quarta-feira, maio 12, 2021

Gripen para o Brasil

Array

VLS: cinco anos de uma tragédia

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

vls-acidente-1

vls-acidente-2

Na sexta-feira, dia 22 de agosto de 2003, às 13:26h, vinte e um engenheiros e técnicos do CTA (Centro de Tecnologia Aeroespacial), sediado em São José dos Campos, SP, morreram em um incêndio no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), localizado no Estado do Maranhão, quando preparavam o lançamento de um protótipo do foguete de fabricação nacional, o VLS (Veículo Lançador de Satélites), previsto dentro das atividades do Programa Nacional de Atividades Espaciais.

O grupo de engenheiros e técnicos trabalhava nas instalações da plataforma de lançamento do foguete, quando aconteceu o incêndio e os seus corpos foram consumidos pelas chamas e pelo calor resultantes. Hoje passados cinco anos dessa tragédia todos os atores ainda envolvidos são perdedores: os familiares das vítimas, o programa espacial brasileiro e a sociedade na sua concepção mais geral.

O VLS é um foguete considerado de pequeno porte, com 19,5 metros, e peso aproximado de 50 toneladas. A sua principal missão é colocar em órbita, a uma distância média de 750 km da superfície terrestre, satélites de até 350 kg. O projeto original do VLS prevê o uso de combustível sólido nos seus propulsores.

Os atuais objetivos do programa espacial brasileiro foram delineados e consolidados a partir dos anos 80 do século passado e prevêem a autonomia nacional na produção de satélites e no seu lançamento ao espaço. A etapa de produção de satélites e o seu controle em solo já foi devidamente alcançada pelo INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), localizado em São José dos Campos, nos anos 90.

Para que os objetivos iniciais do programa espacial brasileiro sejam plenamente atingidos falta ainda o lançamento com sucesso de um dos protótipos do VLS, levando ao espaço um satélite de fabricação nacional. As tentativas de lançamento de protótipos do VLS realizadas em 1997 e 1999 foram mal sucedidas. O incêndio da plataforma, juntamente com um protótipo do VLS, em 2003, impediu a realização de outra tentativa de lançamento, que ocorreria três dias depois da tragédia.

O grupo de 21 engenheiros e técnicos trabalhavam nas instalações do CLA, preparando o protótipo do VLS para o lançamento, quando a ignição prematura de um dos motores do foguete, supostamente ocasionada por uma faísca elétrica, provocou o incêndio e as mortes. Devido às chamas e ao calor resultante, pouca coisa restou dos 21 corpos e a estrutura da plataforma de lançamento e o protótipo do VLS transformaram-se em um amontoado de material retorcido.

Em ordem alfabética são os seguintes os nomes dos 21 engenheiros e técnicos perdidos na tragédia: Amintas Rocha Brito, Antonio Sérgio Cezarini, Carlos Alberto Pedrini, César Augusto Varejão, Daniel Faria Gonçalves, Eliseu Reinaldo Vieira, Gil César Marques, Gines Ananias Garcia, Jonas Barbosa Filho, José Aparecido Pinheiro, José Eduardo de Almeida, José Eduardo Pereira, José Pedro Peres da Silva, Luís Primon de Araújo, Mário César Levy, Massanobu Shimabukuro, Maurício Biella Valle, Roberto Tadashi Seguchi, Rodolfo Donizetti de Oliveira, Sidney Aparecido de Moraes, Walter Pereira Júnior. Um monumento aos mortos foi construído nos amplos jardins do Memorial Aeroespacial Brasileiro (MAB), localizado no CTA, em São José dos Campos.

A investigação oficial do acidente concluiu que o incêndio da plataforma foi causado pela ignição antecipada de um dos propulsores do foguete, mas não indica exatamente o que provocou esta ignição. Textualmente, o relatório da investigação afirma que, “não foi identificada nenhuma falha ativa, ou seja, provocada por erro ou violação acidental ou intencional que tenham gerado resultados imediatos, dando início ao incêndio”. Apontou também o relatório para problemas de ordem material tais como cabos elétricos sem blindagem na torre de lançamento e a falta de dispositivos mecânicos de segurança para controlar os mecanismos de acionamento dos motores do foguete.

Um relatório elaborado por uma comissão externa e independente, mostrou que havia no local da explosão no CLA um “ambiente de descuido” e também que o órgão responsável pelo lançamento do protótipo do VLS, tinha “uma cultura de segurança pouco sedimentada”.

