Home Sistemas de Armas Elbit fecha contrato de US$187 milhões com a Embraer para modernizar os...

Elbit fecha contrato de US$187 milhões com a Embraer para modernizar os AMX

619
201

TEL AVIV, Israel (Reuters) – A israelense Elbit Systems informou nesta terça-feira que ganhou contrato da Embraer para o fornecimento de sistemas eletrônicos (aviônica) para o programa de modernização dos jatos de combate AMX da Força Aérea Brasileira.

O desenvolvimento inicial e a fase de protótipos do contrato somam 67 milhões de dólares. O contrato completo, incluindo a fase de produção subsequente, totaliza 187 milhões de dólares e deve ser concluído até 2014, divulgou a Elbit em comunicado.

A implementação da fase de produção, seguindo a conclusão do desenvolvimento e a fase de protótipos, está sujeita à aprovação futura.

De acordo com a Elbit, os trabalhos do projeto serão realizados pela sua subsidiária no Brasil, a Aeroeletrônica (AEL), que fornecerá o computador central de missões de batalha para o AMX, assim como os sistemas de tela, de gerenciamento de munições e sistemas adicionais.

A subsidiária israelense da Elbit, a Elisra, fornecerá os sistemas eletrônicos de combate.

FONTE: Reuters Brasil

NOTA DO BLOG: Demorou, mas chegou. Finalmente o Brasil vai modernizar sua frota de caças-bombardeiros AMX, que até hoje operam sem radar e sem capacidade de disparar mísseis. O Brasil deve muito ao AMX, pois foi graças aos avanços tecnológicos proporcionados pelo desenvolvimento desse avião, que a Embraer fabrica hoje seus modernos E-Jets, sucesso comercial em todo o mundo.

201
Deixe um comentário

avatar
201 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
48 Comment authors
Anúncio do AMX em 1984 | Poder AéreoGalanteEdmarJobim confirma reexame da proposta russa para o FX-2Duelo de Titãs Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Diego
Visitante

Só continuamos sem saber a quantidade de aeronaves que serão modernizadas…rs

Diego
Visitante

Só continuamos sem saber a quantidade de aeronaves que serão modernizadas…rs

konner
Visitante
konner

A atualização do AMX incorporará o que há de mais atual em tecnologia para sistemas aviônicos, de armamento e sensores, sendo boa parte dos componentes utilizados fabricados no Brasil. Assim, a aeronave atingirá o patamar operacional dos mais avançados aviões de combate disponíveis no mercado. A atualização tecnológica do avião visa a introduzir novas capacidades, que o levarão ao cumprimento pleno da sua missão nos próximos 20 anos. A autonomia, no Brasil, para a integração de novos sistemas e sensores, bem como suporte logístico local; a consolidação do parque de empresas aeronáuticas voltadas para eletrônica de defesa; e a independência… Read more »

konner
Visitante
konner

A atualização do AMX incorporará o que há de mais atual em tecnologia para sistemas aviônicos, de armamento e sensores, sendo boa parte dos componentes utilizados fabricados no Brasil. Assim, a aeronave atingirá o patamar operacional dos mais avançados aviões de combate disponíveis no mercado. A atualização tecnológica do avião visa a introduzir novas capacidades, que o levarão ao cumprimento pleno da sua missão nos próximos 20 anos. A autonomia, no Brasil, para a integração de novos sistemas e sensores, bem como suporte logístico local; a consolidação do parque de empresas aeronáuticas voltadas para eletrônica de defesa; e a independência… Read more »

Taer
Visitante
Taer

Boa notícia! Muito bom! Quantas celulas de A-1 serão modernizadas?
Sds.

Taer
Visitante
Taer

Boa notícia! Muito bom! Quantas celulas de A-1 serão modernizadas?
Sds.

RL
Visitante
RL

Eu comecei a gostar de Aviação militar quando fiquei sabendo no Fantástico que o Brasil iria fabricar o AMX. Quem não se lembra dessa matéria? Acho que nem no Youtube tem isso, já procurei.

