Home Noticiário Internacional Continua repercutindo declaração do MinDef sobre o FX-2

Continua repercutindo declaração do MinDef sobre o FX-2

144
206

su-30_front_big

Uma declaração do ministro Nelson Jobim (Defesa) em um programa oficial de rádio na semana passada, admitindo a reinclusão no jogo de dois concorrentes eliminados da concorrência para o fornecimento de 36 aviões de combate para o Brasil, colocou em polvorosa a FAB e os finalistas do chamado F-X2, como é chamado o negócio de US$ 2 bilhões.

Disse Jobim no “Bom Dia, Ministro”: “Ontem (4/2) eu recebi no Ministério da Defesa a visita da Rosoboronexport, que é a empresa russa que elabora o Sukhoi (…) e deseja trazer complementos para ver a possibilidade de ser reexaminado, eu disse que era possível trazer esse material e que a FAB examinaria. O mesmo se passou com os europeus, os italianos em relação ao Eurofighter. Ou seja, nós teremos lá por julho, agosto, nós vamos ter uma decisão final das opções técnicas da FAB, para depois tomarmos a decisão política”.

O Comando da Aeronáutica diz que não foi informado de tal revisão. Procurada, a Defesa afirma que a frase de Jobim não implica mudança na disputa, que tem três finalistas: Dassault (França, com o Rafale), Saab (Suécia, com o Gripen) e Boeing (EUA, com o F-18).

Jobim fala em analisar as propostas do russo Sukhoi-35 e do consórcio europeu que faz o Eurofighter (representado pela Itália), “por julho, agosto” -ou seja, quando a FAB pretende apresentar o relatório final.

Como russos e italianos foram eliminados pela FAB, a pergunta que alguns brigadeiros estão se fazendo em voz baixa é: há risco de o processo seletivo ser descartado em favor de uma decisão política, jogando fora meses de análise técnica e econômica?

Não que não haja política interna na FAB. Cada avião finalista tem seu grupo entusiasta, assim como os russos mantêm um forte lobby -que emplacou a compra avulsa de 12 helicópteros de ataque no fim do ano.

Oficiais influentes junto ao comandante Juniti Saito têm mostrado simpatia pelo projeto sueco, enquanto o francês é o preferido dentro da Defesa. Saito já tinha marcado um ponto ao tirar o F-X2 do acordo militar bilionário com a França costurado por Jobim. Assim, a obviedade de que a decisão é política acabou soando como ameaça na voz do ministro.

A Rosoboronexport confirmou que irá enviar os novos dados. A Folha apurou que em Moscou a expectativa não é tanto de uma virada de mesa, mas de embaralhar o processo. Uma eventual análise de sua proposta fora da seleção é vista como senha para o questionamento político do F-X2 -juridicamente, por ser uma compra militar dispensada de licitação, há poucas opções de recurso. Os italianos, cujo representante não foi encontrado, não têm esperanças reais.

Mas se houver a confusão, os preteridos tendem a ganhar: se não fechar o negócio até o fim do ano, a FAB terá dificuldade de fazê-lo no ano eleitoral de 2010. E a novela poderá ser reiniciada, como na primeira versão do F-X, cancelada em 2005.

FONTE: Folha de São Paulo, via NOTIMP

Subscribe
Notify of
guest
206 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Nada de novo, apenas aquela velha história: se as declarações do NJ forem levadas a sério, a FAB vai ter de recomeçar o FX-2, dado que a Sukhoy e a Eurofighter não receberam o RFP da FAB (apenas o RFI). Nesse caso ou vai ser feita a compra a toque de caixa (o que pode dar porcaria, tanto no âmbito comercial, quanto no político, e até mesmo no jurídico) ou não vai dar tempo de comprar antes de 2010 (ano de eleição – proibido comprar), e a decisão ficará pro próximo presidente (Dilmão ou Carecão). Agora, se o Lulla, com… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

vou repetir o que já falei…

Certamente tem dedo da Vovódka nisso…hehehe

“A Folha apurou que em Moscou a expectativa não é tanto de uma virada de mesa, mas de embaralhar o processo”.