No final de 2003 o governo federal pagou uma indenização de R$ 100 mil para cada uma das 21 famílias das vítimas do acidente. Também indenizou o tratamento médico e psicológico dos familiares e despesas de educação dos filhos das vítimas. Insatisfeitos, os familiares procuraram a Justiça, reivindicando, em média, uma indenização de R$ 2 milhões. Algumas das ações propostas individualmente pelos familiares das vítimas já tiveram decisões favoráveis em primeira instância, mas que foram questionadas pela Advocacia Geral da União (AGU), com respeito ao valor pedido das indenizações. Segundo a AGU, “não há legislação específica que fixe parâmetros de indenização por danos materiais e morais aos servidores públicos estatutários, vitimados em acidente, como no presente caso”.

Também os familiares dos mortos no acidente fundaram a Associação dos Familiares das Vítimas do Acidente do VLS (ASFAVV). Essa associação defende a continuidade do projeto do VLS, busca na Justiça o direito de saber quem foram de fato os verdadeiros responsáveis pela tragédia ocorrida, e luta para “manter acessa a chama de humanidade”, que os 21 engenheiros e técnicos falecidos deixaram a partir do seu trabalho interrompido no CLA.

Conseqüência do incêndio acidental do VLS, promoveu-se uma reformulação no projeto original do foguete. Após a tragédia falou-se em um novo lançamento do protótipo em 2006, previsão adiada depois para 2007 e outra vez não concretizada. Atualmente a data prevista para o próximo lançamento já foi deslocada para o ano 2012. A justificativa que tem sido apresentada para os diversos adiamentos prende-se a atrasos decorrentes da implantação de uma “nova cultura de segurança”, que deixou os trabalhos mais lentos.

Segundo o editorial “Atraso espacial”, publicado no jornal “Folha de São Paulo”, no último dia 20 de agosto, mesmo com tantos adiamentos, o “VLS, pedra angular do programa espacial brasileiro, prossegue firme no rastro de fracassos”. E conclui o editorial: “o Brasil possui dimensões, recursos e massa crítica para justificar um programa espacial de verdade; (…) passa da hora de fazê-lo deslanchar”.

Na ocasião quando observamos a passagem de cinco anos da grande tragédia que abateu o programa espacial brasileiro, os sentimentos a serem registrados são o pesar, o reconhecimento e a esperança. O pesar pelas vítimas que tiveram os seus sonhos e realizações frustradas; o reconhecimento pelo drama dos familiares das vítimas, ainda longe de terminar; a esperança de dias melhores para as famílias e pela continuidade do programa espacial, de óbvios benefícios para o Brasil. Nesse sentido, cabe aqui a lembrança de que “pequenos passos do homem podem resultar em grandes saltos para a humanidade”.

FONTE: Brasil Wiki

NOTA DO BLOG: Clique aqui para baixar o relatório final do acidente.

- Advertisement -

60 Comments

Subscribe
Notify of
guest
60 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Almeida

Eu bem chorei naquele dia. Bem mais de quando chorei pela morte do Senna. Muitos bons brasileiros morreram naquele dia, q suas mortes nao tenham sido em vao.

maranhão

Sempre achei a tragédia do VLS muito estranha! na época eu convercei com o editor de uma revista que não me recordo o nome…ele me falou que segundo pescadores e moradores da região, no dia do fatidico “acidente” em alcântara havia varios navios de pesquisa estrangeiros no litoral!!! foi tudo q ele me falou!

Galante

Maranhão, baixe o relatório final da Aeronáutica e leia. Você vai ver o que realmente aconteceu.

Vassily Zaitsev

Galante,

Por mais “final” que seja o relatório, sempre fica espaço para uma “intromissão” não identificada, vinda de quem não vê com bons olhos o Programa Espacial Brasileiro.

Vai saber se os “navios de pesquisa” realmente existiram. Se existiram, nada prova que no meio deles, pelos menos um não fosse uma espécie de navio espião, destinado à dar cabo do VLS. Uma equipe de Forças Especiais bem treinada conseguiria dar conta do recado, e em seguida sair do local sem deixar vestígios.

