quarta-feira, maio 12, 2021

Gripen para o Brasil

Nota do Ministério da Defesa à imprensa sobre Projeto F-X2

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A respeito de informações divulgadas pela imprensa sobre suposta interferência de ordem política no processo de seleção para a compra de novos caças para a Força Aérea Brasileira, o Ministério da Defesa esclarece que a decisão tomada pelo Alto-Comando da Aeronáutica foi fundamentada em critérios técnicos exaustivamente analisados e elaborados pela Comissão Gerencial do Projeto F-X2, tendo por base a transferência de tecnologia.
Fonte: MINISTÉRIO DA DEFESA

- Advertisement -

39 Comments

Subscribe
Notify of
guest
39 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Roberto

Assim espero.

Saulo

Q isso??? Uma piada é?? Pq teve muita graça!! Até parece, qm eles qrem enganar??

Marco

Se os critéiros de escolha tiveram como base a transferência de tecnologia eu pergunto aos senhores…Que DIABOS está fazendo o F-18 nesta “short list” !?!?!?

RL

Hum Hum..Claro.!!!

jose carlos

Criterios Tecnicos tb me engana que eu gosto, o medo de se indispor com os USA pesou muito para disfarçar tiraram o F16 ainda va lá agora deixar o Gripen no lugar do SU-35 fala serio.

edilson

E a boeing? vai transferir o que?
metalurgia para o Brasil usinar peças dos motores do B-17???
ou será que eles decidiram da noite para o dia achar que o Brasil atingiu o “investment grade” do setor militar, do qual sem nossa ajuda não poderemos nos manter como potencia no mundo????
Pra boi dormir mesmo, jobin e mangabeira merecem o trofel pinóquio, não pelo nariz grande, mas pela cara de pau….

RLobo

Acredito que o critério foi eminentemente técnico. O Gripen é um projeto novíssimo e o SU-35 é um projeto bem antigo. Aliás, o Rafale também é um projeto antigo. O Super Hornet apesar da similaridade com o Hornet, é um caça de projeto bem mais novo que o RAFALE e SU-30. Acho até que o SU-35 é um SU-27 melhorado. Amigos… acredito que o Super Hornet é o melhor para nós. Ele é superior ao Rafale. Quanto ao Gripen (sua autonomia pequena) é um fator preocupante. Um pais com as dimensões do Brasil (diferente da Suécia, Africa do Sul) não… Read more »

Roberto

Diz-se que o NG tem 40% mais autonomia, que chega a 1300Km com tanques externos (se não me engano 1) e que é maior (a distância percorrida) que o Rafale com um tanque extra tb. Posso estar enganado…

CJ

Transferência de Tecnologia… c/ F18?? Só se for de tecnologia de fabricação do Trem de pouso…

william

realmente ta dificil de engolir esse comentario da fab a impressao de todos obviamente e q houve pressoes sim e e mtu esperado q eles naum confessem isso

konner

Fazendo uso de um ditado que se não me falha a memória é russo:

Eu só espero que toda essa ” MONTANHA “, não venha parir um ” RATO ” !!

[…] DO BLOG: Veja também a nota do MinDef sobre a concorrência […]

Igor

Estou começando a acreditar naquela brincadeira de que o ministério acompanha este blog e outros fóruns!
Quando deu aquela confusão de comprar OU desenvolver um caça brasileiro, a fab por meio de seu sítio, saltou um nota de esclarecimento.

Igor

em virtude de especulações veiculadas nos sites ligado a defesa.

Almeida

Parem de agredir o Gripen NG sem conhecimento do projeto, por favor! Leiam mais e vocês perceberão as vantagens desta pataforma! Pequena autonomia? Papo furado! Um Gripen NG carrega 40% a mais de combustível do que o original e tem um raio de combate e alcance maiores do que o Rafale na mesma configuração! Sem contar que o probe de reabastecimento do Gripen é retrátil e ele é capaz de supercruise, o que diminui sua assinatura térmica E aumenta seu alcance operacional! O Brasil é muito grande? Alguém sabe qual é a filosofia por trás do Gripen? Ele foi criado… Read more »

João-Curitiba

É muita maldade duvidar de que haverá transferência de tecnologia. Soube de fonte segura que eles vão dar de graça todo o projeto do P 47 Thunderbolt, inclusive do motor e aviônicos.

Israel

“O Brasil é muito grande? Alguém sabe qual é a filosofia por trás do Gripen?” Só uma coisa que vc deixou de citar: nesta filosofia de uso do Grippen, teríamos de ter um número considerável de aeronaves. A suécia comprou mais de 200! A gente vai comprar 36, no máxio. De novo, a gente é medíocre, o brasil (minúcula mesmo) é assim, ponto. Não adianta, nao vai mudar, o problema é cultural. Somos a 10a potência comercial, temos uma influência local muito maior que a Suécia, e estamos localizados em uma região de considerável instabilidade (hermanos o CARALH*). Todos esses… Read more »

Hornet

Ô João-Curitiba, justamente o P-47, que mais parece uma rolha com asas…seria legal se fosse, ao menos, o P-51 Mustang, aí a coisa já ficava melhor!!! rs.rs.rs.

um forte abraço

CorsarioDF

Isso é papo furado… Sobre a defesa do Gripen NG, está correta, mas temos que ressaltar o número adquirido. Eu quero é ter certeza se entre os 3 selecionados é só ele que pode operar em Super Cruizer? Se for, sem dúvida alguma ele é a melhor escolha, apesar de não ter a versão naval… Mas tudo bem, acho que para a FAB já tá difícil imagina pra MB? Sds.

