segunda-feira, abril 19, 2021

Gripen para o Brasil

Congresso americano dá sobrevida ao F-22

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

090622-N-8290D-008

A foto espetacular foi feita no dia 22 de junho, no Golfo do Alasca, quando um F-22 sobrevoou em velocidade supersônica o navio-aeródromo USS John C. Stennis (CVN 74), durante a operação Northern Edge 2009.

O senador Carl Levin (D-MI), presidente do Armed Services Committee e o senador John McCain (R-AZ), anunciaram a National Defense Authorization Bill para ano fiscal de 2010. A lei autoriza o financiamento do Departamento de Defesa (DOD) e os programas de segurança nacional do Departamento de Energia (DOE).

Nela foi aprovada a liberação de US$ 1,75 bilhão para a compra de mais sete caças F-22A Raptor, evitando assim que o programa de produção seja cancelado.

- Advertisement -

40 Comments

Subscribe
Notify of
guest
40 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

Realmente uma magnífica foto. Mas fazer um rasante supersônico sobre um navio da marinha foi uma bela provocação. Tipo: nós temos o F-22 e vocês tem só o F/A-18 Slow Hornet 😛

marlos barcelos

caríssimo 250 milhões de dólares cada um

Omega

Embora muita gente o critique, eu ainda acho o melhor vetor para proteger os céus de qualquer nação. Acho que o congresso americano faz bem em manter ativo o programa.

karlus

É o meu primeiro comentário neste magnifico blog, estão de parabéns por existir algo assim, com muita informação e principalmente por estarem sempre actualizados. Além de terem por aqui muita gente com capacidade de fazer bons comentários pois são pessoas bem documentadas e de bom senso. Vamos ao que tem importância, o tópico. Em relação ao F-22, um extraordinário caça e não tenho dúvida que é o melhor que há, nem SU´s, Mig´s, Refales, etc se aproximem. Tenho lido alguns disparados e só são ditos por terem esse sentimento antiamericano. É uma mais valia o F-22, os pilotos americanos defendem… Read more »

Felipe Cps

Clésio: “F/A-18 Slow Hornet” rarararara… boa, rs

Bem, sempre achei muito estranha mesmo aquela notícia de se parar a linha de produção do Raptor… Uma linha dessas deve custar zilhões de dólares pra projetar e duma hora para outra param de produzir? Sem chance.

Abs.

Leigo

Sairia mais caro pararem a linha de produção do que continuar produzindo …

OFF: Alguem está notando uma certa demora no carregamento da pagina do Poder Aéreo ou é só comigo ?

Rafael

Eu acho muito engraçado quando leio esses comentários que o F-18 é uma relíquia, uma antiquidade ,em suma , uma droga;gostaria de perguntar aos seus críticos, se realmente acham que a marinha mais poderosa do planeta iria depender dessa “encrenca” para sua auto defesa. Se apostariam apenas um de seus porta-aviões com um avião que não fossem confiar. O que tenho visto aqui, é muita gente simplesmente menosprezando o aparelho ou porque é “velho”, ou porque é grande ou porque simplesmente é americano.Outros defendem o Rafale ou o Gripen porque são novos ou mais bonitos.Por favor, isso não é um… Read more »

Omega

Rafael, concordo com você, também acho que os EUA não ficariam dependentes de um vetor inferior para sua defesa aérea de frota. Outra coisa é que o F-18 Hornet, apesar de velho, quando no seu tempo já se provou capaz, e agora com a evolução para o Super Hornet, com sensores e designe melhorados, acho que ainda é uma máquina de guerra formidável, claro que não se compara com o F-22, mas não está na mesma categoria.

O mesmo ocorre com o F-15 Eagle e o futuro F-15 Silent Eagle.

Thiago

Bom saber que um vetor tão importante continuará a ser produzido, bom pra eles…
Porque para nós…
ehuehueheue

Tiago Jeronimo

Burrice dos EUA, o F-22 não presta, cancela a produção e compra SU-35BM e PAK-FA!

auhauahuhuahauh

ExV.Emanuel

Não me espanto nem um pouco com a antiga decisão de encerrarem a linha de produção do F-22, apesar de ser excelente caça, o seu custo é muito alto, isso num cenário de retração do mercado de defesa. Para que o governo americano continuaria a gastar tanto com uma aeronave, se possui outras também eficientes a um custo extremamente menor ao mesmo tempo que o governo estadosunidense não possui nenhum tipo de ameaça iminente que justifique tal investimento? Eu acredito que essa decisão de retomar a construção de mais sete modelos foi uma das medidas realizadas na tentativa de reduzir… Read more »

Alexandre Galante

Galera, o site pode ficar instável por esses dias e fora do ar, por algumas horas, pois vamos trocar de servidor.
Pedimos a compreensão de todos. Muito obrigado!