Mas acho que viajei na maionese……………………

Wolfpack

Lembro do dia e o que senti foi um tristeza grande e uma enorme vergonha, muita vergonha, nunca imaginei que estavamos tão ruim assim a ponto de gerar este espetáculo dantesco em plena visita de uma comitiva da Ucrânia em nosso país. Com certeza esta tragédia gerou piadas pelo mundo inteiro sobre a capacidade real de desenvolvimento em nosso país. Antes de se começar uma aventura como a que estamos vendo em relação ao submarino nuclear deve-se fazer uma análise de risco das conseqüências de uma tragédia como a do VLS, onde mais do que preciosas vidas e dinheiro gasto… Read more »

MARSP

Não acho que precise nem de forças especiais, pois lá estavão os ucranianos hoje forte aliado dos USA, inclusive me parece que até fazem parte hoje da OTAN. Nos dias seguintes ao episódio da tragédia ouvi em algum lugar alguns rumores sobre a grande possibilidade de culpa dos mesmos. Outra observação é que esse programa espacial poderia e poderá se tornar um programa militar, ouvi uma vez numa revista que não me recordo o nome, um general brasileiro dizer a respeito do VLS que a mesma “mão que acaricia pode também bater”, fazendo uma analogia ao VLS, dando esse recado… Read more »

MARSP

Eu gostaria de deixar aqui um apelo, pois não sei o alcance desse BLOG e das pessoas que o lêem, eu li em algum site sobre defesa mas não me lembro qual, que na MECTRON são 5 engenheiros os principais responsáveis pelos quase que todos os projetos, inclui-se ai o MAR-1, o meu apelo é pela segurança dessas pessoas, porque pode acontecer o mesmo que aconteceu com o VLS, e perdermos esses importantes engenheiros, inclusive achei de uma irresponsabilidade muito grande divulgar isto para o publico, acho que primeiro deveria ser resguardado essas pessoas e segundo ser disseminado os seus… Read more »

maxiliano

Foi a maior tragédia de um programa com poucas verbas, e hipocrita . AS vidas que se perderam ali ,mostraram que não dar pra “pensar” grande e colocar uma mereca no VLS.

Radical_Nato

Sem falar que na época havia rumores de muitos turistas americanos na região.

Sds.

Brasileiro

Já passou pela cabeça de vocês que pode ter sido um acidente?
Porque sempre tem que se justificar alguma coisa pondo a culpa em alguém?
O programa espacial americano foi um tremendo fracasso no começo e custou VIDAS e BILHÕES de Dólares.
Cada bobagem….

DORNIER

TOTAL MENTI FORA DO CONTEXTO
gostaria de pedi ao blog que se podesse fize se um documentario
arespeito das fabricas que fazem os Motores e componentes pra Familia do Sukhoi ,e qual ea fabrica que ta na direcao do PAK . caso seja possivel serei muito grato
Thanks very much

Raphael

Por que tem gente que acha que foi os americanos?? Serio??? Ate os mais modernos sistemas de lancamento de paises que estao na ponta da tecnologia, falham. Atlas I : Falhou mais de 20% dos lancamentos. http://en.wikipedia.org/wiki/Atlas_I Ariane 5 : Falhou mais ou menos 10% das vezes. http://en.wikipedia.org/wiki/Ariane_5 HIIA : +- 7% http://en.wikipedia.org/wiki/H-IIA Dnepr-1 : 10% http://en.wikipedia.org/wiki/Dnepr-1 E asim vai. Achar que o VLS nao poderia falhar sem ter alguem sabotando eh muita … Alem do programa ter falta cronica de verbas, o sistema foi desenhado mal. Os Russos tem muita esperiencia com a falha de lancadores, especialmente no comeco… Read more »

Democracia

Foi tido culpa dos gringos !!!

(sem preconceito)

Viva a República!!!

Coralsea

O brasileiro sempre gosta de teorias conspiratórias….quantos acidentes os americanos, russos e franceses sofreram no programa espacial deles?? Foram muitos, mas eles não desistem facilmente como os brasileiros; se levatam e seguem em frente….
Se o Brasil realmente seguir com o programa de um submarino nuclear, que vocês fiquem prontos desde já: vão ocorrer acidentes e provavelmente irão ocorrer vítimas….faz parte (infelizmente) do processo….e aí? já vamos procurar um culpado? Venezuela? EUA?

