Home Estratégia Decisão sobre compra de caças pode sair neste semestre, diz Jobim

Decisão sobre compra de caças pode sair neste semestre, diz Jobim

114
142

F-X2 logo by www.aereo.jor.br

vinheta-clippingBrasília – O ministro da Defesa, Nelson Jobim, reiterou hoje (28/5) que espera uma decisão do governo ainda neste semestre sobre a compra de novos aviões-caça para a Força Aérea Brasileira. Depois disso é que virá o processo de licitação.

Segundo ele, a decisão será do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, depois que receber parecer do Conselho de Defesa Nacional sobre o assunto. Jobim negou que o ano de movimentação política possa atrapalhar a decisão.

Jobim afirmou que a Defesa Nacional “não é desenhada pela política, é necessidade que vem sendo adiada há 20 anos e por isso mesmo não poderia ser resolvida de uma hora para outra”.

O ministro lembrou que de 1995 para cá o processo de compra de aeronaves foi interrompido em três momentos, inclusive no ano passado, por causa da expectativa em torno da crise econômica mundial. Segundo ele, além da compra de 12 caças para a Força Aérea, o governo deve se preparar para substituir até 2015 os aviões Hercules C-130 da FAB.

Nelson Jobim falou sobre o assunto em entrevista na Base Aérea de Brasília, depois da cerimônia comemorativa do Dia Internacional dos Mantenedores da Paz da Organização das Nações Unidas (Peacekeepers).

Desde 2008, a data vem sendo festejado em 28 de maio, com a participação de contingentes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. Centenas de militares que já participaram de missões de paz do Brasil em diversos países desfilaram durante a solenidade, quando foi depositada uma coroa de flores em homenagem aos soldados mortos durante essas missões.

FONTE: Agência Brasil

LEIA TAMBÉM:

142 COMMENTS

  1. Os prazos só aumentam ,no começo do mês depois, no fim do mês ,dai no fim do semestre ,e ai por adiante ,fim do ano, fim da década ,fim do século …

  2. Quantas vezes eu falei que as desculpas estão sendo formuladas para o cancelamento ?

    O problema é que eu não tenho certeza se vão ser homens e cancelarem oficialmente.

    Daqui a pouco começam a aparecer os representantes do MD por aqui com as suas teses pseudo intelectuais, com uma mau disfarçada ideologia PTista falando que está tudo certo.

  3. Na boa!! Eu nem acompanho mais essa palhaça que virou o FX-2!
    Enquanto estava só na mão dos militares estavam bom, era trabalho sério, agora quando caiu na esfera política ai virou um circo só!
    Todo mês eles dizem: Olha final do mês sai!! Passa-se mais um mês e novamente: Olha final do mês sai!! Não tenho nem mais acompanhado pra não passar raiva.

  4. Mas eh um comediante mesmo esse Jobim! Aposto que por semestre ele entende os proximos seis meses…

    E olha o ato falho aih, gente!
    “Segundo ele, além da compra de 12 caças para a Força Aérea (…)”

    Ops! Vc viu certinho, Bandeira!
    O pior eh que ainda estah escrito “segundo ele”! Deve ter escapado… a ideia de contingenciar o projeto jah estah acertada, galera! Isso jah garante a “parte do Santo”, e jah dah para enganar que protege Brasilia.
    Nao soh os Franceses vao acertar um contrato bilionario, como jah estah combinado que vamos pagar uma multinha basica pra eles (sim, pq vamos quebrar o contrato e comprar soh 12)! Eh pra se orgulhar, neh? Vamos salvar a industria aeronautica Francesa!

    Oras bolas… jah que “queremos” dar uma de “players globais”, por que nao aproveitamos a deixa e mandamos o NJ para coordenar o projeto nuclear do Iran? Isso sim seria garantia de que aquele reator nunca vai funcionar…
    😉

    Abs!

  5. Ja encheu o saco esse Jobim enrolando. Esse programa vai ser cancelado, não vÊ quem não quer. Já chega dessa ladainha.. Há anos que esse processo vem se desenrolando e nada da escolha.

  6. Bem, eu vou ser do contra.

    Uma outra notícia postada aqui por um colega do blog dizia que o parecer do Nelson Jobim já tinha sido mandado para o Conselho de Defesa (para os ministros e comandantes que dele fazem parte).

    Assim sendo, creio que a decisão de comprar o Rafale irá sair.

    Porém, há uma diferença gritante entre a decisão de comprar o vetor francês, e a compra propriamente dita.

    O MPU, os particulares…terão uma ou duas palavrinhas para dar.

    Tudo isso fora os dossiês que irão pipocar na imprensa, internet…

    Aposto que tem muita gente na FAB bem descontente com a escolha do caça pior colocado do F-X2.

    Do descontentamento ao vazamento é um passo só.

    [ ]s

  7. Uma outra notícia postada aqui por um colega do blog dizia que o parecer do Nelson Jobim já tinha sido mandado para o Conselho de Defesa (para os ministros e comandantes que dele fazem parte).

    Caro ZE, isso é barriga. E mesmo se fosse verdade, é irrelevante.

    A decisão é do presidente. E o que esta notícia diz na verdade é que o presidente ainda não tomou nenhuma decisão.

  8. Aliás, se a compra realmente saísse (como disse, a decisão irá sair, já a efetiva compra…), seria um grande desrespeito com a FAB e com os contribuintes.

    Trata-se de um contrato muito complexo. Um tipo de contrato que não se confecciona em 24 horas.

    Para complicar ainda mais as coisas, o próprio Jobim falou que quer atrelar o nosso cargueiro à compra do caça francês.

    Não haverá tempo para fazer um contrato bem costurado.

    A pior coisa no mundo é fazer um contrato às pressas

    Iremos, pois, pagar 2 vezes:

    Uma, pela pressa;

    Duas, pela escolha do pior caça entre os finalistas.

    [ ]s

  9. Acordem pessoal……….

    Voltamos ao estágio FX-1………. onde se considerava comprar 12 aeronaves de superioridade aérea……………..

    Lá vamos nós adquirir mais 12 Mirages 2000 RDI de segunda mão……..

    O Jobim finalmente falou a verdade……………….

    Lá vem mais “quebra galho” para a FAB………

  10. parece aquele filme que passa no sbt algumas vezes: ” a história sem fim”, esperamos por estes caças a mais de 10 anos e até agora não conseguiram fechar um acordo de propina para os bolsos dos políticos deste país. ou alguém aqui acha que o Jobim e o lula estão preocupados com segurança nacional, se acham vcs são muito injenuos e otimistas. este contrato, na verdade o que está por tráz dele, é a apodentadoria de uma centena de companheiros.

  11. “bandeira disse:
    28 de maio de 2010 às 21:39

    Desculpem, mas acho que não entendi direito, está escrito 12(DOZE)
    caças?????”

    Contemplem a prezepada………Caças de 4G(Mas com custos de caça de 5G) aos pingos até 2080……..Quando tudo estiver pronto e entregue……….

  12. ÔÔÔÔ coisa boa heim seu Lobin??? Passar o resto de sua vidinha com milhões de euros, em um paraíso fiscal qualquer, somente por escolher o pior avião para o Brasil… Traidor da pátria. Tá na cara que esta palhaçada de demora do ANÚNCIO do Jaca francês é devido ao fato de que se tem que passar muito óleo de peroba na cara de pau para ESCOLHER O PIOR. Só não ver quem não quer.Já tá escolhido o jJETON FRANCÊS!

