domingo, junho 20, 2021

Gripen para o Brasil

Turquia cessa violações do espaço aéreo grego após derrubada de Su-24

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

F-16 sobre Skopelos - foto Força Aérea Grega

Aeronaves turcas reduziram abruptamente as violações do espaço aéreo grego após um jato russo Sukhoi Su-24 ter sido derrubado em 24 de novembro por um F-16 turco. Anteriormente, as incursões aéreas eram diárias, chegando a casa de milhares por ano.

Os dados são de uma fonte diplomática em Atenas, citada pela agência russa RIA Novosti.

A última vez que aviões de guerra turcos foram vistos no espaço aéreo grego ocorreu em 25 de novembro, quando seis jatos, dois deles transportando armas, entraram no  aéreo vizinho.

Intrusões de jatos turcos no espaço aéreo nacional da Grécia continuam a ser uma dor de cabeça constante para Atenas. Mesmo sendo parceiros da OTAN, Turquia e Grécia tem sido adversários durante séculos.

O ano de 2014 foi marcado por um forte aumento das violações do espaço aéreo grego pela Força Aérea Turca, cujo número subiu para 2244 incidentes. De janeiro a outubro de 2015 o espaço aéreo da Grécia foi violado por aviões militares turcos 1.233 vezes, incluindo 31 vôos sobre o próprio território grego, segundo a Força Aérea grega. Em novembro, antes da derrubada do bombardeiro russo, pelo menos 50 violações do espaço aéreo foram registradas.

Jatos turcos habitualmente invadem o espaço aéreo grego sobre as ilhas em disputa no Mar Egeu, obrigando a Força Aérea Grega a interceptar os invasores. Tais encontros aéreos muitas vezes terminam com combates simulados, com os pilotos dos dois lados travando seus mísseis nos aviões adversários.

violacoes do espaco aereo turco por avioes gregos

FONTE: RT (tradução e adaptação do Poder Aéreo a partir do original em inglês)

NOTA DO EDITOR: recomendamos aos nossos leitores o vídeo feito a partir de um Mirage 200 grego enfrentando um F-16 turco

- Advertisement -

64 Comments

Subscribe
Notify of
guest
64 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Zoreia

Russia invade espaço aéreo turco: Tem que derrubar mesmo, onde já se viu invadir o espaço aéreo de outros países..

Turquia invade espaço aéreo grepo: Veja bem, não se pode abater um avião somente pq invadiu o espaço aéreo de outro pais.. tem que dialogar primeiro, escoltar e tal.

Clésio Luiz

Anos atrás a Grécia foi responsável pela única perda oficial de um F-16 em combate aéreo, quando um Mirage 2000 grego derrubou um F-16D turco numa dessas provocações que eles fazem entre si.

Se vocês forem pesquisar verão que encontros entre caças de ambos os lados são frequentes a décadas e já ouve vários abates de ambos os lados.

Carlos Campos

tem é que tirar a Turquia da OTAN país que não tem o pensamento alinhado com o Ocidente, depois dizem que preconceito contra os países de maioria islâmica. A Grécia deveria no futuro comprar caças de guerra eletrônica para voar junto de seus F16 e derrubar os jatos turcos.

Marcelo

Dizer o que sobre isso? Só que aprenderam com os seus erros….espera-se.

Romão

Com a aproximação do govermo populista grego de Moscou, será que os turcos estão temendo uma escaramuça ? Baterias russas em território grego, as escondidas prontas para uma “pegadinha” ?

Romão

Com a aproximação do populista grego à Moscou (na tentativa de fazer birra para a UE), será que os turcos estão temendo uma escaramuça em território grego ? Baterias russas levadas à Grécia as escondidas para preparar uma “pegadinha” ?

Marcelo

Os gregos já possuem “baterias russas”. Operam o S300 em Creta, que teve uma parte invadida pelos turcos. Se bem me lembro…

Gavião

Não é bem assim. A Turquia é uma potência militar regional, e embora realmente tem uma filosofia em total desacordo com os outros OTAN, é um importante e estratégico aliado, pela posição que ocupa. Dados de 2014, vejam o poderio da Força Aérea Turca
Efetivo: 60.000; aviões de combate: 53 F-5 (48 serão convertidos em LIFT), 69 F-4E (52 serão convertidos ao padrão Phantom 2020), 212 F-16 C/D, 33 RF-4.
Então como podem ver, é um importante aliado!