abraços a todos e a Benção Vó

Paulo Renato
Paulo Renato
11 anos atrás

” Oficiais influentes junto ao comandante Juniti Saito têm mostrado simpatia pelo projeto sueco, enquanto o francês é o preferido dentro da Defesa”. Como sempre venho falando aqui no blog o Gripen NG tem grandes chances de levar essa briga, mas não esperava que os “Oficiais”, estavam tendenciados ao Gripen NG, pra mim seria uma decisão política a escolha do Gripen NG, lento essa reportagem da Folha de São Paulo um veículo de comunicação de respeito, tenho a concluir o Gripen já levou essa briga, se isso ocorrer mesmo não estaremos mal servidos de vetor, mas o lobby é forte… Read more »

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

De qualquer maneira, seria deveras lamentável ficar sem cobertura aérea (ou com uma cobertura pra lá de deficiente, no mínimo) até sabe-se lá quando, 2015? 2020? 3000??? Ainda acho que é “fake” do Ministro, coisa pensada, pra jogar pressão. Mas se for verdade, acho que o alto-escalão da FAB tem que pedir demissão em uníssono, por que uma trapalhada como essa nunca se viu, é de jogar o nome da FAB na lama, sem moral nenhuma… Não do Brasil, porque o nosso nome lá fora já tá mais que zuado e não é de hoje. Mas seria a FAB admitir… Read more »

Manfred Von Richthofen
Manfred Von Richthofen
11 anos atrás

O silêncio da França também ocorreu o tempo todo na compra dos submarinos pela MB.

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Dois problemas que ao meu ver estão ocorrendo (isso, segundo minha leitura desta matéria da Folha): a) um certo descompasso entre a FAB e o MD, no que diz respeito a declarações e procedimentos; b) os lobbies parece que estão tomando conta do processo (isso é preocupoante!) Como disse o Felipe, e eu tendo a concordar com ele, se não for dessa vez…pode esquecer! Se não aproveitarmos, não apenas a popularidade do presidente, mas também o engajamento na questão de defesa que o END está provocando no Congresso e em parte da sociedade…já era. Só que não acho que ficaremos… Read more »

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

O Gripen já tinha levado o FX1 lembram? No FX2 muitos achavam que ele estava fora do páreo. Nunca acreditei nisso e nem tenho simpatia por este ou aquele caça por que na minha opinião, o melhor caça será aquele que proporcione ao país, à FAB e ao nosso setor aeroespacial ganhos e saltos tecnológicos com a tranferência de tecnologia. É isso o que eu espero. A SAAB concluiu com sucesso a transferência de tecnologia com a África do Sul e ambos cumpriram todos os acordos previstos entre as partes. Isso é um dado muito importante e os oficiais da… Read more »

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Pessoal.

Esse Jobim é meio “louco” da cabeça. Provavelmente o C-295 Amazonas venha para a Base Aérea de Campo Grande-MS, o local onde moro. Torço muito por isso. Me parece que estava no programa a adoção de 04 unidades. No dia em que ele visitou a BACG tinha um C-295 taxiando – saindo da linha de vôo – para a pista. Vocês acreditam que ele saiu do palanque de altoridades e – ele estava fardado com o uniforme do exército – saiu correndo atrás do C-295??? O Saito ficou de olhos “arregalados”!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkk…

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Uma outra coisa interessante nessa matéria da Folha: ninguém quer o Super Hornet, será? A disputa está só entre o Rafale (MD) e o Gripen (oficiais da FAB)? Será que é isso mesmo? Outra coisa estranha: se só agora, após 2 de fevereiro, que a FAB iniciou o trabalho de análise técnica dos caças, como é que esses oficiais da FAB já estão escolhendo, ou dando preferência, para o Gripen? Ou se trata de uma preferência pessoal (parecida com as nossas aqui no blog), ou de caráter político também, semelhante a preferência do Rafale pelo MD? E se for isso,… Read more »

Edilson
Edilson
11 anos atrás

Dois silêncios me estranham.
o primeiro da Rússia na altura em que o SU-35 foi desclassificado em outubro de 2008
segundo o da dassault agora…
tem boi na linha…

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Más de uma coisa eu reconheço nele. Na minha opnião, por mais que ele às vezes dê bola fora, ele foi o melhor ministro da defesa que este país já teve desde a criação do Ministério da Defesa. O melhor. Apesar de não saber nada do assunto quando foi convocado pelo Presidente Lula, ao aceitar ele foi um estudioso da área. Nas declarações dele – ele mesmo votou contra o Projeto Calha Norte – ele afirma que ficará para sempre em seus pensamentos o quão importante são para uma nação que deseja ter um belo futuro pela frente as Forças… Read more »

