Home Estratégia França mantém ameaça à retomada de negociação de acordo com Mercosul

França mantém ameaça à retomada de negociação de acordo com Mercosul

275
156

Rafale 1

vinheta-clippingA França continuava ameaçando ontem à noite a retomada da negociação do acordo de livre comércio entre a União Europeia (UE) e o Mercosul, à véspera do anúncio oficial marcado para hoje em Madri, pelos líderes dos dois blocos. “A França não é um país sério”, reclamou um delegado sul-americano, em meio ao “esperneio” francês. Até a reunião final dos negociadores, para concluir o comunicado conjunto, foi adiada para hoje, em meio a incertezas.

Na prática, a negociação já foi relançada, pois a Comissão Europeia tem o mandato para levar adiante a discussão e o presidente José Durão Barroso divulgou até comunicado. A França busca apoio de outros países sob a alegação de que um acordo com o Mercosul vai ser devastador para a agricultura europeia. Mas poucos entendiam porque Paris insiste tanto em se opor agora, quando não se tem sequer uma ideia do que poderá ser a abertura agrícola.

A posição francesa provocou uma dura reação do Brasil, na 2ª reunião do Comitê Técnico para Promoção Comercial e Investimentos Brasil-França, ocorrida na semana passada em Brasília.

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e o Itamaraty manifestaram “insatisfação” com a posição da França na negociação birregional, lembrando que a parceria estratégica é completa e vai de temas culturais a militares e econômicos.

A irritação é tanta que o MDIC começou a articular com o Itamaraty uma vinculação entre a compra de jatos de combate a uma flexibilização da posição francesa na negociação com o Mercosul.

O Ministério da Defesa, porém, resiste. Alega que já há enormes questões técnicas para a aquisição dos jatos e misturá-las com pressão diplomática sobre outros temas comerciais é um complicador a mais. Insatisfeito, o MDIC procurou diretamente a Casa Civil da Presidência da República e pediu para o governo segurar o anúncio do ganhador da licitação dos jatos até que a negociação seja relançada e a França atenue sua posição.

Mas os franceses alertam mesmo para o ganho que o Mercosul teria, de 4,5 bilhões por ano, que foi mencionado pela própria Comissão Europeia. Na prática, o presidente Nicolas Sarkozy, cada vez mais impopular, não quer afundar ainda mais junto à opinião pública, porque sua própria candidatura à reeleição está ameaçada.

Já para o Mercosul, a dificuldade francesa é um problema entre os europeus. “O Mercosul já alcançou consenso sobre todos os temas e está pronto a negociar”, afirmou o secretário de Comércio Exterior do MDIC, Welber Barral.

Negociadores continuavam tentando superar divergências ontem sobre a declaração conjunta dos chefes de Estado e de governo a ser divulgada amanhã no fim cúpula UE-América Latina e Caribe.

Combalida pela crise do endividamento e pelo crescente desemprego, a UE mostrava racha também sobre outras questões mais gerais. Por exemplo, resistia à demanda da América Latina para os chefes de Estado condenarem a lei de imigração do Estado americano do Arizona, provavelmente porque teme ser criticada também pela dureza de suas regras.

O México tomou a iniciativa de mobilizar contra a nova lei do Arizona, que dá poder à polícia para verificar a situação migratória e prender estrangeiros irregulares. Fontes identificam a Grã-Bretanha, com o novo governo conservador de David Cameron, como um dos países que estão forçando a retirada da condenação do texto, enquanto os latino-americanos insistem em sua manutenção.

O tema da migração volta à tona ao mesmo tempo em que estudos mostram que a UE representa hoje apenas 7,5% da população do mundo, comparado a 14% em 1960, e tende a cair a 5% da população mundial em 2050, marcada pelo número de idosos . A população em idade de trabalhar se reduzirá em 68 milhões de pessoas. Significa que cada quatro pessoas em idade de trabalhar terá nas suas costas três aposentados. Para compensar o déficit populacional, a Europa atrairá 100 milhões de pessoas de fora nos próximos 40 anos.