Lewandowski

É… Quem tem c* tem medo…

TIP
theogatos

Marcelo, a ilha “grega” invadida e ainda ocupada pelos turcos é Chipre… Creta foi ocupada pelos turcos durante o período de ocupação Otomana até 1908 mais ou menos, depois se tornou independente, mas com a população majoritariamente grega e cristã ortodoxa acabou por se juntar à Grécia (assim como era a intenção do Chipre até a invasão turca). A Grécia opera o S300 e se não me engano fez diversos exercícios com Israel para o caso deste último defrontar o mesmo equipamento no Irã. É uma força aérea em constante treinamento, mesmo que tenha diminuído muito graças à crise, não… Read more »

TIP
Wagner

Aliás Rússia e Europa tem muuuuito mais em comum do que Turquia e Europa…

O governo turco é hipócrita. E assassino. Engraçado que vi idiotas no face comemorando a morte dos russos. Sendo que estes estão lutando contra o terrorismo que quer destruír pessoas do ocidente que vivem exatamente como esses mesmos idiotas,( Internet. Modo de vida ocidental e cristão. Etc) que vi escrevendo lixos como ” russos tem que morrer “…

É muita infantilidade…

Eduardo Alves

Tem só + de 2.000 anos que gregos e turcos se odeiam. Só isso, não sei pq tanta confusão…

Marcelo

Theogatos, obrigado pela correcao e pela aula de história!

Lyw

Pimenta nos olhos dos outros…

Lyw

Clésio,, encontros entre caças gregos e turcos são frequentes, já abates entre esses países, além do citado por você, desconheço outros. Você pode compartilhar conosco?

Clésio Luiz

Lyw, aqui vai um link sobre o conflito de 1974 entre Grécia e Turquia pelo Chipre. Outro link nesse site tem o lado turco da história. Esse site tem muitas reportagens sobre diversos conflitos, vale a pena colocar nos favoritos para ler o resto depois.

Mas como tudo que se lê na internet não considerem como 100% verdade, apenas o que os autores puderam apurar ou quiseram publicar:

http://www.acig.info/CMS/index.php?option=com_content&task=view&id=107&Itemid=47

Rinaldo Nery

No Youtube pode-se encontrar alguns combates entre gregos e turcos. Salvo melhor juízo, a última perda num desses combates foi porque uma das aeronaves entrou voando no mar. Não me recordo se grego ou turco.

Bosco

Pra mim o abate do Su-24 russo não tem nada a ver com a Turquia ter invadido milhares de vezes o espaço aéreo grego, mesmo porque imagino que a Grécia faça o mesmo em relação ao espaço aéreo turco. Qualquer informação que impute aos turcos essas mais de duas mil violações obriga que se apresente quantos houve do lado grego em relação ao espaço aéreo turco. E se os turcos fazem isso é porque os gregos não “avisaram” que era para que essa ocorrência cessasse. Gregos e turcos que se virem. Eles têm suas broncas desde que Helena deu um… Read more »

Lyw

Caro Bosco, primeiro os Gregos já abateram uma F-16 turco por este motivo, e depois estas violações têm sido debatidas internamente dentro da OTAN. Creio que os gregos já demonstraram o bastante que não estão satisfeitos com a situação que vêm sendo colocada em panos quentes pelas potências da OTAN a bastante tempo. Provavelmente não existem informações sobre violações do espaço aéreo turco pelos gregos atualmente porque simplesmente os helênicos não costumam fazê-lo. Agora, que os russos não irão mais entrar no espaço aéreo turco disso pode ter certeza heheheh… O que esta história aqui contada nos diz é o… Read more »

Lyw

Clésio, valeu pelo link.