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Uma outra hipótese me ocorreu agora: A coisa toda foi pro brejo quando o governo percebeu que a “marolinha” do Lulla virou um maremoto, e o que o NJ está fazendo é tentar enzaralhar o FX2 pra tirar qualquer responsabilidade da FAB perante a opinião pública. Depois ele sai de cena e o prestígio da FAB mantém-se incólume. Altruísta ele não? Nesse sentido, ele assume a culpa de ter chafurdado o FX2 e de tabela ainda bota parte da culpa nos russos/italianos, que fizeram pressão “extra FX2”. Isso explica também o silêncio da Dassault, sabedora que o governo roeu a… Read more »

Edilson
Edilson
11 anos atrás

Hornet, bem visto, tua moral tá baixa, acho que você não é bem quisto nem pela FAB nem pelo Ministério da Defesa. rsrsrsr
vou sugerir ao Galante por uma enquete para saber quem aqui é que gosta de ti.
rsrsrs
grande abraço

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Edilson,

pois é, tá feia a coisa…hehehe

Apesar de eu não ser o Super Hornet, mas estou compadecido com ele…ele virou um pobre coitado, rejeitado, ninguém o ama, ninguém o quer…hehehehe

abraços

Paulo Renato
Paulo Renato
11 anos atrás

Zero Uno,

Parabéns pelos comemtários, é por esse caminho mesmo acho que vai vdar Gripen de novo no fx2 e que venha um vetor com transferencia de tecnologia, pois os melhores pilotos já temos.

Abs.

Marlos Barcelos
Marlos Barcelos
11 anos atrás

muito bla, bla ,bla, conversinha, o resultado do fx-2 sai este ano, se os finalistas não quiserem negociar o que a fab quer eles recorrem aos russos, é o que eu entendo sobre a questão, os russos estão de sobreaviso, se não transferirem tecnologia e os russos mudarem de idéia vamos de SU-35, se os finalistas derem o que a fab pediu será um dos três.

Eleazar Moura Jr.
Eleazar Moura Jr.
11 anos atrás

Isso é uma p……ria!.

Paulo Renato
Paulo Renato
11 anos atrás

Beleza Marlos , Acho q realmente pode acontecer isso msm SU-35 ficar de sobreaviso, mas temos que resaltar que a Saab já passou tecnologia para a Africa do Sul, onde o Brasil tem um bom relacionamento e até desenvolve o A-Dater em conjunto com eles, somando a isso temos essa bendita crise financeira. Isso me levar a acreditar que o Gripen NG leva enorme vantagem sobre os outros da disputa. Mas se vierem os SU35 ou os Rafales estarem bem servidos, o que não pode acontecer é ficarmos com os F5 modernizados e acharmos que estamos preparados para qualquer ocasião.… Read more »

Lecen
Lecen
11 anos atrás

Se os russos não ficaram surpresos, mas querem apenas embaralhar, o que isso significa?

É óbvio que o termo “embaralhar” não significa arruinar o projeto, pois assim nem eles ganhariam.

Significa que há alguma negociação oculta que ninguém sabe?

tomas
tomas
11 anos atrás

Nada é por acaso! Como já disse antes…no fundo o que governo quer mesmo é detonar com o programa FX-2. É por isto que o ministro quer “conturbar o processo” colocando novamente vetores previamente descartados por uma escolha logística, tecnica e estratégica feita pela FAB. Ao que parece para o Ministro escolhas técnicas são um pequeno e mero detalhe dentro das escolhas políticas! Nesta “novela burlesca” em que estão transformando o programa FX-2, deixa-me perplexo a postura inerte e até titubiante do alto comando da FAB perante o “novo adendo” colocado no roteiro desta trama que a cada dia fica… Read more »

Douglas
Douglas
11 anos atrás

Olha, a escolha de um vetor de batalha cabe à FAB. e ponto. quem tem a técnica necessária para a análise está na FAB e não no MD. As declarações e notícias puseram a short list da FAB em dúvida. E o processo foi politizado a partir do momento em que o SU 35 volta para “análise” por obra de lobistas russos em visita ao MD. Se houvesse argumentos outros, os lobistas teriam visitado a FAB tambem, e isso ao que parece não ocorreu!!!!! Aguardo ansioso esclarecimentos do comando da FAB. e como a Janes Defense previu o Gripen tá… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Zero Uno em 13 fev, 2009 às 15:20