Hornet

os 3 blogs, Galante?

Cmdt. Felix

Muito bom. Os salvadores do mundo estão de volta. huhauauauahuaa

Vassili

Galante, realmente aconteceu os problemas presumidos. não consegui acessar o Naval.

abraços.

Roberto CR

Alexandre Galante em 29 jun, 2009 às 18:09

Ia comentar sobre a mensagem do Leigo, mas então tá explicado porque não abre as vezes.

Abraços

Vassili

Quanto ao post do raptor, só digo uma coisa: eu eram um dos que realmente acreditavam que a produção tinha sido encerradano nº 187 exemplar. Mas, ja que o Congresso autorizou mais esses 7, que venham mais ainda. Quem sabe assim, o Japão e Israel conseguem mudar a lei que proíbe a venda do F-22 ao exterior???????????? Pama mim, é o melhor e mais caro avião destinado à superioridade aérea já construido na História da aviação. Simplesmente o melhor em sua categoria. Quanto aos outros ( Rafale, Eurofighter, Su-30/35, Mig-35, Gripen, F-18E) preciso falar que falamos de outra categoria, claramente… Read more »

Bosco

Eu nunca dei muito crédito a estória de fechar a linha de produção. Acho que vão chegar aos 240, que é o tanto que a USAF considera ser o mínimo necessário. Ainda mais com a estória do stealth russo.
Também creio que será modernizado futuramente, já saindo alguns mais turbinados.
Quanto ao valor, como não sou americano, e como o produto não está sendo cogitado de ser nem comprado e muito menos vendido para o Brasil, estou pouco me lixando.
Duzentos e cinqüenta ou meio bilhão, compra que quer e paga quem pode.
Um abraço a todos.

marlos barcelos

os f-22 não terão uma vida longa de produção, acho que a USAF pode até conseguir prorrogar por mais 1 ou 2 anos a produção, quanto aos f-18 sin, são caças ultrapassados, por isso os f-35, que só não estão nos porta-aviões porque o projeto atrasou cerca de 5 anos, por isso a marinha dos Estados Unidos ainda tem f-18, eles estão loucos para aposentar essa reliquia.

arjuna

Sds.

Acham caro 250 milhões? Um Rafale sai por mais de 150 milhões de dólares. Um EF-2000 beira os 200 milhões. Para um avião da categoria do F-22, esse preço está bom demais.
Vcs também tem que ver que o país que opera são os EUA.Para se firmarem com a elite da maquinária bélica, gastar 250 milhões é nada, mesmo que para um n° reduzido de aviões.

Att
Atkinson

Clésio Luiz

Realmente uma magnífica foto. Mas fazer um rasante supersônico sobre um navio da marinha foi uma bela provocação. Tipo: nós temos o F-22 e vocês tem só o F/A-18 Slow Hornet 😛

marlos barcelos

caríssimo 250 milhões de dólares cada um

Omega

Embora muita gente o critique, eu ainda acho o melhor vetor para proteger os céus de qualquer nação. Acho que o congresso americano faz bem em manter ativo o programa.

karlus

É o meu primeiro comentário neste magnifico blog, estão de parabéns por existir algo assim, com muita informação e principalmente por estarem sempre actualizados. Além de terem por aqui muita gente com capacidade de fazer bons comentários pois são pessoas bem documentadas e de bom senso. Vamos ao que tem importância, o tópico. Em relação ao F-22, um extraordinário caça e não tenho dúvida que é o melhor que há, nem SU´s, Mig´s, Refales, etc se aproximem. Tenho lido alguns disparados e só são ditos por terem esse sentimento antiamericano. É uma mais valia o F-22, os pilotos americanos defendem… Read more »

Felipe Cps

Clésio: “F/A-18 Slow Hornet” rarararara… boa, rs

Bem, sempre achei muito estranha mesmo aquela notícia de se parar a linha de produção do Raptor… Uma linha dessas deve custar zilhões de dólares pra projetar e duma hora para outra param de produzir? Sem chance.

Abs.

Leigo

Sairia mais caro pararem a linha de produção do que continuar produzindo …

OFF: Alguem está notando uma certa demora no carregamento da pagina do Poder Aéreo ou é só comigo ?