É muito prazeroso acompanhar o inicio de vida dessa aéronave e hoje saber que enfim, ela terá uma merecida capacidade de plena operacionalidade com muitos recursos que pode ter.

Eu particularmente sou fã.

RL
Visitante
RL

Eu comecei a gostar de Aviação militar quando fiquei sabendo no Fantástico que o Brasil iria fabricar o AMX. Quem não se lembra dessa matéria? Acho que nem no Youtube tem isso, já procurei.

É muito prazeroso acompanhar o inicio de vida dessa aéronave e hoje saber que enfim, ela terá uma merecida capacidade de plena operacionalidade com muitos recursos que pode ter.

Eu particularmente sou fã.

pjms
Visitante
pjms

Realmente o caça ficará mais eficaz, porem como o radar deverá ser o grifo, não poderá ter em seus pilones mísseis BVR!somente WVR.

[]s

pjms
Visitante
pjms

Realmente o caça ficará mais eficaz, porem como o radar deverá ser o grifo, não poderá ter em seus pilones mísseis BVR!somente WVR.

[]s

Galante
Visitante
Member
Galante

PJMS, o radar instalado no AMX será o modelo SCP-01 Scipio, de fabricação ítalo-brasileira.
O AMX não precisa de mísseis BVR, sua capacidade combate aéreo é somente de auto-defesa.

Galante
Visitante
Galante

PJMS, o radar instalado no AMX será o modelo SCP-01 Scipio, de fabricação ítalo-brasileira.
O AMX não precisa de mísseis BVR, sua capacidade combate aéreo é somente de auto-defesa.

Corsario-DF
Visitante
Corsario-DF

DEUS existe!!! Graças a Deus!!!
Que excelente notícia.

Corsario-DF
Visitante
Corsario-DF

DEUS existe!!! Graças a Deus!!!
Que excelente notícia.

Manfred Von Richthofen
Visitante
Manfred Von Richthofen

Depois só vai faltar comprar armamento no estado-da-arte para os aviões:
bombas guidas a laser, bombas guiadas por GPS, mísseis stand-off SCALP, mísseis anti-radiação etc.

Manfred Von Richthofen
Visitante
Manfred Von Richthofen

Depois só vai faltar comprar armamento no estado-da-arte para os aviões:
bombas guidas a laser, bombas guiadas por GPS, mísseis stand-off SCALP, mísseis anti-radiação etc.

Manfred Von Richthofen
Visitante
Manfred Von Richthofen

Mauro, o design do AMX é voltado totalmente para o ataque à superfície, como o A-4 Skyhawk. Isso limita o avião, pois no combate aéreo ele perde muita energia rapidamente.
O futuro caça brasileiro, se houver, deverá ser multifuncional.
Hoje, qualquer desses jatos LIFT atuais dá de 10 a 0 no AMX em combate aéreo.
A vantagem do AMX é que já temos uma quantidade razoável de aviões e vale a pena modernizá-los ainda, só isso.

Manfred Von Richthofen
Visitante
Manfred Von Richthofen

Mauro, o design do AMX é voltado totalmente para o ataque à superfície, como o A-4 Skyhawk. Isso limita o avião, pois no combate aéreo ele perde muita energia rapidamente.
O futuro caça brasileiro, se houver, deverá ser multifuncional.
Hoje, qualquer desses jatos LIFT atuais dá de 10 a 0 no AMX em combate aéreo.
A vantagem do AMX é que já temos uma quantidade razoável de aviões e vale a pena modernizá-los ainda, só isso.