  13. O TEXTO DO GALANTE ESTA INCOMPLETO.

    SEGUE O TEXTO DA AGÊNCIA BRASIL QUE FALA EM 36 CAÇAS

    “”O ministro da Defesa, Nelson Jobim, reiterou hoje (28) que espera uma decisão do governo ainda neste semestre sobre a compra de novos aviões de caça para a Força Aérea Brasileira (FAB). Depois disso é que terá início o processo de compra. Três empresas – uma sueca, uma francesa e uma norte-americana – disputam a preferência do governo brasileiro, que pretendeai adquirir 36 aeronaves.

    Segundo ele, a decisão será do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, depois que receber parecer do Conselho de Defesa Nacional sobre o assunto. Jobim negou que o ano de movimentação política possa atrapalhar a decisão.

    Jobim afirmou que a Defesa Nacional “não é desenhada pela política. , é necessidade que vem sendo adiada há 20 anos e por isso mesmo não poderia ser resolvida de uma hora para outra”.

    O ministro lembrou que de 1995 para cá o processo de compra de aeronaves foi interrompido em três momentos, inclusive no ano passado, por causa da expectativa em torno da crise econômica mundial. Segundo ele, além da compra de 12 caças para a Força Aérea, o governo deve se preparar para substituir até 2015 os aviões Hércules 130 da FAB.

    Nelson Jobim falou sobre o assunto em entrevista na Base Aérea de Brasília, depois da cerimônia comemorativa do Dia Internacional dos Mantenedores da Paz da Organização das Nações Unidas (Peacekeepers).

    Desde 2008, a data vem sendo festejado em 28 de maio, com a participação de contingentes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. Centenas de militares que já participaram de missões de paz do Brasil em diversos países desfilaram durante a solenidade, quando foi depositada uma coroa de flores em homenagem aos soldados mortos durante essas missões.

    Edição: Tereza Barbosa

  14. O Ministro, vejam bem, ESPERA anunciar ainda neste semestre. E depois tem o segundo semestre… Realmente, nunca antes neste país… Ah, se tivessemos uma imprensa crítica ou oposição que, realmente, cumprisse seu papel e fizesse oposição…Tudo ficaria mais claro.

  15. Esse assunto já encheu..Só vale a pena falar disso de novo no dia que houver uma decisão de compra ou quando ocorrer o aviso de cancelamento..Gastar neurônios com isso é desperdício..

  16. bom se for mesmo neste semestre a data maxima e 30/06, até ai são mais ou menos uns 13 anos já se passaram, depois desta data vão mais uns 6 meses em stand-by, depois vem mais 13 meses de negociação do contrato, depois vem mais uns 12 meses para começar a construir eses aviões, depois mais uns 36 meses para a entrega de todos, ai ja se passaram mais ou menos 18 ou 19 anos desde o começo do fx, ai eu pergunto quantos bilhões de dolares/euros seram gastos, e mais quanto tempo, gente, horas e todo o tipo de recursos gastos para compra 36 aero-naves que a este tempo estarão completamente obsoletas. eu não entendo isto.e nem me venhão com esse papo furado e transferencia de tecnologia, tecnologia de ponta se desenvolve não se compra na esquina.

  17. ha, outra pergunta e os h2-sabre(mil-mi35) cade as outras 09 aero-naves, pelo que eu li foram compradas 12 e até agora só entrgaram 03. O cronograma de entrega já foi para o espaço. pergunto por favor se alguem souber respoder eu agradeço. obrigado!

  18. André Oliveira disse:
    28 de maio de 2010 às 23:21
    Esse assunto já encheu..Só vale a pena falar disso de novo no dia que houver uma decisão de compra ou quando ocorrer o aviso de cancelamento..Gastar neurônios com isso é desperdício..

    assino em baixo

  19. kkkkkkkkkkkkkkk
    Nós só podemos,
    kkkkkkkkkkkkkk
    Rir de toda essa palhaçada
    kkkkkkkkkkkkk
    Como diz o ditado
    Rir para não Chorar
    Pois é nós somos Barsileiros,digo palhaços, digo, a tanto faz, não é mesmo…
    Depois desses caras NJ e Lulala,
    Quem leva um País desse a serio ?????

  20. O blog tinha que listar no “Leia Também” todos os posts que contém este mesmo assunto, ou seja, o NJ falando sobre quando vai sair a decisão sobre a compra dos caças.

    Começou com um FX para encomenda que ele fez à Santos Dumont em 1906, até chegar à 1945, quando, no fim da WWII, ele começou a anunciar mês-a-mês que seria anunciada 36 P-51 Mustang ou 36 Mitsubishi Zero para nós, até chegarmos agora, desde o segundo semestre de 2009, onde ele passou a anunciar semana-a-semana que poderá tomar a decisão daqui a x dias.

    Ainda acredito que o CTA irá absorver tecnologia aeroespacial alienígena antes do Jobim tomar a decisão.

  21. Informação prestada por um(a) jornalista desinformado (e olhe que é de uma agência oficial) . Primeiro: como é que se escolhe um caça dentre três e a seguir abre-se uma licitação? ora, tenha santa paciência, o (a) jornalista quis dizer assina-se o contrato. Quanto à quantidade (12) tentou pegar carona no texto do FX-1, lamentável.

  22. Isto só acontece com a FAB. Com a marinha tudo esta andando cfe. previsto. Até o corte das chapas do subs já está sendo feito.
    Verdade seja dita, governo bom foi o passado. Este molusco só faz besteiras!

  23. O FX2 não teria de ser complicado.

    Com o fim da vida útil dos caças em uso então a compra passa a ser uma prioridade pois envolve segurança nacional.

    Então a FAB escolheria o modelo; e escolheu de acordo com um programa de modernização da Força com TT e o governo faria sua parte até onde lhe compete na aquisição. Simples assim.

  24. Nelson Jobim é um fanfarrão.

    Político que pensa apenas em turbinar seu carreirismo independente de quem governe o país.

  25. Fala sério, essa piada já está sem graça, sinceramente que venha qualquer um ou cancele de uma vez por todas, isso já virou palhaçada.

  26. Amigos, vou repetir pela bilionésima vez:

    PARA O JOBIM É RAFALE OU NADA….

    TODOS ESTES ATRASOS SÃO PARA ARRUMAR UMA MANEIRA DE JUSTIFICAR O PÉSSIMO NEGÓCIO COM OS FRANCESES.

    Está difícil arrumar, ainda mais com a campanha cada vez mais perto.

    Então esqueçam todo o resto, o Plano B de quem entende está em curso e teremos novidades no ano que vem, se Deus quiser ainda no primeiro semestre.

  27. Esse ministro é um fanfarrão!

    Cadê os caças sr ministro???? Vai enrolar um anúncio assim lá #$ @$$#¨@%%%%#&&&!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    @$#¨¨@ Já não tá escolhido?!??!? Então anúncia de vez essa Jaca Francesa e encerra esse FX2.

    []’s

  28. Eleazar Moura Jr. disse:
    29 de maio de 2010 às 4:48

    Concordo contigo!!!!

    Li em várias fontes e o conteúdo é o mesmo, mas os erros somente na agência Brasil.

    INFELIZMENTE os editores do PODER AÉREO escolheram a pior fonte, além de OMITIR a única parte que menciona os 36 caças.

  29. Ahahahaha, 12 caças? Ahuahuahuahuahua!!!! 🙂

    De duas uma: ou essa Agência Brasil é um lixo (o que não é impossível, dado tratar-se de um “cabidão de empregos” pertencente à mesma EBC do Ex-Terrorista Franklin Martins e à patética TV Brasil da Teresa Cruvinel), ou o Nelson Jobim cometeu um tremendo de um ato falho, muito revelador de que o FX2 está cada vez mais caminhando pro túmulo a passos largos: não serão mais 36 caças, serão apenas

    DOZE! DOZE anos, DOZE caças!

