Embraer KC-390 na Tailândia

Embraer KC-390 na Tailândia

5744
100

Segundo o Flightradar, o cargueiro militar Embraer KC-390 voltou da Nova Zelândia passando pela Austrália e agora está na Tailândia.

A Tailândia é um dos países que operam o caça Saab Gripen.

100 COMMENTS

  1. Uma pergunta: qual a idade desses C-130. Imagino que não seria necessário repor na quantidade 1×1. Poderiam encomendar 8 unidades, não?

  2. André, eles são da década de 80.
    .
    Matheus, eu também imaginava que os testes seriam mais intensos. Talvez, por causa da certificação em andamento, testes mais intensos só sejam possíveis no futuro, o que demandaria uma nova visita do KC-390, se houver interesse dos kiwis.

  3. Matheus Ugraita 13 de julho de 2017 at 11:41
    eu acho que na NZ era isso mesmo, pois estão em processo de “licitação” né?
    já devem ter muita informação sobre o KC-390, queriam mesmo era dar um rolê, pra ver se existe e voa, e logo mais pra frente irá solicitar novas informações e demonstrações, que ao me ver podem ser por aqui mesmo …

    wfeitosa

  4. Quase nada de notícias sobre essas viagens.
    Se bem que são viagens comerciais e só estamos sabendo devido ao flight radar.

  5. Penso que a EMBRAER poderia explorar melhor essa viagem como marketing. Ou seja, boletins diários, fotos, enfim. Provavelmente depois esta viagem renderá muitas imagens boas para a divulgação da aeronave, mas o depois é depois. Agora ela está lá e isso poderia ser melhor utilizado. Acho que somente os aficionados estão acompanhando via Flightradar.

  6. Matheus Ugraita, o KC-390 fez a mesma coisa que o A-400M fez no ano passado quando visitou a NZ e a mesma coisa que o C2 japonês fez no inicio desse ano, apresentou a aeronave para o ministro da defesa e deu uma volta com o pessoal do ministério da defesa. A Nova Zelândia nem lançou um RFP para a substituição dos C-130 ainda, a prioridade deles é o lançamento de um RFP para aeronaves de patrulha marítima para substituir os P-3K2 Orion. Parece que a concorrência para substituir os C-130 só vai ser lançada ano que vem

  7. Alex, isso que eu coloquei só uma parte do inventário. Ela está bem melhor que a FAB, pode ter certeza.
    .
    Gilmar, concordo plenamente. A Embraer deveria divulgar fotos e vídeos, pois a aeronave sobrevoou locais incríveis.

  8. Gilmar 13 de julho de 2017 at 12:54
    Penso que a EMBRAER poderia explorar melhor essa viagem como marketing. Ou seja, boletins diários, fotos, enfim.” — mas, pensando no aspecto do ‘marketing’ do produto KC-390: o esforço de produzir boletins diários, fotos, etc, iria influenciar em quê nas intenções de compra do KC-390 por seus potenciais operadores?… Embora concorde que uma maior divulgação das imagens desse tour mundial do KC-390 seria fantástica para os entusiastas, receio que isso não seria relevante para os tomadores de decisão.

  9. Alex Tomich 13 de julho de 2017 at 12:40
    Eles estão ótimos com certeza, agora só falta eles fabricarem seus próprios aviões, de transporte, treinamento, passageiros, caça…. acho que não demora e a Tailândia está lançado no mercado mundial algo como o KC-390, ou até melhor.

  10. quando vc quer vender o ideal é passar desapercebido da concorrência… eles até podem saber que vc visitou… mas a coisa muda quando solta fogos.. o concorrente acaba por resolver ir pessoalmente ver o que esta acontecendo, paga almoço puteiro e tudo mais para saber o que rolou… e sair na foto.
    descrição para vender… ganhar tempo, e tirar tempo dos outros é assim que funciona

  11. Kfir, num mercado de milhões de dólares, eu tenho certeza que os representantes da LM mantém contato permanente com os países visitados pelo KC-390. Não será por falta de visitas pessoais e outros “que tais” que a LM irá perder esses mercados.

