Home Indústria Aeroespacial Vice-presidente de cooperação industrial da Saab faz palestra na USP

Vice-presidente de cooperação industrial da Saab faz palestra na USP

209
48

Ake Albertsson, vice-presidente de cooperação industrial da Saab, participou nesta segunda-feira (9) do Ciclo de Seminários do Observatório da Inovação e Competitividade 2010, na Universidade de São Paulo (USP).

Com o tema “O uso da tecnologia da informação e perspectivas de cooperação industrial com a Saab“, Albertsson abordou em sua palestra a questão da transferência de tecnologia. O executivo falou sobre o avanço tecnológico que o desenvolvimento do Gripen NG em parceria com o Brasil poderia trazer ao país e usou como exemplo o caso da Suécia, que optou por desenvolver uma aeronave ao invés de adquirir um produto pronto.

“Se a Suécia tivesse comprado uma aeronave pronta, a sociedade teria perdido. Se o Brasil comprar uma aeronave pronta, esse desenvolvimento tecnológico não vai existir”, disse Albertsson.

SAIBA MAIS:

BATE-PAPO ONLINE: converse com outros leitores sobre esse e outros assuntos no ‘Xat’ do Poder Aéreo, clicando aqui.

48
Deixe um comentário

avatar
48 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
25 Comment authors
AdrianoBRZEcelsoGumpyLIVRE PENSADOR Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Gabriel T.
Visitante
Gabriel T.

Tem que ver se o desenvolvimento tecnológico não apresenta risco demais.

Ivan
Visitante
Ivan

Não existe nada sem risco.
A questão é saber o que vc quer ganhar,
Além de mitigar o risco com planejamento.

Ou alguém pensa que o KC-390 não apresenta riscos?

Gabriel T.
Visitante
Gabriel T.

O Brasil não tem cacife para dar conta de um programa que até agora a Suécia não deu garantia de que vai comprar o NG. Eu acho que é isso o que mata o NG no FX. Nos EUA o governo americano já deu 100% de apoio ao Super Hornet. Na França, mesmo que aos trancos e barrancos e sob o risco da Dassault falir, o governo francês tem comprado o RAFALE. Já na Suécia não temos nada disso. Apenas promessas e o diretor de marketing do amigo do presidente falando que vão comprar. É por isso que o risco… Read more »

J. Claro
Visitante
J. Claro

Não restam dúvidas de que a proposta sueca é por demais tentadora.
Amigos, seria possível a FAB tocar dois projetos?
Seria possível a escolha de dois concorrentes?
Me ajudem, por favor

Gabriel T.
Visitante
Gabriel T.

J, isso é impossível. Uma simples compra de 36 aviões vai exigir uma grana preta. Comprar e ajudar a desenvolver custará ainda mais. Agora imagine comprar um caça ainda a ser desenvolvido, mesmo que em partes, e comprar um SH ou RAFALE. A logística não ia aguentar o tranco. É por isso que a meta era substituir AMX, F-5 e Mirage III pelo FX. Só lembrando que qualquer um dos candidatos vai cumprir muito bem essa missão.

Klevston
Visitante
Klevston

Não podemos esperar tanto tempo, por isso eu acho muito arriscado o projeto do Gripen NG, o tempo está contra o Brasil neste momento a FAB só conta com os caçinhas da década de 70; outra coisa, acho muito falho um caça monomotor.Já aprendemos com o AMX outro não dá para aguentar.

J. Claro
Visitante
J. Claro

Valeu Gabriel T, pela ajuda. É que eu sou um grande sonhador.

Eduardo
Visitante
Eduardo

Neste exato momento a Suécia não precisa do NG, é por isso que não vai comprar. Já a Fab acabou de atualizar os F5 e pode esperar mais alguns anos, por isso sou mais o NG.

Robson Br
Visitante
Robson Br

Novos tempos….. Aeronave de combate de 1ª linha não é um produto comercial, simplesmente porque poucos podem ter. O Gripem tem como concorrente o seu maior fornecedor que é os EEUU. Ao contrário do KC 390 que um produto que todos tem que ter e podem ter. A SAAB está na contramão da história oferecendo um produto que ela não domina e não sabe onde vai chegar. Devagarzinho vão aparecendo a realidade do programa, ou seja, anda muito pouco. É dura dizer isto, mas seria ideal a SAAB abrir o jogo e colocar as coisas a limpo. Vai acabar desgastando… Read more »

Jakson Almeida
Visitante
Jakson Almeida

O Brasil gastou o equivalente a 5,6% de seu PIB (Produto Interno Bruto) em incentivos fiscais para tirar a economia da recessão,o que significa mais de R$170bi, portanto dinheiro o Brasil tem, o que não tem é vontade politica do governo.