camarada
Visitante
camarada

Boa notícia esta,até que emfim! O ponto forte dessa modernização é o sofisticado radar digital SCP-01, da empresa Mectron, de São José dos Campos, capaz de detectar alvos múltiplos em terra, no ar e no mar. O AMX é um vetor estratégico para a Força aérea Brasileira. Um ensaio decisivo foi realizado em agosto de 2004 quando dois deles saíram da base de Santa Maria (RS) e permaneceram no ar por mais de 10 horas, realizando 3 reabastecimentos em vôo. Cobriram 6.900 km. Não foram detectados. Teriam destruído qualquer alvo na América Latina. Ou chegado à África.Existe a possibilidade de… Read more »

camarada
Visitante
camarada

Boa notícia esta,até que emfim! O ponto forte dessa modernização é o sofisticado radar digital SCP-01, da empresa Mectron, de São José dos Campos, capaz de detectar alvos múltiplos em terra, no ar e no mar. O AMX é um vetor estratégico para a Força aérea Brasileira. Um ensaio decisivo foi realizado em agosto de 2004 quando dois deles saíram da base de Santa Maria (RS) e permaneceram no ar por mais de 10 horas, realizando 3 reabastecimentos em vôo. Cobriram 6.900 km. Não foram detectados. Teriam destruído qualquer alvo na América Latina. Ou chegado à África.Existe a possibilidade de… Read more »

Melk
Visitante
Melk

Olha ai galera, pra quem imagina que neste país não se investe em pesquisa tecnologica, ai vai uma uma demostração do equivoco de se pensar assim, são excelentes noticias para as forças armadas… A Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia divulgou ontem (30) a relação de projetos selecionados para o programa de subvenção econômica de 2008. Foram selecionados 209 projetos, que juntos receberão até R$ 450 milhões em recursos não-reembolsáveis. Os projetos estão distribuídos em seis áreas: Tecnologias da Informação e Comunicação, Saúde, Programas Estratégicos, Desenvolvimento Social, Biotecnologia e Energia. Segundo informou a… Read more »

Melk
Visitante
Melk

Olha ai galera, pra quem imagina que neste país não se investe em pesquisa tecnologica, ai vai uma uma demostração do equivoco de se pensar assim, são excelentes noticias para as forças armadas… A Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia divulgou ontem (30) a relação de projetos selecionados para o programa de subvenção econômica de 2008. Foram selecionados 209 projetos, que juntos receberão até R$ 450 milhões em recursos não-reembolsáveis. Os projetos estão distribuídos em seis áreas: Tecnologias da Informação e Comunicação, Saúde, Programas Estratégicos, Desenvolvimento Social, Biotecnologia e Energia. Segundo informou a… Read more »

kaleu
Visitante
kaleu

Caros, vibrei com a noticia, sou fã do AMX…

Gostaria de ouvir outros blogueiros, que realmente manjam do assunto se a afirmação do amigo Manfred : – “Hoje, qualquer desses jatos LIFT atuais dá de 10 a 0 no AMX em combate aéreo.” tem ou não fundamento.

Deixando claro “ÁS Manfred” que só estou perguntando, sem intenção de questioná=lo.

abraços
Kaleu

kaleu
Visitante
kaleu

Caros, vibrei com a noticia, sou fã do AMX…

Gostaria de ouvir outros blogueiros, que realmente manjam do assunto se a afirmação do amigo Manfred : – “Hoje, qualquer desses jatos LIFT atuais dá de 10 a 0 no AMX em combate aéreo.” tem ou não fundamento.

Deixando claro “ÁS Manfred” que só estou perguntando, sem intenção de questioná=lo.

abraços
Kaleu

Henrique Sousa
Visitante
Henrique Sousa

Hoje pode não estar bom, mas num passado recente esteve muito pior.

Paulatinamente nossas forças armadas estão caminhando para um futuro de capacitação operacional.

Bravo Zulu

Henrique Sousa
Visitante
Henrique Sousa

Hoje pode não estar bom, mas num passado recente esteve muito pior.

Paulatinamente nossas forças armadas estão caminhando para um futuro de capacitação operacional.