  12. Como ja havia opinado em outro post, a EMBRAER tem tudo pensado pelos melhores profissionais do mundo. Não é mais uma empresinha brasileira. Tudo isso em relação a marketing. logística, agenda, teste de avaliação de limites, acúmulo de horas voadas etc etc são meticulosamente estudados. Como alguém já falou aqui, se não há uma certa divulgação certamente faz parte pois há países que certamente não gostariam de alardear o interesse devido a questões políticas (internas e externas) estratégicas, diplomáticas e tal. Pra nós, resta-nos observar daqui de cima do Flight

  13. Pode ter certeza que a EMBRAER tem um Marketing agressivo e eficaz, trabalhei lá!
    E os produtos dela são surpreendentes, se consolidam, à despeito da enorme inveja dos Canadenses e outros concorrentes.

    Só espero que seus programas dos caças não sejam cancelados pelos EUA, muito desinteressados em ter uma Potência Militar e Econômica sob o Equador [ nas palavras do maquiavélico Henry Kissinger…].

    Temos que ser discretos e certeiros, e a EMBRAER sabe disso.

    Saudações.

    Conde.

  14. Muita gente pensa que a Tailandia é pobre, mas não é, ela tem o tamanho um pouco menor que o estado da Bahia e tem um PIB de 400 bilhoes de dólares, o nosso é de 1,8 trilhao de dólares, mas somos muito maiores.
    A PIB per capita deles é 17.000 dolares por ano(71°lugar), o nosso é de 15.000 dólares, (80° lugar).
    Quando eles propuseram pagar os Gripen e a modernização dos F-16 com frango e arroz, muita gente deu risada, mas como são dois produtos com venda certa no mercado internacional e eles tem fama de entregar o que se comprometem, rapidamente um banco intermediou o negócio.
    Eles tem a empresa TAI que da manutenção e moderniza os aviões da Força Aérea que nos ultimos anos modernizou os 12 C-130H com apoio da Airod da Malásia e a Rockwell Collins, modernizou os Pilatus PC-9 e os F-16A/B com apoia da LM e USAF.
    Eles se dão ao luxo de ter dois F-16 que fazem parte da Esquadrilha de Demonstração deles, para complementar a exibição dos Pilatus PC-9.
    . https://img.planespotters.net/photo/372000/original/10324-royal-thai-air-force-general-dynamics-f-16a-fighting-falcon_PlanespottersNet_372104.jpg

  15. Segundo dados oficiais, no ano de 2014, o PIB da Tailândia era de nada menos que U$ 990,09 bilhões de dólares, ou seja, 2,475 vezes os U$ 400 bilhões de dólares informados acima, segundo essas fontes, o PIB capita da Tailândia era de US$ 14 442.
    Ou seja, com um PIB duas e vezes maior que o informado, seu PIB per capita, ainda é menor que os 17.000 mil dólares informados, e bem menor, isso com o crescimento muito maior.
    Tendo por base o mesmo ano de 2014, segundo dados divulgados, o PIB do Brasil foi de US$ 2,417 trilhões de dólares, estamos em severa crise, mas estimo que com a volta do crescimento, que já começa a dar sinais – hoje o FMI disse que o Brasil já saiu da recessão, e aumentou a estimativa de crescimento – o Brasil volte a rondar essa casa de PIB, de 2.4 Trilhões de dólares.
    A economia da Tailândia é basicamente primária e exportam basicamente commodities, são governados por uma junta militar e existe a figura de um monarca.
    Transacionar com o resto do mundo oferecendo arroz e frango nos remete a uma era pré capitalista, num período econômico baseado no escambo, quando ainda não existia a moeda, e nem mesmo os metais como meios de pagamento. Interessante.
    Espero que comprem o KC-390, mas que paguem em dólar, a Embraer só transaciona com essa moeda.