Outro tema de controvérsia é Cuba. A delegação de Havana participará da cúpula sob tensão, com os 27 países do bloco europeu rachados sobre que política continuar adotando em relação à ilha de Fidel Castro. A morte em 23 de fevereiro do preso Orlando Zapata, depois de uma greve de fome de 85 dias, provocou forte protesto do Parlamento Europeu. Negociadores indagam como não reagir à situação em Cuba, ao mesmo tempo em que a cúpula excluiu o presidente eleito de Honduras.

A Espanha e a França são mais favoráveis ao diálogo, enquanto os ex-países comunistas do Leste Europeu endurecem contra Cuba. Só ontem a UE aceitou colocar na declaração dos chefes de Estado uma citação que rejeita o “caráter unilateral e coercitivo” da lei Helms-Burton, dos EUA, que impõe sanções a empresas e países que negociarem com Cuba. Mas a confusão diplomática continua, porque os europeus agora querem esconder esse parágrafo mais para o fim do documento e Cuba não aceita.

FONTE: Valor Econômico

NOTA DO EDITOR: que “Aliança Estratégica” é essa?

Subscribe
Notify of
guest
156 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leigo
Leigo
10 anos atrás

Que “Aliança Estratégica” é essa?

Resposta: A aliança consiste em eles venderem e nós comprarmos. E isso para sempre.

FelipeTP
FelipeTP
10 anos atrás

Nota do Editor: Que “Aliança Estratégica” é essa?

É a aliança CARACU. França entra com a Cara e o Brasil com o …..

pp_muscimol
pp_muscimol
10 anos atrás

geeee…. pensei que fosse um acordo sobre o livre comercio, mas afinal sai tudo misturado, direitos do homem, emigraçao, compras militares … andam andam e ainda juntam o acordo Nuclear com o Irao no pacote. ….temos um abando de politicos palhaços …nos dois lados do Atlantico!!

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Como sempre, o único que defende o acordo com os franceses é o NJ.

Vocês tem certeza que este cidadão é brasileiro ?

Giordani RS
Giordani RS
10 anos atrás

“A França não é um país sério”, reclamou um delegado sul-americano, em meio ao “esperneio” francês. ”

“…reclamou um delegado sul-americano…”

Hahahahahahahahahaha…A melhor piada do Dia!

Sí, aquí en América Latina son muy graves en el sur tenemos la gravedad de la Argentina. Norte y el noroeste, estamos seriamente boliviano, ecuatoriano y su Chávez … y Brasil, que cuenta con el capital de seriedad …

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Um complicador a mais para a situação francesa é o acordo com o Irã, que os franceses acham insuficiente.

shungria
shungria
10 anos atrás

E não é só isso não. A França desdenhou do acordo entre Irã para enriquecimento de urânio. Disse que o acordo não tem o aval da AIEA e que não é garantia para não se impor sanções ao Irã. Se fosse “tão parceiro assim”, seria o primeiro a aplaudir e não a desdenhar!

Alexandre
Alexandre
10 anos atrás

O que isso tem haver com a compra de caças.
Estão misturando as coisas, o acertado era que o brasil comprava e recebia a transferência de tecnologia. Agora já querem inserir acordos comerciais de produtos agrícolas, hora se for assim o que dirá dos eua onde o brasil ganhou o direito de retaliar comercialmente.
A suécia também não fica longe, nesse aspecto cada um vai defender o seu lado.

shungria
shungria
10 anos atrás

O “O Ministério da Defesa, porém, resiste. Alega que já há enormes questões técnicas para a aquisição dos jatos e misturá-las com pressão diplomática sobre outros temas comerciais é um complicador a mais”, há enormes questões técnicas mesmo para a aquisição de jatos e TODAS desfavorável, no short list, à mercadoria francesa.

Nick
Nick
10 anos atrás

Tudo que a FAB queria era 36 caças para substituir os Mirage2000 usados.
Mas tinham que “reorientar” o processo de seleção e agora usar como barganha em uma negociação econômica, pior, com O parceiro estratégico do Brasil.

Imagina se não fosse.

Aguardando o anúncio das Jacas(que deveria ser hoje) ou um fim digno para o FX-2 com uma declaração oficial.

