Home Noticiário Internacional Oferta do Gripen para a Suíça venceu concorrentes por 1 bilhão de...

Oferta do Gripen para a Suíça venceu concorrentes por 1 bilhão de francos

256
10

A informação vem da Agência Estado, via Estadão, baseada em matéria do jornal suíço Tages-Anzeiger

O governo da Suíça informou hoje que decidiu comprar 22 jatos de combate Gripen, da fabricante sueca Saab AB. O modelo venceu a competição com o Rafale, da Dassault Systemese, e o Eurofighter, da EADS.

Um porta-voz da Saab se recusou a revelar o valor do acordo. Segundo uma matéria do jornal suíço Tages-Anzeiger divulgada hoje, a transação está avaliada em cerca de 3 bilhões de francos suíços (aproximadamente US$ 3,3 bilhões). De acordo com a reportagem, um fator decisivo na escolha do Gripen foi justamente o valor, já que o pacote com 22 aeronaves seria cerca de 1 bilhão de francos menor do que os jatos Rafale ou Eurofighter.

O governo suíço disse que planeja submeter seu pedido para a compra dos jatos ao Parlamento em 2012. Às 14h45 (de Brasília), as ações da Saab subiam 10,87% na Bolsa de Estocolmo, enquanto o índice OMX 30 avançava 5,14%. As informações são da Dow Jones.

FONTE: Estadão  FOTO: Saab

NOTA DO EDITOR: o jornal sueco Stockholm News, também citando o jornal suíço Tages-Anzeiger, diz que a oferta do Gripen foi 25% mais barata que as ofertas dos dois outros concorrentes.

10
Deixe um comentário

avatar
10 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
InvincibleAntonio MedcreekMarcosCorsario137 Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Observador
Visitante
Observador

Ou seja, o Gripen, só na aquisição, é 25% mais barato que os concorrentes europeus. Sem falar na manuenção.

E 22 destes substituirão 54 F-5.

Seria ideal para a FAB, que conta os trocados para manter os F-2000 e F-5 voando.

Mas parafraseando o que disse um ex-ministro da defesa (de quem não se tem saudade) sobre o F-35, ” o Gripen seria demais para nós”.

Vader
Visitante
Member
ricardo_recife
Visitante
Member
ricardo_recife

Cade aqueles que diziam que os custos mais baixos do Gripen eram uma fantasia, uma mentira. O Gripen custo muito, muito menos do que os concorrentes. É o que precisamos na FAB!!!

Corsario137
Visitante
Corsario137

Sugestão:

Amigos do PA (Nunão e Galante),

Que tal uma matéria com uma retrospectiva das concorrências dos últimos 10 anos e os vencedores(?) Um mapa ilustrando onde F-15, 16, 18, Eurofighters, Gripens e Typhoons ganharam e com quem concorreram?

Isso me ocorreu porque a memória já está fraca e já não lembro onde foi que Gripen ou EF2000 levaram a melhor(?).

Abraço e desculpe o abuso.

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Agora é aguardar a chegada ao Brasil dos F-5 suiços.
Ou os Mig-21 indianos.
Ou os Mirage dos EAU.
Ou os Aermacchi 326 australianos.
Ou os F-16 venezuealanos.

Observador
Visitante
Observador

Senhores, Não gosto de fofoca, mas… Tive a curiosidade de olhar um outro site, cujo nome deveria ser Jacalândia ou Sukhoifistão, onde o chorôrô é muito grande. Apelidam o vencedor de “caça de autocad” e “gripinho” (rêrêrê). Chegaram a fazer conta de padaria como se faz na Gripelândia (ei, acho que falavam de nós e, em especial, de um forista que carrega um sabre de luz!). Segundo os cálculos deles, cada Gripen custará à Suiça a bagatela de 136 milhões de francos suiços, mais ou menos 150 milhões de dólares. Deviam fazer a mesma conta com o Rafale e o… Read more »

Vader
Visitante
Member

Observador disse:
30 de novembro de 2011 às 23:24

Pois eu também tive curiosidade de visitar a chororolândia, rsrsrsrs… (sem ofensas ao blog em referência, que é bastante bom). E fiz as contas, em cima da reportagem da Aviation Week:

http://vaderbrasil.blogspot.com/2011/11/gripen-bate-o-rafale-e-o-typhoon-na.html

Abraço.

edcreek
Visitante
Member
edcreek

Olá,

A questão de preço ainda pareçe meio “encoberta” mas se a diferença realmente for de 1 bi de francos, no caso da Suiça que não precisa de um caça com grande alcançe ou capaçidade de carga a melhor opção para eles seria o “Gripadinho +”….

Isso não se aplica aqui ao Brasil que possui um territorio muito maior, já temos problemas com F-5 que para ir do Rio para SP tem que levar tanque adicional…

Abraços,

Antonio M
Visitante
Member
Antonio M

O Brasil opereou por décadas o Mirage III, F5 com limitações de autonomia e nunca foi um problema.

Antes era o “problema” do biturbina contra o monoturbina. Caída essa falsa polêmica agora é autonomia.

A autonomia do Gripen NG não deixará nada a desejar em relação aos concorrentes e como cansamos de ver na Líbia, apenas para ser mais recente, os caças sendo abastecidos no ar e com tanques externos e está resolvido. E com três bases espalhadas pelo Brasil, a autonomia deixa de ser problema mesmo.

Invincible
Visitante
Member
Invincible

Caros Vader e Observador…

Vou dar uma dica para vocês… entrem lá!!! Deem uma olhada e morram de rir… Ta mais engraçado do que CQC (nos seus melhores tempos)…