  16. Antonio de Sampaio 13 de julho de 2017 at 20:28
    Bem vindo ao pré-capitalismo, já que nós ainda trocamos helicopteros por carne de segunda

  17. Antonio,
    Os dados dos PIBs do Walfrido estão de acordo com o ano de 2016, os mais atuais disponíveis. Não faz sentido usar dados de 2014, antes da crise que o PT nos enfiou.
    De qualquer forma, as flutuações do dólar impactam significativamente nesses dados. O Brasil não precisa crescer, basta valorizar o real que os números do PIB em dólar disparam.
    .
    Mas, de fato, o PIB per capita que ele citou não bate. Você está certo. O Brasil é mais rico (ou menos pobre, melhor dizendo) que a Tailândia.
    .
    Espero que a Tailândia compre o KC-390 e de preferência não precise de financiamento do BNDES. Certamente conseguem pagar em dólares pelos aviões, ainda que tenham que emprestar de algum banco estrangeiro e tenham que dar commodities como garantia.
    .
    https://pt.tradingeconomics.com/country-list/gdp

  18. Gente, vamos parar com esse ufanismo. Sim, somos uma economia muito maior que a Tailandia, mas olha a força aérea deles. Militarmente estão num outro patamar

  19. Rafael Oliveira 13 de julho de 2017 at 21:52
    O meu comentário foi até benéfico ao Storbel, ou seja, os dados do PIB que eu postei sobre a Tailândia, são mais que o dobro do que ele havia publicado.
    Mas se são de 2016, a economia da Tailândia despencou de lá pra cá. Não importa.
    Banco privado estrangeiro tem taxa de juro alta, principalmente para países com um PIB tão acanhado e produtor de bens primários, acho que no final das contas, se houver interesse e concretização de alguma venda, a Tailândia tenha que recorrer mesmo é a financiamento público brasileiro.
    Espero que essa super potência militar e tecnológica, faça jus a seu poderio e compre o avião fabricado no Brasil, antes que sua linha de produção seja mandada para os Estados Unidos, como já circula a boca pequena por aí.
    ____________
    JT8D 13 de julho de 2017 at 20:31
    Meu camarada, então a maior parte da humanidade come é a carne de segunda que o Brasil produz e exporta, pois o Brasil ainda é, o maior exportador de carne e alimentos processados do mundo. Tá todo mundo comendo carne de segunda sem chiar.

  20. JT8D 13 de julho de 2017 at 23:02
    O Brasil é dono das maiores empresas do mundo de alimentos processados, aliás, o Brasil é o maior exportador do mundo de comida processada, e seu maior mercado, é justamente o mercado norte americano.
    A JBS exporta carne in natura a partir de solo americano, para vários países do mundo, e o que o Brasil exporta daqui pra lá in natura é apenas marginal, praticamente vale apenas pelo nome do mercado e nada mais.
    Ou seja, a JBS vende carne a partir dos EUA, e seu lucro, alimenta sua rede mundial de empresas de alimentos e outros setores.
    O Uruguai exporta carne para os EUA, sabe quem é que exporta essa carne via Uruguai?? a JBS.
    Não serei que que vou ficar te dando aulinha, rapaz.

  21. Antonio de Sampaio 13 de julho de 2017 at 23:24
    Obrigado pelo rapaz. Você não deve acompanhar o noticiário sobre os bloqueios às nossas exportações de carne. Devem fazer isso pelo excesso de qualidade

  22. Ivanmc 13 de julho de 2017 at 23:30
    Gostaria de acompanhar pelo Flightradar, mas tenho de acordar muito cedo amanhã. Boa noite pra quem fica. Abs