    O que, convenhamos, já é mais do que a Dassault está produzindo de Rafales por ano… 🙂 Ao adquirir doze caças, generosamente manteremos a linha de produção de nossos “parceiros estratégicos” aberta…

    Interessante foi ele dizer que a compra foi adiada do ano passado para esse por conta da crise mundial. Oras, mas o governo não havia dito na ocasião que era apenas uma “marolinha”??? Porque o medinho então?

    Esse FX2 é uma comédia desde o 7 de setembro de 2009. Ali, com o anúncio antecipado pelo nosso glorioso “Cinquenta-e-um”, acabou-se o sonho de reequipamento da FAB. O que veio dali pra frente é trololó de políticos e desculpa para gastar mal o dinheiro do contribuinte. E dane-se a Força Aérea Brasileira e a defesa de nosso espaço aéreo.

    Só não enxerga quem não quer.

    Vader apóia o ENTERRO do FX2!

  30. perdoeme!! não estou querendo defender ninguém..mas quem é o culpado disso tudo é em primeiro lugar os deputados e senadores especialistas em estratégias militares e o outro o brigadeiro do ar lula que esta pegado com os francese assim como no pré sal, não quer floxar por nada ou é rafale ou nada. o jobim é só um transmisor de noticias que não decide nada sem eles então não podemos culpalo de algo que não lhe é de sua alçada. mas sempre acorda rebenta no lado mais fraco. lula e os deputados fazem as marólinha e jobim q paga o pato.

  31. Proposta ao Blog. Colocar a questão.
    – Como será o FX3?
    – Quais aeronaves devem participar?
    – Quais os números do FX3 (quantidade, custo, etc.)?
    – ToT mito ou verdade?
    []s

  32. Continuo apostando (R$0,01) que os testes lá na Índia estão tendo uma importância maior do que o esperado sobre a escolha do nosso F-X2.

    Provavelmente o NJ não esperava por um resultado pífio do seu caça preferido e uma boa performance do Gripen. Vai saber?

    Aguardemos!

  33. André Castro disse:
    28 de maio de 2010 às 21:50
    “Os prazos só aumentam ,no começo do mês depois, no fim do mês ,dai no fim do semestre ,e ai por adiante ,fim do ano, fim da década ,fim do século”

    Isso que você acabou de falar, em matemática, chama-se recorrência. O problema é achar a função que descreve essa recorrência.

  34. Essa história do FX-2 já passou do ponto a tempos. É bem possível que o programa ja tenha “subido no telhado”, mas essa história de colocar datas para o anúncio que são sempre superadas é ridicula. Falta uma postura minimamente séria.

    E ainda não entendo por que não foi negociado o pacote todo (120 aeronaves), mesmo prevendo revisões nesse número, visto que perdemos em escala e obviamente (pela tradição de pouco peso das questões militares) vamos perder mais recursos para o total desenvolvimento de qualquer proposta vencedora no FX-2.

  35. Amigos

    Quem deveria descidir seria os pilotos de caça que vão arriscar sua pele. Qual caça que eles acham melhor,alguem sabe? E quem vender vai ter que dar boa logistica, e transferencia tecnologica.

    Abs

  36. A lógica é comercial sim. O custo será menor se a India também optar pelo caça francês. Este atraso de mais 30 dias e espera de fato novo. O caça está escolhido, o preço pode ser reduzido. É como eu penso.

  37. Nao vem…

    Não vou dizer que tenho uma esperança… afinal é a ultima que morre…ehehe

    Mas, sendo realista, acho que o governo só aguarda a melhor maneira de enterra o processo.

  38. Se o FX2 está tão atrelado assim ao MMRCA da Índia, quando está previsto a definição por lá?
    Acredito que é um erro esperar por uma definição do MMRCA, pois a situação política, estratégica e tudo do interesse na região não têm nada a ver com o Brasil. A escolha da Índia pode ser o Mig35, e daí, como ficamos na história?
    Cancelamos tudo e vamos pro FX3 mais combalidos do que nunca? Já imagino as manchetes dos jornais estrangeiros…
    “Brasil a duas gerações com seu caça furtivo, algo intangível que ninguém consegue ver, nem seus pilotos” FX1, FX2 e daqui a pouco o Tri FX3… Vamos direto para as aeronaves de 6a. geração.
    []s

  39. A Agência Brasil atribuiu ao Exmo. Sr. ministro da defesa a seguinte expressão: “Depois disso é que virá o processo de licitação.”

    Se a fala é do senhor ministro, que vergonha! Se é do jornalista, que pena!

    Franco Ferreira

  40. Meus pitacos

    Se a FAB aprendeu, não haverá um FX3.

    Não pela FAB, mas por não dar tempo para muita intromissão da turma de colarinho branco. O FX2 estava indo bem até a turma do GF começar a se intrometer e isto não começou em setembro, em 07/09 houve só o vazamento para o público, começou bem antes uma pressão pró-Rafale vinda do MD.

    Vai-se no fabricante escolhido testa a exaustão, negocia a ToT desejada e fecha negócio.

    Observem como foram tranquilos os processos do BH e do C295.

    Dizer que a FAB não sabe escolher e fazer negócio é injustiça.

    Toda esta demora é justamente para achar uma justificativa plausível que endosse o Rafale.

    1º – Era a transferência irrestrita..

    No fim os franceses não colocaram no papel e o tal de “Consórcio Rafale”, serve somente para comprar um Rafale em 72 meses, só receberemos as partes de propriedade da Dassault, sem eletrônicos de monta e sem motores.

    Americanos e suecos tem propostas muito semelhantes. Boeing e SAAB OFICIALMENTE tem uma ToT do mesmo nível, sem eletrônicos de monta e sem motores.

    2º – Era a parceria estratégica..

    Não precisamos ser gênios para entendermos que nas questões que realmente importam para os franceses, eles continuam com as suas posições tradicionais, ao lado dos seus aliados tradicionais e fo..-se o Brasil.

    Ahhh mas eles apoiam a entrada do Brasil no CS da ONU. E aí ? O Sarkozy é dono do mundo ?! Quem manda de verdade deve dar risada sobre isto.

    3º – Agora é o KC390..

    Está mais do que claro que os militares franceses não querem o avião. Eles já tem os seus Hércules, inclusive da versão alongada. Estão esperando o A400M e para quem afirma que eles utilizarão o KC390 por ser de categoria inferior ao A400M, os franceses utilizarão o A400M para substituir o Transall também!

    Afirmar que o apoio francês vai ser um impulsionador de vendas do KC390 é piada. Eles não conseguem vender facilmente nem o seu avião, quem dirá o dos outros!

    Com relação ao avião em si, em termos táticos teremos um excelente avião, mas pessimamente armado. As armas modernas e mais interessantes que os franceses irão utilizar dependem de parceiros externos para aprovação de venda ao Brasil.

    Ué, mas os franceses não são independentes ? 😉

    Teremos um avião caríssimo com um contrato de manutenção atrelado aos franceses, por somente dez anos e depois será por nossa conta e risco. Quem garante que este valor que os franceses, durante estes dez anos, irão pagar não vai subir muito, com a Dassault compensando o Governo Francês de outras maneiras ? A Dassault continuará honrando o seu contrato conosco desta forma.

    Vai ser fácil para o NJ justificar isto ?

    Ele é um excelente jurista não, é o Mr. M!

  41. huahuahauahhahhaaa

    EU JÁ SABIA!

    É óbvio que esse atual governo não vai escolher nenhum caça. Foi tudo um grande circo montado para parecer um grande ato de governo, mostrando preocupação com a capacitação tecnológica e a defesa de nosso país. Apenas jogo de cena, tudo merketing político.
    No início os detentores do poder de escolha acharam que “algo” para seus cofres, quando viram que se apontassem um vencedor ( o que mais metesse din-din na jogada) sofreriam sérias acusações e desconfianças pelos preteridos e pelos apoiadores das opções preteridas, esses partiram para a protelação e agora a desculpa está já escancarada – em final de mandato o atual governante não pode fazer uma escolha deste porte.

    Isso é parte do preço que pagamos por eleger sempre o candidato que conta com o apoio da mídia, Foi assim com Collor e quando este não se mostrou obediente aos desmandos do governo paralelo rapidamente a mídia o tirou do poder e não o povo, este último, um bando de ignorantes manipulados pelos interesses dos dominantes e que como intertimento têm as preocupações do futebol e novela, e, bigbrother.

  42. Ah, mas aí sim, 12 porqueras caças!

    12 ????

    hahaha… é piada mesmo. E os lunáticos ainda querem assento no CS da ONU !

    Doze caças se compra com o que o Brasil doou ao Haiti e a Grécia, e um pouco dos gastos do presidente e sua comitiva em viagens.

  43. Rodrigo disse: 29 de maio de 2010 às 9:29

    Huuuuummm qual seria o plano B, será que já dá para falar ???
    Será sobre uma certa visita de uma Pop Star há algum tempo atrás ????
    hehehehehehe

  44. Os atrasos por conta da atual política brasileira já esta sendo visto como um certo descrédito o cancelamento será uma tragédia. Veremos nos noticiários internacionais.
    “O BRASIL NÃO É UM PAÍS SÉRIO”, após longo 14 anos de licitação muitas horas de negociações, preparação de short list, reuniões, palestras, testes diversos, atrasos, muito dinheiro gasto tanto pelo lado do Brasil quando os licitados, é CANCELADO o Programa FX-2.
    Se formos para o FX-3 não se assustem se aparecer um único interessado oferecendo um produto muito aquém das espetativas da FAB. Aí escolheu muito saiu escolhido.

  45. _______________

    EDITADO
    ————————-
    RobsomMBr: “O TEXTO DO GALANTE ESTA INCOMPLETO.”

    Bom, Robsom… eh um clipping, entao nao tem problema se foi clippado. independente disso, a parte corada foi uma introducao. E a parte que nos doi foi a declaracao do Jobim. Uma vez que eh um numero claro, dado em uma declaracao, acho dificil a reporter ter alterado isso, desta maneira que vc apresentou.
    Pode ateh ser um erro de digitacao/editoracao (teria ele dito 120?), que infelizmente eh comum ateh em publicacoes tecnicas… mas dado o historico do personagem, eu avalio como ato falho dele mesmo.

    ——————-
    Rodrigo: “Para o Jobim é Rafale ou nada…. Todos estes atrasos são para arrumar uma maneira de justificar o péssimo negócio com os franceses.”

    Na mosca! Soh que nao para por aih. Nesse longo F-X2, quantas viagens para a França nao pagamos para esse povo ir passear em Paris, e acertar seus lobbies? Eeeeee vida boa!

    “Brandalise nao suporta mais nem Jobim, nem Lulla”

  46. Pessoal, só uma coisa, teve pessoal indo pra Suécia também… E se alguém contabilizar, chegarão a um número maior de jornalistas e políticos indo pra Suécia do que pra França… Não existe santo neste negócio e só os inocentes acreditam na santificação e pureza dos Suécos, os AT-4 Saab Bofors Dynamics nas mãos da FARCs provam isso.
    Se não sair o FX2 somente a FAB irá perder ninguém mais… Ficará desmoralizada nas próximas tentativas de FX…

  47. Caros

    ESTA INCOMPLETO…….

    “Jobim afirmou que a Defesa Nacional “não é desenhada pela política……” ,

    Agora esta completa, só faltava essa frase, Ha, Ha, Ha

    Abs

  48. Os AT4 que estão nas mãos da FARC foram vendidos ao Chavez e não para os terroristas da FARC.

    Não existe isto de ficar desmoralizado, se tiver um nova concorrência voltarão todos aqui de rabinho abanando.

  49. Primeiro vão e colocam um político e jurista pra comandar as FAs………Depois a coisa toda passa a ser decidida por um político totalmente odiado(Maioria) pelas FAs………….E pra esculhambar de vez com tudo ainda tem a oposição do político…Sabotando tudo pra ver se consegue algo…………

  50. Não existe isto de ficar desmoralizado, se tiver um nova concorrência voltarão todos aqui de rabinho abanando.

    Caro Rodrigo, eu não sei disso. Caso um novo processo seja reaberto com um Lobim no comando, duvido por exemplo que a Boeing aceitasse participar.

    Para mim os danos a imagem do Brasil foram imensos. Nunca se viu em nível nacional ou internacional tamanha parcialidade e manipulação por parte de uma autoridade envolvida no processo para beneficiar um dos concorrentes. Não falo aqui nem dos fatos bizarros do 7 de Setembro, mas de pronunciamentos e ações tomadas diariamente por esta autoridade. O que aconteceu com os submarinos e no EC-725 foi fichinha perto do que estamos vendo agora.

    Na minha modesta opinião a decisão ainda não foi tomada porque ela ainda não foi tomada. Não acho que o presidente Lula tenha feito ainda a sua escolha, e por isso está sujeitando o Lobim a este constrangimento de ficar postergando continuamente o anúncio.

    Pode ser que o presidente esteja usando isto como barganha nos acontecimentos atuais com o Irã, pode ser que tenha decidido não decidir nada, pode ser que esteja deixando para os 46 do segundo tempo onde não vai dar mais tempo do contrato ser assinado.

    De qualquer forma eu duvido que o Rafale leve essa. Pode até ganhar mas não leva. E estou aceitando apostas…

  51. Putz…..Putz….. Vampiro Brasileiro…Putz…

    O Vader tem razão, como eu mesmo já vinha dizendo….. Vader, a FAB já comprou a pá e abriu a cova……. quando largarem o cadáver, enterram!!!

    E como disse meu amigo Rodrigo, vem aí o famigerado Plano B.

    PS: Baschera apóia o enterro do FX-2 e se sobrar um cantinho, do NJ junto.

    Sds.

  52. “…Depois disso é que virá o processo de licitação…” Estou começando a pensar que estão estudando uma maneira de dizer não aos franceses à francesa; espero que nos livremos de uma vez por todas da possível futura rainha de hangar – Rafale – Que venha o pequeno/grande Gripen.

  53. O NJ está soh ganhando tempo para ver se sai o negócio dos Rafale para os Emirados Arabes Unidos. Ele estah tentando ganhar mais alguma coisa…

  54. Pode anotar vai dá F-18 SH eu queria a Rajada mas não vem e o Gripen pode ser que venha tambem.Mas é tudo achismo meu.

  55. SE a crise europeia se manter por mais um ano, a Dassault vai ter de se desesperar e fazer cair o preço – ToT já era, é o oferecido e pronto, se quisermos mais, só reabrindo o FX, mesmo – já que este é o unico limitante sério a decisão da compra das pestes dos rafales. Eu nãoa ch que o MMRCA vá influenciar em algo aqui, embora este seja um excelente exemplo de processo licitatório, escluindo-se o propinol habitual deste tipo de contrato…
    Deu a pinta de que o F-X foi pro vinagre, mesmo. Chegando 28/07 pára tudo, e vem o período eleitoral. Assim, se decidirem algo, só sai depois de dezembro. E DOZE caças? palhaçada. Vamos logo comprar 36 F-18 dos estoques dos EUA e deixr o FX-3 pro PAK-FA em 2020…
    (F-5 sobrando, parece que a suiça ainda tem uns lá… mas dá pra pegar uns F-16 de quarta mão lanternados e com recibo aberto…)

  56. Continuo reiterando que os testes lá na Índia estão tendo uma importância maior do que o esperado sobre a escolha do nosso F-X2.

    A procederem as informações do texto supralinkado, dúvido que Lula e Jobim consigam explicar honestamente a opção pelo Rafale.

  57. Rodrigo, mesmo colega, menos…
    Existem razões de sobra para não se optar pelo F18E/F Super Hornet, pelo projeto do Gripen NG e pelo Rafale, mas é melhor um deles na FAB que um FX3, acredite.
    O MMRCA não têm nada a ver com o FX2, absolutamente nada, nenhuma conexão.
    A demora do Jobim é preocupante, claro que é, mas se não anunciar nenhum vencedor, além da FAB quem perderá serão o próprio Nelson Jobim, o Lula, e todos os lobistas pro trás de cada proposta.
    A opção americana está descartada, com Hillary Clinton dizendo todos os dias que o Brasil está sendo enganado pelo Irã, e votando contra tudo que o Brasil vota a favor, da Rodada Doha, OMC, e por ai vai… Queria ver se este vazamento de óleo da BP no Golfo do Mexico fosse no Brasil, o que a CNN, NYTimes, The Economist iriam publicar… 40 dias de vazamento de óleo e os incompetentes ainda não decidiram enterrar o poço com concreto ou coisa que o va-lha, para não sacrificar o poço, não perder a sonda $$$$$$, mas isso é uma outra história.
    Não vai dar Gripen NG, nem com Luis Marinho, ou os Sindicatos do ABCD todos juntos desejando, pois a Suécia não pode entregar tudo que prometeu, pois não domina metada da tecnologia presente no DEMO. Se for pra integrar, entregue os requisitos para a Embraer, e ela sairá comprando tecnologia de Israel a Coreia, do Japão a Itália e monta um caça para a FAB, mas desejamos cortar caminho, e o Gripen não me parece entregar as coordenadas para este overlapping.
    A Dassault precisa ser estimulada pela Governo Francês a aceitar perder agora para ganhar depois, com um parceiro, que se for respeitado será por um longo período. O Brasil ganha tecnologia, a Dassault recursos para se manter viva, assim como recursos escassos hoje para novos programas.
    Se nada disso funcionar, bem, o negócio é parar, e ver o que podemos fazer, o que existe no mercado como caça tampão. A alternativa na sequencia é animar a Embraer a entrar neste mercado, uma vez que seu mercado de jatos executivos e regionais está pra ganhar concorrentes Chineses, Russos, Japoneses…
    Ter sucesso neste seguimento é incerto, ou cresce ou desce como diz o Lula ehehehehe ou melhor ou dá ou desce….
    Não existe alternativa senão sair algo deste FX2. A demora pode estar ligada ao orçamento deste ano e a situação de inflação alta, com anunciados cortes nas despesas deste ano pelo Guido “scarface” Mantega para tentar frear a economia.
    Vamos aguardar.
    Sem estresse, o melhor pra FAB é que saia de uma vez um vencedor deste FX2.

  58. RobsonMBr disse:
    29 de maio de 2010 às 23:00

    A minha não vale nada, a que vale é a deles.

    Pena que eles tem receio em expor os seus motivos 😉

    Wolfpack disse:
    29 de maio de 2010 às 23:32

    A FAB perderá mais com o Rafale, que com o plano B.

  59. Bem, como ninguém mais sabe o que é verdade ou o que é mentira, aí vai mais uma nota.

    Acabei de ler, na Revista Dinheiro, que o Lula só vai comprar o Rafale se a França votar, no Conselho de Segurança da ONU, a favor do acordo desenhado pelo Brasil e pela Turquia com o Irã.

    Se a nota for verdadeira, devemos esperar pela decisão em fins de junho, pois em meados do mesmo mes, o Conselho de Segurança se reunirá para votar.

    Isto é, se a nota for verdadeira.

    [ ]s

  60. Esse governo e uma piada , a decisão sobre a compras dos caças e apenas mais uma das diversas decisões que deveriam ser tomadas pelo
    presidente Lula , que por medo de contrariar a opinião publica , fica se escondendo atraves de pessoas como o ministro Nelsom Jobim que para proteger esse presidente de fachada , fica enrolando na tomada de decisão, como se a decisão já esteja definida.
    Ser Presidente não e só anunciar novas descobertas de campos de pretoleo , fazer inaugurações , fazer doações a paises necessitados
    e principalmente tomar decisões que reflitam a opinião de boa parte dos brasileiros ( ex. Ter posição firme com paises como Bolivia,Venezuela,deportar o italiano assassino,definir uma porcentagem de aumento para os aposentados, etc… )
    o que queremos e um governante que DECIDA e assuma as consequencias.

  61. Ola,

    Vale lembrar que ja tivemos um FX, num governo de ideologia diferente, e mesmo assim o processo nao vingou.

    Serve para mostrar que nao temos apenas um culpado nisso.

    abracos,

  62. No Governo passado naufragou por causa de dinheiro, agora vai naufragar porque os vermelhos e rosados querem demais empurrar uma solução que igual as outras e por um valor muito mais alto das concorrentes.

    Se não fosse em ano de eleição teria uma pequena e remota chance de dar certo.

  63. ZE disse:
    30 de maio de 2010 às 0:26

    Também estou achando que é por aí. Estão aguardando alguma coisa. Estão indo para barganha.

    Apesar de minha preferência, estou inclinado a aceitar o fim do FX-2.

    Depois que o processo sai da esfera técnica/estratégica e passa a ser instrumento político/ideológico e de barganha passa a ter pouca credibilidade.

    Vamos ver o que vai dar. Talvez com a indefinição e as brigas dentro da FAB e do MD, perdeu-se o “TIME” da compra.

    Vamos aguardar, mas já estou achando difícil sair alguma coisa. Como existe a necessidade e a aceitação popular pelo reequipamento, talvez seria melhor esperar o novo governo e tentar uma nova solução que não passe pela dependência americana ou de ficar tudo na mão de um só fornecedor.

    Se não sair em junho, RobsonMBr apoia o fim do FX-2.

  64. A notícia tem um certo fundamento.

    Só trocaria o apoio ao Irã, pelo tratado adicional que o Brasil não vai assinar e o GF quer o apoio francês de qualquer jeito para isto e evitar prováveis sanções.

    Levando-se em conta que o Governo Francês já tem até um site explicando o porque do tratado adicional, já da para sabermos qual será a posição deles 😉

    Este é o grande condicional para o MRE que vai mostrar se a parceria é séria ou não.

  65. Vetor nosso que estarás nos céus..Moderno e bem armado seja vos.. Respeitável e temido seja o vosso nome. Venha a nós o melhor caça, bem como a tecnologia necessária. Seja feita a vontade da FAB, assim como o da razão.. E não nos deixei cair em tentação e livrai-nos de todo “RAmALE”…
    Gente, 1 minuto de silêncio em memória do finado FX2..

  66. O FX2 vai sair, não sei quando mas vai sair…
    O Saito só quer isso para ir definitivamente pra Reserva.
    Mas acho que antes do FX2 da FAB sai o FX das escoltas da Marinha. Os caras por lá são mais decididos…
    []s

  67. Se o Saito quer o final do FX2 para ir para reserva está tudo certo, quem manda é ele.

    Seria a peça que falta, FAB e o GF em sintonia em favor da Bichafale.

    A FAB não é colegiado.

    Não entendo esta questão de dizer que as coisas na FAB são mais enroladas.

    A MB resolveu com os subs facilmente porque só tinha um concorrente. Se a HDW ou qualquer outro com experiências em subs nucleares, dispostos a entregar o projeto do casco, com certeza não teria sido tão fácil assim.

    As escoltas que já tem vários concorrentes não está nada decidido e já faz um tempão que estão conversando com os concorrentes, idem para o NaPaOc.

    Ter fé, vontade, desejo é uma coisa, mas os fatos são diferentes.

  68. Enquanto isso…

    “O Gripen pousou em Leh. Desligou os motores. Acionou novamente duas horas mais tarde conforme solicitado após a equipe fazer um leve almoço. Depois decolou com 2 mísseis Iris T, e 1.600kg no tanque externo central mais todos tanques internos cheios. As avaliações de desempenho foram conduzidas em Adampur. Sem problemas. Os pilotos da Força Aérea da Índia voaram no assento traseiro. A equipe do Gripen basicamente disse que eles fariam tudo aquilo que a Força Aérea da Índia solicitasse que fosse feito. O voo vindo da Suécia também foi perfeito. Lembrando… o caça é um protótipo evoluído… mas por ser um protótipo haviam riscos evidentes para a equipe Gripen por estarem dispostos a enfrentar tais desafios. Tudo que foi alcançado foi verdadeiramente impressionante. Não tenho certeza se o Gripen voou na Índia na velocidade supercruzeiro (onde o caça atinge velocidade supersônica sem a necessidade de pós-combustão), embora os pilotos da Força Aérea da Índia tenham voado no regime de supercruzeiro na Suécia, onde eles voaram com o caça de maneira mais intensiva”

    Sds.

  69. “…sai o FX das escoltas da Marinha. Os caras por lá são mais decididos…”

    Ou mais pragmáticos…
    Ou mais “vendidos” aos trampos petralhas, mesmo.

  70. Agenda de Lula 30/05/2010

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva passa o fim de semana em Brasília (DF), sem compromissos oficiais.

    _________________________________________________________

    Jobim, aproveita e vai lá.
    E não se esqueça de levar o “Grand Cru” que trouxe do Chateau D’assault.

  71. Discordo da questão dos SNB da MB, existiu sim uma consulta a Russia, Estados Unidos e França, mas como sabemos nenhuma aceitou transferir nenhuma tecnologia de SNB Nuclear e a escolha se deu por exclusão.
    Algo similar ocorre com o FX2, devido ao histórico de embargo americano a venda de material/tecnologia bélica põe em dúvida a capacidade da Suécia entregar o que promete no Gripen NG, e nem se fala no F18E/F Super Hornet.
    Portanto o Nelson Jobim deve acreditar poder tirar mais dos Franceses antes de assinar o contrato com os Rafales (KC390, TNP, Irã, relações comerciais, uma salada de opções).
    []s

  72. Wolf

    Nelson Lobim já se tocou que ToT “Irrestrita”, KC390, TNP, Irã, relações comerciais: O Brasil não vai levar nada disso da França – O Rodrigo já falou isso lá em cima, e essas coisas não são pq o NJ acha q pode barganhar isso com a França, mas são empecilhos (desculpas mesmo) pra empurrar o F-X2 pro próximo governo (lavando assim as mãos): Só falta vcs rafalistas se tocarem disso tbm: ou cotinuem no seu mundo de fantasia onde os 36 vetores gauleses irão como mágica transformar o Brasil em potencia tecnologica e até meter medo nos malévolos imperalistas do norte (mesmo sem considerar q os franceses são lambe-bot…ops, digo… aliados naturais dos Yankees)… sobre a MB, imagine q os 3 tivessem oferecido o mesmo nivel de ToT (no papel, não verbal), e tecnicamente as 3 fossem semelhantes: Vc escolheria a proposta muito mais cara das três? Essa paixão de vcs pelo vetor gaulês é irracional, beira ao fanatismo, não dá pra acreditar… “Freud..ops, quer dizer…só Jobim explica..”

    E só pro Vader ficar mais felizinho ainda: No link q postou, li que o Demo na Índia ta com o radar AESA operacional??? Mas ele não existia?! E ligando sempre de primeira em todas as condições… Bah, se fosse o Poder Aereo q colocasse as notícias q li lá sobre o bom desempenho do Demo NG por lá, rafalistas iam ter surtos e exigindo o fechamento do Blog Aereo por lobby descarado pró-SAAB.

    Admito, seria minha segunda opção para o F-X2, mas parece que o “raquitico” (como dizem os rafalistas: apesar te ter o mesmo tamanho do F-16) Grifo tá surpreendendo e mostrando seu valor por lá: flexibilidade (o q já imaginava pelo projeto em si), mas outra qualidade não imaginava tanta: uma grande robustez tbm… O “raquitico” lá surpreendendo: Já a “ferrari”… bom, ferrari sabe como é, né: qnd tira do asfalto direitinho da champ’s elysee, ou das ruas de Malibu… e coloca em condições adversas (buraco, poeira, etc.): xiiii, não pega mesmo o bichinho… “carro chique e sofisticado” não é feita pra essas coisas 😉 hehe…

    Sds.

  73. Luiz Eduardo, vejo fanatismo de todos os lados. Agora, aposto contigo se o Gripen NG ganhar o MMRCA eu o apoiarei no FX2. Fica acertado assim, a Índia irá bancar o desenvolvimento do Gripen NG e o Brasil somente o compra, entregando aos Indianos os riscos inerentes a este projeto. Certo????
    Assim veremos se o Governo Sueco motiva-se a entrar nesta empreitada duvidosa.
    Se a FAB deseja correr este risco, eu já disse que apoio qualquer ganhador do FX2, seja ele qual for. Tenho minha preferência pelo vetor de maior capacidade de combate dentre os três concorrentes e com maior perspectiva de desenvolvimento.
    Se não der Rafale, também não sai o FX2. Se o objetivo do FX2 fosse um MMRCA (medium multi-role Combate Aircraft) dai sim, eu colocaria o Gripen C/D/F16Blk60/MIG35 para concorrerem, mas o FX2 objetiva substituir todos os A1, Mikes e Jaguares por um único avião de combate e o único que se presta a isso é o Rafale, neste FX2.
    []s

  74. É Wolf…

    Felizmente a FAB não tem a mesma visão que você 😀 😀 😀 😀

    Uma coisa que vai definir bem quem fez de tudo para melar o FX2 é vir a público quem vazou o relatório do COPAC.

    Infelizmente só posso falar que é MUITO DIFERENTE DA VERSÃO QUE EU VEJO NOS FÓRUNS DA INTERNET.

    E um recalcado jornalista ajuda a reforçar esta mentira.

    É lamentável.

  75. Ilmo Amigos

    Os dois ultimos comentarios, são interessante por que apresenta uma discursão tecnica. É muito bom porque aprendemos. Acho o NG se houve-se credibilidade por parte de nosso país, que de fato com a tranferencia de tecnologia, nós poderiamos construir nosso vetores
    eu aceitaria. Depois do A1 com a Italia, nos construimos o que? Com tranferencia de conhecimento naquela epóca, poderiamos ter feito alguma coisa! De minha parte ,longe de fanatismo que não tenho perfil para isto. Eu compraria os dois NG e o Rafale, aquele que ao longo do tempo apresenta-se maior cooperação. Haveria uma decisão rapida, claro com o parecer da FAB. A ceite minhas desculpa caso eu esteja errado.