Bravo Zulu

RL
Visitante
RL

Pessoal, uma pergunta.

CAso os F-5M comecem a ser retirados de atividade primeiro do que os A-1 quando da chegada do novo FX-II, os Pods Recclite e Skyshield podem ser acoplados so A-1M?

Amigo Mauro.
Gostei de sua idéia para termos uma quantidade de 100 aeronaves do “A-2”, más apenas para treinamento avançado e ataque tático a alvos sobre a superficie certo?.
Ai concordo.

Abraços.

RL
Visitante
RL

Pessoal, uma pergunta.

CAso os F-5M comecem a ser retirados de atividade primeiro do que os A-1 quando da chegada do novo FX-II, os Pods Recclite e Skyshield podem ser acoplados so A-1M?

Amigo Mauro.
Gostei de sua idéia para termos uma quantidade de 100 aeronaves do “A-2”, más apenas para treinamento avançado e ataque tático a alvos sobre a superficie certo?.
Ai concordo.

Abraços.

Flávio
Visitante
Flávio

Melk,
Execentes notícias!!
Sds.

Flávio
Visitante
Flávio

Melk,
Execentes notícias!!
Sds.

André de POA
Visitante

Como pelas minhas mãos passaram os primeiros aviônicos do AMX no BRasil fico muito feliz com esta noticia. Vida longa ao nosso vetor de ataque.

André de POA
Visitante

Como pelas minhas mãos passaram os primeiros aviônicos do AMX no BRasil fico muito feliz com esta noticia. Vida longa ao nosso vetor de ataque.

Flávio
Visitante
Flávio

Melhor dizendo. Ótimas notícias!! rsrsrs
Um abraço.

Flávio
Visitante
Flávio

Melhor dizendo. Ótimas notícias!! rsrsrs
Um abraço.

André de POA
Visitante

quanto a questão do bvr no amx que se comentou antes enquanto não temos uma frota de ultima geração cem por cento operacional creio que o nosso honrado AMX pode com total sucesso destruir posições inimigas acompanhado de longe por um bicudo e ambos coordenados.

André de POA
Visitante

quanto a questão do bvr no amx que se comentou antes enquanto não temos uma frota de ultima geração cem por cento operacional creio que o nosso honrado AMX pode com total sucesso destruir posições inimigas acompanhado de longe por um bicudo e ambos coordenados.

Alfredo_Araujo
Visitante
Alfredo_Araujo

Imaginem R-99, AMX e F-5m trocando informações por datalink!! Isso sim é guerra aérea moderna!!

Alfredo_Araujo
Visitante
Alfredo_Araujo

Imaginem R-99, AMX e F-5m trocando informações por datalink!! Isso sim é guerra aérea moderna!!

Clausewitz
Visitante
Clausewitz

Caros. Com esta modernização, mais a capacidade de manter que só nos temos,e os nossos pilotos, teremos a melhor força aérea da América Látina.

Concordam?

Clausewitz
Visitante
Clausewitz

Caros. Com esta modernização, mais a capacidade de manter que só nos temos,e os nossos pilotos, teremos a melhor força aérea da América Látina.

Concordam?

Brigadeiro... de chocolate
Visitante
Brigadeiro... de chocolate

Vão colocar MP3?? Saída aux. para IPOD???

Brigadeiro... de chocolate
Visitante
Brigadeiro... de chocolate

Vão colocar MP3?? Saída aux. para IPOD???

RL
Visitante
RL

Amigo Mauro.

O direito de viajar não se restrinje somente a você..rsrs..não se sinta sozinho..pq eu tb, assim como todos, viajo em minhas idéias. O bacana é que são viagens positivas que estão sempre visando a melhorar nossas capacidades.

Alias, viajei nas suas ideias cara….muito bom seria se tivessemos tudo isso ai…

Abração.

RL
Visitante
RL

Amigo Mauro.