Já tinha lido algumas coisas sobre o conflito greco-turco. Quando você falou achei que tinha se referido a abates após o conflito. Como no caso do F-16.

theogatos

Imagina Marcelo, o que eu aprendo todo santo dia aqui no PA estou em dívida por muitos e muitos anos com todos vocês! Bosco, concordo com você, os casos não tem relação direta. Imagino que tenha diminuído mais porque talvez (digo talvez pois é pura especulação) a Turquia tenha aberto um precedente que a Grécia poderia usar para justificar a derrubada de um avião turco sobre seu espaço aéreo (usando a mesma lógica que os turcos usaram com os russos) e trazer essa questão para dentro da Otan é tudo que nem turcos, nem gregos, nem europeus ou americanos querem… Read more »

Duanny D.

Sei que não tem nada com nada mas não posso me calar.http://g1.globo.com/bahia/noticia/2015/11/advogado-e-suspenso-apos-chamar-colega-de-cachorra-durante-audiencia.html

Onde nós estamos? que país é esse?
A mulher não pode mais nem ser “cachorra” sem sofrer repreensão?

Bosco

Lyw,
Numa busca rápida achei pelo menos um evento em que no mesmo dia 3 aeronaves militares gregas invadiram por 5 minutos o espaço aéreo turco.
Mas com certeza essa “burrada” turca vai fazer eles ficarem mais sossegados por um bom tempo. rsrss
Mas os russos que não se metam a besta com a Turquia que eles tem muitas garrafas pra vender. Por mais poderosos que os russos sejam se meter com a Turquia (e nem coloca a OTAN no meio) está longe de ser um passeio.

Theo,
Valeu!

theogatos

Mestre Bosco mais uma vez vou concordar com você! As FFAA da Turquia são muito bem preparadas e doutrinadas com equipamentos ocidentais recentes. Não desprezando o poder bélico russo, se descontarmos as milhares de ogivas nucleares russas, um conflito tradicional não nuclear não seria nem de longe um passeio russo sobre os turcos. Arrisco dizer que se entrassem em conflito a Rússia teria que fazer um esforço nacional em economia de guerra para ter chance contra os turcos (sem OTAN). Não digo isso para desprezar os russos ou despertar comentários negativos dos russófilos, é a realidade Turca (um pequeno passeio… Read more »

Dafranca

Midia Inglesa confima nova base Russa em aeroporto de Homs:
http://www.express.co.uk/news/world/623265/Islamic-State-Vladimir-Putin-Syria-Turkey-Russia
Kamov Ka-52 e Mil Mi-28 aparentemente foram alocados para Siria:
http://sputniknews.com/middleeast/20151130/1031012769/russia-attack-helicopters-syria.html

Wellington Góes

Interessante saber que, conforme percebe-se quem seja o adversário (normalmente acontece conforme sua convicção ideológica), ele passa de um poder militar intransponível a um mero poder desorganizado e incompetente. Lembro que alguns anos atrás, quando daquela ação de ajuda humanitária turca à faixa de Gaza, na qual o navio turco foi abordado por forças de segurança de Israel, os mesmo que hoje tornam a Turquia tal poderio militar, diziam que a Turquia era, praticamente, uma força medíocre ante o poderio israelense. Hoje, ante as escaramuças com a Rússia, a Turquia voltou a ser o poderio militar regional (a qual realmente… Read more »

Wellington Góes

Aliás o contrário também é verdadeiro, os que afirmavam que a Turquia era um poderio de respeito, hoje botam em xeque sua capacidade ante ao Urso. Rsrsrs

Marcelo

Kkkk. Isso mesmo Wellington, internet é assim…

Titio Rosenweiss

“Pau que dá em Chico, não dá em Mustafá!”. Lembrei de um caso parecido de um país ao sul do Equador que tem casos semelhantes… Só os cegos e abobados não querem ver que o sultão Edorgan tem saudades do antigo Império Otomano e quer trazê-lo de volta a vida!

Rinaldo Nery

Titio, concordo com você. Tem muito do populismo do Edorgan. Mas, creio também, que houve um recado do Obama: “pare de fazer caca porque não vou te apoiar”. Não é bom brincar com os russos. O Putin é mau e não tem sangue de barata.