Cocordo contigo. Também considero o Jobim, apesar de ele ser bem falastrão, o melhor de todos os Ministros da Defesa que já tivemos. E ainda diria que, com o Mangabeira, a Defesa do país deu um salto qualitativo em termos de planejamento e de seriedade. Por isso que acho que a hora é essa…se passar esse momento favorável, a coisa pode complicar depois.

abraços

Douglas
Douglas
11 anos atrás

Os russos só vão conseguir embaralhar se nós (FAB e MD) admitirmos sermos “embaralhados”.

Douglas
Douglas
11 anos atrás

Pois é Hornet,
o momento é agora, mas parece que tem pessoas que adoram criar “fatos”, como a volta do SU 35 no meio da análise final da short list!!!
esse tipo de coisa é que tira a sinergia do processo pois os prazos vao ser alterados.

catraca
catraca
11 anos atrás

Calma galera…….. a compra se dará com base em dados técnicos não tenham ilusão quanto a isso.

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Mauro,

realmente vc foi no ponto, mais uma vez: lobby às claras!!! Que lobby é esse? Ou então, estaremos inovando nesse aspecto também…hehehe

Mas o que continuo achando intrigante é aquela fala do Jobim, na entrevista de rádio…o que diabos ele quis dizer com aquilo.

Vc tem alguma idéia?

abração

Pedro
Pedro
11 anos atrás

Paulo Renato, o Grippen NG e o Rafale F3 são efetivamente as melhores escolhas entre os três finalistas do FX2. Se o F18 fosse tudo isso não seria necessário acelerar o F35 como estamos vendo nos EUA. O Grippen NG é a resposta nórdica para a guerra tecnológica dos próximos 15 anos e o Rafale F3 será o caça ominirole de excelência da França pelos próximos 20 anos, nenhum dos dois é um “tapa buracos” como o F18 E/F o é. (tanto que seria aposentado hoje pelos EUA caso estivessem prontas as versões embarcadas do F35…) No tocante à quirela… Read more »

Patriota
Patriota
11 anos atrás

pessoal

O FX2 vai morrer na praia, vai ficar para o proximo governo que
vai acabar com isso usando a crise como desculpa e a credibilidade do Brasil vai por água a baixo

Agora a FAB já havia perdido a liderança na America Latina
há anos pronto ficaremos anos luz atraz do chile e da venezuela.

Bosco
Bosco
11 anos atrás

Pedro, as forças armadas americanas possuem milhares de caças e não meia dúzia. Esses tapa buracos a que você se refere levarão uns 30 anos para serem aposentados e totalmente substituídos e não será pelo F-35 e sim por algum outro birreator que o sucederá ou por um UCAV. O F-18 não será substituído na US Navy pelo F-35, os dois vão operar conjuntamente mais um UCAV de ataque. Nunca li nada a respeito dos NAe americanos operarem apenas o F-35. Já na USAF o F-16 e o A-10 é que deveriam ser substituídos pelos F-35, mas ainda voaram até… Read more »

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Tomara que esse governo tenha vergonha na cara e não nos deixe “envergonhados” perante a comunidade internacional. Precisamos te ter Forças Armadas bem equipadas para projetar o Brasil pelo mundo e principalmete pela América Latina. Esses nossos vizinhos estão começando a abusar da nossa boa vontade…

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Mauro, sem dúvida, igual o Malufão véio de guerra tá pra nascer outro igual…o Jobim não chega nem aos pés…hehehe E vc esqueceu: “eu amo a Silvia, moro há mais de 50 anos no mesmo endereço, não tenho conta no exterior, e o Oceano Atlêntico fui eu que fiz”…hehehe Como diria o filósofo: quando todas as possibilidades não parecem reais, a mais real é a menos provável. E neste caso, a mais real está com cara de ser: falou demais, falou besteira, falou o que não sabia. e eu também sou da opinião que o FX2 continuará conforme o planejado.… Read more »

Bosco
Bosco
11 anos atrás

As novas versões dos F-16, F18 e F-15 são caças de quarta geração em estado da arte no que se refere à aviônica e armamentos e gold standard em aerodinâmica.
É normal que depois de 30 anos hajam projetos mais “modernos”, mas em aviação original mesmo foi o 14 Bis.