O direito de viajar não se restrinje somente a você..rsrs..não se sinta sozinho..pq eu tb, assim como todos, viajo em minhas idéias. O bacana é que são viagens positivas que estão sempre visando a melhorar nossas capacidades.

Alias, viajei nas suas ideias cara….muito bom seria se tivessemos tudo isso ai…

Abração.

Nunão
Visitante
Nunão

Kaleu, Os novos “Lifts” foram concebidos para reproduzir a manobrabilidade de caças extremamente manobráveis como, por exemplo, o F-16 (caso do “lift” KDX T-50 coreano, por exemplo). Outros, como os novos M-346, reproduzem características de vôo diversas “a gosto do freguês), com Fly-by-wire reprogramável. O próprio Bae Hawk, um “velho lift”, contemporâneo do AMX, é mais manobrável em combate. Isso posto, acrescento que não faz sentido malhar o AMX como ruim no combate aéreo simplesmente por malhar (o que não foi o caso do Manfred, presumo), comparado aos exemplos acima. Ele não foi concebido para ser Lead In Fighter Trainer,… Read more »

Nunão
Visitante
Nunão

Kaleu, Os novos “Lifts” foram concebidos para reproduzir a manobrabilidade de caças extremamente manobráveis como, por exemplo, o F-16 (caso do “lift” KDX T-50 coreano, por exemplo). Outros, como os novos M-346, reproduzem características de vôo diversas “a gosto do freguês), com Fly-by-wire reprogramável. O próprio Bae Hawk, um “velho lift”, contemporâneo do AMX, é mais manobrável em combate. Isso posto, acrescento que não faz sentido malhar o AMX como ruim no combate aéreo simplesmente por malhar (o que não foi o caso do Manfred, presumo), comparado aos exemplos acima. Ele não foi concebido para ser Lead In Fighter Trainer,… Read more »

Nunão
Visitante
Nunão

De novo escrevi KDX em vez de KAI… Deve ser porque, inicialmente, o projeto se chamava KTX-2… Ou alguma preferência subliminar por uma classe de navios de escolta, mas isso é assunto pra outro blog… Ainda sobre os A-1: creio que não vale a pena pensar nem em produzir mais deles, nem em aumentar a frota com ex-italianos (a não ser que seja para canabalizar ou, eventualmente, aumentar a relação biplaces-monoplaces sem ter que mexer nos monoplaces atuais), muito menos criar um “A-2”. A aerodinâmica dos AMX, seja fuselagem, empenagem ou asas, teria que ser tão extensamente modificada para se… Read more »

Nunão
Visitante
Nunão

De novo escrevi KDX em vez de KAI… Deve ser porque, inicialmente, o projeto se chamava KTX-2… Ou alguma preferência subliminar por uma classe de navios de escolta, mas isso é assunto pra outro blog… Ainda sobre os A-1: creio que não vale a pena pensar nem em produzir mais deles, nem em aumentar a frota com ex-italianos (a não ser que seja para canabalizar ou, eventualmente, aumentar a relação biplaces-monoplaces sem ter que mexer nos monoplaces atuais), muito menos criar um “A-2”. A aerodinâmica dos AMX, seja fuselagem, empenagem ou asas, teria que ser tão extensamente modificada para se… Read more »

marujo
Visitante
marujo

Nunão, cheguei a pensar em pelo menos 16 células de AMX italianos para equipar uma nova unidade aérea no Nordeste, especializada em ataque naval.Desisti a partir do momento em que pensei que os recursos gastos poderiam fazer falta para o caça mais sofisticado e quase no estado da arte que pode vir no âmbito do FX-2.

marujo
Visitante
marujo

Nunão, cheguei a pensar em pelo menos 16 células de AMX italianos para equipar uma nova unidade aérea no Nordeste, especializada em ataque naval.Desisti a partir do momento em que pensei que os recursos gastos poderiam fazer falta para o caça mais sofisticado e quase no estado da arte que pode vir no âmbito do FX-2.