[]’s

Edcreek
Edcreek
10 anos atrás

Olá,

Não dá vicular a compra de meros 36 caças com um acordo dessa amplitude, isso é um erro. Está sendo assim com a França e seria assim com os EUA, os valores envolvidos são muito maiores a contra-partida tem que ser maior.

Toda via pelo visto FX-2 deve ir para o vinagre mesmo, só espero que não contamine os Submarinos que vão indo muito bem obrigado, graças a corragem e audacia dos Marinheros.

Abraços,

Edcreek
Edcreek
10 anos atrás

Errata: corragem=coragem

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Alexandre, eu concordo com você, mas como eu já tinha dito as desculpas para o cancelamento do FX2 já começaram a ser formadas.

Alexandre
Alexandre
10 anos atrás

Concordo contigo Edcreek é mais provável eu ver um vertor novo na marinha do que na fab. Quanto a empresa alemão perdeu a fatia do bolo que a mesma detinha a mais de 20 anos, tratou de “comprar” a folha e o senhor Jânio de freitas para soltar as mais estúpidas e distorcidas notas contra o scorpone e graças a coragem da marinha em comprar briga com esse tal. Ela conseguiu a segurar sua compra e o futuro do scorpone. A fab como sempre não tem opinião, fica parada enquanto a impressa solta nota atrás de nota tentando minar seu… Read more »

Alex Nogueira
Alex Nogueira
10 anos atrás

Pois é, grande aliança estratégica.

Demorou para cancelarem o FX-2 e começar a investir em tecologia própria.

A Europa está toda quebrada financeiramente, perdendo espaço para os EUA na area militar e ainda ficam fazendo birra com os Sul americanos.

Por mim a FAB faz que nem o Chile, compra um lote de F-16, faz um MLU e boa.

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Por que a FAB deveria emitir opinião oficial se a decisão oficial não foi divulgada ? Até lá o FX2 não terminou, está nas mãos do Sr. NJ acabar com isto.

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

Vejo o seguinte: A França, apesar do “alucinado” dirigente SA, é séria sim! tanto quanto os USA! imaginem países de primeiro mundo ficarem na mão do Terceirão, por causa de comida! FALA SÉRIO! isso nunca irá acontecer! E o USA? quanto protecionismo! e não tiro a razão deles! se não o fizerem, vão sucumbir pela “boca”! literalmente! enquanto chinas produzem manufaturados mil, países como India, Brasil… entre vários, alguns de mão de obra barata, quase escrava, produzem alimentos baratos para tentar penetrar com “exclusividade real”, pois seus preços são impraticáveis pelos agricultores europeus e americanos, tentando abocanhar a maior fatia… Read more »

RobsonMBr
RobsonMBr
10 anos atrás

Este é um problema entra a comunidade européia e o mercosul com relação aos subsídios agricolas. Nós também somos assim. Não sei o motivo para colocar o rafale aqui.

Vader
Vader
10 anos atrás

Obaaaaa! Começaram a vazar para a imprensa as desculpas para cancelar a compra da JACA… 🙂 Esse governo é uma piada… com o presidente da república já sendo recebido com cafezinho frio em Brasília, e mais preocupado com o carguinho de Secretário Geral da ONU, e nem aí mais para o país, os ratos do gf começam a devorar-se entre si… ninguém mais se entende… Essa é nossa “parceira estratégica”… Nada a acrescentar depois do já falado aqui no Aéreo e no ForTe. Com a França não tem conversa. O governante que ameaçar derrubar os subsídios agrícolas e as calhordas… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

OLha, sinceramente? passem estes 10 bilhões para o EB e fechem a FAB! manda tudo embora! rsrsrsrss

75mil cabeças para voarem uma dúzia de transporte pesado, menos de 70 caças, e alguma centena de outras tralhas mais é muita gente! temos menos de 400 aviões em condições de vôo… pq uma estrutura cavalar dessas? e ainda falam em despesas? por favor!

Viva os F-5M e AMX! forever! F-5M que poderia lançar 4 Derbys… mas como nossa FAB sempre sabe o que faz…

To irritado hoje! poh!

Sds!

