Home Divulgação Você acha importante investir no setor Aeroespacial e de Defesa? Então vote...

Você acha importante investir no setor Aeroespacial e de Defesa? Então vote no Blog do Planalto

152
24

logo do Blog do Planalto na página inicial

Clique aqui ou nas imagens acima e abaixo para acessar o Blog do Planalto, que lançou uma enquete para perguntar que setores da economia seus leitores acham mais importante investir com o Plano Inova Empresa. Segundo o blog, esse plano investirá R$ 32,9 bilhões para impulsionar a inovação tecnológica, a produtividade e a competitividade em diversos setores da economia.

enquete Blog do Planalto em 10 de outubro de 2013 às 16h45A enquete está na página inicial do Blog do Planalto, no parte inferior da coluna da direita  (é necessário correr a página para ver). Lá, está a pergunta sobre qual setor “é o mais importante” para o Plano Inova Empresa investir.

No momento de publicação desta matéria (16h55 de 10 de outubro de 2013), o setor Aeroespacial e de Defesa era o segundo mais votado, com 16% dos votos – pouco mais do que o terceiro e do quarto (setor de Tecnologia da Informação e Comunicação e setor de Sustentabilidade Socioambiental).

Esses 16% já representam o dobro do que muitos consideram o salvador da pátria e grande responsável, muitas vezes, pelo crescimento da economia brasileira, que é o setor de Agropecuária, e quatro vezes mais do que o setor de Petróleo e Gás, muitas vezes mostrado como o salvador da pátria do futuro, com o Pré-Sal. O mais votado até agora foi o setor de saúde, que tem 40% dos votos.

Você acha importante investir no setor Aeroespacial e de Defesa? Então mostre, votando na enquete!

Colaborou: Baschera

24 COMMENTS

  1. A matéria foi publicada a uns 15 minutos e o setor Aeroespacial e de Defesa já subiu um ponto percentual, para 17%…

    PS – atualizando o comentário 10 minutos depois: agora já subiu pra 18%. Modéstia à parte (e com o devido reconhecimento aos leitores), esse nosso Poder Aéreo é poderoso…

  2. Agora (18:11 hs), o setor aeroespacial e de defesa já está em 21%, só perdendo para o setor de saúde.

    Agora, o que me impressiona é a votação para este lixo chamado “sustentabilidade socioambiental”, em detrimento de setores estratégicos para o país, tais como energia e agropecuária.

    Basta juntar as palavras “sustentabilidade, “social” e ambiental” na mesma opção para aparecer um bando de deslumbrados e ignorantes votando nisto.

    É de se perguntar: desde quando “sustentabilidade socioambiental” é setor da economia?

  3. Obrigado aos Editores por colocar o assunto no Poder Aéreo.

    Quando se começou isto lá no FBM da Alide, tínhamos apenas 12% e 227 votos….. cresceu uns 100 desde então.

    Vamos lá pessoal… vamos dar um susto no pessoal do Planalto…. antes que a FAB (por exemplo) morra ….

    Sds.

  4. 24% / 529 votos e contando…

    Em minha opinião, “impulsionar a inovação tecnológica, a produtividade e a competitividade” da Defesa é muito mais importante do que pra Saúde. O que falta na saúde são Hospitais e não “inovação tecnológica, produtividade e competitividade”.

    Já na Defesa, basta olhar a idade de nossos “gordos” e de nossos “bicudos”…

  5. A propósito, parte desse aporte de BRL 32,9 bi já seria suficiente para assinar o FX-2, reequipar a FAB e, de quebra, desenvolver a indústria Aeroespacial e de Defesa com a expertise a ser adquirida com os Super Hornets, o que iria “impulsionar a inovação tecnológica, a produtividade e a competitividade” do setor…

  6. Acabei de votar, já chegou a 26% e se aproxima da saúde que caiu para 35%…

    Com estes valores bem utilizados poderia-se atender a todos os setores descritos na enquete, bastaria nossos governantes serem responsáveis com o dinheiro público.

  7. Pois é, Edgar. Agora, poucas horas após a divulgação da enquete do blog do Planalto para o público do Poder Aéreo, a diferença percentual para o primeiro lugar (e sem desmerecer a importância da saúde…), que era de 24 pontos percentuais, caiu para apenas seis.

    E olha que nem todo mundo que clica no link para a enquete está votando (como aliás, é de praxe quando divulgamos uma enquete).

  8. Pessoal, realmente nossa mobilização valeu em:

    Aeroespacial e de Defesa
    (33%, 823 votos)
    Saúde
    (32%, 804 votos)

    Espero que o Planalto realmente leia seu Blog e dê a devida importância à opinião pública ali representada pela enquete.

  9. E continua crescendo.

    Quem sabe chegamos aos 40% que tinha o antigo primeiro colocado na enquete, ainda hoje. Seria interessante, de um dia pro outro, inverterem-se completamente as posições (novamente repito: sem nenhum demérito às necessidades de se investir em inovação no setor de saúde, que é bastante amplo). E eu acho que o setor de agricultura, cuja modernidade crescente segura as pontas do nosso PIB ano após ano, também mereceria muitos investimentos em tecnologia nacional, pois também envolve diversas áreas.

  10. Hã….. os caras vão desconfiar !

    Estamos agora em PRIMEIRO lugar… com quase 100 votos a mais do que a Saúde…. estava o placar agora em 907 votos para a Defesa….

    Sds.

  11. Ué, Baschera, apenas divulgamos a enquete. Os responsáveis pelo blog do Planalto deveriam é agradecer pelo aumento de visitantes.

    Quanto a estar em primeiro lugar, se isso não agradar a alguns, basta mobilizarem os médicos para votar na saúde e restabelecer a posição que ocupava anteriormente, por exemplo. Pode-se até importar médicos de outros países para votar…

  12. Lembrando que, na circunstância do país, outras área viriam antes da defesa. O que não pode é ela ser ignorada! E mais além. Se bem explorado, bem arquitetado, o investimento no militar, além da defesa na nação, permite projetar uma indústria poderosa e que geraria um ciclo virtuoso importante.

  13. Hoje as 10:38h, 38%; só espero que NADA desses investimentos sejam faitos na Embraer e em seu grupo, eles já foram por demais beneficiados!!!

  14. 38% contra 29%

    1060 X 813, até agora. Se isso tiver o condão de fazer algo, minha contribuição foi dada.

    Sds

    PS: e que a EMBRAER se dê muito bem com isso.

  15. Pois é, Baschera.

    Quando divulgamos aqui a sua dica para os interessados na enquete, havia menos de 2.000 votos no total, numa votação que, pelo que diz o próprio blog do Planalto, já estava há uns seis meses no ar…

    Três dias depois, a enquete subiu para quase 3.000 votos (agora, às 20h40 deste domingo, são 2.916 votos, com 41% no setor Aeroespacial e de Defesa) – ou seja, em pouco mais de três dias (contando ainda que parte desse tempo é final de semana, quando a audiência diminui) fornecemos nada menos do que 1/3 do total de votos da enquete, que pelo jeito levou seis meses para angariar os 2/3 anteriores.

    Parabéns aos leitores do Poder Aéreo (ainda que apenas uma parcela tenha realmente se interessado para clicar, acessar e votar).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here