Home Noticiário Internacional Avião da FAB vai resgatar militares e pesquisadores de estação da...

Avião da FAB vai resgatar militares e pesquisadores de estação da Antártida

472
5

Cargueiro sai ainda hoje do Rio de Janeiro e retorna ao Brasil amanhã

 

O avião da FAB (Força Aérea Brasileira) que vai resgatar militares e pesquisadores que trabalham na Estação Antártica Comandante Ferraz vai sair da Base Aérea do Galeão às 15h30 deste sábado (24), com destino a Punta Arenas, no Chile. Um incêndio na estação começou durante a madrugada e ainda não foi controlado.

De acordo com a FAB, o avião, um Hércules C-130, deve pousar em Punta Arenas à meia-noite deste domingo (26). A aeronave deve chegar ao Brasil por volta das 8h30, na Base Aérea do Galeão.

Ainda não há informações sobre mortos e sobre o estado da estação, que funciona como base militar e científica. Dois militares da Marinha estão desaparecidos e um ficou ferido. De acordo com a assessoria da Marinha, mais de 40 pessoas estavam na estação no momento do incidente.

Os pesquisadores e os colaboradores foram transferidos de helicópteros chilenos para a base chilena Eduardo Frei, de onde partirão em aeronave da Força Aérea Argentina para a cidade de Punta Arenas. Permanecem na estação o chefe e parte do grupo-base, que trabalha no combate ao incêndio.

Resgate

De acordo com nota oficial da Marinha, 30 pesquisadores, um alpinista que presta apoio às atividades de pesquisa, um representante do Ministério do Meio Ambiente e 12 funcionários do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, que estavam na estação no momento do incidente, foram transferidos de helicópteros chilenos para a base chilena Eduardo Frei, de onde partirão em aeronave da Força Aérea Argentina para a cidade de Punta Arenas, no Chile.

Permanecem na estação o chefe e parte do grupo-base, que trabalha no combate ao incêndio, que ainda não foi extinto.

O Navio-Polar Almirante Maximiano, da Marinha brasileira, partiu de Punta Arenas em direção à estação para prestar o apoio necessário.

Dois navios da Marinha da Argentina e dois botes da Estação polonesa de Arctowski estão nas imediações da estação, apoiando as ações. Além disso, três helicópteros da Base chilena Eduardo Frei continuam prestando apoio.

A Força Aérea Brasileira disponibilizou uma aeronave, que seguirá para Punta Arenas, a fim de trazer de regresso ao Brasil as pessoas que estavam na base.

A estação

A Estação Antártica Comandante Ferraz marca a presença brasileira na Antártida. Segundo o site da Marinha, a primeira expedição do país ao continente gelado ocorreu em 1983. No ano seguinte, foi inaugurada a base em uma praia da Enseada Martel, ao fundo da Baía do Almirantado, na Ilha Rei George – a maior das ilhas do arquipélago das Shetlands do Sul.

Na estação, atuam pesquisadores de várias partes do Brasil. Um grupo de 15 militares da Marinha, de diversas especialidades, mantém a estação em funcionamento.

Naufrágio

O jornal O Estado de S. Paulo publicou neste sábado que uma chata, embarcação de fundo chato usada para transporte de carga, naufragou em dezembro no litoral da Antártida com uma carga de 10 mil litros de óleo combustível.

Segundo o jornal, o produto poluente não vazou e na próxima semana deverão chegar à região embarcações e uma equipe de mergulhadores que tentarão resgatar a chata. A data da tentativa de resgate ainda não foi definida, de acordo com a publicação.

FONTE: R7

SAIBA MAIS:

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antonio M
Antonio M
8 anos atrás

Boa missão e que todos voltem são para casa.

E dá-lhe C130!

Não sei se é impressão minha mas, particularmente, nunca vi um avião a jato operando por lá, principalmente nesse tipo de missão. Há alguma restrição, desvantagem em relação aos turboélices?

Antonio M
Antonio M
8 anos atrás

errata: …sãos e salvos ….

Antonio M
Antonio M
8 anos atrás

Desculpem, ainda não havia lido as notícias no blog naval.

Lamentável as mortes. Meus pêsames às famílias …..

Giordani RS
8 anos atrás

Acabo de ver na globonews o mini ministro da Defesa enaltecendo os militares, pela tenacidade deles e tal…

Realmente, temos de tirar o chapéu para esses militares, pois viver na Antártida e sem verbas é coisa para herói!

E esqueçam a base CF. Deverá levar uns três anos para ela voltar a operar minimamente, mesmo sabendo, que se fosse utilizado 1% do que está sendo gasto com porcaria de estádio de futebol, ela poderia voltar a operar em beeeeem menos tempo!!!!

tiagobap
tiagobap
8 anos atrás

Antonio M

Segundo notícia abaixo, a Austrália mantem uma linha especial (sic) com Airbus A319…

http://www.youtube.com/watch?v=dvnP-1-kQ-0