  23. Antonio,
    Na verdade a Tailândia pode se financiar por títulos públicos. Surpreendentemente, a taxa de juros do BC tailandês é de meros 1,5% a.a e os títulos da dívida pública de 10 anos tem taxa de juros de 2,5% a.a. Você deve saber que no Brasil a taxa de juros é 10,25% a.a e os títulos da dívida pública de 10 anos tem taxa de juros de 10,34% a.a.
    Duvido que o BNDES ofereça taxa de juros menor que 3,5%, ainda mais agora que deixou de ser a casa da mãe Joana.
    Enfim, compensa a Tailândia emitir títulos de dívida pública para comprar o KC-390 caso não tenha dinheiro em caixa.
    .
    Não entendi porque você ficou “ofendido” com comentários de que a Força Aérea Tailandesa é mais poderosa que a FAB. Ela é, independentemente de o Brasil ter a Embraer em seu território. Abstraindo e pegando as duas forças aéreas e colocando para disputar uma guerra em um local neutro, é quase certo que a FAB levaria uma surra que seria até covardia, pois os tailandeses estão num nível acima, tanto na qualidade quanto na quantidade de meios. Em 2025, pode ser que o jogo vire para o nosso lado ou ao menos fique mais equilibrado, mas hoje não tem comparação.
    .
    Aliás, existem dezenas de países com PIB menor que o brasileiro e que possuem forças aéreas (e forças armadas no geral) mais poderosas do que a(s) nossa(s). Rússia, Espanha, Arábia Saudita, Israel, Turquia, Coréia do Sul, etc.

  24. Essa parada de mais de 24 horas na Tailândia foi bem estranha, espero que pra coisa boa como reuniões, avaliações.

  25. Pois é, Capoeira, pena que estará só estático na AFA. Mas vou prestigiar mesmo assim.
    .
    João Argolo, vai ver que é o descanso semanal remunerado da tripulação rsrs. Ou deve ser a parte “teórica” da apresentação e hoje ocorrerão os voos.

  26. Rafael Oliveira, espero que você acerte em cheio.

    Alexandre Conde. obrigado

    40 dias de “estrada” com essa máquina com certeza vai render alguma coisa boa mesmo com todos os entraves políticos e estratégicos. Fico imaginando o Trump olhar nossa máquina e perguntar aos seus fabricantes o que eles estavam fazendo enquanto os Hércules envelheciam e aquele Brasilzinho desenvolvia esse aparelho super avançado. Venhamos e convenhamos, é o mesmo que olhar um Jeep Cherokee 1980 e o uma Grand Cherokee 2018. O antigo pode até levar uma coisinha a mas aqui e outra ali mas o custo com manutenção/ atualização/modernização/ cirurgia plástica pra parecer novo realmente não compensa. Então os coligados devem perguntar: Vale a pena sustentar essa amizade? Se esse mundo não fosse tão ético, colocar o KC-390 fazendo uma bela ultrapassagem no antigão seria demais da conta. Perdoem-me opiniões contrárias. Perdoem-me Yanks.

  27. João Argolo, em uma entrevista no Paris Air Show foi dito que o presidente da divisão de defesa da Embraer estaria presente em um país do Sudeste Asiático cuja as conversas estariam mais avançadas para assinar um contrato de venda, na época especulamos aqui vários países, de Filipinas a Indonésia, bom agora já sabemos de qual país se trata. Pelo que foi dito nessa entrevista em Paris no mês passado, essa parada na Tailândia talvez seja a mais importante dessa tour de 40 dias

  28. Jr. Na torcida. Tem ideia de quantas unidades? Em se confirmado o interesse os mais avançados seriam então eles e Portugal. Correto?

  29. meus queridos amigos …
    alguém fez uma pergunta básica ao interessados/visitados: Vocês querem visibilidade?
    o governo que vai gastar alguns milhões de dólares em equipamento bélico quer ficar expondo isso?
    acho que os caras querem mais é manter tudo na moita, e só publicam o que a legislação obriga.

  30. João Argolo, não foi feito nenhum comentário sobre a quantidade de aeronaves que poderiam ser vendidas na entrevista. O que foi dito é que o presidente da divisão de defesa de Embraer estaria nesse país do sudeste asiático onde as conversas estavam mais avançadas, agora se eles estão ou não no mesmo estágio de interesse de Portugal(onde já se abriu negociações concretas para aquisição da aeronave) eu não sei dizer.