Coralsea

MARSP

A Ucrânia não faz parte da OTAN

Wolfpack

A explosão do VLS na plataforma de lançamento no Maranhão foi uma tragédia, como é uma tragédia a história deste país. As tragédias nos primódios da exploração espacial se deu em uma época em que o compoutar com maior capacidade de cálculo equivalia a este que utilizo como máquina de escrever. A comparação ai é ingrata, pois a falha que causou o acidente foi de procedimento, falha primária, e básica. Um foguete com combustível sólido não podia ficar dias na posição de lançamento, além do mais com técnicos ao lado, sem nenhuma preocupação com equipamentos com isolamento estático. Foi muita… Read more »

MARSP

Coralsea,

Leia a materia a baixo, e veja se eles irão ou não entrar para a OTAN, por favor se informe melhor antes de dar opinião. Obrigado.

http://br.groups.yahoo.com/group/ajub/message/4365

MARSP

Quanto quem diz sobre teorias conspiratórias, somente digo que o Brasileiro em geral é Alienado, quando é assaltado sempre diz poxa vida nunca pensei que aconteceria com migo, sempre pensei que aconteceria com os outros. Mesmo quando sobre um acidente, sempre imagina que é coisa de filme, ou que nunca vai acontecer com ele.

welington

Os Russo nunca tiverão falhas fatais como as nossa e Americanas, so para citar.

MARSP

Eu nunca afirmei que o programa espacial Brasileiro era infalível, citaram vários casos aqui sobre falhas nos programas espaciais americanos, russos, etc… Todos os casos de acidentes citados, ocorreram no lançamento, quero que citem casos onde ocorreu uma explosão quando técnicos estavam preparando o veiculo. Somente peço que as pessoas pensantes considerem talvez que o caso pode ter sido sabotagem, pois em muito interessava a terceiros, como também pode ter sido um acidente. Mas descartar esta primeira possibilidade ai sim é teoria conspiratória, no mínimo muita ingenuidade. Obrigado a todos os amigos.

welington

Nos temos o melhor ponto o melhor clima para lançamento de foguetes quase o ano todo, na linha do equador se economiza muito combustível como já é de conhecimento de todos e seriamos um concorrente de peso em lançamentos de satélites natural, este mercado vai ser um dos mais lucrativos e vários países não querem mais um concorrente ainda mais com estas vantagens que nos possuímos, eles são SUSPEITOS não foi provado nada, porem não foi levada em conta esta possibilidade que é muito concreta o que leva a crer que existem muitos interesses ligados a isso alem de ser… Read more »

Raphael

http://en.wikipedia.org/wiki/Nedelin_catastrophe

wellington, nunca ouvio falar de Nedelin??

Marsp, em Nedelin morreram pelo menos 3 vezes mais tecnicos que no acidente do VLS, e tambem nao foi acidente de lancamento.

Lancar foguete nao eh brincadeira.

Raphael

http://br.youtube.com/watch?v=8_EnrVf9u8s&feature=related

Os chineses nem se fala. Os caras conseguirar ultrapassar ate os Russos em mortes relacionadas com lancamento de foguetes.

E olha que os Russos tiveram varios acidentes muito graves. Ao contrario do que o Welington diz ai em cima, e voce ainda se diz nao ser pro-russo welington???? hehehehe

Olha o acidente de Nedelin, ou o de Plesetsk (onde 50 tecnicos e engenheiros morreram) :
http://en.wikipedia.org/wiki/Plesetsk_Cosmodrome

welington

Desculpem me acho que me expressei mal, não especifiquei estava falando da nave Soyuz, nunca houve um acidente fatal ao contrario de todas as naves do resto do mundo, estas naves são lançadas desde 1967 sem nenhum acidente fatal são 41 anos sem acidentes com este tipo de nave, isto é no mínimo incrível, principalmente sabendo que eles vão ao espaço pela metade do preço dos Americanos. Não caro amigo Raphael não sou pro Russos nem pro Alemão nem pro Americano e nem pro qualquer nação do mundo ao contrario de muitos aqui, só estou defendendo uma nação que por… Read more »

karl Marx

Camarada wellington, houve sim acidentes fatais com as naves Soyuz. Procure melhor e acharás.

Raphael

Jah vih muita gente atacando os EUA aqui, inclusive voce, e nunca vi voce vindo defender eles…

Ah e welington, a Soyuz teve pelo monos 1 acidente fatal (matou um soldado) e algums outros acidentes quase que acabaram em mortes. Mais mesmo assim, a Soyuz eh uma historia de sucesso.

welington

Raphael não ataco sistematicamente os EUA, não gosto da politca externa Americana, mas gosto das pesoas que residem la das comidas inventadas por eles dos seus produtos em diversaas areas inclusive aerea se achas que não defendo os mesmos leia todos os meus posts, defendo o F-22 com dados como defendo o SU-35BM, gosto de todos as outras naçoes, EUA, Russia, França, Italia, China … são todos países com os quais podemos firmar parcerias e acordos comerciais financeiros … mas ao meu ver muitos aqui tem um alvo a Russia, pois é so citar este país que começam as criticas… Read more »

MARSP

Raphael,

Eu não sei o que você esta querendo provar, mostrar acidentes ocorridos em outros países não prova que o caso brasileiro foi um acidente. Esse caso que você citou Nedelin, tinha uma delegação OTAN(Ucrânia), nos locais de preparação do veiculo lançador? Eu sinceramente não entendo como simplesmente algumas pessoas podem descartar totalmente que o caso pode ser de sabotagem… Esse atraso no programa espacial brasileiro, devido ao acidente em questão beneficiou em muito vários países, principalmente aqueles que não querem que o Brasil possua este tipo de armamento.