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Amigo Paulo Renato, eu também ouvi dizer, de fabianos, que o Gripen era o preferido e não levou o FX-1, e devo confessar que acho bem provável que tenha acontecido. Se observarmos, o FX-1 foi cancelado no governo Lula, e se o cancelamento foi somente para beneficiar a EMBRAER, acho sim que o Gripen tem chances, seguindo esta linha de raciocíneo, porém se o projeto foi cancelado, pelo mesmo governo que se faz hoje, e por o Gripen ter vencido na FAB e o governo não aceitou, acho pouco provável que irá mudar agora! o governo já deu sinais com… Read more »

Wolfpack
Wolfpack
11 anos atrás

De duas uma, ou o FX2 está com os dias contados ou a proposta Francesa foi considerada muito salgada e com esta ameaça de retorno do SU35 e decisão política, os três na disputa foram jogados nas cordas. O problema é que a FAB já descartou tecnicamente o SU35 e voltar atrás neste momento seria um tiro no pé e caso exista a virada de mesa, vão ter que dançar conforme a música dos Russos, logo o FX2 não atingirá seu principal propósito de dota a FAB/Embraer e o Brasil com uma capacidade de desenvolver seu próprio vetor de 5a… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Mauro e Hornet! torço pela visão de vcs 2! tomara que não engavetem o F-X2, tamo no desespero agora! he he, pode vir até o SH que nois ajuda a lavar, limpar o para-brisa, tirar a cera de zero, ajudar a pintar, cortar a grama da pista, ajudar a construir os angares….

E tomara que dê o Rafale!

Abraços

Ulisses
Ulisses
11 anos atrás

Hornet

Ae Ae,quer saber sou mais FX-2.5 em audio 5.1 em tela LCD de 31 pol.kkkkkkkkkk.

sds.

Manfred Von Richthofen
Manfred Von Richthofen
11 anos atrás

Vocês esqueceram disso? Ministro recebe secretário do Conselho de Segurança da Rússia PDF Imprimir E-mail Brasília, 16-04-08 – Mangabeira Unger recebe secretário do Conselho de Segurança da Rússia para discutir projetos de parcerias A colaboração de Rússia e Brasil em tecnologias de defesa e em projetos de desenvolvimento começou a ser tratada pelas cúpulas dos dois países ontem. O ministro extraordinário de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger, e o secretário do Conselho de Segurança da Federação Russa, Valentin Sobolev, assinaram, nessa terça-feira (15), memorando de entendimento entre Brasil e Rússia para a elaboração de projetos de colaboração nas áreas civil… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Pois é Wolf, os russos fizeram o “papel” deles, como vc disse, e como os americanos e os franceses já fizeram, melaram vários negócios pelo mundo afora, principalmente os americanos, e nós, vamos permitir???

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Francisco AMX, “tamo no desespero” foi a melhor….hehehe Tamo aceitando qualquer baranga que consiga sair do chão, tenha um radar que funcione, mesmo que precariamente, e possa carregar pelo menos um míssel BVR sob a asas…kkkkkkkkkkkkkkkk A coisa tá feia, mas acho que não chega a tanto… Tô achando que o Mauro tá certo, o Jobim abriu a boca na hora errada, falou bobagem e agora criou toda essa confusão… Mas é só dar tempo ao tempo que tudo se resolve e volta ao normal, quer dizer, ao planejamento inicial. Acredito nisso. Essa história de reavaliar os caças excluídos tá… Read more »

Marlos Barcelos
Marlos Barcelos
11 anos atrás

o Gripen não levou o fx-1 porque não possuia reabastecimento aéreo (revo) e lembro que o gripen ng nem existe ainda

Leonardo
Leonardo
11 anos atrás

Boa noite a todos Acho que tudo isso que o ministro tem falado é como dizem no BBB: “Ele está jogando”, pois por mais que para compra de material militar pela constituição brasileira não haja a necessidade de licitações, o país vai apenas se queimar com isso, já que todos perderam tempo preparando documentos pela 2° vez e também o dinheiro gasto com envio de seus representantes e outras coisas mais para mais uma vez nada e pior ainda verem outra chegando por fora, ninguém gosta de fazer papel de palhaço, né. Pior, pode haver mesmo r uma pressão destes… Read more »

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
11 anos atrás

Marlos Barcellos, 19:05hs,

Se o Gripen NG não existe, o mesmo podemos dizer do SU-35, não é mesmo?????????????????????

