Home Noticiário Internacional Salvem o Thunderbolt II

Salvem o Thunderbolt II

280
4

Congressista do Arizona monta frente parlamentar para salvar o A-10 dos cortes da USAF

 

A-10 em hot pit refuel - foto USAF

O parlamentar norte-americano Ron Barber criou uma frente bipartidária “pró-Thunderbolt II” no Congresso dos EUA. Em uma carta assinada por ele e mais oito colegas, foi pedido à Força Aérea que não se desfaça dos aviões de ataque A-10 Thunderbolt II, chamado “cavalo de batalha aprovados em combate”, que fornecem capacidade crítica.

Barber, um membro do Comitê de Serviços Militares da Câmara, também falou na tribuna da casa esta semana chamando o A-10 de “insuperável em sua capacidade de fornecer apoio aproximado para nossas tropas no solo”.

O A-10 é a principal aeronave baseada em Davis-Monthan Air Force Base (AFB), em Tucson, onde a “355th Fighter Wing” voa 82 desses aviões. Mas por causa dos indiscriminados cortes de gastos conhecido como “sequestration”, que Barber se opôs, a Força Aérea está pensando em aposentar da aeronave.

O A-10 é apelidado de “Warthog”, e tem sido muito elogiado pelas tropas terrestres. “Um comandante do Exército disse-me que quando ele ouviu os Warthogs aparecerem, ele sabia que o dia estava prestes a ficar melhor”, Barber disse em seu discurso na Câmara.

Barber também deu o seu apoio ao jato esta semana, em uma carta a Eric Fanning, secretário da Força Aérea, e ao brigadeiro Mark Welsh III, chefe do Estado-Maior da Força Aérea. A carta foi assinada por oito dos colegas de Barber, tanto republicanos e democratas.

Na Operação Tempestade no Deserto, o A-10 foi responsável pela destruição de 4.000 veículos militares e peças de artilharia”, Barber acrescentou na carta. “Nas operações Enduring Freedom e Iraqi Freedom, o A-10 realizou quase um terço das missões de combate. Além do apoio aéreo aproximado, o A-10 também ajudou nas operações C-SAR (busca e resgate em combate) e escolta de helicópteros”.

Novos aviônicos foram instalados recentemente no A-10 e desde o ano passado a Força Aérea começou a instalar novas asas em todos os aviões. Todos os aviões que operam em Davis-Monthan já estão com as novas asas. As novas asas e eletrônicos foram aclamadas como uma forma de baixo custo para estender a vida útil dos aviões para pelo menos até 2028.

Mas como o Pentágono precisa enfrentar bilhões de dólares em cortes por causa do “sequestration”, a Força Aérea está avalianso a possibilidade de cortar todos os A-10 para economizar dinheiro.

“Sequestration é uma desgraça”, Barber disse em seu discurso. “Eu nunca apoiei, e eu imploro aos meus colegas a trabalhar comigo para acabar com ela. A segurança nacional e A proteção dos nossos militares em áreas de combate deve ser primordial”.

FONTE/FOTO: Ron Barber, congressman/USAF

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
tiagobap
tiagobap
6 anos atrás

Será que o F-35 estará a altura para substituir essa máquina?

Fighting Falcon
Fighting Falcon
6 anos atrás

Tiagobap,
Ao meu ver sem chance de ser ao menos equiparado nas funções fim do A-10.

Vader
6 anos atrás

Impressionante como a USAF não gosta dessa aeronave. Faz uns 20 anos que ela tenta desativá-la, sem sucesso.

rafael bastos
rafael bastos
6 anos atrás

E pelo menos pelos próximos 20 anos a USAF ainda tentara desativa-la, e provavelmente não irá conseguir, principalmente em face dos problemas do F-35 e dos cortes de gastos do governo.