Home Noticiário Internacional Mais informações sobre o F-X-III, de quinta geração, da Coreia do Sul

Mais informações sobre o F-X-III, de quinta geração, da Coreia do Sul

246
14

Programa, que inclui o russo PAK-FA entre os concorrentes, deve sair em outubro do ano que vem

A Coreia do Sul irá adquirir uma nova geração de caças furtivos no exterior para melhor combater provocações norte-coreanas, informou a agência de aquisição local de defesa nesta quarta-feira.

O Programa de Aquisição de Administração de Defesa (DAPA) disse que reduziu a lista dos candidatos para quatro caças: o F-15SE Silent Eagle da Boeing, F-35 Lightning II da Lockheed Martin, Eurofighter Typhoon da EADS e o T-50 PAK-FA da russa Sukhoi.

De acordo com DAPA, o projeto para adquirir 60 caças de quinta geração stealth est´estimado em 8,29 trilhões de won (US$ 7,86 bilhões). O país espera escolher o vencedor em outubro do ano que vem.

“Facilitamos os critérios de capacidade operacional para garantir que mais jatos possam entrar na licitação”, disse a agência em um comunicado. “Vamos delinear estratégias que permitam a transferência de tecnologia e incentivar a concorrência.”

A DAPA disse que a nova geração de caças preparará melhor o país contra as “capacidades assimétricas” da Coreia do Norte e reforçarão a dissuasão do Sul contra os ataques aéreos de surpresa.

A agência disse que Seul também vai adquirir helicópteros AH-X de ataque no exterior. O SuperCobra AH-1W da Bell e o AH-64D Block III da Boeing, ambos helicópteros americanos, irá competir com o Tiger CE-665 da Eurocopter da França e do T-129 da Turquia.

Este projeto, avaliado em 1,84 trilhões de won, representa a compra de 36 helicópteros de ataque. O vencedor da licitação também será anunciado em outubro do próximo ano.

FONTE: Yonhap News

14
Deixe um comentário

avatar
14 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
12 Comment authors
G-LOCVassiliJustin CaseMauricio R.Grifo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Vader
Visitante
Member

A Coréia é uma grande usuária de F-15. Arrisco-me a dizer que esse remendão chamado F-15 “Silent” foi feito exclusivamente para ela.

A Boeing sai na frente nesse FX3.

Nick
Visitante
Member
Nick

A primeira informação que salta os olhos é valor da concorrência: Em torno de US$130 milhões por caça. Só para comparar, o FX-2 na versão que o MD quer custa US$166 milhões por caça(mas é claro, vem com ToT infinita). Tecnicamente, F-35 e PAKFA são 5ª geração, e F-15 Silent e EF-2000 , 4.5, 4.75, ou 4,85 geração 🙂 Politicamente, F-35 e F-15 S são favoritos disparados. EF2000 está apenas concorrendo, e o PAKFA é figurante. Operacionalmente, como o Vader disse, o F-15 tem vantagem, por já ter uma base instalada, faria sentido em aumentar essa base. F-35 por outro… Read more »

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Poggio,

O consórcio Eurofighter alega que seu caça, o EF-2000 Typhoon teria todas as características de um caça de 5ª geração, menos é claro a furtividade destes últimos.

Dos 5 ‘S’ ele apresentaria 4 (quatro): Supercruzeiro, Supermanobrabilidade, STOL e Sensor Fusion (Fusão de sensores/dados).

Mas falta o essencial: Stealth.

Desolé. 🙂

Marco Antônio
Visitante
Marco Antônio

O FX3 sulcoreano é a terceira de uma série de concorrências bem sucedidas, ou seja, as duas anteriores foram finalizadas com a escolha e aquisição de um vetor concorrente……

Por aqui, as concorrências são reeditadas pelo insucesso das anteriores…..

Diferença “interessante”.

Rogério
Visitante
Member
Rogério

Com o Japão de Shinshin e a China de J-20, a ROKAF não vai se contentar com menos que o F-35/PAK-fa.

Almeida
Visitante
Member
Almeida

Foi isso mesmo que eu li?