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

Sinceramente, vou concordar com o Vader, não pelos mesmos motivos, mas tem mais é que cancelar o FX-2 mesmo! deixar a FAB voando estas M… por mais 20 anos, e quando a Opinião Pública perguntar para que serve a FAB… vamos dizer: para nada! aliás, para gastarmos fortunas com 75mil inoperantes!
Uma novela que a FAB plantou para defender a indústria? ah meu Deus!

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Realmente ela não sabe, quem sabe é você.

Vader
Vader
10 anos atrás

Chicão, acorda velho, não caia na esparrela dos malditos políticos do gf… Tudo isso foi um plano armado para que acontecesse exatamente isso: gente de boa-fé como você perdesse a confiança na FAB… Isso tudo segue uma agenda broe, não é à tôa…

Grande abraço.

Drcockroach
Drcockroach
10 anos atrás

Lobim p. desconsiderar o relatorio da FAB e favorecer a Dassault:

– “A decisao eh estrategica e politica”

Lobim p/ novamente p/ favorecer a Dassault depois das complicacoes estrategicas:

– “A decisao eh tecnica”

Se perguntado se a decisao tecnica nao eh a da FAB, Lobim responderah:

– “Quem eh FAB?”

Esse vinho na propriedade da Dassault deixa a cabeca de qualquer um girando.

Falando serio agora, acredito que ele seria um otimo Ministro da Defesa…Frances. Opiniao, claro 8)

[]s!

Rafael
Rafael
10 anos atrás

*o MDIC procurou diretamente a Casa Civil da Presidência da República e pediu para o governo segurar o anúncio do ganhador da licitação dos jatos até que a negociação seja relançada e a França atenue sua posição.

Pessoal.. ta na cara que o fx-2 ja subiu no telhado..
Todo mes vem uma noticia adiando o anuncio do vencedor.. ninguem aguenta mais..
copa do mundo esta ai.. eleição chegando..
Vamos começar a pensar no fx-3..
Como fico triste vendo essas noticias, mas infelizmente é nossa realidade..

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

Vader, não é esta a questão! acordar! estou acordado, não desfaço o que vcs pensam não, ao contrário do Sr. Rodrigo, que escreveu aí acima! falo da FAB, neste sentido, de seus dirigentes… e é pensamento meu, não tenho bola de cristal não, mas como já te disse, espero tudo de políticos, mas das FAs só o bem! pq conflituar com o GF? para defender quem? pega logo os caças poh! e depois cobre pelos vôos! a MArinnha não é regida pelo mesmo MD? pelo mesmo GF? pq ela está andando para frente?! se alguém tem alguma coisa a falar… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Como disse, quem entende do riscado é você, na FAB só tem imbecis.

Pegasus
Pegasus
10 anos atrás

Esta muito confuso esse texto ai encima. A europa esta com deficit de mão de obra jovem, mas ao mesmo tempo luta contra a imigração, como a Espanha, que barra brasileiros e sulamericanos em geral, e França, olhando um documentario do canal frances, esta discriminando violentamente os imigrantes ou filhos de imigrantes das ex colonias como Argelia mesmo com diploma e pos graduação, são preteridos do mercado de trabalho frances e estão se dirigindo para lugares como Dubai, que os acolhe por terem formação, falarem frances, arabe e ingles. Quanto a Cuba, Cuba não fede nem cheira, dão importancia demais… Read more »

grifo
grifo
10 anos atrás

pq conflituar com o GF? para defender quem? pega logo os caças poh! e depois cobre pelos vôos! Caro Francisco AMX, não existe conflito nenhum. A Aeronáutica sempre falou que a decisão era do presidente da República. Se o presidente quer o Rafale, bota no papel logo e toca em frente! A FAB não está impedindo. Se o presidente não faz até agora é porque não quis, e a FAB não tem nada a ver com isso. a MArinnha não é regida pelo mesmo MD? pelo mesmo GF? pq ela está andando para frente?! Está mesmo andando para a frente.… Read more »

Sirkis
Sirkis
10 anos atrás

Saudações!

Aaaaaaah a nossa querida parceria estratégica com a França… Eu não sei porque vocês reclamam tanto… Não é essa a parceria que querem os defensores da independência? Seremos vassalos dos franceses? Óleo de peroba na cara deles!