Gabriel T.
Visitante
Gabriel T.

Eu não acho que a saab se desgasta. Ela não precisa de fazer exportações para sobreviver, como é o caso da França em que a venda do RAFALE é vital para a sobrevida da Dassault. Se a saab quisesse se desgastar, já teria apelado faz muito tempo. A saab está numa posição até confortável. Se ela vender vai ser bom para ela. Se não vender não vai ter nenhum prejuízo ou risco. A Boeing segue a mesma sorte. Só a França que depende urgentemente de uma venda externa. Vou sonhar também com o J. Claro, Brasil e Índia comprando o… Read more »

skywalker
Visitante
skywalker

Amigos: o que acho é que o cara da Saab tá certo. Não necessariamente pensando apenas na opção do NG, mas no raciocínio: um país como o nosso precisaria sim estar desenvolvendo um vetor nacional, com parcerias ou não, mas avançando no domínio tecnológico. Vocês chegaram a ver a matéria na Veja desta semana sobre a usina que gera energia queimando capim elefante? Guardadas as devidas proporções, claro, mas não existe política que incentive inovação e pesquisa aqui, salvo raras exceções. Como um país que quer ser a quinta economia mundial nem sequer fabrica motores aeronáuticos, sendo que outros bem… Read more »

Nick
Visitante
Nick

Caro Gabriel T. , A despeito do fato de não ter encomendas firmes por parte da Suécia, eles já deram várias demonstrações de comprometimento com o programa, inclusive financiando o mesmo. Ainda considero que o mix Hi-Lo seria mais acertado do que compor a força somente por um tipo de caça. E no meu “planejamento”, o Gripen NG se encaixaria perfeitamento como o “Lo” da Força. Sobre risco, é aquela história, não quer risco? Então que sejamos compradores de prateleira para sempre. Infelizmente ficaremos fora desse projeto. Que venham as Jacas. Agora resta torcer pelo Rafale na Índia e nos… Read more »

Biel
Visitante
Biel

Só vai trazer avanço tecnológico se os ingleses quiserem cooperar com o Brasil pq os componentes do gripen em sua maioria são importados de lá . Vejam bem se o gripen ganhar ficaremos dependentes de um país que enviou uma delegação que ameaçou vetar a entrada do Brasil no CS da ONU se continuássemos a tentar mediar conflitos no Médio Oriente. ( Quem acha os americanos arrogantes simplesmente não conhece os ingleses) Muito melhor negociar diretamente com o congresso americano , que aliás já autorizou a venda e a transferência de tecnologia do F-18 SH assim como a liberação dos… Read more »

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Linda Foto!

Jakson Almeida
Visitante
Jakson Almeida

Buaaa,Buaaaaaaa….Os ingleses estão vendendo a sua participação na Saab,caso alguem ainda não saiba.

Craveiro
Visitante
Craveiro

Se nossos queridos “GFs” tivessem investido uma parcela razoável e constante há alguns anos (uma década, por exemplo) poderiamos ter algo nosso voando. Se tivessemos feito parcerias, a questão da escala teria sido resolvida. Obviamente não é simples. Vejam a questão do subnuc, que se arrasta a décadas.

Isso ainda é possível. Possíveis parceiros existem, como a Coréia e Indonésia ou Singapura que estão interessados em um projeto comum. A verba não é infinita, mas o maior impecilho parece ser político/administrativo/mental por parte dos “cérebros políticos pensantes”.

