domingo, dezembro 5, 2021

Gripen para o Brasil

Esquadrão Poti treina emprego ar-solo com o helicóptero AH-2 Sabre

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

O Campo de Provas Brigadeiro Velloso (CPBV), em Cachimbo-PA, recebe a primeira campanha de emprego ar-solo com o helicóptero AH-2 Sabre. A unidade que opera a aeronave, o 2º/8º GAV (Esquadrão POTI), sediado na Base Aérea de Porto Velho, atuará sob a supervisão de equipes do Comando Geral de Operações Aéreas e do Instituto de Pesquisa e Ensaios em Voo.

O esquadrão está em Cachimbo desde o dia 28 de setembro. Além do 2º/8º GAV, o 7º/8º GAV (Esquadrão Harpia), sediado na Base Aérea de Manaus, também participou da ação com suas aeronaves H-60 Black Hawk.

O Campo de Provas Brigadeiro Velloso foi escolhido para dar suporte ao treinamento operacional, em função de sua infraestrutura de apoio, que comporta estandes e cenários táticos adequados a esse fim.

FONTE / FOTOS: FAB (CPBV)

- Advertisement -

18 Comments

Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

Seria bom saber como ficou o imbróglio do pagamento das aeronaves. Seria uma pena ver o Brasil se desfazer de uma aeronave dessa categoria por falhas no processo de aquisição/manutenção.

E cadê os mísseis? Só tem foguetes ali, mas se bem que aquele casulo não é ocidental, com certeza. Alguém se habilita em dizer o nome dele?

Gueorgui Jukov

pod B-8V20 esses são os que estão armando os Hind brasileiros tem 20 canhões e carregado pesa mais de 300 kg. Até o que eu andei a pesquisar as 6 unidades restantes serão entregues, no máximo até o começo do ano que vem ao que se sabe nunca foi dito pela força aérea, que as aeronaves seriam devolvidas o que aconteceu foi que devido ao corte do orçamento militar desse ano decidiu-se por adiar a integração das 6 aeronaves restantes, nunca houve tantos problemas como tentaram divulgar na mídia, problemas houve mas a maioria foi resolvido, como a falta de… Read more »

Mauricio R.

Mas nunca houveram “tantos problemas como tentaram divulgar na mídia”, os problemas eram e continuam(???) sendo basicamente 2:

A tradicional e péssima logística russa e o fracasso em integrar o capacete/NGV padrão da FAB neste helicóptero.

Clésio Luiz

Acho que cada pod contem 20 foguetes 🙂

Bom saber que os outros 6 serão entregues. Resta agora armá-los com os mísseis anti-tanque.

juarezmartinez

e outubro de 2011 às 18:53 pod B-8V20 esses são os que estão armando os Hind brasileiros tem 20 canhões e carregado pesa mais de 300 kg. Até o que eu andei a pesquisar as 6 unidades restantes serão entregues, no máximo até o começo do ano que vem ao que se sabe nunca foi dito pela força aérea, que as aeronaves seriam devolvidas o que aconteceu foi que devido ao corte do orçamento militar desse ano decidiu-se por adiar a integração das 6 aeronaves restantes, nunca houve tantos problemas como tentaram divulgar na mídia, problemas houve mas a maioria… Read more »

Vader

Ou seja: T.U.B.O.

Vader
Clésio Luiz

“tendo em vista as diferenças de voltagem, tensão e impedância”

Voltagem e tensão são a mesma coisa. E voltagem é um termo incorreto.

jacubao

O pior de tudo é que o cara que escolheu esses vetores, (escolheu por conta própia e enfiou goela abaixo da FAB) já se mandou e deixou o abacaxi para ser descascado pela FAB.
Como posso acreditar num país desse?

Almeida

No EB esses helos já seriam esquisitos, na FAB então… o que estão fazendo ali?!

Aposto que os H-60 do 7º/8º dão um show nesses Hind, em qualquer missão.

Mauricio R.

Para o que se destinam, o gunship do BH, similar aos “Harpías” da Colômbia, seria mais do que suficiente.
Mas…

Joker

Concordo contigo Mauricio R., os Harpias seriam ótimos vetores ao C-SAR.

juarezmartinez

Clésio Luiz disse:
3 de outubro de 2011 às 23:20

“tendo em vista as diferenças de voltagem, tensão e impedância”

Voltagem e tensão são a mesma coisa. E voltagem é um termo incorreto.

Leia mais (Read More): Esquadrão Poti treina emprego ar-solo com o helicóptero AH-2 Sabre | Poder Aéreo – Informação e Discussão sobre Aviação Militar e Civil

Caro Clésio, muito obrigado pela correção, leia-se amperagem no lugar de voltagem.

Grande abraço

Clésio Luiz

Amperagem é outro termo incorreto. O correto é corrente.

A tensão é xx volts.
A corrente é de xx amperes.

Isso é assunto de física do ensino médio.

Clésio Luiz

Isso ocorre porque se vê escrito em aparelhos eletrônicos “voltage” e “amperage”. Como muito “técnico” que mexe com equipamentos eletrônicos abandonou a escola cedo, acabam tentando traduzir um termo pelo jeito mais fácil. Aí termina sendo transmitido para os clientes (que não tem obrigação nenhuma de saber os termos corretos) termos incorretos.

Gueorgui Jukov

Uma coisa eu sei vcs querendo ou não os Mi-35 restantes vão vir os que já estão estão fazendo um belo trabalho. Uma coisa eu digo não adianta ficarem acreditando no que a imprensa Marron que adora fazer loby anti-russo diz, me respondam uma coisa se os russos são tão ruins assim por que foram os que mais venderam seus armamentos nos últimos 3 anos, por que me respondam. Os problemas eram lógicos que iriam acontecer me digam qual outro helicóptero ou qualquer outro equipamento de maior escala a FAB já operou, de procedência russa, descontando alguns Misseis e lançadores… Read more »

Vader

Gueorgui Jukov disse: 4 de outubro de 2011 às 18:37 “Uma coisa eu digo não adianta ficarem acreditando no que a imprensa Marron que adora fazer loby anti-russo diz” Não é a “imprensa marrom” que fala (se é que isso existe: na verdade por este termo se vê que o amigo considera a imprensa que não lhe convém ao bestunto como “marrom”). São os militares da FAB. “me respondam uma coisa se os russos são tão ruins assim por que foram os que mais venderam seus armamentos nos últimos 3 anos, por que me respondam” 1. Porque são baratos; 2.… Read more »

juarezmartinez

Amperagem é outro termo incorreto. O correto é corrente.

A tensão é xx volts.
A corrente é de xx amperes.

Isso é assunto de física do ensino médio.

Leia mais (Read More): Esquadrão Poti treina emprego ar-solo com o helicóptero AH-2 Sabre | Poder Aéreo – Informação e Discussão sobre Aviação Militar e Civil

Corrigindo então, pois na época era comum usarmos estas expressões(decadade 80).

Tensão, corrente e impedância.

Grato mais uma vez Clesio.

Grande abraço

Últimas Notícias

Irã diz que explosão acima de Natanz faz parte de treinamento militar

A explosão relatada coincide com uma crise nas negociações sobre o programa nuclear do Irã A mídia iraniana no sábado...
- Advertisement -
- Advertisement -