  31. Jr. Obrigado. O que estou estranhando agora (positivamente) é essa demora em terra. Vão completar 48 hs.

  32. João Argolo, acho que não vai completar 48 horas no solo. Deu umas 34/35 horas e daqui umas 5/6 horas, quando começar o dia, ele deve voar.
    .
    A Tailândia é governada por uma junta militar, após um golpe de Estado em 2014. Em tese, eles deveriam comprar os melhores equipamentos para seus comandados. Na prática, podem se vender por qualquer propina sem medo de serem punidos. Concorrência dura para o KC-390, em razão do avião chinês disputá-la.

  33. Surpreendentemente, pelo menos para mim, voou direto para Ahmedabad, na Índia. Fez escala técnica e já decolou na direção do Paquistão.
    Ainda deveria ter combustível para chegar no Paquistão direto, então acho que não irá parar por lá. Deve pousar agora só no Oriente Médio (EAU ou alguma outra escala técnica).Isso se não voar direto para o Egito, se o destino for novamente a Europa.

  34. Iniciou descida provavelmente para Sharm El-sheikh más sumiu a visualização. Acho ue farão mais uma escala e irão pernoitar na Europa.

  35. Hoje é sábado. Sharm El-Sheikh é um balneário com lindas praias. Os membros da tripulação também são filhos de Deus. Acredito que descansem por lá mesmo

  36. Quem sabe o pessoal da Embraer dá uma passadinha na Argélia,grande comprador de arma nesses últimos anos…

  37. O pessoal está bom em dar sugestões à Embraer, que está seguindo os conselhos rsrsrs.
    Tripulação descansou em Sharm El-Sheikh e, aparentemente, o avião está indo para a Argélia.

  38. Caro Justin,
    Você sabe porque o Flightradar24 apresenta alguns problemas na Argélia? Pensei que não teria cobertura de radar lá, mas esse voo de demonstração foi registrado.
    Nesse momento, não dá para saber se a aeronave está voando ou não.
    Na Tailândia também achei estranho, pois aparentemente o “transponder” foi ligado, mas o avião não voou, ficando o dia todo na base, sem demonstrações. Se fosse mero pernoite, poderia ser em um aeroporto de uma cidade mais interessante.
    .
    Realmente a Argélia é um cliente em potencial. Das 19 aeronaves C-130 compradas, 16 ou 15 estão operacionais, conforme a fonte. Desses, apenas dois são relativamente novos, sendo os demais do início da década de 80.

  39. Justin Case 17 de julho de 2017 at 18:34
    Eu não sou fluente em inglês, mas me parece que no video da apresentação p/ a imprensa que está no link que vc passou o Gastão por volta dos 27 min fala sobre a possibilidade de se instalar um pod Rafael Litening ( que cita como padrão p/ a FAB ) – eu sabia que já existe uma camera na fuselagem, mas ele fala em ‘pod’, entendi errado ?

  40. Bom dia!
    Aparentemente, KC-390 voltando para o Brasil. Provável parada nas Canárias ou em Cabo Verde.
    O tour está acabando ou será que tem alguma surpresa no final?
    Quando terminar o tour, o PA poderia fazer uma matéria especial sobre ele, os destinos, distâncias, curiosidades, Forças Aéreas locais e etc.

  41. Interessante que não tem nenhuma imagem dele, com Tanques externos, onde entende-se autonomia estendida apenas com reabastecimento.

  42. Passou tirando onda pelas Canárias. Pode ser que passe em Cabo Verde. Quanto aos tanques, ele pode estar usando sobressalente interno ou não? Pela altitude tô achando que tá com gás.

  43. Se não parar em Cabo Verde, o que acho difícil, restará comprovada uma autonomia superior à divulgada ou o uso tanques internos.