[…] sombra da espionagem ronda o CLA desde a explosão, em agosto de 2003, do terceiro protótipo do Veículo Lançador de Satélites (VLS), que matou 21 pessoas. Jamais se provou nada e o episódio ficou creditado a uma fatalidade. O […]

[…] península de Alcântara, no Maranhão. A antiga base de Alcântara, controlada pela aeronáutica, explodiu em agosto de 2003, matando mais de 20 engenheiros, na maior tragédia sofrida pelo setor na…“Vamos construir uma nova base de lançamento de foguetes, que será controlada pela […]

Almeida

Eu bem chorei naquele dia. Bem mais de quando chorei pela morte do Senna. Muitos bons brasileiros morreram naquele dia, q suas mortes nao tenham sido em vao.

maranhão

Sempre achei a tragédia do VLS muito estranha! na época eu convercei com o editor de uma revista que não me recordo o nome…ele me falou que segundo pescadores e moradores da região, no dia do fatidico “acidente” em alcântara havia varios navios de pesquisa estrangeiros no litoral!!! foi tudo q ele me falou!

Galante

Maranhão, baixe o relatório final da Aeronáutica e leia. Você vai ver o que realmente aconteceu.

Vassily Zaitsev

Galante,

Por mais “final” que seja o relatório, sempre fica espaço para uma “intromissão” não identificada, vinda de quem não vê com bons olhos o Programa Espacial Brasileiro.

Vai saber se os “navios de pesquisa” realmente existiram. Se existiram, nada prova que no meio deles, pelos menos um não fosse uma espécie de navio espião, destinado à dar cabo do VLS. Uma equipe de Forças Especiais bem treinada conseguiria dar conta do recado, e em seguida sair do local sem deixar vestígios.

Mas acho que viajei na maionese……………………

Wolfpack

Lembro do dia e o que senti foi um tristeza grande e uma enorme vergonha, muita vergonha, nunca imaginei que estavamos tão ruim assim a ponto de gerar este espetáculo dantesco em plena visita de uma comitiva da Ucrânia em nosso país. Com certeza esta tragédia gerou piadas pelo mundo inteiro sobre a capacidade real de desenvolvimento em nosso país. Antes de se começar uma aventura como a que estamos vendo em relação ao submarino nuclear deve-se fazer uma análise de risco das conseqüências de uma tragédia como a do VLS, onde mais do que preciosas vidas e dinheiro gasto… Read more »

MARSP

Não acho que precise nem de forças especiais, pois lá estavão os ucranianos hoje forte aliado dos USA, inclusive me parece que até fazem parte hoje da OTAN. Nos dias seguintes ao episódio da tragédia ouvi em algum lugar alguns rumores sobre a grande possibilidade de culpa dos mesmos. Outra observação é que esse programa espacial poderia e poderá se tornar um programa militar, ouvi uma vez numa revista que não me recordo o nome, um general brasileiro dizer a respeito do VLS que a mesma “mão que acaricia pode também bater”, fazendo uma analogia ao VLS, dando esse recado… Read more »

MARSP

Eu gostaria de deixar aqui um apelo, pois não sei o alcance desse BLOG e das pessoas que o lêem, eu li em algum site sobre defesa mas não me lembro qual, que na MECTRON são 5 engenheiros os principais responsáveis pelos quase que todos os projetos, inclui-se ai o MAR-1, o meu apelo é pela segurança dessas pessoas, porque pode acontecer o mesmo que aconteceu com o VLS, e perdermos esses importantes engenheiros, inclusive achei de uma irresponsabilidade muito grande divulgar isto para o publico, acho que primeiro deveria ser resguardado essas pessoas e segundo ser disseminado os seus… Read more »

maxiliano

Foi a maior tragédia de um programa com poucas verbas, e hipocrita . AS vidas que se perderam ali ,mostraram que não dar pra “pensar” grande e colocar uma mereca no VLS.