Boa Tarde!

Sirkis
Sirkis
10 anos atrás

Saudações Francisco! Não fique nervoso por isso. Temos coisas piores pra encarar e não acho que o fx deve te fazer ficar assim. Meus parabéns por expressar a sua opinião e a sua crítica a FAB. Pode dizer sim que a FAB deve voar os mikes eternamente. Mas não diga que existe conflito porque não há. A FAB teve uma missão a cumprir e ela cumpriu de forma exemplar. Não é colocando a culpa na FAB por causa atos idiotas da França que vai solucionar o problema. Só não te sugiro abrir uma cerva e relaxar porque hoje é segundona… Read more »

Vader
Vader
10 anos atrás

Francisco AMX disse: 17 de maio de 2010 às 14:35 Chicão, quanto à FAB conflituar com o gf é o que o Grifo disse mesmo: se o gf quisesse, já teria comprado o Rafale e boa. A FAB pode até não voar o bicho, mas não pode recusar-se a recebê-lo. Não tem poder para isso. Quem não está querendo adquirir, aliás quem JAMAIS quis adquirir coisa alguma, foi o gf. Esse FX2 foi uma armação desde o começo, para acontecer exatamente o que está acontecendo: pessoas de boa-fé desacreditando da Força. Quanto à MB, tenho e tenho muito para falar… Read more »

ZE
ZE
10 anos atrás

Senhores, vocês são cegos ???

A França é a nossa “PARCEIRA ESTRATÉGICA”.

Se ela não quer acabar com os subsídios agrícolas, é porque é bom para o Brasil !

Se ela quer vender o Rafale, é porque é bom para o Brasil !

Por favor, RESPEITEM a nossa “PARCEIRA ESTRATÉGICA”.

A França tem muito a nos ensinar.

E nós, terceiros mundistas, temos muito que aprender com ela.

[ ]s

Alex Nogueira
Alex Nogueira
10 anos atrás

To vendo que vai dar F-18SH ou FX-3. No mais consideraria F-16 MLU e F/A-50 Golden Eagle.

Alex Nogueira
Alex Nogueira
10 anos atrás

Minha proposta para acabar com o FX-2: Visto que o FX-2 está de mal a pior, e tendo o RAFALE conquistado a antipatia de quase todos… Penso que a EMBRAER deveria fazer uma Joint-venture com a KAI/Lockheed e produzir sob licença o KAI F/A-50 Golden eagle aqui. Produziriamos 100+ unidades e teriamos um vetor de caça/defesa aerea eficiente para nosso cenário, moderno e com baixo custo de aquisição e manutenção, uma vez que a Coréia do Sul vai produzir (previsto) em torno de 300 unidades, já teriamos uma dissolução de valores, sem contar que Israel vai abrir concorrência para LIFT… Read more »

Brazilwolfpack
Brazilwolfpack
10 anos atrás

Cada dia mais vejo as Faas do Brasil como a maior piada da America Do Sul.

Pegasus
Pegasus
10 anos atrás

“deixar o tio sam feliz”, mas nem f…, alias, pra quem quer desenvolvimento tecnologico nessa area, o governo deveria começar dando subsidios a empresas que queiram desenvolver motores e radares nacionais, peças chaves num produto nacional, porque esperar que os outros paises vão nos dar de graça por comprarmos seus aviões, mas nem f… pra nós.

Alex Nogueira
Alex Nogueira
10 anos atrás

O que quiz dizer em “deixar o Tio San feliz” é que ao menos poderiamos ter um pouco de PAZ para equipar nossas FA com vetores que são atualizados e que não trazem problemas politicos de bagagem.

É OBVIO QUE O IDEAL SERIA PEGAR TODO O MONTANTE DE VERBAS e investir em desenvolvimento de tecnologia nacional.

Sirkis
Sirkis
10 anos atrás

Saudações!

“A FAB pode até não voar o bicho, mas não pode recusar-se a recebê-lo. Não tem poder para isso.”

Acertou na lata Vader. Eu não entendo a revolta da Jihad francesa quando o avião que eles tanto querem vai chegar logo mais. Pra falar a verdade o fx acabou em julho do ano passado – e não em setembro – com a decisão em cima do Rafale. Acho que essa informação vai deixar o Francisco mais calmo hoje.