Rafael

Eu acho muito engraçado quando leio esses comentários que o F-18 é uma relíquia, uma antiquidade ,em suma , uma droga;gostaria de perguntar aos seus críticos, se realmente acham que a marinha mais poderosa do planeta iria depender dessa “encrenca” para sua auto defesa. Se apostariam apenas um de seus porta-aviões com um avião que não fossem confiar. O que tenho visto aqui, é muita gente simplesmente menosprezando o aparelho ou porque é “velho”, ou porque é grande ou porque simplesmente é americano.Outros defendem o Rafale ou o Gripen porque são novos ou mais bonitos.Por favor, isso não é um… Read more »

Omega

Rafael, concordo com você, também acho que os EUA não ficariam dependentes de um vetor inferior para sua defesa aérea de frota. Outra coisa é que o F-18 Hornet, apesar de velho, quando no seu tempo já se provou capaz, e agora com a evolução para o Super Hornet, com sensores e designe melhorados, acho que ainda é uma máquina de guerra formidável, claro que não se compara com o F-22, mas não está na mesma categoria.

O mesmo ocorre com o F-15 Eagle e o futuro F-15 Silent Eagle.

Thiago

Bom saber que um vetor tão importante continuará a ser produzido, bom pra eles…
Porque para nós…
ehuehueheue

Tiago Jeronimo

Burrice dos EUA, o F-22 não presta, cancela a produção e compra SU-35BM e PAK-FA!

auhauahuhuahauh

ExV.Emanuel

Não me espanto nem um pouco com a antiga decisão de encerrarem a linha de produção do F-22, apesar de ser excelente caça, o seu custo é muito alto, isso num cenário de retração do mercado de defesa. Para que o governo americano continuaria a gastar tanto com uma aeronave, se possui outras também eficientes a um custo extremamente menor ao mesmo tempo que o governo estadosunidense não possui nenhum tipo de ameaça iminente que justifique tal investimento? Eu acredito que essa decisão de retomar a construção de mais sete modelos foi uma das medidas realizadas na tentativa de reduzir… Read more »

Alexandre Galante

Galera, o site pode ficar instável por esses dias e fora do ar, por algumas horas, pois vamos trocar de servidor.
Pedimos a compreensão de todos. Muito obrigado!

Hornet

os 3 blogs, Galante?

Cmdt. Felix

Muito bom. Os salvadores do mundo estão de volta. huhauauauahuaa

Vassili

Galante, realmente aconteceu os problemas presumidos. não consegui acessar o Naval.

abraços.

Roberto CR

Alexandre Galante em 29 jun, 2009 às 18:09

Ia comentar sobre a mensagem do Leigo, mas então tá explicado porque não abre as vezes.

Abraços

Vassili

Quanto ao post do raptor, só digo uma coisa: eu eram um dos que realmente acreditavam que a produção tinha sido encerradano nº 187 exemplar. Mas, ja que o Congresso autorizou mais esses 7, que venham mais ainda. Quem sabe assim, o Japão e Israel conseguem mudar a lei que proíbe a venda do F-22 ao exterior???????????? Pama mim, é o melhor e mais caro avião destinado à superioridade aérea já construido na História da aviação. Simplesmente o melhor em sua categoria. Quanto aos outros ( Rafale, Eurofighter, Su-30/35, Mig-35, Gripen, F-18E) preciso falar que falamos de outra categoria, claramente… Read more »

Bosco

Eu nunca dei muito crédito a estória de fechar a linha de produção. Acho que vão chegar aos 240, que é o tanto que a USAF considera ser o mínimo necessário. Ainda mais com a estória do stealth russo.
Também creio que será modernizado futuramente, já saindo alguns mais turbinados.
Quanto ao valor, como não sou americano, e como o produto não está sendo cogitado de ser nem comprado e muito menos vendido para o Brasil, estou pouco me lixando.
Duzentos e cinqüenta ou meio bilhão, compra que quer e paga quem pode.
Um abraço a todos.

marlos barcelos

os f-22 não terão uma vida longa de produção, acho que a USAF pode até conseguir prorrogar por mais 1 ou 2 anos a produção, quanto aos f-18 sin, são caças ultrapassados, por isso os f-35, que só não estão nos porta-aviões porque o projeto atrasou cerca de 5 anos, por isso a marinha dos Estados Unidos ainda tem f-18, eles estão loucos para aposentar essa reliquia.

arjuna

Sds.

Acham caro 250 milhões? Um Rafale sai por mais de 150 milhões de dólares. Um EF-2000 beira os 200 milhões. Para um avião da categoria do F-22, esse preço está bom demais.
Vcs também tem que ver que o país que opera são os EUA.Para se firmarem com a elite da maquinária bélica, gastar 250 milhões é nada, mesmo que para um n° reduzido de aviões.

Att
Atkinson

Reportagens especiais

Visita ao National Naval Aviation Museum – parte 4

Os aviões fotografados nesta parte do National Naval Aviation Museum representam uma época muito criativa da aviação naval da...
- Advertisement -
- Advertisement -