Ricardo_Recife
Visitante
Ricardo_Recife

* A lógica de desenvolvimento do Gripen E/F (Gripen NG) é a mesma do KC 390. Não existe diferença substancial, a empresa líder é uma integradora de sistemas, desenha o avião e vai buscar os melhores equipamentos pelo melhor preço possível. Certamente a turbina do KC vai ser ou norte americana ou inglesa e o avião terá ainda equipamentos e partes de vários países. * O governo sueco financia o desenvolvimento do NG que já é conhecido na força aérea sueca como Gripen E/F. Se não houver compradores externos a entrada em operação do caça vai demorar mais do que… Read more »

Andre RC
Visitante
Andre RC

Bom eu ia deixar o meu post mas o Ricardo Recife falou tudo, se alguém tem medo que NG não seja comprado pela Força Aérea da Suécia não se preocupe. O Governo Sueco é um governo sério, que protege e apoia sua indústria de defesa. eles tem noção do quanto é difícil desenvolver esse tipo de tecnologia.

Gabriel T.
Visitante
Gabriel T.

Ricardo : O E/F vai ser o principal modelo da Flygvapen a partir de 2017/18. A Suécia programa utilizar o Gripen E/F até 2040. Essa é a informação que não bate. o NG é mais que um upgrade do C/D. As alterações mexem na própria célula do avião e não há como vc fazer isso em uma célula A/B/C/D. Há que se fazer uma célula nova. A frota atual de caças gripens vai voar até 2040. Mas nunca a Suécia gastaria uma fortuna para operar poucos caças NG por tão pouco tempo. Pois estariam saindo de serviço no mesmo ano… Read more »

Antonio M
Visitante
Antonio M

“…utra coisa, acho muito falho um caça monomotor …” Então vamos jogar fora todos os F16? E masi recentemente, jogar fora todos os F35 ?!?!?!?! O NG seria o caminho para o Brasil dominar muito das tecnologias atuais, e já há brasileiros trabalhando a mais de um ano com a Saab nesse avião, como mostrou post recente aqui no blog mas isso não é nada para os anti-Gripen. Teriamos o Gripen NG para substituir os Mirage 2000, F5M e AMX-M e ao mesmo tempo em absorvido o know-how necessário para participar de um projeto de 5ª geração e/ou VANTs…… Mas… Read more »

Edcreek
Visitante
Edcreek

Olá, O governo Sueco esta dando um up-grade nos modelos A/B e C/D do JAS-39 a fim de prolongar a vida dos mesmos. Nesse momento e pelos proximos anos não há compra do modelo NG(ou provavel E/F) o governo Sueco procura alguem para desenvolver $$ o caça. Apesar dos Ingleses terem vendido sua participação na SAAB(estão abandonando o barco) o NG como o JAS-39 terá em sua maioria componentes Inlgeses já que eles não são de facil substituição e as outras empresas fabricantes já estão trabalhando para concorrencia do NG, como Rafale e Typhoon. Isso já conteceu no caso do… Read more »

Antonio M
Visitante
Antonio M

E a Suécia já declarou que vai comprar os NG pois, desde o fim da Guerra fria diminui o número de suas bases e vai precisar de um caça co mai autonomia de voô e mais capacidade.

Basta ver o que foi postado pelo Galante quando de sua vigem à Suécia….

Barry
Visitante
Barry

1. O parlamento sueco já deu autorização para compra do Gripen E/F para o final da década. Isto já é lei. Na Suécia o planejamento e a dotação orçamentária para a defesa é estipulada em média com 10 anos. Está história de risco está mais na cabeça de pessoas aqui não como algo real. Existem outros projetos europeus com maior risco de fechar as portas. 2. O companheiro Ricardo equivocou-se. A Suécia planeja utilizar os Gripens até a década de 2040. O que significa a entrada de um novo modelo e a retirada dos aviões mais antigos. O E/F deve… Read more »

Edcreek
Visitante
Edcreek

Olá, Antonio M

Me mostre uma noticia onde está o pedido oficial do NG com o numero de unidades iniciais, para dar o start na produção, obrigado.

Abraços,

Antonio M
Visitante
Antonio M

Olá sr. Ed,

Aqui por exemplo:

http://www.aereo.jor.br/2010/06/15/gripen-ng-demo-decolando-de-malmen/

Aceita isso ou quer via sedex algum documento original, nem mesmo cópia autenticada ?!