Marcelo

Excelente definição do Putin. Quem já foi da KGB, deve ser mal até no nível do DNA….

Jacinto Fernandes

Mau e rico né? Só em relógio o Putin tem alguns milhões de dólares. Para quem gosta de alta relojoaria, o Putin já foi visto com A Lange & Sohne Tourbograph, vários Patek Philippe, inclusive um Perpetual Calendar, e para os dias de pobreza, Breguets, e Blancpain… como ele compra isso com o salário de um funcionário público russo é um enorme mistério.
Para quem não conhece relógios, A Lange & Sohne e Patek Philippe, são as duas marcas mais caras do mundo…

Marcelo

Não conheço relógios, ao menos não nesse nivel

Bosco

Mais engraçado que analisar a capacidade militar turca é ver o quanto tem de especialista em geopolítica e história da região, na internet. Até há pouco tempo o Edorgan era um ilustre desconhecido dos blogs de defesa, mas de uma hora para outra ele virou comprador de petróleo do EI e o novo pretendente a sultão do Império Otomano Renascido.
Realmente as opiniões são mutáveis na internet.

Rafael M. F.

Sobre a rixa entre gregos e otomanos, lembrem-se que o sonho molhado dos gregos é retomar Constantinopla. e quase chegaram a isso na IGM, quando chegaram até Smyrna em 1919. + O premier grego na época, Elefhterius Venizelos, tinha o sonho de reerguer a Grande Grécia (“Irredentismo” grego, fazendo uma analogia com a “Italia Irredenta”), e trocou seu apoio aos aliados por territórios na partilha do defunto Império Otomano. + Mas se o Império Otomano estava morto, a República Turca não – E contava com o gênio militar de Mustapha Kemal. O resultado foi uma coça inesquecível e a perda… Read more »

Bosco

Há duas hipóteses no caso do Su-24 abatido. Ou a turquia teve seu dia de fúria devido às tensões e meteu um balaço no avião de ataque russo e aí os russos colocaram em marcha sua Central de Criação de Fatos Incontestáveis pra usar a velha tática do “coitadismo” e do politicamente correto (que só existe aqui no Ocidente) a seu favor depois de ver seu “destruidor de Aegis” abatido contra todas as possibilidades já que era para toda a OTAN estar tremendo de medo; ou a Turquia é mesmo dona dos caminhões e seu governante locupleta comprando petróleo do… Read more »

Hélio de araujo

Turquia x Rússia quem vence e quem perde?os dois perdem,vejamos: a Turquia tem projetos nucleares com os russos e depende dos turistas russos para sua industria de turismo.já enfrenta os curdos no Iraque ,tem disputas com a Grécia.Os russos tem o mega projeto do gasoduto Na Turquia,que levaria energia ate a Europa e já com a parte russa já pronta.Um precisa do outro e a guerra cara e imprevissivel ninguém quer.Putin nao vai deixar barato mas com o tempo deve aceitar o duro golpe sofrido por um pais nada bobo.

Bosco

Uma coisa sabemos: países são motivados por interesses. Com certeza ninguém está lá pelas crianças sírias ou pelas crianças iraquianas, que em última análise são os únicos inocentes nessa guerra. O poder/dinheiro é que são sempre as motivações e lá usam como pano de fundo as diferenças do Islamismo e as diferenças étnicas. Aqui por exemplo, nossas “autoridades” usam como pano de fundo as diferenças sociais, raciais, de gênero,etc. Hoje mesmo foi preso o líder do Movimento de Resistência Popular. Ele tem carro de luxo e extorquia até 300 reais por mês dos “participantes”, ameaçando inclusive a integridade física de… Read more »

Wellington Góes

Titio, acho que seja por ai e conforme afirmou o Rinaldo, o Putin não é flor que se cheire. Rússia tem muito a perder ($$$$) com uma frente militar contra à Turquia, o Putin pode ser mau, mas não é burro, vai sim querer dar o troco, entretanto não contra a Turquia e sim contra o governo de Edorgan, que tem perdido apoio popular por conta desse “resgate” do império otomano, bem como a tentativa de implantar medidas islâmicas num governo laico, isto não tem sido de agrado dos governos europeus e os russos podem acabar minando mais ainda o… Read more »