Boa Tarde!

Rafael
Rafael
10 anos atrás

Daqui a pouco até o Ministro da Cultura vai dar opnião sobre o FX-2.
Do mai isso serve pára mostrar a incopetencia de um governo, que se aparelhou do Estado e escolheu ministros por favores politicos e não por competencia.
Não existe ligação entre uma licitação de caças e agricultura, só mesmo o nosso GF, para pensar numa coisa dessa.

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

Vader, Sirkis, Grifo, entendo… vou considerar isso sim… mas… ah deixa quieto! rsrsrss Sirkis, estou imune a Justa Causa, aqui na empresa! rsrsrsrs mas se vc quiser comprá-la e me mandar embora… vou virar seu fã! rsrsrsrs Rodrigo, é só minha opinião! minha entendeu? concorde ou não concorde vc! aliás, se te incomoda, pq vc não tenta me fazer mudar de idéia! como tentam os amigos Vader, Sirkis e Grifo!??? não acha mais produtivo? do que ficar ironizando apenas e se escondendo atrás do manto sagrado das FAs, como se este não errassem nunca? Vader, não sou descontente com a… Read more »

ZE
ZE
10 anos atrás

Pessoal, o que é bom para a FRANÇA, é bom para o BRASIL.

[ ]s

Sirkis
Sirkis
10 anos atrás

Saudações Alex!

Eu sou mais radical. Compramos 16 F-16 block 52 usados agora. Mais tarde compramos diretamente sem ToT o T-50 russo para substituir tudo depois – falo dos mikes, A-1 e f-16 usados. Mais rápido, mais fácil e sem gastar muita bufunfa.

Boa Tarde!

Pegasus
Pegasus
10 anos atrás

Se fosse tão obvio, Alex Nogueira, nossos governantes teriam feito, ou sera quenão???

Rafael, caças e produtos agriculas, são produtos, tudo esta envolto em comercio e negociação

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

Será Sirkis, eu to achando que o Rafale e seus concorrentes vão continuar bem acima da linha do Equador…

Na verdade todos sabem! que venha qualquer um, principalmente SH e Rafale, não vejo “lucro” no NG e seu tempo de desenvolvimento de 4geração!

Sds!

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

“Eu sou mais radical. Compramos 16 F-16 block 52 usados agora. Mais tarde compramos diretamente sem ToT o T-50 russo para substituir tudo depois – falo dos mikes, A-1 e f-16 usados. Mais rápido, mais fácil e sem gastar muita bufunfa.”

Onde assino!?

pensei que nunca iria concordar plenamente com vc Sirkis, mas essa me surpreeendeu em G.N.G! rsrsrs

Madvad
Madvad
10 anos atrás

Só falta o Lula aparecer com algo do tipo “estou comprando os Rafales, para a América do Sul não sofrer sanções”

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

O problema é achar F-16B50 usados! mas compra novo mesmo! depois vende pra Argentina… sem alguns parafusos… 🙂

Alex Nogueira
Alex Nogueira
10 anos atrás

O problema é que nossos governantes acham que tecnologia vem em pacotinhos e simplesmente se compra. Tecnologia se adquire estudando e testando idéias e queimando a cuca hehe

Nossos governantes acham que tudo se resolve comprando. Falta força de vontade em correr atrás e desenvolver tecnologia exclusiva.

Nem tudo precisa ser “TOP”, já disse muitas vezes que com uma grande quantidade de vetores “simples” como o F-5M teriamos vantagens contra atacantes que venham de outros continentes.

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

Se a FAB sabia, como sabem alguns, que não haverá TT significativa, e seus custos são escassos (coisa que não bate bem) pq ela não escolheu os caças mais pertinentes? F-16B50/60 e o Gripen C/D? pq colocou os bimotores na mesma sesta? digo: pela estratégia? penso eu que sim! mas errou, pois o Griepen/NG tem muito dos USA! restaria a Russia, mas, segundo a FAB, eles não quiseram a TT… mas o que importaria isso afinal? d´puvidas…