Radical_Nato

Sem falar que na época havia rumores de muitos turistas americanos na região.

Sds.

Brasileiro

Já passou pela cabeça de vocês que pode ter sido um acidente?
Porque sempre tem que se justificar alguma coisa pondo a culpa em alguém?
O programa espacial americano foi um tremendo fracasso no começo e custou VIDAS e BILHÕES de Dólares.
Cada bobagem….

DORNIER

TOTAL MENTI FORA DO CONTEXTO
gostaria de pedi ao blog que se podesse fize se um documentario
arespeito das fabricas que fazem os Motores e componentes pra Familia do Sukhoi ,e qual ea fabrica que ta na direcao do PAK . caso seja possivel serei muito grato
Thanks very much

Raphael

Por que tem gente que acha que foi os americanos?? Serio??? Ate os mais modernos sistemas de lancamento de paises que estao na ponta da tecnologia, falham. Atlas I : Falhou mais de 20% dos lancamentos. http://en.wikipedia.org/wiki/Atlas_I Ariane 5 : Falhou mais ou menos 10% das vezes. http://en.wikipedia.org/wiki/Ariane_5 HIIA : +- 7% http://en.wikipedia.org/wiki/H-IIA Dnepr-1 : 10% http://en.wikipedia.org/wiki/Dnepr-1 E asim vai. Achar que o VLS nao poderia falhar sem ter alguem sabotando eh muita … Alem do programa ter falta cronica de verbas, o sistema foi desenhado mal. Os Russos tem muita esperiencia com a falha de lancadores, especialmente no comeco… Read more »

Democracia

Foi tido culpa dos gringos !!!

(sem preconceito)

Viva a República!!!

Coralsea

O brasileiro sempre gosta de teorias conspiratórias….quantos acidentes os americanos, russos e franceses sofreram no programa espacial deles?? Foram muitos, mas eles não desistem facilmente como os brasileiros; se levatam e seguem em frente….
Se o Brasil realmente seguir com o programa de um submarino nuclear, que vocês fiquem prontos desde já: vão ocorrer acidentes e provavelmente irão ocorrer vítimas….faz parte (infelizmente) do processo….e aí? já vamos procurar um culpado? Venezuela? EUA?

Coralsea

MARSP

A Ucrânia não faz parte da OTAN

Wolfpack

A explosão do VLS na plataforma de lançamento no Maranhão foi uma tragédia, como é uma tragédia a história deste país. As tragédias nos primódios da exploração espacial se deu em uma época em que o compoutar com maior capacidade de cálculo equivalia a este que utilizo como máquina de escrever. A comparação ai é ingrata, pois a falha que causou o acidente foi de procedimento, falha primária, e básica. Um foguete com combustível sólido não podia ficar dias na posição de lançamento, além do mais com técnicos ao lado, sem nenhuma preocupação com equipamentos com isolamento estático. Foi muita… Read more »

MARSP

Coralsea,

Leia a materia a baixo, e veja se eles irão ou não entrar para a OTAN, por favor se informe melhor antes de dar opinião. Obrigado.

http://br.groups.yahoo.com/group/ajub/message/4365

MARSP

Quanto quem diz sobre teorias conspiratórias, somente digo que o Brasileiro em geral é Alienado, quando é assaltado sempre diz poxa vida nunca pensei que aconteceria com migo, sempre pensei que aconteceria com os outros. Mesmo quando sobre um acidente, sempre imagina que é coisa de filme, ou que nunca vai acontecer com ele.

welington

Os Russo nunca tiverão falhas fatais como as nossa e Americanas, so para citar.

MARSP

Eu nunca afirmei que o programa espacial Brasileiro era infalível, citaram vários casos aqui sobre falhas nos programas espaciais americanos, russos, etc… Todos os casos de acidentes citados, ocorreram no lançamento, quero que citem casos onde ocorreu uma explosão quando técnicos estavam preparando o veiculo. Somente peço que as pessoas pensantes considerem talvez que o caso pode ter sido sabotagem, pois em muito interessava a terceiros, como também pode ter sido um acidente. Mas descartar esta primeira possibilidade ai sim é teoria conspiratória, no mínimo muita ingenuidade. Obrigado a todos os amigos.

Reportagens especiais

O AT-26 Xavante, conforme visto (e voado) por Franco Ferreira

  O texto abaixo é de autoria do nosso amigo Gustavo Adolfo Franco Ferreira, tenente-coronel aviador reformado da FAB, especialista em Segurança...
- Advertisement -
- Advertisement -