E se isso não vale, também não vale nada que está sendo feito em relação ao KC390……

Edcreek
Visitante
Edcreek

Olá, Antonio M Pode deixar o Sr. de lado, Voltando ao assunto, releia a o texto: “Como o Poder Aéreo adiantou no sábado, a Aviation Week anunciou que o Governo Sueco decidiu ir em frente com o desenvolvimento do Gripen NG. Se a Saab ganhar em uma ou mais competições, no Brasil ou Suíça primeiramente, isto afetará a entrada em serviço do Gripen NG na Força Aérea Sueca, onde ele será designado como JAS 39E/F, segundo o chefe do marketing do Gripen, Hans Rosen. A Suécia está comprometida em usar o Gripen até 2040, disse Hans Rosen, no sábado, na… Read more »

Yasser
Visitante
Yasser

Seria bom ver o Brasil desenvolvendo o Gripen junto com a Suécia…. talvez seria um grande passo para que no futuro pudessemos desenvolver nosso próprio caça.

Lembrem-se que um dos principios fundamentais da soberania é ter sua própria industria bélica.

CAL
Visitante
CAL

“isso de que vou comprar futuramente não cola e o comando da FAB sabe disso e por isso já descartou o projeto Sueco, acredita em projeção de compra quem quer eu não.”

Como voce sabe?
Por acaso trabalha no Ministério da Defesa ou é amigo pessoal do ministro?
Pelo jeito voce participou do processo de seleção.

Antonio M
Visitante
Antonio M

Sr. Edcreek,

É interpretação de texto.

grifo
Visitante
Member
grifo

vou comprar futuramente não cola e o comando da FAB sabe disso e por isso já descartou o projeto Sueco, acredita em projeção de compra quem quer eu não.

A aquisição do Gripen NG consta da proposta apresentada pela SAAB e pelo governo da Suécia.

Recomendo perguntar ao brigadeiro Saito se o comando da FAB descartou o projeto sueco. Ultimamente ele nem se preocupa muito em esconder a preferência dele…

Edcreek
Visitante
Edcreek

Olá, Antonio M

Perfeito é interpretativo.

Porém não é interpretativo que não existe pedido oficial de NG por parte de pais algum inclusive a Suecia.

Abraço,

CAL
Visitante
CAL

Esse cara defende o rafale como se fosse comprar um para colocar na garagem dele!

CAL
Visitante
CAL

Sr Edcreek, você deve ser um daqueles pobres que tem um fusca, mas sempre sonhou em ter um BMW.
Sonhar é bom, mas se você não pode bancar a manutenção, o seguro e o IPVA de uma BMW, então é melhor comprar um popular zero quilometro, pois é melhor poder rodar num popular, do que deixar a BMW na garagem só para lavar na calçada aos domingos ou para apenas aparecer para os seus vizinhos!

LIVRE PENSADOR
Visitante

O infeiz do _______________________________________________________

COMENTÁRIO EDITADO POR ATACAR OUTRO LEITOR

REINCIDINDO, SERÁ BLOQUEADO.

Antonio M
Visitante
Antonio M

Caro Edcreek,

Quantos pedidos há para o KC390 ?

Edcreek
Visitante
Edcreek

Olá, Sr. Cal

Nunca tive fusca mas ficaria feliz em ter um, mas já passei dessa fase, quem sabe no futuro?

Só lamento pelo Sr. ter sido tão facilmente enganado pelo lobby, mas fazer oque nem todo mundo tem capaçidade de ver o que está na cara, mesmo se for o nariz.

Passar bem,

Edcreek
Visitante
Edcreek

Olá, Antonio M

Recentemente o governo assinou uma carta de intenssão de compra de 28 unidades do KC-390, reafirmo que carta de intenssão não é compra efetiva.

Porém o caso é diferente o governo Brasileiro já liberou mais R$ 100 milhões para aporte e projeto do avião ele está pagamendo o desenvolvimento.

Outra diferença critica é que o KC foi projetado conforme a solicitação e necessidades da FAB, o NG foi e esta sendo pela desenvolvido pela SAAB, conforme uma projeção de vendas para outros paises com necessidades variadas.

Ao meu ver um caso nada tem em haver com o outro,

Abraços,

Edcreek
Visitante
Edcreek

Errata
pagamendo=pagando

Gumpy
Visitante
Gumpy

Mas que comentário mais ignorante esse seu, livre_pensador?
Pelas palavras e do jeito que digita errado, acho que nem cadeira você sentou na infância.