Roberto

Assim espero.

Saulo

Q isso??? Uma piada é?? Pq teve muita graça!! Até parece, qm eles qrem enganar??

Marco

Se os critéiros de escolha tiveram como base a transferência de tecnologia eu pergunto aos senhores…Que DIABOS está fazendo o F-18 nesta “short list” !?!?!?

RL

Hum Hum..Claro.!!!

jose carlos

Criterios Tecnicos tb me engana que eu gosto, o medo de se indispor com os USA pesou muito para disfarçar tiraram o F16 ainda va lá agora deixar o Gripen no lugar do SU-35 fala serio.

edilson

E a boeing? vai transferir o que?
metalurgia para o Brasil usinar peças dos motores do B-17???
ou será que eles decidiram da noite para o dia achar que o Brasil atingiu o “investment grade” do setor militar, do qual sem nossa ajuda não poderemos nos manter como potencia no mundo????
Pra boi dormir mesmo, jobin e mangabeira merecem o trofel pinóquio, não pelo nariz grande, mas pela cara de pau….

RLobo

Acredito que o critério foi eminentemente técnico. O Gripen é um projeto novíssimo e o SU-35 é um projeto bem antigo. Aliás, o Rafale também é um projeto antigo. O Super Hornet apesar da similaridade com o Hornet, é um caça de projeto bem mais novo que o RAFALE e SU-30. Acho até que o SU-35 é um SU-27 melhorado. Amigos… acredito que o Super Hornet é o melhor para nós. Ele é superior ao Rafale. Quanto ao Gripen (sua autonomia pequena) é um fator preocupante. Um pais com as dimensões do Brasil (diferente da Suécia, Africa do Sul) não… Read more »

Roberto

Diz-se que o NG tem 40% mais autonomia, que chega a 1300Km com tanques externos (se não me engano 1) e que é maior (a distância percorrida) que o Rafale com um tanque extra tb. Posso estar enganado…

CJ

Transferência de Tecnologia… c/ F18?? Só se for de tecnologia de fabricação do Trem de pouso…

william

realmente ta dificil de engolir esse comentario da fab a impressao de todos obviamente e q houve pressoes sim e e mtu esperado q eles naum confessem isso

konner

Fazendo uso de um ditado que se não me falha a memória é russo:

Eu só espero que toda essa ” MONTANHA “, não venha parir um ” RATO ” !!

[…] DO BLOG: Veja também a nota do MinDef sobre a concorrência […]

Igor

Estou começando a acreditar naquela brincadeira de que o ministério acompanha este blog e outros fóruns!
Quando deu aquela confusão de comprar OU desenvolver um caça brasileiro, a fab por meio de seu sítio, saltou um nota de esclarecimento.

Igor

em virtude de especulações veiculadas nos sites ligado a defesa.

Almeida

Parem de agredir o Gripen NG sem conhecimento do projeto, por favor! Leiam mais e vocês perceberão as vantagens desta pataforma! Pequena autonomia? Papo furado! Um Gripen NG carrega 40% a mais de combustível do que o original e tem um raio de combate e alcance maiores do que o Rafale na mesma configuração! Sem contar que o probe de reabastecimento do Gripen é retrátil e ele é capaz de supercruise, o que diminui sua assinatura térmica E aumenta seu alcance operacional! O Brasil é muito grande? Alguém sabe qual é a filosofia por trás do Gripen? Ele foi criado… Read more »

João-Curitiba

É muita maldade duvidar de que haverá transferência de tecnologia. Soube de fonte segura que eles vão dar de graça todo o projeto do P 47 Thunderbolt, inclusive do motor e aviônicos.

Israel

“O Brasil é muito grande? Alguém sabe qual é a filosofia por trás do Gripen?” Só uma coisa que vc deixou de citar: nesta filosofia de uso do Grippen, teríamos de ter um número considerável de aeronaves. A suécia comprou mais de 200! A gente vai comprar 36, no máxio. De novo, a gente é medíocre, o brasil (minúcula mesmo) é assim, ponto. Não adianta, nao vai mudar, o problema é cultural. Somos a 10a potência comercial, temos uma influência local muito maior que a Suécia, e estamos localizados em uma região de considerável instabilidade (hermanos o CARALH*). Todos esses… Read more »

Hornet

Ô João-Curitiba, justamente o P-47, que mais parece uma rolha com asas…seria legal se fosse, ao menos, o P-51 Mustang, aí a coisa já ficava melhor!!! rs.rs.rs.

um forte abraço

CorsarioDF

Isso é papo furado… Sobre a defesa do Gripen NG, está correta, mas temos que ressaltar o número adquirido. Eu quero é ter certeza se entre os 3 selecionados é só ele que pode operar em Super Cruizer? Se for, sem dúvida alguma ele é a melhor escolha, apesar de não ter a versão naval… Mas tudo bem, acho que para a FAB já tá difícil imagina pra MB? Sds.

[…] DO BLOG: Veja também a nota do MinDef sobre a concorrência […]

Reportagens especiais

Relembre os 10 anos da Trilogia Forças de Defesa

Hoje, 21 de setembro de 2018, a Trilogia de sites Forças de Defesa completa 10 anos, data em que o ForTe – Forças Terrestres foi...
- Advertisement -
- Advertisement -