Que eu saiba, ambos já existem sim: em protótipos voando, ambos conseguem fazer super-cruzeiro, equipados com radar AESA. Com a diferencial de que o Gripen NG já opera com seus motores definitivos, O F-414.

abraços.

Noel
Noel
11 anos atrás

Hornet, sobre seu post às 15:19h, a FAe trabalha no projeto F-X2 desde março do ano passado, os envolvidos no projeto são Oficiais do EMAER, da Subdiretoria de Desenvolvimento de Programas, que é quem gerencia o projeto, e alguns oficiais do COMGAR, somente em algumas etapas, como assessoramento nas RFP e RFI, esses são os responsaveis pela análise técnica.
Essas opiniões noticiadas, devem ter partido de Oficiais da FAB lotados no MD e do Gabinete do Cmt da Aeronáutica, ou seja dos dois Staff, mas não necessariamente daqueles diretamente envolvidos no projeto.

Marlos Barcelos
Marlos Barcelos
11 anos atrás

Vassili Zaitsev

gripen ng ainda é um projeto, dizem que vai ficar pronto em breve, foi apresentado em abril de 2008, mas ainda está em testes.

Manfred Von Richthofen
Manfred Von Richthofen
11 anos atrás

Esqueceram disso também? Pode ter influência direta no FX-2 “Ministro Mangabeira Unger firma acordo para participação no desenvolvimento de avião militar de última geração. Parceria estratégica envolve também programa espacial Pedro Paulo Rezende Da equipe do Correio O Brasil vai participar do programa de desenvolvimento de um avançado avião de combate, o PAK-FA T-50, que será fabricado pela empresa russa Sukhoi. O aparelho, invisível ao radar, promete desempenho igual ou superior ao caça F-22 Raptor, fabricado pelos Estados Unidos (o mais caro do mundo, ao custo unitário de US$ 225 milhões), e deve fazer seu primeiro vôo em, no máximo,… Read more »

Manfred Von Richthofen
Manfred Von Richthofen
11 anos atrás

Rússia disposta a desenvolver caça com o Brasil Valor Econômico – 16/04/2008 A Rússia assinou ontem um memorando de entendimentos, com o governo brasileiro, em que manifesta disposição para colaborar no desenvolvimento de um caça supersônico de quinta geração e construir material bélico com transferência de tecnologia. O documento foi firmado durante a visita ao país do general Valentin Sobolev, secretário-adjunto do Conselho de Segurança Nacional da Rússia. O militar reuniu-se com os ministros da Defesa, Nelson Jobim, e de Assuntos Estratégicos, Mangabeira Unger. Os ministérios esclareceram que o entendimento com os russos não significa nenhum tipo de preferência em… Read more »

MARSP
MARSP
11 anos atrás

Saudações ao amigos do BLOG : Eu tenho uma teoria sobre essas declaração do ministro, seria o seguinte, o governo irá concluir o programa FX2 e um vencedor será escolhido um dos três finalistas irá fornecer os caças, seja Gripen ou Rafale ou F-18. Depois disso feito, eles irão adquirir outro vetor por decisão política, acredito o SU-35 BM, comprarão de forma direta como fizeram com os MIL MI-35. Uma explicação para isso é não depender de um único fornecedor, e não ficar a mercê da política alheia, como aconteceu na guerra das Malvinas. Mas é somente uma teoria, pode… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Noel em 13 fev, 2009 às 19:50

grato pelos esclarecimentos.

E quando questionei a opinião da FAB, na verdade, estava apenas especulando um pouco mais sobre toda essa repercussão da entrevista do Jobim. Certamente a FAB e seus oficiais são gabaritados e tem o direito de dar suas opiniões, mesmo que pessoais.

forte abraço

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
11 anos atrás

Marlos,

E O Su-35, embora voando à bem mais tempo, ainda não passou da fase de protótipos. Eu creio que o Gripen NG entre em operação antes do Super Flanker.

Mas bem que eu gostaria de ver a FAB equipada com o Su-35. Pelo que dizem, ele é o sonho de consumo da maioria dos pilotos.

abraços.

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Uma coisa é certo : tem um cadaver no armário.
E a culpa não é do garçon !!!

Sds.