Embraer apoia pedido de consultas feito pelo Brasil ao Canadá na OMC

Embraer apoia pedido de consultas feito pelo Brasil ao Canadá na OMC

1867
0

São Paulo, SP – 8 de fevereiro de 2017 – Com apoio da Embraer, o Brasil oficializou hoje o pedido de consultas ao governo canadense no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC), em Genebra, sobre os subsídios que beneficiam o programa C-Series da empresa Bombardier.

O pedido brasileiro destaca uma vasta gama e quantidade massiva de subsídios, somando mais de USD 4 bilhões, oferecidos pelos governos nacional, provincial e locais do Canadá à Bombardier, concorrente da Embraer no setor de jatos comerciais. Somente em 2016, foram aportados recursos públicos da ordem de USD 2,5 bilhões à fabricante canadense.

“A companhia canadense continua recebendo subsídios do governo local. Isso foi fundamental para o desenvolvimento e sobrevivência do programa C-Series, além de permitir à Bombardier oferecer suas aeronaves a preços artificialmente baixos”, disse Paulo Cesar Silva, CEO da Embraer. “Para que o segmento de jatos comerciais continue sendo disputado entre companhias, e não entre governos, é fundamental que as condições equânimes de competição sejam respeitadas.”

Em dezembro de 2016, o Conselho de Ministros da Câmara de Comércio Exterior (CAMEX) havia autorizado a abertura do procedimento de solução de controvérsias contra o Canadá. O pedido de consultas é a primeira etapa deste procedimento e permitirá o acesso a informações adicionais sobre o apoio à Bombardier. O entendimento do governo brasileiro, compartilhado pela Embraer, é de que os subsídios oferecidos pelo governo canadense ferem os compromissos assumidos pelo Canadá na OMC.

DIVULGAÇÃO: Embraer

  Comentários no Facebook

  Comentários de assinantes

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY