Home Noticiário Nacional Boeing acusa governo francês de ‘desonestidade intelectual’

Boeing acusa governo francês de ‘desonestidade intelectual’

188
96

FA-18F

Diretor de empresa diz que França faz ‘marketing do medo’ para vender caças à FAB. Executivo afirma que Rafale é 40% mais caro e que a transferência de tecnologia que os franceses prometem ‘não empolga ninguém’

RAPHAEL GOMIDE

vinheta-clippingO diretor internacional de Desenvolvimento de Negócios da Boeing, Michael Coggins, afirmou ontem à Folha que insinuar que os norte-americanos não vão transferir tecnologia ao Brasil na compra dos 36 caças Super-Hornet é “desonestidade intelectual” do ministro de Defesa da França, Hervé Morin, e dos franceses.

Ele acusa os franceses de usar o “marketing do medo” contra os EUA, porque a Boeing teria o melhor avião, “40% ou bilhões de dólares mais barato” que o Rafale, da francesa Dassault. A Boeing não revelou o preço dos Super-Hornet, mas o dos franceses é estimado em R$ 12 bilhões.

Em visita ao Rio na terça-feira, Morin não se referiu diretamente ao avião americano, mas apresentou a transferência de tecnologia como um trunfo da França: “Fizemos uma proposta como nunca fizemos”.

Segundo Coggins, é “frustrante” que essa mensagem seja difundida quando o Congresso dos EUA antecipou em seis meses a discussão (normalmente posterior ao fechamento de contratos) e aprovou em 5 de setembro a transferência de tecnologia para o Brasil.

“Por isso é tão frustrante ver o ministro da Defesa da França e seu “chapinha” da Marinha falarem isso. É intelectualmente desonesto vir com uma declaração dessas. Só pode ser porque têm um produto 40% mais caro e com um horrendo histórico de manutenção dos aviões [Mirage] no Brasil. Além disso, a transferência de tecnologia que sugerem não empolga ninguém na indústria brasileira”. O Consulado da França no Rio não quis se manifestar.

Sem credibilidade

Coggins disse que “os franceses estão montados em um cavalo sem pernas”: “Acredito que os franceses não têm credibilidade. Ou inflacionaram o valor inicial ou vão operar com perda. E fazer isso é uma ideia muito, muito ruim”, disse ele.

Sobre a oferta sueca, o Gripen NG, o diretor da Boeing afirmou que eles “são os terceiros nessa disputa porque, “bem, não tenho um produto”… Não dá para dizerem quanto custará porque só há um avião de demonstração. “Gostaria de pegar um cliente nosso para falar do nosso avião, mas não tenho um…””, ironizou, dizendo que o avião sueco é mais barato por ser “pequeno, mais leve e pior”.

O norte-americano é mais diplomático quando fala das declarações do presidente Lula e do ministro Jobim em favor dos franceses, mas admite ter se surpreendido quando Lula afirmou sua preferência pelo Rafale. “O fato é que as propostas ficaram muito melhores.”

Apesar disso, diz confiar na vitória: “Não estaríamos na competição se achássemos que já está fechada”, disse Coggins, que está estudando português e virá morar no país se vencer.

Ele reconhece o “óbvio impacto” negativo do veto americano à venda dos Super Tucanos -que tinham componentes americanos- para a Venezuela, mas diz que o Brasil vai se beneficiar mais de uma parceria estratégica com os americanos do que com a França.

“É a melhor opção política, econômica e militar para o Brasil. Os EUA têm a maior economia do mundo, e a Boeing é a maior empresa aeroespacial do mundo, nosso mercado é dez vezes o da França, cem vezes o da Suécia. Quem você acha seriamente que é a melhor opção para uma parceria de 30 anos?”

FONTE: Folha de São Paulo

Subscribe
Notify of
guest
96 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
ZE
ZE
10 anos atrás

Falando com total imparcialidade, é fácil de ver que os americanos jogaram limpo até agora. Eles foram de uma franqueza sem par. Foram claros, diretos, cristalinos. Enfim, sem rodeios. O que eu posso tirar de mais fantástico desta concorrência, no que tange os leigos como nós, é o fato de alguns terem sonhos desmedidos que o Brasil possa comprar um número muito grande de caças e operá-los de forma minimamente satisfatória. Apesar de toda esta euforia pós “marolinha”; euforia esta que, desde já, se encontra completamente equivocada, pois a capital do mundo (também conhecida por Estados Unidos da América)irá enfrentar… Read more »

