Home Aviação de Caça LAAD 2015: Notas da FAB e Embraer sobre parceria com a Saab...

LAAD 2015: Notas da FAB e Embraer sobre parceria com a Saab para produção do Gripen NG

1378
10

Gripen com cores da FAB - imagem via Saab

Nota da FAB:

Embraer e Saab assinam parceria durante a LAAD 2015

Os caças Gripen NG serão  desenvolvidos e testados com a participação de engenheiros brasileiros, e a Embraer irá produzir o modelo tanto para a Força Aérea Brasileira quanto para outros países. A assinatura do acordo de gestão conjunta do projeto com a empresa sueca Saab aconteceu hoje (14/04), no Rio de Janeiro (RJ), durante a feira de defesa LAAD 2015. Este é mais um passo na consolidação do projeto da FAB para a aquisição de 36 caças e fortalecimento do parque industrial brasileiro.

“Esta nova parceria estratégica confirma que estamos construindo um futuro promissor. A indústria de defesa precisa ser cada vez mais fortalecida, pois é uma das principais impulsionadoras do desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil”, afirmou o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, presente na assinatura do acordo entre as duas empresas.

Quinze aviões serão totalmente fabricadas no Brasil. Treze serão fabricadas na Suécia com a participação de brasileiros e oito serão fabricadas por brasileiros na Suécia, sob supervisão, no chamado “on the job training”. A Embraer anunciou que será responsável por trabalhos na área de desenvolvimento de sistemas, integração e testes de voo. As duas empresas trabalharão juntas, ainda, no desenvolvimento da versão para dois pilotos do Gripen NG. Das 36 unidades para a FAB, oito devem ter essa característica.

Gripen E com camuflagem pixelizada - imagem Saab

“É um momento histórico para a indústria aeronáutica brasileira e para a indústria brasileira”, disse o Presidente da Embraer Defesa & Segurança, Jackson Schneider. Segundo ele, a Saab e a Embraer têm uma presença global, cada uma com seus produtos, e irão atuar juntas para oferecer o Gripen NG a outros países. Futuras encomendas serão atendidas pelos parques industriais da Suécia e do Brasil. “Através dessa parceria, estabeleceremos uma base sólida para garantir o sucesso na prospecção de futuros negócios e clientes”, afirmou o Vice-Presidente Executivo da Saab, Lennart Sindahl.

Ainda este ano, uma equipe de engenheiros e técnicos da Embraer será enviada para a Suécia a fim de realizar o treinamento inicial na manutenção e no trabalho de desenvolvimento do Gripen NG. Será construído ainda um centro de engenharia na sede da Embraer em Gavião Peixoto (SP) para apoiar as operações dos caças Gripen NG da FAB.

“Eu tenho a absoluta convicção de que a Saab vai se surpreender com a criatividade dos brasileiros”, comentou o Ministro da Defesa, Jaques Wagner, também presente na assinatura do acordo. Ele ressaltou a importância de o governo realizar este tipo de investimento. “No mundo inteiro a indústria de defesa se desenvolveu dessa forma”, explicou.

Financiamento

Mais cedo, o Ministro da Defesa havia afirmado que os ajustes fiscais do governo não devem afetar o projeto de aquisição dos caças. “O desembolso do orçamento da união este ano é muito pequeno, da ordem de 18 milhões de reais”, afirmou. Segundo ele, o foco atual é a assinatura do contrato de financiamento, para pagamento das aeronaves a médio e longo prazo.

Gripen E em detalhes - legendas em inglês - ilustração Saab

 

Nota da Embraer:

Embraer e Saab estabelecem parceria para a gestão conjunta do Projeto F-X2 no Brasil

​Rio de Janeiro – RJ, 14 de abril de 2015 – A Embraer e a Saab assinaram hoje acordo que estabelece uma parceria para a gestão conjunta do Projeto F-X2 da Força Aérea Brasileira, dando sequência ao Memorando de Entendimento anunciado em 11 de julho de 2014. Esta parceria é parte do compromisso de cooperação industrial da Saab em relação ao projeto F-X2. Nos termos deste acordo, a Embraer desempenhará um papel de liderança na execução do programa e realizará uma grande parte do trabalho de produção e entrega das versões monoposto e biposto do Gripen NG, caça de última geração adquirido pelo Brasil.

A Embraer será responsável por uma quantidade considerável do trabalho em desenvolvimento de sistemas, integração, testes de voo, montagem final e entregas de aeronaves. A Embraer também participará da coordenação de todas as atividades de desenvolvimento e produção no Brasil. Além disso, a Embraer e a Saab serão responsáveis pelo desenvolvimento completo da versão biposto do Gripen NG.

A partir do segundo semestre de 2015, uma equipe de engenheiros e técnicos da Embraer será enviada para a Suécia a fim de realizar o treinamento inicial na manutenção e no trabalho de desenvolvimento do Gripen NG. Essas habilidades e competências serão posteriormente transferidas para o Brasil. A Embraer e a Saab construirão um Centro de Engenharia na planta industrial da Embraer, em Gavião Peixoto, no estado de São Paulo, para apoiar as operações dos caças Gripen NG na Força Aérea Brasileira.

Gripen NG montagem com cores da FAB - imagem K Tokunaga - Saab

“Com este acordo, a Embraer e a Saab estabelecem uma parceria de longo prazo em um projeto estratégico para o Brasil e para a Força Aérea Brasileira”, diz Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança. “O Gripen NG aumentará o padrão operacional de nossa Força Aérea, capacitando-a com os meios adequados para cumprir sua principal missão, que é a defesa do nosso território”.

“Através desta parceria, que assegurará excelentes resultados para a Força Aérea Brasileira, estabeleceremos uma base sólida para garantir o sucesso na prospecção de futuros negócios e clientes. Não apenas compartilhamos experiência nos mercados de defesa e aeronáutica, mas ambas as organizações têm uma dedicação clara voltada para a satisfação do cliente, o que valida o Gripen como o sistema de combate mais capaz e moderno no mercado”, diz Lennart Sindahl, Vice-Presidente Executivo e Vice-CEO da Saab.

“A Força Aérea Brasileira vê com muito entusiasmo mais este estímulo à indústria nacional, por meio das empresas do setor de defesa. Esta nova parceria estratégica confirma que estamos construindo um futuro promissor. A indústria de defesa precisa ser cada vez mais fortalecida, pois é uma das principais impulsionadoras do desenvolvimento científico e tecnológico do país”, disse o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato.

Gripen NG Demo com mísseis Meteor e IRIS T em testes pelos suíços - foto Saab

A implementação da parceria para a gestão conjunta do programa, entre Embraer e Saab, acontecerá tão logo os contratos do F-X2, negociados entre a Saab e o COMAER (Comando da Aeronáutica), tornem-se efetivos. O contrato entre a Saab e o COMAER para aquisição do Gripen NG e o contrato de cooperação industrial associado entrarão em vigor uma vez que certas condições forem cumpridas. Estas condições deverão ser preenchidas durante o primeiro semestre de 2015.

O Gripen NG é um verdadeiro caça multimissão, baseado na comprovada plataforma do Gripen C/D, construído para adaptar-se às distintas ameaças e exigências operacionais enfrentadas pelas forças aéreas modernas. A combinação de avançadas capacidades operacionais e custos de ciclo de vida moderados tornam o Gripen um caça único no mercado mundial.

FONTES: FAB (Agência Força Aérea) e Embraer

IMAGENS (em caráter meramente ilustrativo): Saab

10
Deixe um comentário

avatar
10 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
9 Comment authors
Luiz MonteiroMauricio R.Claudio MorenoSoldatMarcelo Moraes Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Flighting Falcon
Visitante
Flighting Falcon

Alguém arrisca como será a pintura de nossos Gripens? Será padrão de camuflagem digital, na cor dos F-2000 ou padrão F-5M?

Nick
Visitante
Member
Nick

Caro Filighting Falcon,

Arrisco, que será como na primeira foto, mas torceria por uma camo padrão “Air Superiority” semelhante ao da USAF… 🙂

Sobre a nota, resta torcer para que tudo seja assinado sem mais delongas, e sim que a MPF faça sua parte, mas também não atrapalhe.

[]’s

wwolf22
Visitante
Member
wwolf22

sera uma pintura vermelha… podem apostar…

joao.filho
Visitante
Member
joao.filho

Brazilian Red Baron!!! rsrsrs…

Marcelo Moraes
Visitante
Marcelo Moraes

O importante é que as coisas estão seguindo um fluxo continuo e constante,e isso é um sinal…

Soldat
Visitante
Soldat

Se ficar vermelho e branco e com meu avatar com certeza será fenomenal…

Como o colega disse Red Baron

Hehehe……

Claudio Moreno
Visitante
Member
Claudio Moreno

Senhores,

Eu acredito que o lote inicial será com as cores de superioridade aeria. As demais encomendas certamente terão um padrão variado.

NOTA:
Começo a pensar que o F-36 foi a melhor opção, levando-se em conta a fabricação das aeronaves em solo pátrio mais as oito celulas de fabricação conjunta na Suécia.

CM

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Triste dia p/ o contribuinte brasileiro.
Assim fica fácil empreender não há risco algum, o Estado banca o aprendizado e o eventual prejuízo.
E a indústria privada fica c/ a fama e os lucros.

Luiz Monteiro
Visitante
Luiz Monteiro

Prezado Claudio Moreno,

Na verdade, dos 36 Gripen, somente 15 aeronaves serão montadas totalmente no Brasil. A Suécia montará as outras 21 aeronaves.

Outrossim, na LAAD, os Oficiais Generais da FAB costumeiramente designavam o Gripen como F-39. Não sei se esta será a designação ou se será F-36 como você postou.

Abraços

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

A Índia fabricou sob licença ao longo de 40 anos, 800 exemplares do Mig-21 em diversas versões, parte dos 200 Jaguar, parte dos 200 Su-30MKI, além do Folland Gnat, seu spin off o HAL Ajeet e antes destes o HAL Marut. Nunca conseguiram produzir uma aeronave de treinamento a reação mto boa, o IJT é somente o fiasco da vez. E a Embraer pensa que aprenderá a conceber, projetar e construir aeronaves de caça, assim: “Treze serão fabricadas na Suécia com a participação de brasileiros e oito serão fabricadas por brasileiros na Suécia, sob supervisão, no chamado “on the job… Read more »