    Abs

  76. Pelo andar da carruagem, mais dois ou três anos, a potencia aérea do continente sulamericano será a FAV, do camarada Hugo Chavez, histriônico mas não idiota. É um competente executor dos planos do Foro São Paulo.

    O que se chama de indecisão, pode ser explicado lembrando qual a ideologia dos presidentes do Brasil nos últimos 16 (DEZESSEIS) anos! Será mera coincidência a prática contínua do morde e assopra dos esquerdistas sobre a questão da defesa nacional?

    O que os esquerdistas nascidos no Brasil tem para apresentar com relação às FF.AA. Brasileiras nos últimos 70 (SETENTA) anos? A resposta sempre será: NADA DE ÚTIL, a não ser cuidar por todos os meios sub-reptícios, que as mesmas morram à mingua! Lentamente!

    ASSOPROU: Lula com a liberação de verbas para as FF.AA.
    VAI MORDER: ????? com a desculpa de contenção de verbas …

  77. Ahahahahaha , virou a casaca.
    RobsonMBr apóia o fim do FX-2, vai somar com o “Zé de Campinas”. Ahahahaha…
    Com toda loucura, eu ainda creio que vai dar o francesinho na FAB, RAFALE.

  78. Caros

    A continuar no poder H.Chaves o futuro economico venezuelano estará fadado ao fracasso.

    A esquerda nada tem a apresentar pois nunca teve no poder, e hoje não consideraria, isso ai que estar no poder, de esquerda.

    contenção de verbas tivemos por oito anos no governo FHC e qual a desculpa que deram.

    Contenção de verba por questões orçamentarias é uma realidade na Inglaterra, Suecia, França, dentre outros.

    Só não no EUA (Não de forma profunda e realista) enquanto o dolar imperar no mundo.

    E lembrando, um dos motivos da querra com Saddam foi, a de que esse, na epoca não queria aceitar o dolar como pagamento pelo petroleo mais sim o EURO. De nada adiantou, olha o Iran recebendo em outras moeda o pagamento pelo petroleo.

    Wolfpack disse:Tenho minha preferência pelo que oferece maior perspectiva de desenvolvimento.
    Amigo Wolfpack Com certeza até agora a França não demonstrou interesse em desenvolver nada do Rafale com o Brasil o que estamos a fazer com eles é compra de prateleira.

    Wolfpack disse:Portanto o Nelson Jobim deve acreditar poder tirar mais dos Franceses antes de assinar o contrato com os Rafales (KC390, TNP, Irã, relações comerciais, uma salada de opções).

    Isso meu caro é uma crença dele (NJ) e Lula. Os franceses ~serão os unicos culpados se perderem essa chance.
    NJ e Lula já demonstraram ~só querer fazer negocio com os gaulaeses.

    A questão Bolivia (narcotrafego) entro na pauta da disputa presidencial.
    A oposição só esta a esperar a decisão a favor dos franceses pra baixar o cacete, quem dará o primeiro passo?????
    Quem agirá primeiro??? a oposição em criticar uma possivel decisão ou
    governo decindo a favor dos franceses.

    Abs

  79. E agora, a última desculpa ……. ou melhor, a do dia.

    Moeda Forte
    Uma escala no Irã
    Nº EDIÇÃO: 660 | 28.MAI – 21:00 | Atualizado em 28.05 – 21:58
    Antes de decidir sobre a compra dos caças, o governo brasileiro vai esperar a votação na ONU das sanções econômicas ao Irã.
    por Leonardo Atuch

    http://www.istoedinheiro.com.br/blogs-e … OEDA+FORTE
    Os aviões Rafale são favoritos, mas o governo monitora de perto os movimentos da diplomacia francesa.

    Sds.

  80. Concordo, mas espero que saia o FX2 seja qual for o ganhador, pois se cancelado a FAB perde e muito como o Vettel hoje na corrida de F1. Agora para se recuperar de um FX2 cancelado será extremamente desgastante para a Força.
    Gostaria de ler um livro onde os três pilotos da FAB que pilotaram os três candidatos do FX2 expusessem seus comentários. Seria ótimo, pois senão será sempre este diz que me disse da vida.
    ToT é um saco de coisas que contempla tudo e todos. Podemos discutir manufatura em ToT, P&D em ToT, Advanced Engineering em ToT, Ramjets em ToT, até mesmo o segredo dos vinhos franceses, mas também acho difícil isso acontecer. O problema que vejo no SAAB Gripen NG é o alto risco de peitar um projeto desta dimensão sozinho em um momento de dinheiro escasso no Mundo, cheio de incertezas.
    Claro se pudessemos desenvolver algo em paralelo seria ótimo, mas penso que a FAB precisa para ontem de um novo vetor e não pode esperar pelo desenvolvimento e seus gates por muito tempo. O ideal seria fecahr o FX2 com um dos candidatos e partir para um desenvolvimento paralelo de um LIFT (quem sabe, ou um substituto ao FX2) temos que começar. O que não pode é parar no tempo e esperar a vontade do próximo governo.
    Meu maior medo em um futuro próximo para o país é este viés Bolivariano no Governo. Não gosto de populismo e ainda mais de esquerda. Sou a favor de alguns objetivos, mas discordo do método (bolsas pra tudo e todos).
    Imagine algo que ocorre na Venezuela e Bolívia por aqui. A Telebrás e sua ressurreição dão mostras de que algo pode ocorrer, TV Brasil, e outras coisas como aparelhamento excessivo do Governo e Estatais. Até semana passada trabalhei somente para este Governo, entreguei tudo que ganhei para os técnicos da receita federal, para os técnicos do BACEN ganharem seus polpudos 15.000,00 reais mensais, para os deputados e acessores para sustentar todos os programas assistenciais do governo, para a propaganda do governo. Além dos quatro meses, ainda tenho que pagar seguro do carro, pois se me roubarem eu fico a pé e sem um valor grande de um bem que o Governo na compra levou 40% e ainda tenho que pagar um seguro saúde pois se ficar doente, somente um dia no hospital é mais caro que uma semana em um resort qualquer. Essa é a vida neste país que dizem ser o melhor lugar do Mundo pra viver.
    []s

  81. Caro, Wolf.

    Bom saber q até pensamos relativamente iguais: Tenho a preferencia pela proposta da Boeing, pelos motivos já expostos, porém se a FAB realmente tivesse preferencia (técnica mesmo) pelo Rafale – pq tbm o acho um excepcional vetor e o que desde o inicio foi projetado para ser omnirole – e dai se tivessemos na situação dos sheiks, digamos assim: “cag…. dinheiro” dai até apoiaria o Rafale pelos mesmos motivos, incluindo ai até bancarmos o restante do desenvolvimento do mesmo (independente do valor altissimo q seria): radar AESA, Nova Motorização, integração de armas, etc. E o Gripen tbm acho q só seria interessante o risco no caso de ganhar lá na India e o desenvolvimento ocorresse no triangulo India, Embraer e SAAB, e que nós tbm já partirmos dos 120 mesmo (e não dos 36): seriam 246 vetores – dai nesse caso nem a Suecia precisaria comprar os “prometidos” 30 que falou, hehe… nesse ambito acharia mesmo a proposta mais interessante, ainda que isso gerasse a possibilidade de desenvolvimento conjunto no futuro do “gripen stealth”.
    E por isso consigo ver a FAB satisfeita com 120 F-18SH com a sua ToT Necessária – pq a FAB nunca citou esse negócio de irrestrita, pq eles sabem que isso não existe, isso é conversa fiada do Lobim pra justificar o injustificavel… Toda a ToT que ela deseja é a pura possibilidade de integração de armas, e acabou conseguindo muito mais ainda dos americanos! F-18 SH é a sétima maravilha do mundo semi-stealth super thunder power? Não, mas é o q a FAB quer: um excelente vetor com o q há de mais moderno na area de guerra de aviação: um produto pronto, um projeto maduro, anos a frente de qualquer coisa que temos na Força (e mesmo no continente SA) e aquilo mesmo que a FAB quer: Um faz-tudo (assim como ele é na USN) moderno, robusto e com um bom custo-benefício e com a TT necessaria pra integração de suas próprias armas (olha só até isso conseguiram dos yankeens): só isso já bastava pra FAB estar muito satisfeita e apontá-lo como vencedor do F-X2 – mas mais ainda – e tenho certeza q ele fez sem querer – essa palhaçada do Lobim em prol do Rafale, fez os americanos nos cortejarem de uma maneira como nunca se viu na história desse país (hehe…), e conseguimos tirar muito mais do que o esperado deles – oportunidades q jamais esperavamos ter deles e que talvez seja uma oportunidade unica q no futuro poderemos não ter novamente: e dai imagino alguns da FAB e da Embraer espumando de raiva do NJ por essa obsessão pelo vetor gaulês e fazendo perdermos essa parceria que aponta perspectivas fantasticas para o Brasil: ST p/ USN, desenvolvimento e mercado pro KC-390, tunel de vento tri-sônico, estudos sobre furtividade, etc… e até a GE acenando com uma fábrica de turbinas aqui no Brasil. E olha que lá no inicio o Saito nem queria nada de F-X2, ele só keria era o acordo com a LM com F-16 agora e F-35 depois – e olha o q nós conseguimos por parte da Boeing com essa patacuada toda do Sr. Jobim… E sim, tenho amigos americanos e sei como eles pensam, essa parceria Boeing/Embraer der certo (e tem tudo pra dar), o Céu é o Limite: inclusive não duvido de participação em projetos como F/A-XX ou Ghost Ray, etc…
    Mas, nada disso ocorrerá pela obsessão do Lobim – desculpe, mas dá raiva viu…

    Desculpe o post longo e foi um prazer saber q o nobre amigo tbm quer apenas o melhor para o Brasil, independente de seu gosto pessoal, e assim como eu a apoiará sempre na sua escolha! Meu problema é com os rafalistas q são seguidores cegos do NJ: ou a FAB aceite o Rafale e pare de “birrinha” ou fique com F-5 até o final dos tempos: simplesmente lamentável!

    Sds e Abs.

  82. Wolfpack disse:
    30 de maio de 2010 às 19:04

    Vi esse seu post assim q enviei o meu, apenas vou parafrasear o Rodrigo: A FAB já está preparada a um tempo já a respeito disso e certo q já tem um plano B preparado: ela não ficará a ver navios nem voando Mike’s até os mesmo apodrecerem, eles são “macaco-velho” – farão o q é preciso nem que tenham q fazer tudo sozinhos – o q deveria ter sido feito desde o inicio – não esquenta! 😉

    Sds.

  83. Conta outra, Luiz Eduardo, Chapeuzinho vermelho e o Lobo mau, que tal. “Macaco velho” sem grana, é macaco morto ou sem banana, a FAB sem “Lobim” e sem Lula – lá, não vai conseguir nada, vai ter que voar pelo menos mais 10 anos F-5. Mas sonhar é um direito, bons sonhos!

  84. Carlos Augusto disse:
    30 de maio de 2010 às 16:34

    Eu não virei a casaca. Continuo achando o Rafale caça mais capaz para nossas defesas.

    O problema é passar de uma esfera para outra. Os lances da dupla Lula/ Amorim em honduras e agora no Irã foram lamentáveis. A diplomacia brasileira perdeu muito. Se a França bater o pé e preferir não mudar sua política externa e correr o risco de não vender o caça, o grande perdedor será o Brasil. Será a desmoralização total.

    Por isso, se o Brasil for por esse lado, prefiro o cancelamento do FX-2, pois já estamos no fim de um governo e tenho certeza, que indiferente ao governante, as cabeças serão outras.

  85. Vocês continuam muito criativos e ainda se valem dessas notinhas da mídia, a mídia brasileira é panfletária e ridícula, ninguém dentro do governo falou nada sobre isso, tudo não passa de falta do que fazer, porque eles não tem mesmo idéia do que dizem e escrevem.

    [ ]´s

  86. O FX2 vai pra cova e a FAB vai junto!
    ficaremos sem vetores supersônicos, seremos igual a força aérea paraguaia só que mais numerosa .

  87. Adoro aviação militar, mas como o Brasil não sabe faz produzir tecnologia aeronautica e só possui conhecimento e industria para projetar e montar, é inutil ter uma força aerea com somente 36 aviões de quarta geração.

    O mais racional seria que voces brasileiros comprassem uma quantidade minima de +- 200 aviões de 4º geração, ou uma quantidade menor de aviões de 5º geração, ou partir para adquirir know-how para produzir motores, avionica e etc para poder montar um caça verdadeiramente brasileiro.

    Qualquer coisa que nao sejam estas que eu citei, não passara de brinquedo para adulto

  88. 5 capítulos para se entender essa histótia:

    Capitulo 1 – A concorrencia segue traquilamente. A FAB eh elogiada pelo profissionalismo de disputa. Lula nem sabe que tal disputa existe.

    Capítulo 2 – Diante de fragilidade da proposta francesa e da possibilidade de mais uma derrota, Sarkosy oferece a única coisa que pode reverter essa situação: oferecer para Lula – que eh quem no fim irá bater o martelo – apoio da França numa possivel candidatura de Lula para o cargo de chefe da ONU. É uma aliança estrategica entre a frança e LULA. Lula nega tal pretenção da mesmo forma que negava a possibilidade de reeleição.

    Capítulo 3 – É preciso achar formas para para fazer o povo engolir essa. Então inicia-se a propaganda da tal “transferencia irrestrita” de tecnologia. Mas a tatica cai por terra quando persebesse que a proposta Suéca que, alem de ser mais barata, é a única onde verdadeiramente existe ToT.

    Capítulo 4 – Sem a tal ToT, iniciasse um novo parametro para a compra. A aliança estrategica Brasil-França. Isso tambem cai por terra quando a França move mundos e fundos para barrar os produdos agriculas brasileiros na europa e quando a França ataca de forma direta o acordo nuclear com o Irã, demonstrando assim que a França continua a mesma.

    Capítulo 5 – Sem ToT e sem aliança estrategica, mais um parametro é lançado. A compra casada de C-390 da embraer eh o que definiria o acordo. Isso sim dá vantagens para os franceses. Mesmo que os Suécos estejam interessados no avião, os franceses provavelmente ja estavam de sobre aviso ( tráfico de informações), e serão muito mais ágeis na hora de papelada.

    resumindo, será Rafale mesmo…

  89. Carlos Augusto disse:
    30 de maio de 2010 às 20:41

    Claro, cada um acredita no que quiser… entäo fique acreditando que a FAB NUNCA mais terá nada além de F-5 em seu inventário, se näo vier o seu amado vetor francës… Porém a FAB já demonstrou que consegue muito bem fazer seus negócios qnd näo tem interferencias externas, e certamente ela percebeu que o Jobim é assim como vc: ou é o que VC quer ou é nada, obvio que eles já tem um plano B q só esta aguardando a definiçao do proximo governo, pq F-X2 morreu!
    Continue ai com seu compromisso com o Lobim ou com o Rafale – sei lá por qual deles vc é apaixonado mesmo, e na boa nem quero saber, nao me interessa – fico trankilo pq sei q o compromisso da FAB é com o Brasil.

    Sds.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here