Home Noticiário Internacional F-35 pode estar acima do orçamento do F-X III da Coreia do...

F-35 pode estar acima do orçamento do F-X III da Coreia do Sul

194
9

Segundo o jornal sul-coreano Korea Times, notícias recentes dão conta de que o F-35 da Lockheed Martin’s F-35, o único caça furtivo oferecido no mercado, será caro demais para a Coreia do Sul comprar, pois excede e muito as estimativas de orçamento do país para o programa F-X III. A reportagem do Korea Times é desta terça-feira, 20 de março.

O vice-almirante David Venlet, da Marinha dos EUA (USN), chefe do escritório do Pentágono para o programa F-35, admitiu no início deste mês que o preço do caça vai subir temporariamente, devido a uma decisão dos Estados Unidos de adiar a compra de 179 F-35 para além de 2017.

Nas estimativas orçamentárias do Departamento de Defesa dos EUA, o preço “flyaway” (pronto para voar – célula mais motor) do F-35 é de 151 milhões de dólares. Já na Coreia do Sul, a Assembleia Nacional  aprovou um orçamento para a compra de caças, no ano passado, na suposição de que o custo “flyaway” seria próximo a 88,1 milhões de dólares (99.1 bilhões de won).

A Coreia do Sul reservou 8,29 trilhões de won (7,3 bilhões de dólares), ou 121 milhões de dólares por aeronave, para substituir suas frotas envelhecidas de caças F-4 e F-5 por 60 aeronaves de combate avançadas e multitarefa. O cronograma para sua operação inicial é 2016.

Uma revisão da Assembléia para os gastos em defesa de 2012, estimaram que custaria 6,93 trilhões de won para comprar o F-35 “pelado”, destacando que seria a aeronave mais barata entre os três competidores para a disputa sul-coreana. Ela concluiu que os preços do Typhoon da EADS e do F-15 Silent Eagle da Boeing seriam de aproximadamente 7,78 e 8,35 trilhões de won, respectivamente.

O orçamento de 8,29 trilhões de won inclui gastos com apoio logístico e um pacote de itens para operação das aeronaves, como o sistema de treinamento do piloto, equipamentos de missão e munições.

O Escritório de Orçamento do Parlamento Canadense divulgou um relatório prevendo que o custo unitário de aquisição do F-35 será de aproximadamente 128 milhões de dólares, sem incluir modernizações e revisões. Se o valor se provar como correto, a Coreia do Sul não terá outra opção além de desclassificar o F-35 da competição de caças em andamento.

Ao mesmo tempo, o major general John Thompson, da Força Aérea dos EUA, autoridade executiva do programa do F-35, disse que o programa de desenvolvimento do caça foi estendido em dois anos, para pelo menos 2017. Foi divulgado que Thompson disse: “Ainda estamos ainda cinco a seis anos distantes do final de nosso programa de desenvolvimento, e só cumprimos 20% do nosso programa de voos de teste.”

A Administração de Programas de Aquisição de Defesa avisou que vai desqualificar qualquer um dos três fabricantes que não possa cumprir os cronogramas de entregas.

FONTE: The Korea Times (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

FOTOS: Lockheed Martin

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio R.
Mauricio R.
8 anos atrás

O Japão apressado pos o niguirí na frente do sushi, não tinha nada que encomendar F-35 agora, poderia mto bem encomendar uns F-15SE ou mesmo mais alguns F-2 e deixar o jato da Lockmart p/ depois.
Assim não contaminaria a concorrência coreana.
No mais, outra concorrência em que o meu Typhoon, só foi fazer turismo.

edcreek
edcreek
8 anos atrás

OLá, Bom se ainda existia algum “teorema” na impressa Brasileira sobre os preços dos caças a Coreia ta colocando um ponto final: Rafale na casa dos 80 milhoes de dolares; Thypoon acima disso mas não exposto o valor exato; O utramegablaster F-35 por menos de 100 milhoes não passou de um puro devaneio dos adoradores do grande irmão do norte…O preço real está na casa de 130 milhoes sem as reviões, sengundo a coreia confirmado o valor acima de 150 milhoes citado pela Australia, com alguns opicionais; Não existe milagre os aviões de 5ºg podem ser melhores mas são muuuuito… Read more »

Marcelo
Marcelo
8 anos atrás

ué? a previsão original da LM não era de US$ 40 milhões ? 8)

Nick
Nick
8 anos atrás

O caminho parece estar aberto para o F-15 SE….

[]’s

Marcelo
Marcelo
8 anos atrás

Mauricio R. disse:
21 de março de 2012 às 1:55

puxa…não sabia que você era o Ministro da Defesa do Japão? Desde quando o Japão precisa escolher um caça para não “melindrar” a Coréia do Sul? Quem pode mais chora menos. Se a Coréia do Sul não tem $$$ (está me lembrando o caso da Suiça, quer o melhor mas não tem $$$) para pagar o brinquedinho caro dos EUA, problema dela, que compre Typhoon então, que não é lá tão mais barato assim que o F-35…

Mauricio R.
Mauricio R.
8 anos atrás

O Japão pós-terremoto, pós tsumaní e pós-Fukushima, ao selecionar o F-35 criou uma espectativa na região e o F-X III refletiu isto ao alterar repetidamente seus requerimentos, esta é a “contaminação” e não um suposto “melindre”, a que eu me referí.
Esse mesmo Japão agora está pelos cantos, chroando as pitangas qnto a evolção dos custos de sua escolha.

(http://www.flightglobal.com/news/articles/japan-wary-of-f-35-cost-escalation-368869/)

Então como na Suiça, os sul-coreanos estão tratando de conciliar a melhor relação custo X benefício p/ suas necessidades.

Marcelo
Marcelo
8 anos atrás

Mauricio R. disse:
21 de março de 2012 às 12:41

beleza, a Coréia que compre F-15 ou Typhoon então e deixe o Japão com a supremacia aérea na região…ao menos até o PAK-FA e o J-20 entrem em operação no nível esquadrão. Por outro lado isso pode sinalizar que a Coreia vai investir pesado no KF-X e ter o seu próprio e melhorado (bimotor) “F-35”.