Possani

Mudando de pato pra ganso, gostaria de saber quando o Brasil vai assumir seu papel e invadir a Venezuela? Conheço uma empresa que esta quebrando por causa da dificuldade de remeter lucros ao Brasil, lucros que são de alguns poucos milhões, enquanto uma filha do Chaves tem mais de 700.000.000,00 de dólares nos EUA, conforme acabei de ver em um vídeo no youtube de uma reporter venezuelana.
Os EUA reviram o mundo por 1 americano, o Brasil abandona seus filhos a sorte.

Bosco

Wellington,
Sem dúvida o Edorgan era conhecido. Inclusive era o herói dos russófilos por conta do caso dos navios “pacifistas” que iriam abastecer os palestinos de chocolate e leite condensado. Dessa vez ele virou inimigo carnal dos que antes o tinham em alta conta.
Coisas da internet.

Jacinto Fernandes

Mas neste imbróglio que a Siria se tornou, só há uma certeza: na divisão de forças que hoje existe, a Síria não tem solução militar. Antes da intervenção russa, as forças do Assad já davam sinais de esgotamento e vinham perdendo terreno para o ISIS, para o FSA (Free Syrian Army), e para outros grupos que lá atuam. E foi justamente porque as forças do Assad já estavam em situação difícil que houve a necessidade de intervenção russa. Com a intervenção russa houve uma equalização de forças, mas mesmo assim ele não tem a força necessária para retomar o controle… Read more »

Rinaldo Nery

Vi não lembro aonde (acho que no Defesanet) as fotos da parada do Dia da Turquia (criação do Estado Turco?). Parada ao estilo chines. Todos os Brigadeiros em forma, com uniforme de gala. O sonho dele, Edorgan, é ser o novo Sultão do Novo Império Otomano. Com direito ao harém!

Clésio Luiz

Sobre o episódio dos caminhões e do petróleo, vamos recapitular: centenas de caminhões tanque recebiam petróleo de uma refinaria controlada pelo EI, e depois esse carregamento entrava em território turco. É isso mesmo?

Se for, qual é a desculpa do governo turco? Não tem como controlar suas fronteiras, ou realmente compra o outro negro, assim ajudando o EI?

Bosco

Clésio, Mas o Putin ia guardar essa descoberta só pra ele, não fosse o seu bombardeiro ter sido abatido?? Esse tipo de informação já era sabida e ele deveria ter deixado claro quando resolver ajudar a Síria. Como já sabia antecipadamente ele não poderia ter deixado um de seus aviões adentrar território turco colocando em risco a integridade física dos seus pilotos já que eles estavam invadindo espaço aéreo de país aliados dos terroristas do EI. O Putin errou duplamente: não deixou claro a cumplicidade da Turquia com o EI desde o começo e cometeu a negligência com seus dois… Read more »

Jacinto Fernandes

Clesio, isso é o que o Putin diz. Se é verdade… É difícil saber a verdade. Sob o ponto de vista econômico, não faz nenhum sentido transportar petróleo em caminhões por percursos longos. E é assim porque um caminhão tanque tem capacidade para transportar uns 34 mil litros de óleo – o que corresponde a 200 barris de petróleo. Pelo preço oficial do petróleo (50 U$/barril), seria uma carga de U$$ 10 mil. Se o barril seja vendido com desconto, (digamos U$ 25/barril) a carga fica ainda mais barata – uma carga de U$ 5 mil. E desses U$ 5… Read more »

carlos alberto soares

Rinaldo Nery 1 de dezembro de 2015 at 13:30
Com virgens ?

groosp

Coerência sempre é bem vinda.

Reportagens especiais

Medindo o desempenho da tecnologia Stealth

Para os países além dos EUA que estão comprando o F-35 Joint Strike Fighter da Lockheed Martin, será sua...
- Advertisement -
- Advertisement -