Eles “facilitaram os critérios de capacidade operacional” e mesmo assim o Rafale não faz parte da concorrência? Humm…

Grifo
Visitante
Grifo

Eles “facilitaram os critérios de capacidade operacional” e mesmo assim o Rafale não faz parte da concorrência? Humm…

Caro Almeida, o Rafale já foi reprovado pela ROKAF em 2002, porque eles analisariam o avião novamente?

O interessante na época a Dassault prometeu aos coreanos motor mais potente, radar AESA, HMD e Spectra melhorado. Quase 10 anos depois o Rafale ainda não tem nada disso… Eles não vão incluir o Rafale só para ouvir de novo as mesmas promessas dos franceses.

Mauricio R.
Visitante
Member
Mauricio R.

O “remendo” de furtividade do F-15SE, parte de uma parceria entre a Boeing e a KAI, será fabricado na Coréia do Sul.
E se o “remendão” de F-15E c/ “stealth”, está presente nesta concorrência de 5 geração, então o Typhoon tb pode.
A ausência, bem vinda aliás, do Rafale se deve ao envolvimento do representante local da Dassault, em certas práticas condenáveis, em um certame anterior.
Após o competente processo judicial, a Dassault, p/ nossa alegria, jurou nunca mais participar de alguma concorrência na RoK.

Justin Case
Visitante
Member
Justin Case

Amigos, Um avião não deve ser considerado “reprovado” por não vencer uma competição. Deveríamos considerar “reprovados” Gripen, F-16, F-18, Mig 35, só porque não alcançaram o short-list indiano? Claro que não. Typhoon está na próxima competição da Coréia, mas foi desclassificado no short list do FX-2. Ah! Na RIAT 2011, o Rafale foi aprovado: Le capitaine Brocard et son Rafale remportent le trophée Paul Bowen du Royal International Air Tattoo 2011 22 juillet 2011 – 19:00 Belle performance réalisée par le capitaine Michael Brocard, à l’occasion du Royal International Air Tattoo 2011, (15-16 juillet) l’un des plus importants meetings aériens… Read more »

Justin Case
Visitante
Member
Justin Case

Ah!

O link para o vídeo da apresentação:

http://www.youtube.com/watch?v=znyxa8BASIE&feature=player_embedded

Abraços,

Justin

Vassili
Visitante
Vassili

O PAK-FA está mesmo participando desta concorrência???????? duvido que os russos sequer deixem algum piloto sulcoreano sentar na nacele dele, quanto menos testar ele em voo, com todos os sensores funcionando. A não ser que queiram repassar “de mãos beijadas” os dados eletrônicos para “usamericanus”…………. F-35 na cabeça………… mesmo com o valor dele subindo rumo a estratosfera…….. Quanto ao F-15 Silent Eagle 4.85 Geração ou sei lá o que………….vai ser mais um lindo projeto de aeronave de combate que prometia muito, mas que ninguém se interessou nele………. Tipo o F-20 Tigershark. Obs: coloquei o verbo prometer no passado, para que… Read more »

G-LOC
Visitante
G-LOC

Vassili,
– O PAK-FA vai usar os mesmos aviônicos do SU-35S. O mesmo oferecido para a FAB e outros países
– No máximo tem a mesma capacidade que os outros concorrentes.
– A Sukhoi sempre deixou claro que pretende vender o PAK-FA.
– Os russos tem que ter medo da china e não da europa ou EUA.

Mauricio R.
Visitante
Member
Mauricio R.

OFF TOPIC…

…mas nem tanto:

O Typhoon é a “melhor opção”, mas não foi selecionado ainda, na Malásia.

(http://www.flightglobal.com/articles/2011/07/26/359886/malaysia-defence-chief-prefers-eurofighter.html)

Deve substituir o Mig-29N e o F-5, pessoalmente já incluiria na conta os poucos Hornets, do inventário da RMAF tb.

He, he, he, provavelmente cravando mais um usuário, o 7º, em um país que está induzindo em serviço, o Flanker(Su-30MKM).