Home Noticiário Internacional Acidente com Mirage 2000 indiano, tripulado por oficiais de alta patente

Acidente com Mirage 2000 indiano, tripulado por oficiais de alta patente

668
5

Os dois pilotos, um deles o comandante do esquadrão e o outro um marechal do ar, ejetaram com segurança

Segundo o jornal The Telegraph da Índia, na última sexta-feira, 24 de fevereiro, um alto oficial da Força Aérea Indiana (IAF) e o comandante de um esquadrão de caça sobreviveram à queda de um  Mirage 2000 biposto, ejetando minutos após a decolagem da base aérea de Gwalior, pouco depois do meio dia. Inicialmene, houve consternação na base quando uma autoridade policial disse que os pilotos haviam morrido. Mas a Força Aérea disse que foram resgatados por um helicóptero e levados ao hospital para o check-up obrigatório, onde passam bem. Como sempre ocorre nesses casos, uma comissão de inquérito vai investigar o acidente.

Os oficiais são o marechal do ar Anil Chopra, chefe de pessoal no quartel general da IAF, e o comandante de ala Ram Kumar, que comanda o esquadrão de Mirage de Gwalior, os “tigres”.  A ejeção ocorreu oito minutos após a decolagem, após o motor do Mirage 2000 biposto (versão para treinamento) aparentemente ter falhado em plena ascenção. As informações são do porta-voz da IAF, comandante de ala Gerard Galway. Fontes da Força Aérea disseram que o avião decolou de Gwalior às 12h01, e que o apagamento do motor foi informado quatro minutos depois. A ejeção dos pilotos deu-se às 12h09.

Segundo o jornal, a queda de uma das aeronaves de primeira linha, pilotada por um dos pilotos de maior experiência da IAF, contrasta com a observação feita em outubro do ano passado pelo comandante da Força Aérea Indiana, o marechal do ar N.A.K. Browne. O marechal havia colocado a culpa das sequências de quedas de velhos caças MiG-21 na inexperiência de pilotos recém-formados. Isso porque Chopra é o mais experiente dos oficiais da IAF a ter se envolvido num acidente de avião de caça.

O marechal do ar Chopra é um instrutor de voo qualificado e já foi piloto de testes. Ele esteve entre os primeiros pilotos a serem treinados na França quando o Mirage 2000 foi adquirido, em 1985. Ele também comandou o Esquadrão Nº1, posição atualmente ocupada pelo comandante de ala Kumar, que também se ejetou com sucesso. Chopra, que fará 60 anos em dezembro, ocupava o assento traseiro, e oficiais de sua patente raramente voam surtidas operacionais. Sua visita à unidade fazia parte de uma cerimônia para marcar os 25 anos de operação do Mirage 2000 na IAF.

A frota de Mirage 2000 integrada à IAF totalizou 56 recebidas entre 1985 e 1988, sendo que ao longo dos anos perderam-se cinco aeronaves em acidentes ou outros tipos de danos. O jornal destacou que os caças Mirage 2000 indianos foram fabricados pela empresa francesa Dassault Aviation, a mesma que teve o seu novo caça Rafale selecionado no mês passado para negociações exclusivas com a Índia, referentes a um contrato de novos aviões de combate multitarefa, estimado em 20 bilhões de dólares. Em julho do ano passado, o Governo Indiano aprovou um contrato para modernizar a frota de Mirage 2000, a um custo total de 2,4 bilhões de dólares – esse é considerado o mais caro programa de modernização de uma aeronave para a IAF.

FONTE / FOTOS MENORES: The Telegraph – Calcutta, India (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
cristiano.gr
cristiano.gr
8 anos atrás

Como tem ocorrido acidentes na IAF, parece até que o Paquistão conseguiu infiltrar alguns espiões e estão derrubando os aviões sorrateiramente. Mas o mais provável é que seja má qualidade na manutenção das aeronaves, tem ocorrido tanto com aviões russos quanto franceses, e se fossem ingleses ou americanos, possivelmente, veriamos uma notícia parecida.

Latino dark
Latino dark
8 anos atrás

Realmente algo ,um tanto sinistro está acontecendo a IAF tem que rever sua dotrina na manutenção de vetores …

sds

Mauricio R.
Mauricio R.
8 anos atrás

Que lindo:

a-) o marechal-do-ar mordeu a língua,

b-) um M-2000 a menos no planeta!!!