  44. Justin Case 17 de julho de 2017 at 23:16 e Fernando “Nunão” De Martini 17 de julho de 2017 at 23:56
    Muito obrigado, amigos. Realmente ele possui esse recurso, eu tinha passado batido por ele, apesar de que não vejo a Embraer destacando isso. Abs.

  45. Rafael Oliveira 18 de julho de 2017 at 6:40
    Pois é, poderia cruzar o Atlântico e seguir rumo norte? Afinal, não se passaram os 40 dias propostos.

  46. Pode ser, Capoeira, mas acho improvável ele ir para os EUA para ficar um ou dois dias. Colômbia teve uma feira aérea no fim de semana, quando seria ideal a visita. México?
    Acho mais fácil os 40 dias serem uma informação aproximada, apenas. Se não me engano, hoje faz 38 dias do início do tour.

  47. Rafael Oliveira 18 de julho de 2017 at 10:46:
    Le Bourget terminou dia 25/06. Mas, ele saiu daqui dia 11/06, portanto, está correto em suas Contas. KC-390 volta para casa.

  48. É, pelo visto, voltando pra casa mesmo. Decolou e já demonstra isto. De qualquer forma, foi um grande marco para um protótipo, ainda em fase de certificação, com todos os percalços que a empresa tem de enfrentar com a instabilidade política vivida em nosso país. Ao meu ver, a Embraer demonstra maturidade e profissionalismo e acredito que os frutos virão em breve.

  49. Alguém pode me esclarecer? Não entendo o porquê dele não aparecer agora no radar, quando próximos a ele vinham o Azu 8751 e um Ibéria 685 e ambos aparecem. Alguém saberia explicar? Mesmo sendo uma zona escura como relata o Edilson, más e os outros que aparecem?

  50. Pois é José Airton! É intrigante essa sumida do Radar do Kc390 né! Os outros que vinham próximos a ele continuam online no Flightradar, mas ele sumiu e vinha numa altitude de 30.000 pés e 461 kts de velocidade. Vamos aguardar alguma novidade . Tomara que seja positiva.

  51. Então…. Boa notícia ! Que bom…. Oque assustou um pouco foi porque os outros aviões continuaram online e ele sumiu de repente… mas deu tudo certo!

  52. JT8D, de fato, fará falta acompanhar o KC-390.
    .
    Houve avaliações na Suécia, Irlanda, Namíbia, Arábia Saudita, Nova Zelândia, Tailândia e Argélia. Portugal não conta, pois “já é cliente”, e as demais paradas foram meramente técnicas.
    .
    Suécia, ao decidir ampliar a vida do C-130, adiou eventual compra para o final da próxima década. Namíbia e Irlanda me parecem azarões. Sobram os demais países como potenciais clientes para os próximos anos.
    .
    Walfrido, só falta a Tailândia comprar C-295 em detrimento do KC-390 (eu sei que são de categorias distintas, mas se o dinheiro for pouco, não é impossível optar por apenas um dos dois e logo pelo mais barato).

  53. A Suecia fez uma modernização bem superficial nos seus C130, apenas para mantê-los voando. Em sua palestra Em Le Bourget, Paulo Gastão disse que os primeiros slots para exportação do KC390 seriam apenas em 2019, portanto os suecos precisam continuar com os Hercules mais um tempo. Eu acredito que eles compram o KC390 em breve. A Fligvapnet pode muito bem operar ambos os modelos. De qualquer maneira eles não iriam simplesmente sucatear os C130

  54. JT8D, o que eu li sobre a modernização do C-130 é que eles ficariam operacionais até cerca de 2030. Tomara que os suecos pensem em usar as duas aeronaves concomitantemente, mas não me parece ser algo da práxis deles.

  55. Saindo agora de Recife. Aparentemente a demonstração continua pois não desceu pra Gavião, pelo menos no início do trajeto. Façam suas apostas. Brasília?

  56. Nao acompanhei ate o final.
    Alguem poderia fazer um breve resumo mostrando os pontos de parada para reabastecimento/pernoite e os destinos para apresentacao da aeronave?

LEAVE A REPLY