, mas é o que temos.
Não custa nada sonhar, sonho simples, mas viável !

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares
Ednardo de oliveira Ferreira
Visitante

Nos tempos de Iraque e Sérvia havia muitas diferenças. Entre elas: i) Hoje, para se atingir um alvo, usa-se menos bombas e surtidas. No Iraque creio que apesar da pirotecnia da guerra “video-game”, nem 5% das bombas eram guiadas. Atualmente a percentagem supera os 60%. ii) No Iraque havia um exército formado. Divisões e mais divisões. Bases, infraestrutura, etc… Na Sérvia havia também exércitos formados a serem enfrentados. Alvos militares concretos e de valor. Já no tal ISIS, a coisa está mais para uma ‘comunidade dominada pelo tráfico/milícia’ que para um Estado. O ISIS é um poder que domina a… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Carlos, o Bonotto, do vídeo, foi selecionado para a promoção a Brigadeiro em março do ano que vem. É da turma debaixo da minha (81de Barbacena, a dele), e foi meu companheiro de ECEMAR, em 2005. Deverá ser o Presidente da COPAC, depois do Brig Paulo Roberto de Barros Cha.