Edcreek
Visitante
Edcreek

Olá, Livre pensador

Essa foi pessima errou em todas opções:
1)Não sou cadeirante, graças a deus;
2)Não sou gordo, e isso é defeito?;
3) Não gosto muito de Sol;
3)Fui no passado, agora já não sou mais;

Mais alguma duvida?

Passar bem,

NOTA DOS EDITORES:

O COMENTÁRIO EM QUESTÃO FOI EDITADO E SEU AUTOR (LIVRE PENSADOR) TEVE SUA ATENÇÃO CHAMADA.

SOLICITAMOS QUE A TROCA DE COMENTÁRIOS NESSE SENTIDO SEJA ENCERRADA

CAL
Visitante
CAL

Sr Edcreek, se ver o ultimo post, verá os problemas de se ter um avião frances e caro!

Edcreek
Visitante
Edcreek

Olá,

Só para lembrar temos 9 operadores de Mirage-2000 e vejo que o Peu está renovando a frota e a India está dando um up-grade nos dela.
No Afeganistão os Mirage-2000 Franceses estiveram sensivelmente a frente dos F-16 Belgas em disponibilidade.

Se pergunte, será que o problema é só da França?

Abraços,

celso
Visitante
celso

Boa tarde Edcrek Pelo visto vc deve ser um desses lobystas enfurnados que andam por ai..hehehehheh agora falando serio hemmmm so para seu conhecimento: De onde vc tirou esta maxima de que a Suecia nao eh capaz de construir um rada AESA ??????/// volte mais um pouco no tempo de suas pesquisas…….tvz vc conheça esta empresinha de fundo de quintal ERICSON……..de onde veem os radares de nossos Embraer patrulha ??? lembrou ???? K….menos, menos……… anotou.. desculpe se fui um pouco rude pois nao o conheço, so nao gosto de Ufanismos , paixoes exacerbadas ou extremistas SDS

ZE
Visitante
ZE

Vamos lá: Eu coloquei a ATA da sessão do Parlamento Sueco. Eles aprovaram o desenvolvimento do Gripen NG, que depois de pronto, será conhecido como Gripen E/F. Também coloquei a ATA da reunião do Conselho de Ministros da Suécia, onde o desenvolvimento do Gripen NG (Gripen E/F), foi aprovado por UNANIMIDADE !!!!!!! Pessoas, é só procurar aqui no Blog !!!!!!!!!!!!!! Eu já postei que, ao contrário de muitos países, a Suécia trabalha com a doutrina de atualizações constantes. A presente atualização é a MS20. Ela já está sendo levada a cabo. A atualização MS21, corresponderá ao Gripen E/F (dentro de… Read more »

ZE
Visitante
ZE

Engraçado, Tawan não gostou muito dos Mirage 2000-5. Seu custo de hora de Voo é de U$S 24.000 dólares !!!!!!! Realmente, uma pechincha !!!!!!!!! “Taiwan analisa proposta de colocar seus caças Mirage 2000-5 na naftalina: O Ministro da Defesa de Taiwan Kao Hua-chu disse hoje que considera a proposta de paralisar os Mirage 2000-5 da frota de seu país, em função da baixa performance e altos custos de manutenção. Kao disse que o Ministério da Defesa Nacional vai avaliar cuidadosamente as questões, para manter o equilíbrio da capacidade de combate no Estreito de Taiwan, antes de tomar uma decisão sobre… Read more »

AdrianoBR
Visitante
AdrianoBR

Não seria uma idéia interessante o Brasil adiquirir uns “Tornados” com o Reino Unido, como uma solução de curtíssimo prazo, pois pelo andar da carruagem eles irão aposentar alguns, bem como, entrar no projeto NG visando o ganho de capacidade tecnológica?

Edcreek
Visitante
Edcreek

Olá, Celso, não sou extremista só não concordo com a proposta Sueca. Sobre a capaçidade de fazer ou não um radar para caça eles não devem ter mesmo já que contrataram um empresa Anglo-Italiana para fazer no caso a SELEX Galileo, e até chegar lá já tinham consultado Thales, Raytheon e uma outra empresa que não lembro qual. Para mim parece claro que se eles tivessem capaçidade ou tempo habil para desenvolver isso na Suecia não transferiram isso para a Salex e procurado outras empresas. Zé, apesar de tudo isso que voce postou a Suecia ainda não tem pedido oficial… Read more »