Home Noticiário Internacional Foi interceptado? Fuja para a Suécia.

Foi interceptado? Fuja para a Suécia.

320
7

RC-135_Rivet_Joint - FOTO USAF

Em um encontro que lembra a Guerra Fria, um avião de reconhecimento americano cruzou o espaço aéreo sueco no mês passado, evitando assim ser interceptado por caças russos, informaram oficiais militares americanos no domingo (3/8).

O episódio, que foi divulgado apenas nos últimos dias, ocorreu em 18 de julho, quando aviões russos se aproximaram de um avião vigilância eletrônica RC-135 da Força Aérea (USAF) que, segundo oficiais norte-americanos, estava voando em espaço aéreo internacional sobre o Mar Báltico.

“O comandante da aeronave, agindo de uma forma profissional e segura, manobrou a aeronave para evitar um possível encontro com aeronaves russas”, disse o Comando Europeu dos Estados Unidos em um comunicado.

As tensões entre o Ocidente e a Rússia têm crescido ao longo do conflito interno na Ucrânia, e as autoridades norte-americanas e da OTAN acusaram a Rússia de fornecer armas para os separatistas na Ucrânia.

Nos últimos meses, os Estados Unidos e outros países da OTAN têm procurado tranquilizar os aliados europeus orientais aumentando modestamente a sua presença militar no seu território. Isso incluiu a implantação de 600 soldados americanos em missões de treinamento na Polônia, Estônia, Letônia e Lituânia, bem como um esforço aliado para patrulhar o espaço aéreo desses países.

Os Estados Unidos também ampliaram sua rede de coleta de informações, incluindo missões de reconhecimento com aviões RC-135. A aeronave é usada para monitorar as comunicações eletrônicas, incluindo os sinais de radar, e a Força Aérea informa que pode detectar e identificar as transmissões “em todo o espectro eletromagnético.”

De acordo com a imprensa sueca, o episódio ocorreu no dia 18 de julho quando a aeronave RC-135 estava voando perto de Kaliningrado, um enclave russo fortemente militarizado entre a Polônia e a Lituânia, que inclui um importante porto para a frota russa no Báltico.

Depois de ser abordado por aeronaves russas, o piloto RC-135 tentou evitar o encontro manobrando seu avião no espaço aéreo sueco, voando sobre a ilha de Gotland.

A Suécia não é membro da OTAN e o Comando Europeu disse em sua declaração que o RC-135 tinha sido desviado para território sueco “incorretamente pelo pessoal dos Estados Unidos.”

O avião deixou o espaço aéreo sueco após controladores de tráfego aéreo suecos informarem o erro à aeronave. A declaração do Comando Europeu informa também que trabalhará com o governo sueco “para evitar problemas semelhantes antes que eles surjam.”

O episódio segue outros encontros entre aviões russos e aviões de guerra norte-americanos ou navios. Em 12 de abril, jatos de ataque SU-24 russos voaram perto de um navio da Marinha, o destróier Donald Cook, que estava operando em águas internacionais no Mar Negro.

Em 23 de abril, um avião russo voou perto de um RC-135 que voava sobre o Mar de Okhotsk, entre a Rússia e o Japão.

FONTE: The New York Times (tradução e adaptação do Poder Aáreo a partir do original em inglês)

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Estou sendo interceptado a quase 12 anos …. por uma remuneração de 99.000 coroas (SEK) eu meto o pé ….

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Será que fiz a conversão corretamente ?

Tá bom …. Dez mil Euros …. melhor …..

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Contra proposta ?

Aceito ….. 95 mil coroas (SEK) …..

Ivan
Ivan
5 anos atrás

Os americanos estão fazendo o que a Otan europeia nunca devia ter deixado de fazer. Faz alguns anos que a Rússia voltou a ‘brincar’ de gato e rato nos céus do Mar Báltico e Mar do Norte, tanto com aeronaves de vigilância eletrônica como também com ‘exercícios’ de longo curso dos bombardeiros Blackjack e Backfire. A Otan, notadamente os ingleses e noruegueses que nunca entendem do assunto, procura interceptar e acompanhar estes voos, mas sem estardalhaço, como algo normal. Agora, em face da escalada russa nos vários cenários europeus, os yankees estão fazendo o (igualmente) normal, colocando seus aviões de… Read more »

Ivan
Ivan
5 anos atrás

Correção:

…notadamente os ingleses e noruegueses que sempre entenderam do assunto…

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Por 95 mil coroas (SEK) …..

fico nessa “guerrinha” descrita acima e “de boa” !

marlon
marlon
4 anos atrás

isto nao vai acaba bem eles os dois lado tao querendo guerra ……..