Thierry
Thierry
10 anos atrás

“ Um avião de combate sem armamentos nada mais é do que um avião de aeroclube um pouco mais caro” afirmou o almirante francês numa clara alusão à dúvidas levantadas com relação a transferência ou não dos códigos-fonte relativos aos armamentos dos F/A 18. “Não será fornecido apenas uma avião, mas um sistema completo, uma vez que nossa indústria de mísseis (MBDA)também está disposta a transferir seus segredos de fabricação” completou.

globo.com

Felipe Cps
Felipe Cps
10 anos atrás

Hahahahahaha, rasgou o verbo o gringo, rsrsrs… Quando gringo perde a paciência a terra treme, rsrsrsrsrs…

No mais, é aquilo que eu sempre disse: os franceses não estão sendo honestos com o Brasil: oferecem o que não podem transferir, cobram o que querem e ainda, em vez de promover o seu vetor (ligeiramente – bem ligeiramente – melhor no aspecto técnico), tentam queimar os concorrentes.

Rafale não!

Sds.

flaviodepaula
flaviodepaula
10 anos atrás

“Quem você acha seriamente que é a melhor opção para uma parceria de 30 anos?”

Franceses, e, no caso de não baixarem os preços, Suecos. Americanos jamais, principalmente pelo vetor e pelos antecedentes.

BRASIL!!!

Bosco
Bosco
10 anos atrás

O F-18 SH da foto está com um AIM-9X na ponta das asas. Acho que é a primeira foto deles juntos que vejo.

Thierry
Thierry
10 anos atrás

“Não será fornecido apenas uma avião, mas um sistema completo, uma vez que nossa indústria de mísseis (MBDA)também está disposta a transferir seus segredos de fabricação” completou.

Thierry
Thierry
10 anos atrás

Felipe, let’s speak about the source code for the missiles ?
More fruitful than your regular comments on “French not reliable ,etc etc ” .

Sds

Felipe Cps
Felipe Cps
10 anos atrás

Thierry: I, and methinks most of all true patriots, believe FAB needs to acquire independence. In order to do that, Brasil will need to build it´s own missiles and other weaponry. There is no other reason to buy technology than to acquire independence from foreign powers. Maybe the friend don´t know, but Brasil has other partners, like South Africa (for an example), that is helping us to develop a complete chain of production of missiles. We have also partnership in aerospace business with Ucraine, China and Russia that are currently transfering tecnology (or at least should be, rsrs). Same way,… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

Puts! a campanha contra os franceses tá forte! e o Blog tá ajudando heim! rsrsrsr

OLHA ESTA FOTO!!!!!!!!!! DE ONDE TIRAM ISSO! SHOW!

Bosco
Bosco
10 anos atrás

Francisco,
mais uma semana dessa lenga lenga do F-X2 e você vira a casaca igual eu virei, a favor do insetão.rsrsrs….
Um abraço meu caro.

RodrigoMF
RodrigoMF
10 anos atrás

flaviodepaula, dê uma visitada no fórum do BM e veja o quanto os croissants nos sacaneiam também, que você vai ver que não são tão diferente dos americanos.

Infelizmente o projeto do NG não é para 2014.

Robson Br
Robson Br
10 anos atrás

Galante, Boa tarde. Os “grifos” são seus ou da reportagem da folha. Acho que ficar colocando “clipping” de empresas jornalísticas claramente pro USA não ajuda muito nos debates. Ninguem conhece em detalhes as propostas apresentadas. O que foi definido pelo atual governo no END está muito claro. Todos os tres fornecedores tem propostas claramente comerciais. Eles querem vender. Não são bonzinhos e nem melhores que os outros. Um falar mal do outro faz parte do jogo. Como o negócio é muito grande e também envolve esfera geoestratégica a participação de governos é muito forte. Se alguem acha que os americanos… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

He he Bosco, tu virou a casaca? sério!? 🙂 como já disse, critico o SH mas não o “dono”… queria um “afair” com ele! 🙂 Bosco tu acredita que os USA permitirá, a nós, integrarmos outras armas no SH casa ele vença? pois este negócio de TT não necessariamente permite integrar algo diferente do pacote! ele deixa vc aprender e usar o que quiser naquilo que vc concebeu a partir deste aprendizado! eu fico meio cabrero com este negócio de TT… Além do mais, se vier o SH, e a Boeing ajudar, vamos tirar aqueles ganchos de catapulta e cabo… Read more »

Francoorp
Francoorp
10 anos atrás

Como diz a máxima a historia se repete, então uma unica palavra :

SIVAM, alguém se lembra como foi o drama???????

Sei que os gringos entraram com acusas e despistes, em uma luta de vale tudo.

Edmar
Edmar
10 anos atrás

Caros amigos.: Que negócio é esse de “Boeing F/A-18 S H”, ou “Dassault Rafale F-3”, ou “Saab Gripen NG”,…vamos de “Lavochkin La-200B”. O Brasil poderia encomendar uns 36 destes que já é suficiente. ….Podemos modernizar e deixalos como caças de superioridade aérea…. Imaginem: Uns “F-22 Raptor” invadem o espaço aéreo brasileiro, os “R-99″ captam os aviões e repassam as informações para esses belos caças que são os “Lavochkin La-200B”. Os nossos “Lavochkin La-200B” modernizados são acionados e partem para interceptalos e de repente… os pilotos do “F-22 Raptor” avistam nossos caças e se assustam e se injetam dos aviões. Os… Read more »

RodrigoMF
RodrigoMF
10 anos atrás

Robson Br,

Você fala em END depois do Palocci tesourar a parte do Pré-Sal da Marinha ?

Você fala em END depois de aprovarem um orçamento de 2010 para as FFAA ainda inferior ao de 2009 ?

Este END, para mim, é a justificativa para investir no Pro-sub e que eu sou capaz de apostar que só terá recursos garantidos até o fim da construção do estaleiro, para não deixar os companheiros da Odebrecht na mão, depois ficará a gosto de Deus.

Francisco AMX
Francisco AMX
10 anos atrás

Agora, a Boeing errou colocando este arrogante para falar! sabe… dois bicudos não se beijam! isso para o NJ é prato cheio! e faz o Lula voltar aos tempos do socialismo! não gosto disso! uma pena!

Francoorp
Francoorp
10 anos atrás

Edmar:

Não é por nada não, mas veja os parâmetros técnicos do Lavochkin la-200B, e isso coisa de guaraná com rolha!!

Basta mandar pra EMBRAER modernizar mesmo, igual aos AF1 A-4 de produção norte-americana da marinha!

http://www.aviastar.org/air/russia/la-200b.php

WEIGHTS
Take-off weight 12700 kg 27999 lb
Empty weight 8810 kg 19423 lb
DIMENSIONS
Wingspan 12.96 m 42 ft 6 in
Length 17.32 m 56 ft 10 in
Wing area 40.00 m2 430.56 sq ft
PERFORMANCE
Max. speed 1030 km/h 640 mph
Range 2800 km 1740 miles

Wilson "Giordani" de Souza
Wilson "Giordani" de Souza
10 anos atrás

Essa expectativa está me matando…

PS: Outra foto para o arquivo. Valeu blog… 🙂

[]s

Robson Br
Robson Br
10 anos atrás

RodrigoMF Não sou partidário. O Palocci aproveitou o fato que o Lula está no exterior e fez isso. Cortou tudo, inclusive para a ciência e tecnologia. O problema é a disputa interna da base e dos estados produtores. O própro Lula e o Jobim estão defendendo o projeto de não contigenciamnento dos recursos das FFAA por 10 anos. Jogo político é jogo político. Repito. Não sou político. Analiso somente as situações geoestratégicas. Os recursos virão de uma forma ou de outra, pois estarão nos contratos os financiamnetos. A política de defesa agora é outra. O que tem de mudar são… Read more »

RodrigoMF
RodrigoMF
10 anos atrás

Quem assina o orçamento é o Lula e o NJ. Do ano que vem será menor que deste ano. Ainda acredita que isto é sério ?

De qualquer forma, uma entrevista com um representante da Boeing hoje:
http://www.alide.com.br/joomla/index.php/component/content/article/75-extra/815-f-x2-boeing-expoe-sua-ultima-cartada

Francoorp
Francoorp
10 anos atrás

RodrigoMF:

é verdade…ficou menor!!

Li ontem a noticia, e sou contrario, a nova geração de militares precisa do melhor que poderemos oferecer…mas a velha geração de políticos não pensa assim, pensam em ANO ELEITORAL 2010!!!

Mas no fim com SUBs, navios, Helis, Caças, modernização dos Leos, Copa e olimpíadas…jà fez mais que muitos governos do passado, direi, fez o papel de estadista que muitos não fizeram no passado do nosso País!!!!

Lembrando que alguns venderam tudo e não investiram nada!!!!!!!!!

Robson Br
Robson Br
10 anos atrás

Francoorp
É isso aí!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Clésio Luiz
Clésio Luiz
10 anos atrás

Bateu o desespero na Boeing. Quando um executivo começa a falar nesse tom, é porque ele percebe que a coisa não está boa pro lado dele.

Como diria o Baiano: perdi, perdi!

Francoorp
Francoorp
10 anos atrás

Clésio Luiz:

Pensei a mesma coisa quando li a parte:

“Ele acusa os franceses de usar o “marketing do medo” contra os EUA, porque a Boeing teria o melhor avião, “40% ou bilhões de dólares mais barato” que o Rafale, da francesa Dassault”

Os preços finais reais não são divulgados…como faz a dizer com tanta segurança que o preço é 40% inferior ao Rafale????

Ao menos que tenha feito espionagem industrial, ou caso contrario como disse tu: Desespero!!

Bosco
Bosco
10 anos atrás

Francisco, eu torcia pelo Rafale até uns meses atrás. Não gostava, assim como você, do SH não ter uma versão exclusiva para operar em terra e achava interessante continuarmos com a tradição dos Mirage na defesa do espaço aéreo brasileiro. Mas com o desenrolar dos acontecimentos eu fui ficando meio cabreiro com essa estória do Rafale não ter tido êxito comercial e ser um produto caro e exclusivamente operado pela França. Acho mais fácil ver um míssil nacional integrado ao SH ou ao Gripen que no Rafale. Sinceramente não consigo imaginar uma foto com um Rafale armado com um Piranha… Read more »

Clésio Luiz
Clésio Luiz
10 anos atrás

A verdade é que quem tem chance de vender mais, dos três, é o Gripen. Me digam qual é o país da América Latina para o qual nos podemos vender um Rafale ou um Super Hornet? Nenhum, e os Sukhoi de Chaves vão ficar pelo caminho depois que ele ssair do poder, pois duvido muito que os próximos governos vão investir em armas como ele está investindo. Se o Rafale não vendeu nada, o Super Hornet é tão melhor porque conseguiu vender para UM cliente? E mesmo assim sendo considerado um reles tapa buraco? Isso é motivo para arrotar confiança?… Read more »

luciano30
luciano30
10 anos atrás

com imparcialidade??bem ao meu ver os americanos já deram todas as provas de transferência de tecnologia,já confirmaram tudo,e se o avião vai ser 40%mais barato acredito que seja uma boa escolha,mais como se pode confiar nos franceses depois dos mirages?o gripen é uma boa,bonito,atente as exigencias do Brasil,dá a certeza da transferencia de tecnologia,mais o problema é como o gringo falou,cadê um cliente com o gripen para atestar o produto com a garantia?não tem pq o avião ainda não esta pronto,e depois de pronto será que vai ser suficiente pro Brasil?sei que esta uma cama de gato essa briga!!!

RodrigoMF
RodrigoMF
10 anos atrás

Clésio, o SH tem mais de 400 entregues e pelo menos mais 60 encomendados, mesmo que fosse um cliente só já é um sucesso. O Rafale se chegar a metade será um milagre e o NG que Deus o tenha.

Se o NG sair vai para o próximo FX em 2019, o FXBR. Segundo NJ, será o caça feito no Brasil, mas eu não escrevo nem na areia o que ele fala 🙂

Francoorp
Francoorp
10 anos atrás

Uma noticia fresca sobre a TT dos U.S.A., é um off-topic, mas é importante, ao menos creio:

http://defesabrasil.com/site/noticias/projeto-f-x2/jobim-duvida-que-eua-transfiram-tecnologia.php

Clésio Luiz
Clésio Luiz
10 anos atrás

@RodrigoMF Eu sei disso. mas e quando as entregas à marinha americana terminarem, quem mais vai comprar o SH? A linha de produção dele irá fechar, o mesmo devendo ocorrer com a do Rafale. Quem pode comprar caças ocidentais de grande porte vai correr para o F-35, o resto vai de Gripen NG. O que eu quero dizer é que as chances de sucesso comercial daqui para a frente para o SH são pequenas. Veja que desde que ele entrou em produção, a Boeing venceu 2 contratos com derivados do F-15E (Coreia do Sul, e Cingapura) e só um com… Read more »

baschera
baschera
10 anos atrás

E se eu disser pra vocês que a Boeing foi instruída a falar neste ton ??
E se eu disser igualmente que, a outra companhia também vai mirar suas baterias .50 na empresa farancesa ??

E se eu disser que é tudo ou nada ?? Azuis vs. Vermelhos ??

Sds.

baschera
baschera
10 anos atrás

Ops…… sorry…..francesa e não “farancesa”

Sds.

RodrigoMF
RodrigoMF
10 anos atrás

O resto quem vai de NG ? Eu de certa forma conheci o programa NG, se em nenhuma destas concorrências ele for escolhido este projeto vai ser levado em banho Maria, por anos.

Hornet
Hornet
10 anos atrás

A Boeing é uma grande empresa, respeitada no mundo todo, assim como os EUA são um grande país, respeitado no mundo todo (amado por uns, adiado por outros, mas isso faz parte da posição que eles ocupam no mundo. E outros, acredito ser meu caso, que nem amam nem odeiam, apenas tentam entender o significado dos EUA no mundo contemporâneo sem nenhum juízo de valor prévio). No entanto, no caso do FX2 a Boeing sabe que suas chances são mínimas (existem, mas são remotas, ou são tão grandes quanto a possibilidade de o Paulo Coelho ganhar o Nobel de literatura… Read more »

Felipe Cps
Felipe Cps
10 anos atrás

Hornet em 08 nov, 2009 às 2:15 “No entanto, no caso do FX2 a Boeing sabe que suas chances são mínimas” Sim meu caro Hornet. São mínimas porque é esse governo, é esse presidente, e é esse ministro. Todos canalhas anti-americanos e populistas. E todos políticos safados que não perderão uma oportunidade pra meter a mão numa graninha extra pra campanha do Cumpanheiro Estelão. Fosse outro governo, analisasse as coisas do ponto de vista puramente técnico, ou melhor, técnico-estratégico, com pragmatismo, e não ideologias vermelhuxo-populistas baratas, e as coisas estariam equilibradas. Pois nenhum dos países é perfeito. Quanto à questão… Read more »

Felipe Cps
Felipe Cps
10 anos atrás

Ah off-topic: parabenizo, com um dia de antecedência, todos os amigos vermelhuxos e simpatizantes pelos 20 anos de queda do Muro de Berlim, e o fim simbólico do comunismo.

Abs.

RodrigoMF
RodrigoMF
10 anos atrás

Hornet, os argumentos do Jobim contra os americanos são válidos. Infelizmente ele nunca cita os problemas que temos diariamente com os franceses, isto mostra o quanto a análise dele é tendenciosa.

O Rafale só não leva, por motivos políticos. O custo será irrelevante, nesta questão.

corsario01
corsario01
10 anos atrás

Rodrigo me permita discordar. Os custos não são irrelevantes não. São algo em torno de U$ 40 milhões de dólares por unidade. Ao todo, serão U$ 1.440.000,00 no total. Me desculpe, mas esse valor não é irrisório. O GF se optar pelos franceses terá que se explicar muito bem, pois a diferença, dá para comprar misseis, J-Dams e muito mais coisas para mais de 30 anos. Isso sem contar o Ministério Público, que irá cair matando em cima do governo apoiado/assessorado pela oposição. Eu diria até que temo pelo FX-2 caso os franceses vençam, pois, se os preços forem mesmo… Read more »

Francoorp
Francoorp
10 anos atrás

Fim simbolico sim, pois como uma Phoenix, a luta revive e continua!!!

Quanto a este governo que faz x e y rouba e mais, a pergunta resta:

O governo de direita o que fez para as forças armadas nos anos em que governou?????

Sò o ministério da defesa, mais nada, esta é a coisa que muitos querem nos fazer esquecer!

RodrigoMF
RodrigoMF
10 anos atrás

Corsário, eu sou o homônimo do BM, acho que poucos são críticos maiores que eu aos custos astronômicos do Rafale, dos EC´s, M2000 e tudo o mais que vem sido empurrado. Porém tamanha a insistência da parte interessada( Lula & NJ) em defender a Rafalebrás, caso eles julguem que o custo político desta aquisição com tamanha diferença de preço valha a pena, independente do custo eles vão de Rafale e se brincar o NJ será vice da Dilma. Estou achando que eles vão enrolar com isto, fazendo um certo relatório voltar para correção, até as candidaturas e cenários de pesquisas… Read more »

ZE
ZE
10 anos atrás

Felipe Cps em 08 nov, 2009 às 9:21 “Quanto à questão dos precedentes da ToT, bem… Falar o que? Nersão se esquece da ausência de ToT da francesa Eurocopter, que até hoje só monta em Itajubá os mofinos “kits” vindos diretamente da França, e que quando transferir a tecnologia, lá pra 2020, é porque o helicóptero já não vai mais estar sendo produzido na França… ou seja: vamos receber a ToT de uma aeronave velha e fora de linha…” Caro Felipe Cps, permita-me um pequeno adendo. A história do EC 725 Super Cougar é a seguinte: O Puma voou pela… Read more »

casag
casag
10 anos atrás

Felipe “Coisa que americano não faz é ficar dando agradinho prá político” Eu acho que você não está bem informado. Todo equipamento militar americano para ser aprovado precisa passar pelo congresso… O agrado é tão grande, gigantesco, que os políticos estão na folha de pagamento das empresas e são considerados “agregados” quando não funcionários. Procure saber da história de duas aeronaves que produziram grande polêmica política e movimentaram centenas de milhões de dólares por baixo do pano: uma é o F-111, polêmico por si só, até na fotografia, e que no fim de uma verdadeira cascata de dinheiro, acabou sendo… Read more »

Hornet
Hornet
10 anos atrás

Felipe, vc, além de ser preconceituoso (ou tapado, no sentido de ser incapaz de analisar o mundo) politicamente falando, é mal informado também. É uma questão geopolítica e não de política partidária ou afinidades ideológicas. Se fosse por afinidade política-ideológica, o Lula tem muito mais a ver com o Obama (em termos políticos gerais) que com o Sarkozy. O Sarkozy representa a velha direita francesa, e o Lula assim como o Obama se coloca no centro-esquerda e marcam uma época (O Obama está mal comneçando no governo dele, mas já é um marco…e o Lula está terminando seu governo, é… Read more »

Hornet
Hornet
10 anos atrás

RodrigoMF, não vejo assim. A França foi a única que (podendo, dominando a tecnologia de sub nuclear) aceitou nos ajudar no sub nuc. Os outros países não aceitaram, nem a Russia, nem os EUA nem ninguém. Quer posicionamento mais radical no sentido de confiança-mútua que isso? Submarinos nucleares são armas muto mais estratégicas e muito mais sigilosas que caças. Então não existe dois pesos e duas medidas. O que existe é um dado concreto do sub e, conforme a matéria citada, um dado concreto (atual, deste ano, em plena concorrência do FX2) de complicação por parte da TT dos EUA… Read more »

RodrigoMF
RodrigoMF
10 anos atrás

Eles não estão nos ajudando, porque são bonzinhos. A “ajuda” está sendo comprada a peso de ouro.

casag
casag
10 anos atrás

RodrigoMF

Dos outros tambem iríamos comprar e pagar a peso de ouro ou ouro e meio. O que faltou foi a confiança surpreendente que a França, do Sarkozy veja só, depositou no país e Marinha.

Para se ter uma idéia, o Sarkozy, politicamente, está a direita do Felipe. Só que êle tem que dirigir o país e projetar sua estratégia futura independente de suas convicções.

RodrigoMF
RodrigoMF
10 anos atrás

As vezes eu acho que moro em outro país, quando vejo estes posts excessivamente otimistas e sem razões práticas para tal.

Felipe Cps
Felipe Cps
10 anos atrás

casag em 08 nov, 2009 às 16:19:

Hehehe, casag, me refiro aos políticos dos países compradores, rsrsrs… É óbvio que internamente é um “saco de vermes” mesmo, rsrs.

Sds.

Felipe Cps
Felipe Cps
10 anos atrás

Hornet em 08 nov, 2009 às 16:41: Amigo Hornet, como queira então, fique com seus “históricos” Mulla e Barack Hussein, esse “tapado” aqui enxerga o mundo de outra maneira, sem certos ranços esquerdopatas… Aliás, me soa muito engraçado um “historiador” falando que um governo com menos de um ano é “histórico”: alguns amigos meus, historiadores, matar-se-iam de rir dessa sua assertiva. Mas como queira… E dizer que Sarkozy é a “velha direita” faz Jean-Marie Le Pen vestir a suástica na hora. Ridículo! Sarkozy é nada mais do que o liberalismo francês reformado, com laivos nacionalistas e populistas. Aliás, a única… Read more »